Quantcast
PplWare Mobile

MB WAY: Ministério Público acusa 18 pessoas por uso fraudulento

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Trolha Men says:

    Toda a gente sabe quem são e de que etnia.
    Nada de novo portanto, perca por tardia.

    • Paulo Pedroso says:

      +1 mas não se pode dizer nada , é um segredo

    • Manuel da Rocha says:

      Por acaso ainda há 2 semanas, 5 jovens, de Penafiel, portugueses de 100000000 geração, foram detidos por fraudes semelhantes num valor acima de 7 milhões de euros. Foram apanhados porque usaram um dos telemóveis para fazer um video, no tiktok, e alguém viu o número que foi ligado de outro telemóvel.
      Os mesmos jovens já tinha 11 anos de penas suspensas, por crimes com cripto moedas e vendas online.

    • Mr. Y says:

      Deixa lá. Há alguns com uns colarinhos de uma certa cor que também andam por aí…

    • Paulo Cruz says:

      Mais uns “trocos” e já podiam pagar as rendas do Multiusos transfronteiriço de Caminha… Há “ladrões” de todas as “cores” e “línguas”!

  2. David Guerreiro says:

    Os que estão com TIR, continuam a atividade criminosa…

  3. Manuel da Rocha says:

    No OLX é prática comum.
    A polícia prende, o tribunal, ajudado por advogados super bem remunerados e que dizem trabalhar graciosamente, para esses criminosos, manda para casa com penas suspensas. Ao cabo de 30 penas suspensas, continua tudo igual.
    Ainda há poucos dias 5 jovens, já condenados em mais de 60000 crimes informáticos e por burlas/fraudes online (incluindo mbway), a 11 ano de penas suspensas, foram presos, novamente, porque andavam a usar Revolut para enganar pessoas que queriam comprar coisas no OLX e no facebook. Voltaram a ser presos, perderam 183 telemóveis e voltaram para casa, para fazer o mesmo. 5 jovens de 21 a 27 anos de idade da zona norte do país.

  4. jimmypt says:

    Essas pessoas fazem do roubo modo de vida.Vão a tribunal,saem com termo de identidade e residência e pouco mais.Continuando a atividade criminosa.Por pouco menos vão outras pessoas para a cadeia.
    Devia de haver penas duras e efetivas nestes casos.

    • Profeta says:

      Eu acho que os juzies que cometem essas barbaridades e que deveriam ser presos ou entao retirarem-lhes o estatuto de juizes. Se tem medo dos ciganos comprem um cao. A lei devia ser igual para todos mas infelizmente nao e.

      • PorcoDoPunjab says:

        Profeta, mas vc ainda não percebeu como as coisas funcionam neste país?
        Eu vou explicar.
        Então é assim, indivíduo A comete um crime.
        Vai ao juíz e tal e sabe se que não tem rendimentos declarados, não faz nada a não ser crimes, etc e tal.
        Liberta se o tipo porque se for para julgamento não tem dinheiro para advogados e outras despesas e no fim aquilo é uma trapalhada porque o tipo está se a marimbar para aquela gente toda e ser preso ou não é indiferente e só vai dar despesa ao estado.
        Indivíduo B comete o mesmo crime mas trabalha, tem rendimentos declarados e tem poupanças no banco.
        Tá tramado.
        Julgamento de anos, mais despesas daqui e dali e no fim mesmo não sendo detido gasta ali uns milhares valentes.
        Grosso modo é isto
        Duvida do que lhe digo?
        É simples, vá roubar uns catalisadores e faça por ser apanhado e depois vamos ver se é sempre solto como o outro.
        Depois venha cá contar a história

        • Profeta says:

          Eu sei como funciona, eu so estava a alertar que os juizes tambem nao fazem nada para resolver isso e se assim e deveriam ser penalizados mas obviamente que nao sao claro. Isto esta cada vez pior enfim. Ate parece que apelam para que o crime continue, uma vez que nao ha castigo para essas pessoas e entao elas se sentem imunes a tudo de errado que possam fazer. Nao ha quem nos salve e nem sei se havera algum dia infelizmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.