PplWare Mobile

Vodafone lança primeiro canal de televisão 4K


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. Sérgio J says:

    este é apenas um estágio intermédio para o 8K

    • rmcrys says:

      Se formos por esse prisma, tudo é um estádio intermédio para o próximo standard, seja ele qual for.

      De momento a adopcäo do Full HD é já muito elevada (se bem que no mundo da TV sejam os 720p ou 1080i….), e o 4k já tem custos baixos a produzir (paineis, SoC que aguentem a resolucäo, aceleracäo h265).

      Os 8k säo uma brutalidade, e até paineis de 65″, é uma resolucäo desnecessária. Daí que os custos de aquisicäo + edicäo + compressäo + distribuicäo + TVs (paineis, SoC) säo demasiado elevados e sem sentido já que o “grosso” do povo tem TVs de 32 a 55″, e os 8k näo trazem nada.

      O 4k está para ficar e é o próximo “full hd”. Só é preciso ter cautela com uma coisa: certifiquem-se que as TVs 4k suportam aceleracäo h265 e permitem às Apps acede a ela, senäo arriscam-se a que as Apps estilo “Netflix” e afins näo vos autorizem 4k apesar da tv o ser… (nos EUA há quem se farte de queixar que as primeiras TVs 4k tem SoC fracos, e as Apps näo passam dos 1080p…)

  2. Mikes says:

    Como info extra, a NOS também já tem um canal de testes 4K.
    Isto é tudo muito bonito, mas a minha TV é só full-hd, portanto… passo.

  3. José Gomes says:

    marketing… ainda nem full hd temos…

    • Pedro Rito says:

      As box’s da vodafone dispõe da opção 1080p

      • Raul says:

        As boxes da Vodafone já têm a opção 1080p mas é só para o Clube de video (já dá para ver filmes em 1080p 24fps), se quiserem podem testar visionando vários trailer´s do clube de video. Quanto às emissões de tv a resolução ainda é 1080i, em Portugal ainda não há canais a emitir em 1080p. O Japão como é o país do mundo mais avançado em tecnologia, já há bastante tempo que as emissões de televisão são em resolução 4K.

  4. Ruben says:

    Muito engraçado… Também assisti aos primeiros canais de testes 3D, e agora que muitos já têm onde estão?? Muito triste, depois querem que só se vejam os conteúdos que eles querem sem ir a net…

  5. SG says:

    Primeiro… os tugas andam todos tesos para comprar TV’s 4K. Segundo, conteúdos ainda não há assim tantos quanto isso. Terceiro, a Vodafone não foi a primeira se a NOS também lançou o canal 4K… Ainda hoje vi a novidade.

  6. TT says:

    Cá as televisões nacionais à excepção da rtp ainda nem emitem em 16:9….

    • fneves says:

      Verdade. Tudo é transmitido em 4:3 e eu ainda nem percebi bem porquê!!

      • Rui Mesquita says:

        Porque ainda há pessoas com televisores CRT

        • Filipe says:

          Mas em minoria penso eu… Aqui a única diferença será ou as pessoas vêm a imagem esticada para o lado ou para cima:P Eu por acaso vejo na versão original (4:3 quando é 4:3 ou 16:9 quando é 16:9), mas 90% dos portugueses ve sempre com o ecra esticado (quem nao tem uma tv crt, é claro):p

  7. Homo Erectíssimo says:

    Leiam bem—»Página da NOS “Como ligar os equipamentos e aceder às demonstrações do Ultra HD 4K”

    1-Para conseguir aceder às demonstrações do 4K necessita de um televisor 4K que descodifique o formato 4K/HEVC através do sinal de cabo/RF (e não apenas através de HDMI). Só televisores com esta característica lhe vão permitir ter acesso às demonstrações.

    2-Caso não tenha o cabo de sinal NOS já ligado diretamente à sua TV 4K, desligue o cabo de sinal da box e ligue-o diretamente à TV. Normalmente a entrada na TV tem a indicação ANT IN, ANTENNA, CABLE IN ou RF IN.

    3-Com o comando da TV pressione o botão que lhe permite aceder ao menu do televisor. Geralmente esse botão tem a designação MENU, SETTINGS ou TOOLS.

