Quantcast
PplWare Mobile

Atenção à Bitcoin: O alerta chega do Banco de Portugal…

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Carlos Natário says:

    Nao os vi assim muito preocupados quando o BES andava a transaccionar aqueles produtos financeiros podres.

    • Rui says:

      Não pense que os vigaristas em Portugal acabaram quando o BES faliu, antes fosse!!!!!!
      Apesar de que a história do BES está muito mal contada, Salgado não tem toda a culpa da tragédia. Não foi o Salgado que perdoou o Estado Angolano de pagar o buraco do BES Angola em 5 mil milhões de euros: https: //observador.pt/2019/03/20/banco-de-portugal-nao-aceitou-garantia-de-angola-ao-bes-por-falta-de-informacao/

      Ou seja, por causa da falta de 2 anexos, o Banco de Portugal mandou para o lixo um garantia angolana de 5,7 mil milhões de euros…… que nós tugas pagamos alegremente!!!!!!

      Também não foi o Salgado que vendeu a Tranquilidade por 50 milhões a um fundo americano: https: //www.tsf.pt/economia/seguradora-tranquilidade-vendida-a-preco-de-saldo-a-fundo-norte-americano-4088794.html
      E depois esse mesmo fundo vende a Tranquilidade em 2019 por 600 milhões de euros: https: //expresso.pt/economia/2019-07-18-Generali-compra-dona-da-Tranquilidade-por-600-milhoes

      São só 1200% de diferença!!!!! Salgados há muitos……

    • José Fonseca Amadeu says:

      Produtos financeiros podres foi o que nos fez entrar na crise financeira de 2008 a nós e ao mundo todo. Aí o problema também passa por quem investe nos investimentos podres à espera de uma segurança financeira miraculosa.

      • Atento says:

        Absolutamente de acordo. Finalmente alguém que toca na ferida !
        E o que são produtos financeiros podres ? Os especulativos fazem parte desse grupo (o mercado cambial de moedas com curso físico é considerado especulativo, o que fará o mercado de moedas virtuais não suportadas por qualquer activo) ? … não devemos culpar os outros pela nossa ganância e ignorância.
        Quem meteu dinheiro no BES e se diz «enganado» apenas revela a própria ignorância, e, só por isso, merece o que lhe acontece.
        Digo isto porque perco tempo (muito) a analisar as opções de investimento que faço e vejo alguns «piparotes engalanados» a falar de investimentos, retornos e rendimentos, mas que sabem tanto disso como eu de «lagares de azeite».
        Já ando cá há alguns anos, o suficiente para saber que não há »almoços grátis», abram os olhos e não »emprenhem» pelos ouvidos.
        Alves dos Reis, Donas Branca, Caldeiras e afins, sempre houve e haverá; cabe a cada um estar informado e não se deixar enganar.
        Para mim, Blockchain é uma tecnologia muito interessante que pode ser utilizadar para aumentar a segurança da informação; Bitcoin/Ethereum/qualquer outra moeda virtual não regulada são uma forma de evadir ao controlo e regulação (leia-se evitar escrutínio), e eu não gosto de quem não gosta da legalidade … (leia-se escrutínio)

    • Há cada gajo says:

      Andam muito mais preocupados do que tu imaginas. E estás a subestimar o poder do tio Ricardo.

    • Infinity says:

      Porque estavam também metidos ao barulho

    • José Maria Oliveira Simões says:

      Que eu saiba, não existe nenhum banco que se aguente nas canetas com uma exigência como aquela que o Banco Central Europeu fez ao BES de ter de pagar o empréstimo de 10 milhões em 3 dias. Literalmente, ditou a falência do banco português. O banco de Portugal foi o causador do desmoronar e colapso do BES ao não aceitar a garantia de Angola de 6 milhões. Não há dúvida que toda esta história está muito mal contada. Nós o portugueses, mais uma vez somos chamados a pagar !!!

  2. Luis says:

    Já estão a ficar nervosinhos, tudo o que eles não podem controlar começa-lhes logo a fazer comichão. Toda a gente que tem bitcoins sabe deste tipo de coisas

    • José Fonseca Amadeu says:

      Tal e qual como os lesados do BES, também sabiam os riscos, pensavam é que não acontecia com eles e agora reclamam.

