PplWare Mobile

Windows 10 vs Ubuntu 16.04: Quem ganha nos jogos?


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Tozeleal says:

    No meu computador o Windows consegue “dominar” melhor o hardware que o linux… uma das coisas que noto muito é o sobreaquecimento no linux… as vezes estou com o meu PC em Iddle e tenho temperaturas altas … um pouco fora do normal…

    Mas quem saiba… com as novas coisas que vêm a caminho para os sistemas linux seja capaz que consigam otimizar os sistemas para gaming 😀

    • João C. says:

      Por norma é o contrário.
      Isso acontecia-me no meu portátil quando eu comecei a usar Linux. Achava estranho aquilo aquecer tanto, mas depois percebi que tinha a gráfica sempre ligada. No Linux temos de ativar e desativar a gráfica manualmente, não é como no Windows. Agora só a ligo quando preciso.
      Assim com ela desligada e comparando com o Windows, é muito mais silencioso e a bateria dura mais tempo.

      • Celso says:

        Neste momento, tenho 2 graficas, uma intel HD e uma ATI e o ubuntu faz-me a mudança automaticamente. desliga uma quando não precisa dela. Mas no teu pc pode ser diferente.

        • João C. says:

          Acontece só na gama Optimus da NVIDIA nos portáteis. Antigamente tinha-se de instalar o Bumblebee para fazer essa gestão. Hoje o driver da NVIDIA já permite fazer essa escolha. A ATI não tem esse problema.

          • RA says:

            entao por exemplo, uma nvidia 730m, em linux(ubunto) já é activada e desactivada automaticamente como no windows?
            sem ser necessario instalar bumblebees e coisas do genero??

        • Filipe Coelho says:

          Qual é a tua ATI? Como puseste a funcionar?

    • lucius says:

      o windows tem um recurso que permite baixar a frequencia em conjunto com o aumento do cooler pra manter a temperatura sobre controle, em muitas distros do linux isso nao é algo nativo embora da pra ser feito

    • kekes says:

      É um problema que se arrasta a muitos anos. Já 2 maquinas minhas fora vitimas desse problema, e não havia nada que fazer, já que era um problema comum a imensa gente, e poucos conseguiram solução. Este problema nos portateis é uma dor de cabeça.

      • Jony says:

        Já meti muitas máquinas com linux e nunca tive um unico problema a nivel de hardware irreparável, nunca nenhuma máquina morreu ou o que quer que seja queimou por usar linux! Aquece mais? talvez mas ao ponto de queimar uma board? felizmente nunca tive esse problema nem no velhinho insys.

  2. Anti-ULHT says:

    Só se for o Ubuntu… O Windows 10 é cheio de erros, bugs e lags no processamento do SO… Não recomendo. Arrependi-me e agora não posso reverter o processo, senão perco todos os meus ficheiros.

    • KURT says:

      A tua ultima frase espelha o quanto tu percebes da matéria.

    • Duda says:

      Ya meu! tens razão.
      No entanto, basta uma pesquisa para ver que , de facto, és um entendido nestas coisas de SO:

      https://bugs.launchpad.net/ubuntu

      É só contá-los:
      60761 New bugs
      123378 Open bugs
      1262 In-progress bugs
      361 Critical bugs
      5477 High importance bugs
      878 Incomplete bugs (can expire)

      oops! Afinal, Ubuntu tem bugs!

      Eu uso Fedora, CentOS, Ubuntu e Windows todos os dias, profissionalmente!
      Do Fedora queixo-me da lentidão e da má gestão de memória!
      O Ubuntu idem: lento, pesado graficamente, e instável! Tenho a meu cargo 150 PCs HP com Ubuntu 14 instalado, e a instabilidade é de tal ordem que já me andam a pedir para comprar e instalar Windows .
      Do CentOS nada a dizer, impec! Faz tudo bem feitinho e é organizado como manda qualquer bom SO! É o meu SO predilecto para servidores.
      Todos estes SO correm em PCs com as mesmas specs (apenas o CentOS está com discos SAS em RAID 5)
      Odeio o Libreoffice Calc: abrir um CSV de 15Megas é um pesadelo, gravar em ODT e voltar a abrir demora quase 40 segundos (e tenho SSD nos PCs). No Excel abro o CSV num abrir e fechar de olhos, gravo em ODT e abro novamente num abrir e fechar de olhos! E são os mesmos 15Megas de ficheiro, ou seja, NADA!
      É óbvio que isto não é do SO, é tipicamente de uma aplicação (LibreOffice) que está em desenvolvimento há quase 10 anos e que continua a mesma porcaria de sempre! E este é um mal crónico no software Linux, infelizmente.

