Quantcast
PplWare Mobile

Zune Phone com Windows Mobile 7 – O Império contra-ataca

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Vítor M.


  1. Urugaio says:

    Interessante… Eu tenho o Iphone 2G (vai fazer dois anos agora) e porque não mudar de rumo?

    • ganzonias says:

      grande bomba isto arruma com tugo

      e o chip tegra 2 ja anda ai é tao potente como um Eee pc
      e com graficos nvidia que arruma com a psp

      tb se fala num modelo fabricado pela htc wm7 com tegra da nvidia de nome de codigo superstar

      cumprimentos

  2. o grande problema disto segundo eu li, é que o zune tem uma resolução de 400 e tal por 200 e tal, o que seria um grande grande erro…

    • Tretas! says:

      A não ser que o Zune phone custe 150€ (nos países decentes), o que seria uma grande, grande jogada.

    • Kekes says:

      The screen is OLED, 3.3 inches, and has a 480×272 16:9 resolution (the Zune 120 is 320×240 4:3, iPod Touch is 480×320 3:2, neither are OLED.)

      É 16:9, penso que será o rumo que muitas plataformas multimedia vao tomar…

      • a Friend® says:

        16:9 num smartphone ou tablet é simplesmente uma aposta parva e pouco profissional. Tas a por videos em frente da utilidade.

        16:9 só faz sentido em monitores que estejam a ser usados exclusivamente na horizontal. Na vertical, largura faz falta.

        Imagina só as paginas, que não aparecem todas porque a larguram ficam em falta, e isto para não falar do teclado virtual, fica estreito e dificil de escrever, assim como usar na horizontal, o teclado virtual irá fazer com que o espaço de escrita seja estreito.

        16:9 é um erro enorme em qualquer gadget de pequenas dimensões.

        • Kekes says:

          Tens razão em alguns pontos mas veremos para onde caminharão as resoluções destes dispositivos.

          Na minha opinião aproveita-se muito espaço perdido principalmente em execução multimedia, e é para isso que estas maquinas caminham, HDMI e 720p, multimedia necessita de resoluções adquadas e acho muito bem respeitarem standards

          • a Friend® says:

            Então mas as porporções de saida dele podem ser mantidas a 720p… agora não devemos é esquecer que a principal função deles é ser smartphone e não leitor de divx 😉 .. isso é apenas um bom complemento.

            Mais vale ver videos com barras negras do que depois estar a escrever e por ele ser estreito não é nada comodo e prático, e quem tem dedos grandes pior ainda. Para não falar que mesmo que escrevemos na horizontal, vais perder muita area de escrita para dar lugar ao teclado.

            Alias, um pouco fora de contexto, mas é apenas um exemplo. Monitores de portatil a 16:9 acho um grande erro… 16:10 era a melhor porporção… perdeu-se muito em altura com o 16:9, ou seja… para não se ver videos com uma ligeira barra preta, acabei por prejudicar o resto. A Dock ou a SuperBar já ocupa uma boa quota do ecrá, mais as barras de ferramentas, o prazer de navegação de paginas diminuio drásticamente por causa disso, o que me obriga quase sempre a usar o FullScreen (F11) para manter uma boa porpurção quando navego nas paginas.

            A meu ver é que, cada resolução e aspect ratio deve ser o mais adequado para os diferentes tipos de gadget. Dar perioridade aos videos, faz-nos perder muitas outras coisas do ouro lado da balança que acho que prejudicam a meu ver.

          • Shadow says:

            Na minha opinião é uma questão hábito, tenho amigos com o iPhone e era bastante chato de inicio (até gosava um bocadinho com eles de inicio por demorarem a escrever sms), mas depois acabaram por se habituar ao teclado e hoje escrevem bastante rápido.

      • a Friend® says:

        Olha encontrei um exemplo. Obviamente (E FELIZMENTE) a interface não é assim, mas é só para teres uma ideia do mau resultado que é usar-se 16:9 em pequenos gadgets.

        http://www.jarstan.com/Portals/0/Blog/ZuneForms/ZuneForms-Keyboard-1-TextBox-TabPage.png

        Imagina escrever nisto com os dois dedos, sem tocar sem crer na tecla errada….

        Ou este mesmo exemplo:
        http://the-gadgeteer.com/wp-content/uploads/2010/01/zune-hd-review-24.jpg

        É um preço que não vale a pena pagar para se ter 16:9 só por causa do video. Neste aspecto, como no iPad, que venham as barras negras… é preferivel do que sacrificar a utilidade destes gadgets.