      • GFan says:

        @José Fonseca Amadeu Será que os lesados do BES sabiam os riscos? Ou quererás tu dizer que confiavam no sistema bancário centralizado e no auditor Banco de Portugal?
        São coisas diferentes caso ainda não tenhas reparado.

        • Luis says:

          Mais ou menos os lesados do BES sabiam que era um investimento de risco se nao sabiam foram enganados por alguem mas supondo que sabiam perderam perderam todos o pessoal que tem bitcoins se amanha elas valeram 0 perderam tudo pronto mas de certeza que não vao fazer manifestações para a avenidade da liberdade

        • Há cada gajo says:

          Todos sabiam dos riscos. Assinaram documentos. Obviamente que a coisa correndo mal, não admitem que conhecem os riscos. Não sejam ingénuos.

          • Vitor Correia says:

            Vai lá dizer isso á gaja da limpeza que mal sabia ler e trabalhou mais de 30 anos em frança e ficou sem dinheiro … ler sabia o fdp que lhe meteu os papeis á frente e ficou com a comissão!

          • JJ_ says:

            @Vitor… isso pode ser tramado, mas ter 500 mil euros para investir, não é propriamente a ser empregada de limpezas sem saber ler… E se não sabia ler, sabia o ditado popular “nunca se poem os ovos todos no mesmo cesto”. Sinceramente não tenho muita “pena” desses “lesados”… Porque os que tinham investimentos até 100 mil euros, estavam protegidos e já foram reembolsados.

            Uma coisa que eu aprendi com o meu avo, com 90 anos e não sabia ler… é que ninguém o enganava com a historia do dinheiro. Mais depressa punha o dinheiro debaixo do colchão que ia na lenga lenga de investimentos.

          • Mapril says:

            JJ, era fácil alguém deixar-se enganar. Afinal grandes figuras públicas nos entravam diariamente pela casa adentro a tentar convencer-nos a meter as poupanças no BES. Lembram-se do slogan do Ronaldo: “e você já foi ao BES hã hã”?. O que espanta é que a credibilidade do Ronaldo não ficou beliscada, ele continuou a fazer milhões em publicidade. Realmente, o ser humano médio é pouco mais esperto que um calhau.

  3. Rrrr says:

    Os bancos que vão a m*rda 🙂

  4. ficolixado says:

    Ri muito quando li – “As transações com ativos virtuais podem ser utilizadas indevidamente, em atividades criminosas, incluindo de branqueamento de capitais e do financiamento do terrorismo;”
    O BPN, BES, etc etc estavam carregadinhos de Bitcoinas…

  5. Joao Delgado says:

    É engraçado que não alertam ao perigo de colocar dinheiro em certos bancos portugueses e depois abrem falência e ficam sem o seu capital por completo!

    E as taxas e taxinhas dos bancos ?

    Meus meninos está na altura de se inovarem e aceitar a tecnologia blockchain

    —-

    Riscos está em deixar dinheiro debaixo do colchão e daqui a uns anos desvalorizar devido à inflação

    • José Fonseca Amadeu says:

      Gostava de saber onde existe um banco que tenha falido e deixado contas correntes ou contas poupança sem cobertura, pura e simplesmente não existe nem nunca existiu no nosso país, por isso se vendem os bancos falidos a preço de saldo, para alguém arcar com o financiamento e as contas, activos e créditos continuarem com coberturas.

    • José Fonseca Amadeu says:

      Depois vem essa ideologia do blockchain, os maiores bancos do mundo já todos estão a implementar blockchain, para servir de base aos seus activos e a moedas moedas reguladas e transaccionaveis, blockchain não passa de uma tecnologia, pode ser usada por qualquer empresa sem ter ligação nenhuma a cryptocurrency.

      • Sandrinha says:

        Que parvoíce. Não sei se é por desconhecimento total ou se simplesmente ser.. digamos que menos Inteligente.

        • José Fonseca Amadeu says:

          É só por não ser mulher e ainda conseguir ter argumentos válidos 😉

          • Martins says:

            Ou o “José” por não ter argumentos válidos (ou apenas porque sente que precisa de humilhar uma mulher) usa a única arma que lhe resta, o insulto.