      Do Win10 não tenho nada a dizer, apesar de achar que o Win7 estava mais simples de utilizar (mera opinião). A estabilidade é muito boa, e em termos de produtividade é, do meu ponto de vista, muito superior por existirem as ferramentas certas. Não passo sem o bom Visual Studio, ferramentas como o MySQL Workbench em Linux são instáveis e lentas, mas estranhamente em Windows estão mais completas, estáveis e mais rápidas, o que não se admite!
      Ferramentos de terminal como MobaXTerm ou Putty & Putty Manager só existem em Windows.
      E agora a cereja no topo: Há tempos precisei de uma ferramenta estilo WinSCP para Fedora/Linux, coisa que todas as pesquisas e perguntas no Stackoverflow respondiam para utilizar Filezilla.
      Ora eu precisava de aceder a servidores via SSH Tunnelling, coisa que o FileZilla não faz e que o WinSCP trata sem problemas!
      Sabes o que tive de fazer: instalar o Wine, sacar o WinSCP e correr o WinSCP via Wine, no Linux!
      Só prova o que disse sobre produtividade: enquanto um Linux depender de ferramentas Windows(ou de outro SO concorrente) para ser produtivo com coisas tão simples como o WinSCP, não há legitimidade em criticar qualquer outro sistema operativo concorrente! Ponto!

      Linux adoro! MAS tem muiiiito que crescer ainda!

      • Marco says:

        basicamente és um windows user e ainda não descobriste.
        para winscp pesquisa por sshfs ou se gostares mais de janelas e cliques tens o fireftp ou o gftp que suportam o ssh.

        libreoffice n há nada a dizer.

        experimenta debian.

        • Duda says:

          Obrigado, desconhecia!
          e nao,não sou windows user, sou apenas um gajo que gosta das coisas a funcionar e que sejam praticas e produtivas, o que nem sempre é o caso com o Opensource no geral (basta ver a quantidade abismal de projectos por aí andam e que estão ás moscas parados ou com bugs sem resolução…estilo FF que ja vai na versão 45 e que desde pelo menos a versão 11 tem problemas de gestão de memoria que chega a ocupar 2GB de RAM com meia duzia de tabs abertas….literalmente!)

          Mas obrigado pelas dicas, vou dar um olhada nisso. No entanto, como disse, no stackoverflow foi o que toda a gente me aconselhou fazer…isso ou criar uma ligação via SSH e um tunnel, e utilizar o filezilla, o que para mim, nao faz sentido algum estar a executar uma duzia de ferramentas para aceder a um ficheiro remoto…

      • zedascouvea says:

        se você é tão entendido na matéria… é estranho que não consiga aceder via SSH no linux, visto que pelo terminal qualquer newbie o faz. a única coisa em que concordo em todo o seu comentário é sobre o libreoffice, que comparado com o office da Microsoft é realmente uma Trampa, dá para o genérico mas para trabalhar… não.

        • Paulo Andrade says:

          Kingsoft se nao te importares da lingua

        • Duda says:

          Oh ZéDasCouves! não se trata de aceder remotamente via SSH, isso qq um faz… Mas aqui trata-se de tunneling e transferencia de ficheiros utilizando tunneling e janelinhas, que é mais prático, certo?
          Embora tb poderia criar um tunnel via SSH, não queria perder tempo com isso! É tudo uma questão de produtividade! E neste caso especifico, o WinSCP é mestre, coisa que o Filezilla, ao fim de tantos anos que utilizo, continua em não suportar! Muito embora sejam filosofias diferentes entre 2 programas diferentes…

      • Pérolas says:

        O que te posso dizer é users + windows = imaginar a tua cabeça no cepo, masis, tarde aou mais cedo vais ter um problema e vão-te cobrar… também utilizei o ubuntu, em produção, durante algum tempo, e em termos gráficos é muito atractivo atractivo e moderno, mas, se queres um “cavalo de trabalho” e practicamente zero incidências dos users é o xubuntu ou debian com xfce. um i7 com win 8.1 ou 10 e com 8gb de memória não chega aos calcanhares dum i3 com o xubuntu 14.04 com 4 gb de ram.

