Quantcast
PplWare Mobile

Virtual Wifi nativo no Windows 7

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Simões


  1. hugo says:

    Microsoft sempre á frente… Digam o que disserem é á custa da Microsoft que se tem evoluido. O .NET é disso um bom exemplo.

    • Cuidado com os erros ortográficos. “à” e não “á” nas duas situações em que o usaste.

      Relativamente ao teu comentário, é uma mentira muito grande, se há coisas que a Microsoft fez bem foi a massificação do uso de PC’s (se bem que a meu ver a um custo muito grande, a perda de liberdade), de resto muita coisa já existe/existia, eles simplesmente como têm mais dinheiro a mostram com mais “abrangência”, o que não deixa de validar parte do teu comentário.

      Mas à custa da Microsoft não evoluímos tanto como poderíamos ter evoluído, e quem quiser e souber ver e analisar, verá que essa é a realidade.

      Neste tema, do Virtual Wi-Fi, realmente é um conceito super-interessante e ainda bem que introduziram algo novo e realmente útil! Parabéns.

      • hugo says:

        …“à” e não “á” … sim eu sei, desculpa lá qualquer coisinha…

        “…Relativamente ao teu comentário, é uma mentira muito grande,…”, para muitos pode ser mas para a restante (e inteligente) MAIORIA não é!

        “…meu ver a um custo muito grande, a perda de liberdade…”, porque? Alguém te obriga a comprar Windows? Hoje em dia existem marcas que lançaram os seus produtos com Windows e Linux. Mas a verdade é que os que têm Windows apesar de mais caros são os mais vendidos com grande margem de diferença. Digam o que disserem mas a Microsoft é a maior responsável pelo avanço informático. E aqui não estou a falar apenas dos utilizadores, mas de todas as empresas informáticas que existem e que fazem disso o seu negócio. Microsoft não é só Windows e Office.

        • Ok, não te insultei, mas se achas que os teus argumentos são fundamentados dessa forma, “be my guest”.

          Quanto ao Windows, sim. Obrigam-me a comprá-lo quando quero comprar um PC ou um Portátil, e (muito) raros são os casos em que posso escolher não ter o Windows.

          Os teus argumentos pecam pela falta de informação. Obviamente que a Microsoft é responsável pelo grande desenvolvimento tecnológico a nível “doméstico” actualmente, mas isso não quer dizer que não possam ter feito mais.

          Quando falo em liberdade não falo só em escolher comprar ou não, falo de toda a estretégia de marketing da Microsoft a nível de outros softwares como Visual Studio e Internet Explorer (se tiveres o vs2005 e instalares o ie8, deixa de funcionar o vs2005 e olá formatação), entre muitos outros que nem vale a pena enumerar porque vais passar pelo comentário sem o “ler”.

          Se é nisso que acreditas, que a Microsoft é a “boa da fita”, tenho pena, mas se és feliz com isso, parabéns e boa sorte.

          Eu felizmente consigo ver as coisas muito próximas do que elas são.

          • viperbruno says:

            Convinha dizeres em que sistema operativo é que te acontece isso.

          • hugo says:

            Tenho Vista Business, vs2005, vs2008, SQL Server 2005 professional,SQL Server 2008 professional, SDK para Windows Mobile 5 e 6, SQL Compact (Mobile), o Velhinho VB6, Crystal Reports (2 versões) e muito mais e tudo funciona lindamente mesmo depois do IE8 instalado! Desculpa qualquer coisinha. A Microsoft é a mais abrangente de todas, conta-se pelos dedos (se existir alguma), as empresas informáticas (software), que não trabalham com e para Windows.

            Quando compras um PC ou um Portátil, se este tem Windows é opção do fabricante e não da Microsoft.
            A Apple (que nem de perto está do mundo Microsoft) o que faz com os Mac? Tem um SO fechado que apenas corre no seu Hardware.

            Como já disse a Microsoft não é só Windows e Office, é muito mais que aquilo que muita gente pensa e desconhece.

            Desculpa lá qualquer erro ortográfico que tenha cometido.

          • @viperbruno é no xp

            @hugo e tens tudo isso na mesma máquina, não é? 🙂

            atira areia para os olhos que eu desvio-me, essa desculpa de que é culpa dos fabricantes é boa… e por falares na Apple, eles ainda são piores do que a Microsoft no que toca a liberdade, e eu não disse o contrário.