          • José Fonseca Amadeu says:

            Não humilhei ninguém, simplesmente a opinião de alguém sem argumentos não se torna uma opinião válida.
            Humilhar seria se alguma mulher se reconhecesse na afirmação de não ter argumentos válidos por ser mulher.. mas isso já a carapuça serve a cada um, até aos homens feministas.

  6. Joao Delgado says:

    É engraçado que não alertam ao perigo de colocar dinheiro em certos bancos portugueses e depois abrem falência e ficam sem o seu capital por completo!

    E as taxas e taxinhas dos bancos ?

    Meus meninos está na altura de se inovarem e aceitar a tecnologia blockchain

    —-

    Riscos está em deixar dinheiro debaixo do colchão e daqui a uns anos desvalorizar devido à inflação

  7. jorgeg says:

    Afinal Panama papers foi de crypto moedas! uaaauuu sempre a aprender….
    A trasacoes de droga e armas foram em crypto moedas,…
    O Socrates foi viver a grande e a francesa com bitcoins,…
    A impressao ilimitade de papel ($ €) sem valor nenhum e de crypto moedas.
    O BES e o novo banco aquela banhada tb foi em crypto…

    obrigado pelo aviso,… mas vao-se mas e,…..

  8. Rui says:

    Ía escrever o mesmo, o alerta é real: https: //www.dn.pt/dinheiro/banco-de-portugal-avisa-consumidores-sobre-riscos-associados-a-ativos-virtuais-como-a-bitcoin-13386676.html

    Para quem não percebe o que o Centeno disse, ele refere que o Bitcoin não tem curso legal entre nós (ninguém pode ser obrigado a aceitar bitcoins) e o valor é que entenderem!!!!!

    • ervilhoid says:

      “e o valor é o que entenderem” como tudo em todo mundo.

      epah se ele quer ter alguma razão que apresente argumentos em condições porque o que ele refere aplica-se exatamente no dinheiro tradicional..

      • Euéquesei says:

        O que ele quer sei eu, quer “cativar” BTC.
        Esse Sentino nojento, que mal viu o aí vinha pôs o cú ao fresco.
        Cobarde e traidor.
        Com dinheiro todos sabem mandar e brilham, a verdadeira arte é quando ele falta…

    • tanga*s says:

      essa opiniao muda .. como tudo na nossa potitica (infelizmente) .. axas mesmo que o centeno te vai dizer que tem mt dinheiro em bitcoins ? espera mais uns anitos e vais ver que esses chulos dos bancos e companhia mudam radicalmente .. exemplo ? ve o musk

  9. Jota says:

    Alguém vai ficar a chorar!

    • Miguel says:

      O Centeno 🙂
      Em vários países já é completamente legal, América é um deles e paga-se impostos sobre as criptos.

      Não tarda nada os xuxalistas querem a sua parte em impostos das transações em criptos 🙂

      • José Fonseca Amadeu says:

        Isto nada tem a ver com legalidade, cá também é legal, simplesmente não é legislado, tenho muitos amigos que recebem parte do ordenado em bitcoins e é uma forma da empresa não declarar o rendimento e não pagar TSU sobre ele e é perfeitamente legal, é legal porque não está regulado, por isso por agora escapa.
        Problema é quando perderem o medo como já perderam nos US, onde és obrigado a declarar os bitcoins para TAX e IRS pois são considerados assets financeiros. Aí já não parece tão apelativo e não declarar dá multas pesadas ou mesmo prisão.
        Bitcoin só é bom para quem investiu cedo e ainda vive em países que permitem levantamentos e não obriguem à sua declaração, assim que surgirem os primeiros esboços de DL vendo a minha carteira toda.

        • Satoshi says:

          Para de dizer disparates, empresas e profissionais em Portugal pagam impostos sobre cripto. Essas empresas de que falas estão a incorrer em ilegalidade ao operar dessa forma. Dá me o nome de uma empresa que pague em Bitcoin em portugal. Estás a mentir!

          • José Fonseca Amadeu says:

            Como aquelas que pagam em kilometros ficticios ou ajudas de custo inventadas? Lol.. conheces bem o mercado..
            Claro que vou referir aqui empresas que fazem isso, a seguir crio um facebook coloco a minha morada e aviso sempre que for de férias..

