Quantcast
PplWare Mobile

Fatura da sorte das Finanças: Há “presente” no dia 30 de dezembro

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Pinto


  1. Jacinto ######%%%%%% says:

    Todos os anos, duas vez, acontecem sorteios extraordinários.
    O primeiro, também de 3x 50.000 acontece no mês de Junho.
    Repete-se o mesmo no mês de Dezembro.
    De salientar que prémios não reclamados também são resorteados nestas ocasiões

    • Carlos Fernandes says:

      E como sabemos que fomos premiados?

    • David Guerreiro says:

      Um aparte, o prémio não é dinheiro vivo, mas sim em certificados do tesouro, que só pode ser resgatado ao fim de 1 ano.

      • Samuel MGor says:

        Certificados que desvalorizam todos os meses ou seja no fim de um ano não resgatas 50 mil mas sim 40 ou 30 mil euros

        • AJ says:

          Isso é um total disparate porque os certificados não só não desvalorizam todos os meses como valorizam (a taxa de juro é positiva). Se tiveres 50 mil irás resgatar esse mesmo valor acrescido de juros. Infelizmente, o que acontece atualmente é que a taxa de inflação é superior à taxa de juro dos certificados o que significa que (na prática) um ano depois tens o mesmo valor + juros mas esse montante ficou a valer um pouco menos devido à inflação.

        • David Guerreiro says:

          Resgatas sempre 50 mil, só que devido à inflação, o que podes comprar com os 50 mil é menos…

          • B@rão Vermelho says:

            Mesmo que fosse “só” os 30 ou 40 mil, dados não é bom?
            Eu sou mesmo podre, se me dessem os 30 mil, ficava super feliz, mas pelos visto à quem preferia não receber nada.

  2. Realista says:

    É mais provável vencer o euro-milhões do que ganhar uma factura da sorte das finanças pois existem 14 Milhões de combinações de números no euro-milhões enquanto que, só em Junho de 2021, AT registava 6 Milhões de facturas só em 3 sectores de actividade (alojamento, cultura e restauração)…

    • David Guerreiro says:

      Sim, mas no Euromilhões depende de ti, neste caso não

      • Asilca says:

        Não deixas de ter razão, mas é daquelas coisas que nem vale a penas perder tempo com eta propaganda. Se nos sair alguma coisa (o que é muuuuuuuito dificil) celebramos, se não…. não nos encomodem com estas ilusões.

    • Zé Fonseca A. says:

      Se 1 milhão de faturas forem tuas, a probabilidade aumenta.
      Quanto mais gastas e quanto mais faturas pedires maior a probabilidade

      • GM says:

        Se gastas e pedes factura, é bom mesmo que tenhas rendimentos declarados que sustentem esses gastos, senão tens um “prémio” das finanças, chamado fiscalização. Este é o verdadeiro prémio, escondido.

        • David Guerreiro says:

          Quem tem telhados de vidro não pede faturas, já sabe disso.

          • GM says:

            Tem, sim, de ter noção do rendimento declarado versus o que pode consumir por cima da mesa. Não se aplica a mim a questão de rendimentos não declarados, mas não peço factura em tudo o que compro.

        • Zé Fonseca A. says:

          Se não tivesse rendimentos para as faturas que peço como teria o dinheiro para essas compras ?

          • GM says:

            Até mesmo os TCO, se receberem parte do ordenado “por fora”, têm rendimento não declarado. Quanto mais os TI, que por vezes não facturam porque o cliente simplesmente não quer pagar o IVA ( quando se trata de cliente final).

  3. Bicho says:

    Propaganda política. Nunca usei

  4. Indignado says:

    Ainda gostava de conhecer alguém que tenha ganho um destes prémios … será que são livres de impostos 😀

    • David Guerreiro says:

      Realmente também nunca soube de ninguém que tivesse ganho, ou sequer ouvi alguém que conhecesse quem ganhou. Vale o que vale. Os prémios são em certificados do tesouro, e não podes movimentar durante 1 ano. Ao final de 1 ano, recebes juros (sujeitos a 28% de retenção), e podes resgatar o montante.

      • Vitolas says:

        Mas tal como o GM disse em cima não terá uma parte de ficar retida para o estado como taxa tal como nos outros jogos? É que em bom rigor isto não deixa de ser jogo, porque compras algo que te habilita a um prémio tal como nos outros jogos.

        • David Guerreiro says:

          Um sorteio não é um jogo, são coisas diferentes. Não é aplicada aquela taxa de 20% que se aplica nos jogos de fortuna ou azar. Quando terminar 1 ano, o vencedor recebe também na conta à ordem bancária, os respetivos juros (com o imposto de 28% deduzido). Nessa altura, se quiser pode resgatar ou pode continuar com a aplicação, pois é normalmente a 10 anos.

    • Zé Fonseca A. says:

      Conheço quem tenha ganho nos sorteios dos carros

  5. Hugo Tavares says:

    Se ainda fosse um audi como em tempos…

  6. PeterSnows says:

    Palhaçada

  7. Mauro Costa says:

    Uma das melhores medidas implementadas. Mas nem assim as pessoas pedem fatura… A economia paralela nos mesmos ramos de negócio continua uma forrobodó. Depois queixam-se de tudo e mais um queijo, porque as estradas, pontes, polícia na rua, escolas, hospitais, como sabem pagam-se com vento… Tristeza saloia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.