        Acho que a proporção ideal para gadgets em que a sua função é usada 90% na vertical é dimensões com aspect ratio de 3:2

        Para quem gosta de Widescreens, esquece-se que 16:9 na vertical de wide não tem nada! 😀

        • a Friend® says:

          Eu pessoalmente foi a maior critica que lancei quando experimentei o Nokia 5800.. é mesmo a escrita, comparada ao iPhone (Pondo de lado como é obvio a velocidade da interface)

          A maior largura do iPhone para alem de dar uma vista melhor na navegação das páginas, a escrita é igualmente mais prática sem tar ali a confinar os dedos para escrever, como foi no caso do Nokia 5800.

          • Shadow says:

            Mas acho que era o iPhone que tinha o outro tipo de teclado para quem quisesse, era capaz de dar jeito neste tlm.

          • MOr says:

            O teclado ‘Full Qwerty’ (que está disponível em modo landscape) tem teclas bastante grandes.
            Não tenho problemas nenhuns a ver páginas. Basta dar uso ao zoom.
            Mas enfim, é tudo uma questão de habito e tu com certeza tiveste pouco tempo para o experimentar.

          • a Friend® says:

            Honestamente não gostei, nem gosto de ecrãs 16:9 porque fica tudo muito estreito, não é só o QUERTY na vertical, é mesmo as paginas, etc… e ve viro na horizontal, perco muito em altura.

            Não é a toa que ele vem com a pen… muita gente faz dela para escrever no teclado.

            Imaginei estar a conduzir, ou algo do genero, depois acaba por se tornar algo pouco prático para o dia a dia.. são gostos.. 😉

        • Kekes says:

          Acredita que eu uso um ecrã da mesma largura, e escrevo bem rapido as SMS, com as teclas bem pequeninas, e tudo uma questao de habito, e tenho os dedos grandes mas com o tempo chegas lá no estante…

          Mas como tudo são gostos, nao discuto muito esta situação pois é perferencial… EU vou agora comprar um portatil de 16′ 1080p de resolução, por isso podes ver que me estou a converter totalmente LOL

  3. Bruno Spencer says:

    Video do Zune Phone em funcionamento.
    https://www.youtube.com/watch?v=nRKIDdIaFyE

    • Vítor M. says:

      Heheh excelente 😀

      Mas não será assim tão moderno, estão a exagerar nesse vídeo 😛

    • DeeSeven says:

      Fui enganado… lolol

      Tenho esperança que seja um pouco melhor que isso 🙂

    • Drakul says:

      Ainda têm de trabalhar muito na Microsoft para chegar a esse nivel.
      Pelo que vejo das fotos, o painel inicial continua a ser aquela “coisa” horrivel sem qualquer poder de alteração.
      Para que quero um telefone feio não funcional se tenho no mercado melhores e não estou a falar do iPhone.
      HTC HD2, SE X10 vão dar que falar e muito.

  4. Fábio Maia says:

    Meh, é feio (tanto o software como o hardware). Prevejo mais um fail da Microsoft.

  5. mmick says:

    O grande problema é se as API 3D vao ser boas e o ecra com boa resolucao, ja chega de 480×272 e 480×320 dos ZUNE e iPOD/IPHONE. Ja é hora de ver suporte Flash, divx, mkv 720p, legendas e saida HD.

  6. Ryan says:

    Se o software for bom como o windows 7 para pc vai valer a pena. Eu que ando com vontade de mudar para outro telefone compraria este ou entao um HTC… Estou a espera que alguma coisa surja de interesse.

  7. Pois says:

    pois…vamos ver se todas as expectativa criada em torno deste ´smartphone da microsoft não o vai tornar estilo “a montanha pariu um rato” como o ipad da apple…

  8. Kekes says:

    Fantastico, gostei do estelele, está bonito, e se levar debaixo do capô o que promete será uma bomba, com apenas 70 gramas?

    XNA, Flash, 720p, HDMI… Uma autentica plataforma multimedia movel, com uma capacidade de processamento grafico incrivel… Esperemos para ver o resultado final… Podem entrar tarde mas vão entrar com um estilo…

  9. dockme says:

    Parece que temos um smartphone muito proximo do grande iPhone.
    O HD era o que faltava num iPhone.
    Vamos lá ver no que isto dá.

  10. 3biz says:

    Oh sim!
    Gosto disto!!!!

    Android, Windows Mobile, IphoneOS
    HTC, Apple, Zunes, Google Phones, Motorolas!

    venha dai mais!

    E não me venham a dizer que nao presta, isto ou aquilo. Atrás de cada modelo, marca e equipamento há uma enorme equipa que estudou a potencialidade de mercado. seja qual for, uma vertente pelo menos tem 😀

    • The Duke says:

      Foi dos comentários mais inteligentes que li neste últimos tempos.

      A competitividade é necessária, e os clientes agradecem, pois quanto maior número de escolhas, melhor.