        • Satoshi says:

          Não interessa, empresas já tem de declarar tudo em Portugal, assim como indivíduos que exercem trading como profissão. Tenta lá comprar uma casa com a Bitcoin que o teu patrão trafulha te pagou e vais ver o que te dizem no cartório se aceitam isso, os teus amigos são retardados.

          • cf says:

            Uma empresa tem k ter contabilidade organizada, quanto ao cartório até podes dizer k ganhaste a casa numa aposta ou que o dono te ofereceu, quantas empresas não se venderam por 1€ ainda há uns tempos atrás?!

  10. Coin@ says:

    O discurso de quem vai perder o controlo … não era de esperar outra coisa dos bancos!
    O Banco de portugal não veio alertar para o risco do Bes e do banif falirem! Esses sim eram de risco!

    • C.F. says:

      Nem alertar os bancos para o facto de que se não oferecem serviços cripto aos clientes serão engolidos pelas fintech tipo Revolut, dp vão-se queixar de prejuízos e pedir auxilio ao governo para segurar a barra e o Zé contribuinte é que vai pagar a má gestão de estarem a dormir enquanto as fintech’s preparam o futuro.

  11. j says:

    Se o Banco de Portugal cair eles morrem.

  12. CMatomic says:

    24 cêntimos vezes 50 é só fazer contas .
    Bancos nem um cêntimo me deram ate hoje, alias se for levantar 5 euros ao balcão tenho que pagar 5 euros, sem contar que pago ao banco todos meses 5 euros .

    • Euéquesei says:

      Bancos=Chulos.
      Ainda gostava de saber porque razão as pessoas não podem receber o salário em numerário, se assim o entenderem.
      Querem sempre que haja uma conta no banco, para roubar em comissões, taxas, taxinhas e taxões.
      Ah já sei, é para evitar o terrorismo e o branqueamento de capitais.
      Sim, quem recebe 600 paus anda a financiar terroristas, não está bom de ver?
      Ou pior, a branquear milhões.
      É o milagre das rosas, senhor, com 600 paus branqueia milhões.
      Chulos, e o governo é tão chulo quanto os bancos.

    • PeterOak says:

      Muda para o Bankinter.

  13. gr33nbits says:

    Ui estão mesmo a tremer e com medo que o pessoal comece a investir na crypto moeda para ganhar dinheiro, pois é que com os bancos…
    Olha olha eles a preverem a saida de milhares ou milhões de euros para o bitcoin e começam a tremer e a tentar assustar as pessoas…

  14. ToFerreira says:

    O Centeno quer cativar bitcoins…

  15. carlos says:

    A bolha das bitcoins deste mundo continua a crescer à custa de pura especulação financeira.
    Acham mesmo que uma moeda que cresce à custa de mineração virtual tem um valor real equiparado ao valor virtual?
    Quando rebentar vamos ver o pessoal a dizer que o banco de Portugal devia ter feito alguma coisa.
    Quando andavam a ganhar dinheiro com as pirâmides ninguém queria saber do estado, mas quando rebentou o estado é que devia ter feito alguma coisa.

    • PeterOak says:

      A moeda cresce devido ao facto da procura continuar a aumentar e a oferta ser finita a 21 milhões de unidades.

    • C.F. says:

      Bitcoin tem menos de bolha e especulação que o imobiliário e não vejo ninguém a falar disso.
      Basta ver que se vende um bitcoin de um segundo para o outro e não é preciso subornar um avaliador, além de que bitcoin não paga IMI.

    • Rui says:

      não sabes minimamente do que estás a falar, e piramides é o forex e essa praga que ja nao se pode ouvir a bitcoin é uma coisa completamente diferente, quando alguem tem muito dinheiro em acções de uma empresa e essa empresa vai à falencia já viste alguem a queixar-se ao banco de portugal?

  16. jorge says:

    O banco de Portugal reembolsava até 100 000€ de contas correntes, o que é a lei, na Suiça o estado so é obrigado a reembolsar até 100 000 Frs, contas correntes, é normal o estado nao reembolsar contas que estavam escondidas e que nao pagavam impostos.

  17. C.F. says:

    Tb não se paga impostos sobre os lucros !
    E as ações das empresas da bolsa tugas há garantias?
    E o euromilhões há garantias?
    E a raspadinha, há garantias?
    E os títulos do tesouro há garantias?
    Portugal já faliu várias vezes!

