Quantcast
PplWare Mobile

Irão: Polícia da moralidade acabou? É falso, mas notícia corre na internet

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Mysta says:

    Não é só na internet. Acabou de passar essa notícia no jornal da noite, na SIC

  2. Bruno says:

    Para já é uma batalha perdida, não é com duas ou três manifestação que as coisas vão mudar, culturas levam tempo …

  3. B@rão Vermelho says:

    E ainda há quem diga mal de Portugal.

  4. Kany west says:

    a Polícia da moralidade devia existir por uns tempos em portugal para acabar com as ideologias da esquerda estao aplicando a populacao

  5. Jorge Martins says:

    A noticia é “Irão: Polícia da moralidade acabou? É falso, mas notícia corre na internet”, errado, a noticia corre em toda a impressa/radios/TV nacionais e internacionais, de quem é a noticia falsa? É estranho não é?

  6. Joao Ptt says:

    Seria estranho um regime religioso tão extremo acabar com a polícia “dos bons costumes”. Admira-me é de não terem dito publicamente que iriam exterminar todas aquelas mulheres impuras que lutam pela degradação do povo iraniano e em especial das mulheres. Claro, do ponto de vista dos religiosos extremistas que defendem tal posição publicamente, independentemente do que pensem no seu íntimo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.