        Uso os dois sistemas e portanto não vale a pena pôr paninhos quentes,. Se formos para jogos o tema já é diferente e temos de ver os que são criados nativamente para cada uma das plataformas. Se a maioria dos jogos que foi criada para o win é mais ráapido no win que no steam: é. Se estou preparado para sacrificar a segurança e produtividade em prol de mais fps: não! É uma questão de escolha, como tudo na vida…

      • lmx says:

        Duda..
        Tu é que tens que crescer…

        macho que é macho nem cohece MobaXTerm ou Putty & Putty Manager!!

        Esquece é melhor dedicares-te ao windows mesmo..
        para Linux não usas ferramentas de baixa qualidade improvisadas no windows, e que são inclusivé um perigo para a establidade dos sistemas!!

        Fizes-te bem em pelo menos descreveres os teus problemas, porque assim também repostas-te a tua falta de avontade com os mesmos…é que muitos desses teus problemas se não todos adveem dai..

      • Bruno says:

        Obrigado pela explicação Duda, estava pensando em mudar para o Linux, mas acho que vou esperar que ele melhore.

    • José Gouveia says:

      eu instalei o windows 10 e não gostei, desinstalei e não perdi nada… Neste momento tenho o windows 7 porque, para mim, é o sistema mais adequado. A microsoft que meta o windows 8 e o windows 10 num lugar que eu sei… o windows 10 tem potencial mas precisa de mais tempo de mercado e a microsoft também precisa colocar de parte algumas politicas abusivas.

  3. manuel says:

    Ubuntu user here.
    O Windows pode bem queimar numa fogueira!

  4. Mylittlelife says:

    “Tomb Raider com qualidade ultra: Quando a qualidade foi aumentada (ultra), os resultados já não foram tão díspares”

    Em praticamente todos os jogos o W10 conseguiu 30-80% mais fps, e neste caso quase 50% mais. 50% é muito díspar 🙂

  5. Flak.M0nkey says:

    Isso é muito bonito mas infelizmente enquanto o directx continuar a dominar o mercado a escolha continua a ser obvia =/

    • gabriel says:

      o vulcan vai mudar isso

      • Carlos says:

        Não não vai porque o problema do OpenGL não é a performance (basta ver todos os jogos no Android), é ter uma baixa relação custo-benefício.
        O problema é, no fim das contas, não haver nenhuma vantagem em usar o Vulkan em vez do DX 12.
        O Vulkan sofre do mesmo problema.

        • Carlos Santos says:

          Adorei este comentário, como já vi um em cima direi o mesmo “não percebes nada da matéria”.

          Se estivesses atento ao mercado da VULKAN, estando a MS no meio de desenvolvimento é claro o que vai acontecer e finalmente teremos uma única libraria gráfica para qualquer sistema operativo, fazendo com se possa desenvolver um jogo com grandes requisitos gráficos e facilmente porta-los para outros SO.

          O que acontece nestes testes é bem claro e mostra quais os jogos que foram claramente bem portados para Linux e quais não foram,

          Claro que concordo que o OpenGL está longe da potência do DX12, mas não o VULKAN que mesmo após a versão 1.0 já está a cheirar o cu ao DX12.

          Estuda um pouco mais sobre o VULKAN e tal como os linux users vais passar a adorar o que vêm aí para os jogos, e não será só o Linux World a beneficiar disso, mas todas as plataformas 😉

        • pedrostrik says:

          quando eu não sei algo fico quetinho e caladinho, do Vulkan já vimos o que sabes (não sabes puto!)

  6. Christian Nogueira de Faria says:

    wtf

  7. vaidarbonus says:

    Uso windows e Linux. Dou o seu mérito a ambos. Mas….. Linux e Jogos na mesma frase? nao me parece!
    TombRider? Dota2? Mas isso la sao jogos para testar graficamente alguma coisa?!

  8. CMatomic says:

    Não é por ver um artigo deste tipo que demove-me de utilizar sistemas operativos GNU/LInux , o artigo original é mais imparcial .