  18. jorge says:

    Em país nenhum do mundo ha garantias nas açoes das empresas, ninguém obriga ninguém a investir nas empresas, é tudo feito por vontade propria.

  19. David says:

    1 trilião de dólares não 1 bilião

    • Vítor M. says:

      Vamos lá novamente. Não, é um bilião porque usamos a escala longa. Qualquer esclarecimento pesquisa sff por escala longa e escala curta.

    • José Fonseca Amadeu says:

      David, esquece isso, aqui só sabem a teoria, conhecem as escalas mas não as sabem usar.

    • Atento says:

      as coisas devem ditas com exatidão!
      para quem não sabe, na Europa (Portugal ainda faz parte da Europa) utiliza-se a escala longa: https://pt.wikipedia.org/wiki/Escalas_curta_e_longa

      • José Fonseca Amadeu says:

        Em economia só se usa a escala curta, em qualquer parte do mundo.

        • Atento says:

          pois … mas Portugal utiliza o sistema de escala longa, e é nesse sistema que me devo expressar (estou em Portugal), seja economia, agronomia ou filosofia.

          • José Fonseca Amadeu says:

            Isso é correcto quando se trata de um valor numérico, quanto envolve $/€ só se usa a escala curta, em qualquer país, mesmo em Portugal, apesar de numericamente não ser correcta a escala curta é que manda no mundo finance.

          • José Fonseca Amadeu says:

            Mais informação para o pouco atento e os restantes pouco atentos:

            “É importante reter que em economia um bilião (ou billion) é geralmente associado a um número com 9 zeros, ou seja a mil milhões – 1 000 000 000.”
            https://www.artigosenoticias.com/artigos/gerais/282/valor_de_um_biliao_europeu_e_de_um_billion_americano.html

            ‘Mesmo com escalas diferentes, Daniel Amaral afirma que o bilião utilizado na economia é o “americano”. A opinião é partilhada por João Duque, professor do Instituto Superior de Economia e Gestão, que diz que a confusão entre biliões é um problema que se põe na informação financeira. Para Silva Lopes, presidente do Montepio Geral, as confusões entre o bilião “americano” e o “europeu” terminavam com a uniformização da linguagem. «Nem que tivesse de se inventar outra palavra.»
            O banqueiro adverte que na economia «um bilião com 9 zeros é um número importante, enquanto o bilião com 12 zeros é pouco utilizado». E que mesmo que esteja a discutir números com outro europeu, o bilião “americano” é o assumido. «Só com os franceses é que dizemos o milliard, porque eles arranjaram uma palavra própria.»’
            https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/artigos/rubricas/idioma/afinal-quantos-zeros-tem-um-biliao-9-ou-12/1581

            Pessoal, precisam de se actualizar, isto não é matemática.

        • Atento says:

          Não percebi a questão dos valores numéricos; 100,00 € é o quê ? Um anagrama ou um valor numérico ?
          … é importante não confundir anseios com regras.
          As palavras de Silva Lopes surgem exactamente porque se usam sistemas diferentes e isso pode causar confusão, mas, regras são regras e não é porque dá mais jeito ao Daniel Amaral quando lê reportes anglófonos não ter que andar a fazer contas de cabeça que as coisas vão mudar. Os exemplos que deu demonstram que não anda atento, ou apenas está distraído.

          • José Fonseca Amadeu says:

            Os exemplos que dei demonstra que não se usa escala longa em finance, em país nenhum do mundo, só mesmo para leigos das internets que gostam de demonstrar que conhecem as escalas longa e curta mas depois não a sabem usar no mundo real, porque querem usar o que é teoricamente correcto em detrimento do que é praticado e como tal o correcto.

            Aprendam, na Europa, em questões financeiras também se usa a escala curta, traduzindo:

            Bilião 1 000 000 000
            Trilhão 1 000 000 000 000

            Quem disser o contrário é porque o unico contacto que teve com finanças foi quando fez o IRS.