          • ADAO says:

            Para o teu “problema” do VS2005 e IE8:

            http://dpotter.net/Technical/2009/05/upgrading-to-ie8-breaks-debugging-with-visual-studio-2005/

            aos teus comentários, não vou acrescentar nada, do que foi dito por outros, porque tu és dos tais que gosta imenso de falar mal da MS, e já chegam ao cumulo de inventar mitos.

            em resposta a tua pergunta feita ao Hugo, e só por uma questão de jogo, eu gostava de tentar acertar e dizer que ele é estudante e tem acesso MSDN.

            Quanto ao post, e parecendo estranho é o que tenho menos a dizer:

            Acho uma inovação espectacular, apesar de possivelmente não ser utilizada o utilizador ordinário diariamente, mas que por exemplo a mim que me acontece ter que sair da rede em que estou para entrar numa privada, depois voltar a sair… nem imaginam o jeito que me vai fazer.

          • @ADAO

            Não sou dos tais que gosta de falar mal da Microsoft, não sou a favor de certas políticas praticadas pela Microsoft e não só.

            Não tentes fazer de mim o que não sou.

            Normalmente não comento este tipo de comentários, exagerados, quer para melhor ou para pior, exactamente porque depois querem fazê-los parecer que “dizem mal porque sim” ou “dizem bem porque sim”.

            Comentei para explicar que a Microsoft não é um “mar de rosas” como o hugo queria dar a entender.

            Tenho coisas mais importantes para fazer do que andar a tentar justificar o que tu no fundo sabes mas não queres admitir. 😉

  2. maurycio says:

    Muito bom! 😀
    Todos agradecemos a grandes marcas que desenvolvam novas tecnologias, independente da sua marca (Microsoft, Apple, etc etc) desde que seja sempre o utilizador a ganhar! 😉

  3. Tipsy says:

    Muito bom mesmo 😉

  4. redes wireless, se não tiverem sempre a falhar vão dar mto jeito.

    http://www.tagravado.com

  5. João Rodrigues says:

    Parece uma ideia muito interessante..

    Alguém já viu isto a funcionar?

    http://ultimasdofutebol.blogspot.com

  6. Nuno Valdez says:

    A Pergunta que vou fazer não tem nada a haver com ligações wireless.

    Fui ontem fazer um trabalho num escritório.
    Havia uma calha com tomadas RJ45 fêmea que tinha as seguintes ligações (norma 568A):
    1-branco verde;
    2-verde;
    3-branco laranja;
    4-azul;
    5-branco azul;
    6-laranja;
    7-branco castanho e castanho.

    Do outro lado cravei fichas rj45 da mesma forma e liguei ao router.
    Vi que as máquinas conseguiam comunicar entre sim, mas como tinha mais máquinas, estas então liguei-as a um sutch.

    O problema é que as máquinas que estão ligadas ao router não comunicam com as do switch, e estas últimas não recebem IP do router.

    Liguei um cabo (directo) do uplink do router a uma entrada do switch e nada.

    Será que o cabo tem que ser cruzado.
    Ajudem-me

  7. ALL says:

    Se pudessem adicionar ao artigo um exemplo pratico da “Virtual Wifi” seria bom. Sem nomes, nem esquemas, apenas um simples exemplo na vida real para o comum dos mortais de como isso pode ser usado em nosso beneficio?

  8. joao marques says:

    ja alguem experimentou o Wifi Metropolis? da para recuperar todas a password pre-defenidas de alguns routers, incluindo alguns da Meo.

    se sim, digam se vale a pena.
    http://www.google.pt/search?hl=pt-PT&q=wifimetropolis&btnG=Pesquisa+do+Google&meta=&aq=f&oq=

  9. Será fantástico pode estar ligado à eduroam com acesso à net e a jogar age of empires em rede co pessoal numa ad-hoc virtual! 😀 ehehe

  10. Walace Danny says:

    Microsoft é demais.
    Adorei esta nova função e será de muita utilidade na empresa onde trabalho.

    Parabens a todos e ao pplware!!
    bom fim de semana para todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.