    • Pedro Pinto says:

      Sabes que eu dou 100% defensor do Windows 😉

      • CMatomic says:

        Basta ler os comentários em relação ao artigo . e reparar o objectivo conseguido com este artigo .
        A maioria por aqui comenta tende desvalorizar sistemas operativos GNU/Linux , e os jogos apresentados para se equiparar performance gráfica em sistemas Linux , carece de informação se os mesmos serão 100% nativos em Linux .
        Se reparamos na ultima pagina do artigo original onde este artigo foi baseado , vemos um teste gráfico feito com os demos Unigine Heaven e Valley e os resultados são muito semelhantes tanto em windows como em Linux .
        http://www.phoronix.com/scan.php?page=article&item=windows-linux-pascal&num=7
        E mesmo o Ubuntu não é o melhor sistema operativo GNU/Linux para se equiparar com o Windows em termos de performance gráfica , há alguns anos atras instalei no meu pc o Gentoo linux , e fiz a comparação entre Ubuntu, windows e Gentoo , e os resultados de testes de gráficos 3D , o ubuntu tinha os resultados mais fracos , mas o Gentoo em certos testes era equivalente e por vezes ate ultrapassava o windows .

  9. André Pereira says:

    Estes resultados só acontecem porque infelizmente empresas como a Feral utilizam wrappers para passar de DirectX a OpenGL (indirectX). Se seguissem as políticas da Valve e os portes fosse feitos em OpenGL nativo (Vulkan ainda não está 100% como se pode ver pelos resultados) tínhamos resultados mais na onda Dota 2.
    Enquanto as políticas forem essas estes resultados nada ditam acerca da performance dos dois sistemas operativos.

    • Carlos says:

      Se tu vais pagar às empresas para fazerem esses ports mais otimizados, força.

      É que gastar uma pipa de massa para depois só vender meia dúzia de cópias e ainda ter de ouvir dos fundamentalistas não é coisa que apeteça a muita gente.

      Não é por acaso que não há lá nenhum jogo recente, e só uma reduzidíssima seleção de jogos de 2014 e antes.

      Mas bom, se tu te vais chegar à frente com o dinheiro, finalmente vamos começar a ver a coisa a mexer!

      • André Pereira says:

        Mas onde disse eu que as empresas tinham que fazer os portes em OpenGL?!?!?!

        Eu sei muito bem o custo de criar um porte com API OpenGL quando o código original foi criado apenas com recurso a API DirectX.

        O que eu disse foi que culpar o rendimento do sistema operativo pela fraca qualidade do software é injusto e inválido! Se colocares combustível errado no carro e ele não andar a culpa, pelo menos a meu ver, não é do carro… Mas posso estar enganado!

        Os comparativos que se fazem actualmente visando jogos com layers intermédios DirectX OpenGL irão ter rendimento quase sempre (para não dizer sempre) inferior!

        Mas no fim de contas se lesses/ interpretasses o que eu disse e não deixasses a vontade de criticar te cegar isso não acontecia!

      • Carlos Silva says:

        Sabes que o CIV V , o F1 2015, o Dota2 são todos de 2014…… Não fales do que não sabes…

  10. Alguem says:

    Mesmo em testes Windows 10 VS Steam OS (SO da Valve baseado em linux e pensado de raiz para jogos) o SO da Microsoft ganhou. Podem odiar muito o Windows mas é inegável de que é o melhor para gaming.

  11. Jorge Sequeira says:

    Quem não ganha de certeza é portugal (note-se a letra minúscula).
    Tal como o último jogo, esta publicação é mais uma à trave.

  12. Jorge Rosa says:

    – A escolhas devem ser sempre respeitadas. Quanto a mim, com o Ubuntu….
    – Fiável, nada de vírus durante todos estes anos, não paguei nada, não pago nada, tenho todo o software que necessito para jogar, trabalhar, lazer, programar, etc, etc, etc… Esses jogos ficam com menos FPS?… Paciência… A diferença é mínima que nem me “chateia”, jogo na mesma.
    Até hoje com o GNU/Linux os únicos “problemas” que tinha (à alguns anos) era só o reconhecimento de algum hardware, e isto porque os fabricantes não forneciam drivers para estes sistemas.

  13. Marsupi says:

    o Linux é razoável mas tem de haver alguém que pegue nele a sério, caso contrário vai continuar cheio de bugs

    • Ricardo Gaio says:

      O que queres dizer com isso? Fundamenta a tua frase, se não assim, vale zero.