          • Atento says:

            Para terminar e porque não vou perder mais tempo com ignorantes teimosos.
            Na profissão que desenvolvo, colaboro com um organismo europeu para a definição de regras e protocolos para o desenvolvimento da área financeira com vertente tecnológica.
            Trata-se de um organismo reconhecido mundialmente e com produção de documentos lidos por milhares de profissionais ligados às áreas envolvidas. Todos os relatórios e documentos produzidos utilizam a escala longa.
            Vem o caro Sr. alvitrar sobre o que acha ou pretende que seja.
            APRENDA! e consulte qualquer relatório oficial do Banco de Portugal (órgão regulador da área financeira nacional) para perceber como está ERRADO!
            Fecho este tema esperando que seja um pouco mais humilde para reconhecer quando está errado, pois, só assim pode aprender, caso contrário continuará como até agora.
            Este post é de fecho e não lhe voltarei a responder sobre o tema.
            https://www.bportugal.pt/comunicado/comunicado-do-banco-de-portugal-sobre-o-relatorio-da-implementacao-da-politica-1
            https://www.bportugal.pt/sites/default/files/anexos/pdf-boletim/ripm_2019.pdf

          • José Fonseca Amadeu says:

            Para quem é atento não estás muito atento, basta veres que o BP como tudo tuga não se compromete em falhar nem acertar então usa sempre o termo “mil milhões”, mas em lado nenhum na tugolândia nem mesmo nos jornais alguém classifica 1 bilião como tendo 12 zeros.

            Lamento informar-te mas andas a trabalhar mal, assim como todos os que te acompanham nesse trabalho, eu não contrataria os serviços de alguém que me desse um bilião com 12 zeros 😉

  20. CryptoPt says:

    Tanto se fala em Bitcoin.Só existe Bitcoins!
    Sinceramente já nem invisto em Bitcoins faz tempo, no entanto a a ideia criada por Sakamoto veio para ficar. A cryptografia já existe há décadas e na altura já era Top. Agora sim veio para ficar. O sistema Bancário já mostrou bem as suas fraquezas e é ridiculo não darem o passo seguinte. Bem podem esperar e ver todos os vossos equipamentos a usar uma ou outra Blockchain num futuro próximo. Os Bancos Digitais já estão ai… o resto não são Bitcoins.

  21. rui caetano says:

    Só o pessoal que ainda não tá dentro do mundo das cryptos é que ainda não percebeu que vem ai a viragem do seculo no mundo financeiro. O sistema bancária é podre, corrupto e desatualizado. Só os dinossauros desse mundo é que criticam as cryptos porque não lhes interessa. Deviam alertar as pessoas da mesma forma quando imprimem notas à maluca para conseguirem injetar mais estímulos na economia. Mas a mim nunca chegou nenhum estimulo desses. O estados unidos já vao na 2 impressão de 3 triliões desde o ultimo ano. E isto é que é transparencia?? Não me parece.
    Tenho 14 mil euros em cryptos. 70 tipos delas diferentes, quando 10000 mil no total delas e não pretendo parar por aqui. isto é o futuro. Existem projectos simplesmente brutais. Polkadot será uma das que dará cartas… Quem entra neste mundo e tenta percebe-lo , nunca mais sai.

  22. Martins says:

    O que eu digo a quem ainda continua a tentar desvalorizar a tecnologia e tudo o que está a funcionar em cima dela é “Have fun staying poor”. Toda a tecnologia precisa de adoção e estamos já bem dento dessa fase com a quantidade de projectos que estão constantemente a criar e inovar no espaço.

  23. RENAN says:

    E se eu comprar ações e perder dinheiro… O banco se responsabiliza? NÃO!
    Eu prefiro um ativo com alta volatilidade a curto prazo, mas que rende absurdamente a longo prazo, do que meter meu dinheiro no banco e ver o mesmo perder seu valor ano após ano. Bitcoin é liberdade!

    • José Fonseca Amadeu says:

      quando começares a ter de declarar e pagar impostos sobre os investimentos em bitcoins como já se faz nos países mais evoluídos quero ver se pensas o mesmo.

    • Atento says:

      Liberdade significa poder fazer e assumir as consequências, é livre de o fazer e ainda bem, mas, depois não se queixe que não tem reforma, que a saúde é uma porcaria, que não há empregos, que as escolas são uma porcaria, que lhe ficaram com o dinheiro do bitcoin e o governo não faz nada … as lamechices do costume do tuga.
      Já agora, uma dica, vinda de qualquer folheto sobre investimentos financeiros: “RENDIBILIDADES PASSADAS NÃO SÃO GARANTIA DE QUALQUER RENDIBILIDADE FUTURA.”