    4-Já no menu do seu televisor, escolha a opção que lhe permite sintonizar canais, sendo que essa opção está habitualmente em CONFIGURAÇÕES ou DEFINIÇÕES.

    5-Faça então a sintonia de canais através da opção SINTONIZAÇÃO DE CANAIS ou PESQUISA DE CANAIS dependendo do modelo de televisor. Garanta que a opção CANAIS DIGITAIS está ativa.

    6-De forma autónoma o televisor vai sintonizar uma grelha de canais. Nessa grelha vai encontrar as duas demonstrações do 4K, que normalmente aparecem nas posições 5 e 6 (respetivamente Hispasat 4K e NOS Ultra HD 4K). Sempre com o comando do seu televisor, selecione e veja as demonstrações.

    7-Para mais detalhes sobre como sintonizar canais deve consultar o manual de instruções da sua TV.

    8-Não se esqueça que, para voltar a ter acesso a todos os seus canais e funcionalidades do serviço de televisão da NOS, deve desligar o cabo de sinal da TV e voltar a ligá-lo na box. De seguida, com o comando da televisão selecione a entrada HDMI e volta assim a ter acesso à sua box.

    • José says:

      Mas isso faz algum sentido, andar a desligar cabos!?
      Eu pensava que o cabo RF já tinha morrido há muito, mas pelos vistos é por esta via que a TV recebe o 4K!?
      Por último, e ainda mais importante, quem é que tem a box ligada por cabo RF!? Só os clientes que não têm modem, pois nesses casos a ligação é via cabo rede, ou seja não há nenhum cabo RF a chegar à box.

  8. mike says:

    Isto é bom para os canais nacionais abertos ganharem vergonha por ainda transmitirem com resoluções aproximadas do “VGA”, ou seja 0.3MP, ou seja 20x menos definição que o 4k, metam lá isto numa TV de 60″ para ver a vergonha aumentada 😛
    E quem tem uma TV de tamanho razoável depara-se com o problema de saber qual a distancia que deve estar para ver TV… se for um canal HD pode estar a 2 metros mas se for os canais nacionais é melhor ir para casa do vizinho sentar-se em linha de vista para a imagem da sua TV não parecer tão rasca…

  9. NF says:

    E que tal, antes de tudo, espalhar a fibra por todo o país? Não era melhor investir por aí? Na minha zona há Meo Fibra mas Vodafone só ADSL. Se não estou em erro, há uns tempos falou-se numa parceria em que as operadoras iriam partilhar recursos para mais rápido chegarem a todo o lado… no entanto não se vê nada…

    • Vasco Lopes says:

      A parceria de paretilha de Fibra já está no terreno, em minha casa já está ativo, é uma questão de perguntar à Vodafone, o acordo foi aprovado pelo regulador há bem pouco tempo

  10. artnerfy says:

    Também acabaram de ser lançados hoje 3 canais de ultra 4k na NOS.

  11. david.pt says:

    Começamos a entra num ponto em que começam a trabalhar em resoluções desnecessárias para quem tem televisores abaixo das 65″. Como sempre é tudo Marketing. Concentrem-se antes nos frames e na qualidade das cores.

  12. Carlos Crespo says:

    Sou cliente da Vodafone fibra (já fio da ZON) – e o serviço é péssimo. Já me avariou uma das boxes (perdendo tudo o que estava gravado mas não visto); pelo menos 1 vez por semana tenho de desligar tudo e voltar a ligar; se não o fizer ao aceder ao gravador deixo de ver qualquer gravação efectuada – diz que está vazio. As célebres gravações automáticas de 7 dias não são para todos os canais – e é frequente ter problemas a aceder mesmo aos que estão configurados.
    O suporte (???) é tão bom quanto o da concorrência – ou seja muito mau. A técnica para resolver qualquer problema é desligar repetidamente da corrente 6 ou 7 vezes a box – como é uma box com disco, é de esperar que avaria.
    Por isso: troco os 4K por um serviço com qualidade – e já agora HD no Hollywood, MOV…

  13. Luís Miguel says:

    É tudo muito engraçado ter imagem de alta e altíssima definição e depois só ter som stereo. Ou seja, uma palhaçada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.