  11. a Friend® says:

    Pessoalmente prefiro a interface do zune hd, do que esses tons azuis e vermelhos, assim como prefiro também a versão metalica.

    exemplo.
    http://farm4.static.flickr.com/3574/3679401238_9c55880964_o.jpg

    Se ele seguir a linha do ZuneHD em todos os aspectos, quero ver se também se vão queixar da bateria, já que a Microsoft também decidiu faze-la embutida…

    Já agora, convém ser comercializado fora dos EUA, senão não temos concorrência.

  12. EacHTimE says:

    O Steve Jobs criticou a Google de ter o seu telefone próprio e estava a considerar usar o bing no iPhone.

    Agr a MS faz o mesmo para onde se vai virar agora? lol

    • cdq74cn says:

      Simples, irá criar um motor de busca ! LOL !

    • a Friend® says:

      Ele não criticou a Google por fazer um Smartphone, a “revolta” dele foi a Google ter uma area muito especifica que permitia não haver conflitos de interesse e trabalharem bem em parcerias, e uma das maiores parceiras da Apple era a Google, inclusive o director (eric schmidt) trabalhava em ambas…

      O que acontece é que a Google de um momento para o outro dá uma reviravolta e entrou no mercado concorrente directo, ou seja, automaticamente deixam de ser parceiros e passam a ser rivais como é obvio, por isso é que ele diz que o “Mantra do Google é uma treta”, porque “Ehhh somos todos amigos, vocês fazem o produto, nós prestamos o serviço (Google, Maps, Gmail, etc..) e somos todos felizes, e a seguir lança o Google Phone…

      Parece mais um “passar a perna” entre a parceria que tinham e que juravam não haver conflitos de interesse.

      Ao que parece o Director da Google andou foi a sacar muita informação da Apple, estilo lobo vestido com pele de cordeiro. Obviamente qualquer um iria sentir revoltado com essa falta de confiança. Não é directamente por eles lançarem o Google Phone, mas por uma quebra de confiança.

      http://www.apple.com/pr/library/2009/08/03bod.html

      • cdq74cn says:

        Eu não compreendo a ira do Sr. Jobs quer dizer um SO não se faz do dia para noite, e nessa industria sabe-se tudo, logo era previsível.Logo devia ter tomado a devidas precauções.

        Esta entrada da Google era um pouco inevitável Chrome, ChromeOS, Android,mais a aplicações Online (Maps,docs,…) só lhe faltava mesmo o hardware e porquê dividir lucros quando já tens quase o grosso, porque se ficar à mercê doutros fabricantes.

        Quanto ao Zune Phone, boa tacadela da microsoft, está mais virado para o multimedia, gostei!

        Faltava agora era um telefone/leitor touch algo brutal da quasi-defunta Creative, para apimentar (ainda mais) a telenovela.

        • a Friend® says:

          Não se faz de um dia para o outro, mas o facto é que ele saiu da Apple quando se soube das intenções da Google.

          Não te esqueças um pormenor, ele (eric schmidt) estava dentro da Apple e não o Steve Jobs dentro da Google, para saber o que lá estava a ser feito…

          Esta história parece uma muito antiga, que ronda os anos 70/80… de alguém que quis trabalhar na Apple, para fabricar software para o Macintosh, e depois gerou-se um conflito quando se descobriu que essa pessoa estava a fazer um sistema operativo conhecido por Windows…e que originou na maior rivalidade do mundo informático.

          Não é o que os rivais fazem, é como o fazem…são os tais que a ambição é tão alta, que fazem-se de muito amigos e parceiros, e depois passam a perna aos outros para subir na vida.

          E ninguém gosta disso como é obvio… 😉

  13. Cromo says:

    Eu não quero saber disso. Eu quero é o HP windows 7 Slate (possivel concorrente do Ipad)

  14. Jorge Ribeiro says:

    Quem será o primeiro a lançar um telemóvel com bateria solar, ou o negócio dos carregadores é muito importantes para algumas economias? Como os carros eléctricos….

  15. L.Mata says:

    Isto é treta. Uma fonte oficial da MS já disse que não irá existir um Zune Phone. Não quer dizer que não venha a existir um telefone com o UI parecido, mas não será o Zune.

    Para os menos informados o Zune usa o mesmo sistema operatido que o Windows Phone / Mobile. É o Windows CE.

  16. Francisco says:

    E agora como fica a guerra apple/microsoft/google ?

  17. Gerardo says:

    O Império contra-ataca 😀

    Adorei o titulo (porque adoro o Star Wars, principalmente a antiga trilogia)

  18. João says:

    Gostaria de saber se o nokia 5530 irmão mais novo do nokia 5800 conseguirá rodar o windows phone 7?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.