  24. rui caetano says:

    C.F. das duas uma, ou não percebeste o que eu disse ou percebes pouco de cryptos.
    Eu tive o cuidado de falar em projectos, sim porque ao contrário da maioria das pessoas, eu não acho que existe só bitcoin ou que as crypstos/altcoins/tokens servem só para fazer pagamentos. Eu falei na Polkadot em quanto projecto/ecosistema. A blockchain dela é dás mais avançadas atualmente e estão uma serie de projectos a serem desenvolvidos para encaixar no seu ecosistema de parachains. Desde smarthcontracts, apostas desportivas, trading, yieldfarming, lunchpools, e uma serie de coisas bastante revolucionarias. Tou a ver que achas que a DOT só serve para fazer pagamentos….

  25. Mapril says:

    Percorri os comentários e percebi que muita gente está embevecida com as moedas virtuais. Eu sou velho o suficiente para saber que nem as omeletas se fazem sem ovos, nem se cria riqueza a partir do nada. Sempre que alguém enriquece sem criar riqueza, podem ter a certeza: alguém ficou mais pobre. Dois mais dois são quatro, sempre. Se alguém enriqueceu com moedas virtuais, podem ter a certeza, outros empobreceram. E muitos ainda não se deram conta que empobreceram. Vêm as moedas virtuais a valorizar-se e ficam excitados, é como o vício do jogo, têm que comprar mais e mais. Mas lá está, a valorização é apenas virtual. Se um dia há um espirro no sistema, o pânico é generalizado e o valor de todo o lixo eletrónico cai a zero em poucas horas. Não pode ser de outra maneira, pois não há nada repito NADA, que suporte o monstro.
    PS: No fundo, isto não passa de um esquema em pirâmide moderno. Os primeiros a entrar no esquema, se forem espertos e saírem a tempo, podem ganhar muito dinheiro. Ganham o dinheiro que perdem os outro papalvos, a grande maioria.

    • SirGrifoPT says:

      Concordo em parte mas o mundo da moedas virtuais não é bem assim, veja o caso da https://cardano.org/
      um dos próprios desenvolvedores da cardano diz”eu não sei se sobe ou desce, não me interessa” ao miniuto 5:50 mas veja o video todo
      https://youtu.be/5d8dChQV2WY

      Existe um objetivo (bastante nobre até), existe um produto… temos um uso real para ele
      no meio disto tudo, há quem acredite que os bancos brincam com o nosso dinheiro e que em vez de por 200€ no banco a render 1% arrisque e coloque num produto que esta a dar lucro..são opções de vida e de quem pode

  26. Miguel says:

    Mais uma vez Portugal vai chegar tarde… pensam que isto é uma moda temporária…

  27. Miguel says:

    Em boa hora que comprei vários Bitcoin em 2010, após a criação dos mesmos, hoje valem um bom dinheiro e vou deixar em valorizar ainda mais! De cêntimos a milhões, quem diria. O Banco de Portugal fala em fundos de proteção, mas há investidores do BES, e BANIF e outros bancos falidos ainda a aguardar que os tais fundos cumpram aquilo para que foram criados.
    Para aqueles que estão a entrar agora nas criptomoedas como o Bitcoin, acredito que o risco é elevado, pois a qualquer momento pode haver uma correcção e até uma desvalorização como aconteceu no início da pandemia…. Mas o elevado risco é proporcional ao elevado retorno. Mas nem tudo são mas notícias, podem sempre proteger o investimento com contratos (tipo futuros) fornecidos por algumas empresas que atuam no sector há muitos anos, como a empresa kraken.com uma das melhores do sector. Coinbase, não aconselho pois não são de confiança.

  28. Revolucionário says:

    E revoltante Bill gates falar da Bitcoin e sua mineração causa problemas ecológicos. E as placas gráficas dos computadores?!! Quanto ao Bdp tá preocupado com cripto porque ainda não pagam impostos . Mas o branqueamento da capitais nos paraisos fiscais ? Afinal aonde está o terrorismo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.