PplWare Mobile

5 Fantásticos Serviços Online… apps para quê?


Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. Ruivix says:

    http://www.picmonkey.com para tratamento de imagem…

  2. Zé Tone says:

    Outlook Live
    Dá para fazer um monte de coisas.

    Mas na minha opinião este artigo está muito fraquinho e pega no assunto da forma errada. Então, apps para quê?! Trabalhar com as aplicações instaladas no computador pode-se beneficiar de maior desempenho, menor custo e maior segurança e maior privacidade.

  3. Redin says:

    Provavelmente poderá ser uma alternativa para colocar ao serviço o browser que quase nunca utilizo. O Edge.

  4. Pedro says:

    Prezi para apresentações.

  5. MN says:

    smallpdf.com Comprimir pdfs, separar páginas, juntar páginas, converter pdf em word, etc etc. Vale muito a pena

  6. vasco says:

    Usei o google drive, mas mudei pra dropbox novamente. Achei que o google está no limite de se tornar a “skynet”. A microsoft acabou voltando atrás em algumas coisas e a google um dia também vai voltar atrás. Agora já não se trata de estar ou não online, mas de diversificar para não dar perspetiva geral sobre a minha vida. O google fotos foi a ponta do iceberg.

    O google docs não é bom suficiente para mim. Preciso de um editor mais potente. Com mais funcionalidades. Não consegui substituir o office, por mais que tentasse.

    O pixlr só me aceitava imagens até 1024 px e achei isso pouco. As vezes queria trabalhar imagens maiores. Se eles aumentarem a capacidade volto a usar. Basicamente, só uso para isto ou aquilo. Coisas maiores, uso outro.

    De maneira geral, já só uso apps offline para trabalhos sérios, e são ferramentas como o office, edição de imagens ou videos, porque não ha online uma ferramenta integrada, nem no google ou onedrive, capaz de de processar certas coisas, ou para ver filmes e séries, porque os sites de streaming sofreram bastante o ano passado e a maior parte foi a vida ou tem muita publicidade. Por isso voltei ao download.

  7. Rui says:

    Uebon.com – Faturação

  8. Carlos says:

    A Microsoft oferece o Office online com boas funcionalidades e integrado com o serviço cloud OneDrive. Para quem não use muito as funções avançadas do Excel e do Word tem uma forma de abrir, criar e editar esses ficheiros gratuitamente.

  9. Mylittlelife says:

    O problema de muitos desses produtos é que dependem bastante do upload de ficheiros:
    – a questão da privacidade/se apagam verdadeiramente os ficheiros
    – por norma as conexões mais usuais tem uploads ridiculamente lentos
    – o CPU / RAM são o do browser mais app web o que ineficiente.

    Eu uso sem dúvida Facebook Web e alguns editores / conversores de PDF ou música online se não tiver instalado uma app para o efeito e precisar urgente de algo ou só muito raramente. De resto app offline all the way (ate daqui a uns anos)

  10. Justiceiro says:

    Vitor, três reparos:
    – Os prints do browser deveriam ter sido trabalhados 😉
    – “Se precisa de trabalhar texto, se precisa de trabalhar imagem, se precisa de editar uma música, alojar um site, se precisa de publicar uma notícia ou mesmo se precisa de programar, há ferramentas online que servem esse propósito. ” Daqui só desenvolves dois dos temas que indicas que vais tratar 🙁
    – Não percebi nada do IFTTT.

    A minha opinião:
    – não uso cloud nem gosto disso, uso vários discos externos que apenas são ligados ao pc, quando não tenho cabos de rede nem o router ligados, para não correr o risco de os router serem ligados ao mundo;
    – toda e qualquer aplicação que não precise de uma ligação à net para funcionar tem o meu apoio, o que usa a net recebe nota negativa.
    – IDEOne?? O F12 do FireFox faz isso.
    – GoogleDrive?? 15€ tenho uma pen de 8GB com encriptação.
    – Canva e Pixlr Express?? ctrl+c depois trabalho o que quero em sotwares como deve ser.

    Conclusão:
    Acho que tudo o que são serviços baseados na net são apenas para urgências e nunca para uso diário.

    Cumps.

    • Vítor M. says:

      Justiceiro, respostas aos 3 reparos:

      Vitor, três reparos:
      – Os prints do browser deveriam ter sido trabalhados

      Mas imagens a 1200 pixels de largura com 90% de qualidade não chegam? Eu tenho um 5K e os screens têm qualidade suficiente, não será do teu ecrã? 😉

      – “Se precisa de trabalhar texto, se precisa de trabalhar imagem, se precisa de editar uma música, alojar um site, se precisa de publicar uma notícia ou mesmo se precisa de programar, há ferramentas online que servem esse propósito. ” Daqui só desenvolves dois dos temas que indicas que vais tratar 🙁

      A ideia genérica é informar que podemos usar o Google Drive para muitas partes, como alojamento de dados, tratamento de informação com as ferramentas de texto e folha de cálculo, usar os serviços de edição de imagem para tratar a área gráfica e depois deixo no meio onde colocar um alojamento, por exemplo na cloud 😉 está tudo no texto… basta seguir do tipo “vá pelos seus dedos”.