      • Paulo Andrade says:

        É verdade que a construção do kernel linux está cheia de quick fixes que deviam ser temporarios e estão lá a anos e não está muito optimizada. Linus admitiu isso. Ainda assim não chega ao patamar em que o windows chegou em termos de mau kernel. O melhor kernel no meu ponto de vista é o Solaris, este é conciso e optimizado ao maximo, para mim uma obra de arte, mas não está focado em utilizadores

  14. David Ramos says:

    Será isto “válido” para dizermos que são as diferenças também entre ps4 (linux) e xbox(Windows) ?

    • Paulo Andrade says:

      Ps4 freebsd-based, portanto tem mais em comum com um mac do que com linux. Não, Embora odeie a ps4 por estar bloqueada ao linux tem um melhor SO e um melhor Hardware em relação á xbox

      • Vitolas says:

        No entanto a PS4 com melhor SO e melhor Hardware é muito mais limitada que a Xbox One,quem já teve o prazer de usaras duas nota bem isso.

  15. xoxota says:

    Mas desde quando é que o Linux foi feito para jogos?! Nos últimos anos teimam em comparar alhos com bugalhos. Pk é que não fazem comparativos onde o Linux é rei, em servidores, base de dados, rede, etc, etc. Agora dizer..”O Window é melhor para jogos, ou o Office do Windows é melhor,..grande coisa.

  16. Boi says:

    O ps4 roda kernel unix BSD e tem gráficos impressionantes, mas no PC sempre o windows vai ganhar simplesmente pelo fato de ser mais lucrativo para jogos, afinal 95% do mercado de PCs executam windows.

  17. Mauro says:

    Não concordo absolutamente com a frase: “O Windows 10 e o Ubuntu 16.04 são dois grandes sistemas operativos em destaque na actualidade”.
    1- O windows 10 (após 1 ano de malabarismos da microsoft muito devido ao receio que este não venha a ter adoção em escala por se tratar de um big brother) acabou por provar a sua inferioridade ao Windows 7. Cada vez mais os utilizadores preocupam-se (em bem) com a sua segurança e privacidade. Estas são as 2 falhas do windows10. Jamais este sistema irá ter a aceitação que teve o Windows 7 ou mesmo o Windows Xp. Nem com a política de actualizações gratuitas os utilizadores o querem. Está tudo dito.

    2 – Ubuntu. Ano após ano prova o desnorte que a Canonical sempre teve na promoção deste sistema, tendo ao longo dos últimos anos provocado um afastamento dos utilizadores e fragmentação do proprio sistema Ubuntu, sendo que grande parte da comunidade tem-se dedicado mais aos flavors ubuntu do que ao sistema promovido pela Canonical. E não tardará muito, que a maioria das distros baseadas em Ubuntu que apareceram nos últimos anos, venham a tornar-se baseadas em Debian, esquecendo de vez o Ubuntu. O Debian discretamente tem crescido imenso em termos de adopção, e o seu interface cada vez é mais amigavel e intuitivo. Não impinge interfaces gráficos, nem publicidade, nem forma de trabalha. É um sistema open source puro, que o utilizador usa como quer. A título de curiosidade, o Ubuntu que na distrowatch já tinha sido ultrapassado pelo Linux Mint, e depois pelo Debian, actualmente foi também ultrapassado pelo Manjaro Linux. Podem bem dizer que esse site não representa o mercado. Na minha opinião é tão válido quanto qualquer outra amostra para uma sondagem. Penso que até mais fiável.

  18. wallace says:

    Vamos aqui resumir o que ai está acima e também nos comentários…

    Windows:
    – Pago;
    – 90% do software desemvolvido no mercado é compativel (não só de jogos, mas muitos outros );
    – OS minimamente estável para end users;
    – GUI simples e intuitivo;
    – Virus, ransomware, blah blah blah, exploits em geral (end user)
    – Erros, blue screns, bugs em aplicações 3rd party. (Assim como há muitos programas, nem todos são 100%, alguns programas podem causar problemas, como nunca libertarem memória ou causando a starvation do processador)

    OBS: eu não vou estar a criar uma lista com muito mais simplesmente por que todos nós já sabemos ou temos uma idéia do que o Windows ou as distros Linux são capazes

    Linux:
    – Ótima opção para servidores;
    – FreeWare OpenSource (Gratis);
    – Exerce medo aos utilizadores comuns (quando se fala em Linux para alguns utilizadores, aparenta ser uma criatura de 12 cabeças em que só o próprio demónio poderia o trazer para o inferno – uma descrição fornecida por um user ao fazer a tal sugestão)
    – Vírus deixa de ser uma coisa comum em linux, visto que existe pouca utilização do OS, a quantidade de pessoas a desemvolverem, malware, ransonware, entre outras manhosices é muito menor, havendo assim pouco malware, assim como o que vou mencionar no proximo ponto.
    – Pobre em alternativas de software em comparação com o Windows. (Sendo um OS apelativo ao público, não que o Lunux não seja, a maioria dos utilizadores utiliza windows diariamente, sendo que o desemvolvimento de software para plataformas windows tem prioridade, sendo que irá garantidamente ser utilizado ou “render” o tempo de desemvolvimento). Outra vez, o Linux vêm tentando se adaptar a estas situações, como o desemvolvimento do Wine!
    – Erros deixam de ser um grande problema, e quando eles acontence costuma deixar um log/mensagem descritiva do erro, uma das maiores differenças na minha opinião… O Windows por melhor que seja, sempre teve problemas com ecrans azuis, porém o problema não é que aconteça com frequência, até mesmo pode nunca acontece, entretanto, a mensagem que é deixada para que se possa saber oque aconteceu, costumava ser um código de erro em hexadecimal…. genero “0x8000000”, sendo que hoje em dia tenha melhorado, agora temos facebook ao crashar “:(” 🙂 entretanto, as mensagens de error parecem mais explicitas.

    Por fim, isso já está grande como o cataninho, acho que já se percebe as grandes diferenças entre os OS (mesmo sabendo que a maioria, se não todos, já têm noção destas diferenças… e Também que eu provavelmente meti qualquer coisa mal pra li acima.. porém, com a experiêcia que tenho com Windows e Linux acho estas as maiores e mais notáveis diferenças numa migração de um para o outro)

    TL;DR;

    Eu acho que o Windows como OS é excelente, funciona para aquilo que o utilizador quer. É amigável ao uso de um utilizador comum, também servindo a todo o tipo de utilização. É simples e eficaz.

    Por outro lado, o Linux também podendo ser utilizado por end users para tarefas consideradas “normais”, internet, offices entre outros, é descartado devido ao desconhecimento (por maior parte) e /ou pela compatibilidade de software. Entretanto, o Linux é o canivete suiço. Existem “1001” distros por ai a fora, cada uma com as suas prórpias especialidades, dando grande versatilidade a gestores de sistemas e desenvolvedores, sendo que em termos de ferramentas possui tudo e mais alguma coisa.

    • Homo Erectíssimo says:

      Excelente comentário,”wallace”.Sou um leigo nesta matéria mas penso que tudo o que afirmou é verdade.Pelo menos,adequa-se inteiramente ao meu caso.No Windows já sei fazer umas certas coisas,enquanto no Linux sou um zero à esquerda,mas completamente.Só de pensar que tenho que escrever comandos e mais isto e aquilo(coisa que no Windows basta teclar no rato),já me tira do sério.Falo por experiência própria,pode acreditar.O Windows é muito simples,penso que é a maior vantagem que tem.Depois das pessoas se habituarem não querem outra coisa.Mas é o meu ponto de vista. 🙂

  19. André says:

    Não se consegue pronunciar a palavra “Windows” sem dizer “Win”.

    • Eu says:

      Basta traduzir para pt 😉

      Desculpa, sei que não traz nada de novo e útil à discussão.

    • Xico says:

      Eu costumo dizer “Ruindows”.. mas continuas a ter razão: ” R-win-dows”

    • wallace says:

      Para jogos e aplicações concordo plenamente 🙂 mas para servidores e serviços eu iria mais para o Linux.
      Eu diria que os Sistemas Operativos são uma faca com duas faces, uma pessoa simplesmente nunca conseguira utilizar um para tudo e mais alguma coisa sem se cortar… já se utilizarmos os dois, podemos simplesmente contornar a situação 🙂

    • Xinuo says:

      Ganha a Microsoft e perde o utilizador, a maioria fica dependente dos produtos dessa empresa contribuindo para o monopólio no desktop dessa empresa que vive de golpes, golpe na IBM, golpe na Apple, golpe na Nokia…. É como aqueles fanboys da Apple, se vangloriando do lucro que a empresa que eles defendem têm, se esquecendo que se o lucro é grande porque cobram pelos dispositivos bem mais do que realmente valem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.