      – Não percebi nada do IFTTT.

      Deixei um link com vários artigos que explicam metodicamente para que serve. É bom saber que há quem não perceba, podemos sempre deixar mais informação. Obrigado.

      A minha opinião:
      – não uso cloud nem gosto disso, uso vários discos externos que apenas são ligados ao pc, quando não tenho cabos de rede nem o router ligados, para não correr o risco de os router serem ligados ao mundo;

      Cloud é o futuro, é onde temos os dados seguros, acessíveis em qualquer lado, mais protegidos de malware e com vários recursos simples de usar (partilhar, editar em modo cooperação, criar regras de utilização, segurança em vários passos, etc…)

      – toda e qualquer aplicação que não precise de uma ligação à net para funcionar tem o meu apoio, o que usa a net recebe nota negativa.

      A net é cada vez mais uma função “nativa” no que toca à tecnologia. Chegaremos em breve ao ponto de ser tão presente como a energia nos dispositivos. Temos visto esse caminho a ser trilhado.

      – IDEOne?? O F12 do FireFox faz isso.

      Depois partilha isso do teu Firefox com o mundo 😉 verifica lá que não é a mesma coisa. Mas mesmo assim, o Firefox é um browser, que também faz parte desta compilação que escrevi.

      – GoogleDrive?? 15€ tenho uma pen de 8GB com encriptação.

      E na pen tens 15GB de espaço? Tens ferramenta de edição de texto? Tens uma folha de cálculo, podes partilhar pastas, ficheiro e trabalhar com o mundo de forma cooperativa? Olha que não 😉

      – Canva e Pixlr Express?? ctrl+c depois trabalho o que quero em sotwares como deve ser.

      São serviço óptimo que muito certamente 80% do trabalho que fazes dentro dessas áreas (digo eu) serão servidas pelo que oferece essas ferramentas. Mas mais de 80% das pessoas, com essas ferramentas, estão servidas sem gastar um tostão ou ter de instalar seja o que for… basta ter net 😉

      Aquele abraço. Bom domingo.

      • Justiceiro says:

        Boa tarde Vitor 🙂
        Quando referi para trabalhares os prints era para não deixares ver que usas Safari, porque considero que os prints deveriam ser independentes, logo, não deveria ser possível identificar o browser usado.
        Sou 100% hardware e anti-cloud. Quanto mais analógico melhor.
        Se a nuvem é futuro? Sim mas APENAS pelo facto de permitir grandes volumes de informação acessíveis com uma simples ligação à net e a custos muito mais baixos, mas… e a segurança, a segurança?… Se até o meu router de casa está ligado a uma porta para encriptar e tenho uma VPN… sei que não estou 100% seguro, mas se puder estar 99% sempre é melhor… só para te dar um exemplo, em Outubro o meu pc teve um problema que não iniciava devido a um problema do HP ProTools. Como já trabalhei em dois operadores nacionais, levei o pc aos crânios de ambos, e nenhuma daquelas dez ou doze pessoas que mexeram conseguiram sacar nada, porque eu tenho tudo encriptado, desde a BIOS aos ficheiros (tive de formatar tudo, o que não é problemático porque tenho sempre dois backups físicos). Se até os cookies me fazem confusão, imagina a possibilidade de terceiros não autorizados conseguirem aceder à minha pegada digital… Parece o lixo do FaceBook, onde depois de leres as condições do serviço repensas a forma como olhas para a internet.
        É como disse: “Acho que tudo o que são serviços baseados na net são apenas para urgências e nunca para uso diário.”
        É como a eterna discussão… um telemóvel com uma câmara de 16 Mpx ou uma câmara fotográfica? O telemóvel serve para fazer chamadas, sms e texto de email na rua. Como é que é possível existir malta que consegue substituir o pc pelo telemóvel, num 5″, lool.

  11. HP says:

    Microsoft Exchange para arquivar os meus e-mails do trabalho, ao invés de os colocar num pst. Assim também posso aceder remotamente.
    IQTell para gestão de tarefas, projetos, etc.
    YNAB para gestão de finanças pessoais.

    Apps com contas premium.

  12. Estevão says:

    fiz um sítio totalmente dedicado a aplicações web, contendo uma lista bem grande das principais, em http://amplarede.com.br/

  13. Antonio says:

    http://www.logyourmessage.com
    Para registar emails como se fossem correio registado com aviso de recepcao.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.