Quantcast
PplWare Mobile

Ucrânia: Russia pode usar armas nucleares para defender territórios

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Beterraba do Punjab says:

    Podem usar nuclear para defender territorio invadido que nao lhes pertence? Eles andam a esticar a corda, mas no dia que os americanos mostrarem o nuclear a serio aposto que os russos ate rezam de costas

    • Naodouonome says:

      A Rússia tem mais armamento nuclear que os EUA

      • Jane Doe says:

        Isso era para rir?

      • Kostya says:

        O povo mais perigoso no planeta são os EUA. O que eles possuem ninguém sabe ao certo. Eles têm orçamento várias vezes superior aos 10 maiores exércitos mundiais juntos. É preciso olhar para a história e ver que foram eles que desenvolveram a bomba atómica, a Internet o GPS os caças mais avançados, o mesmo nos submarinos e aviões, etc. O melhor mesmo é nada acontecer. Porque em armas de destruição deste nível, com mais ou menos tecnologia, todos perdem. Venha da Rússia, da Índia, da China, França, Inglaterra, Coreia, Israel, etc é sempre mau.

        • Godlike says:

          Os Americanos estão mais preocupados com a cultura Woke.
          Caso não tenhas reparado, desde que o Biden “assumiu” a presidência ninguém os leva a sério… e aliás, este é um exemplo perfeito disso…

        • Opiniões da treta says:

          Os americanos são somente o país mais individado do mundo e têm esse orçamento porque é à custa da dívida eterna europeia.
          Lembrem-se que a grande maioria da tecnologia que possuem é israelita, do povo mais inteligente do mundo, a bomba atómica não foi exceção.
          Os americanos sozinhos são um completo desastre – até nós tugas já lhes ganhamos em muitos exercícios militares e navais no âmbito da NATO.
          O negócio da guerra é para eles vital, daí aparecerem guerras por todos os lados, e claro, a Rússia do outro lado…
          Infelizmente, a Europa é uma manta de retalhos e vive na sombra dos americanos. Na tecnologia é o que se vê: sempre a reboque e nenhuma inovação!

      • Jumper says:

        Para o caso não interessa se tem mais ou menos armas nucleares. Basta que meia dúzia funcione. De resto, o armamento nuclear que a Russia detém é quase todo da era soviética. Sistemas analógicos a servir misseis em mau estado, atualizados por empresas detidas por oligarcas, que imaginamos como ganham dinheiro. Fazem que fazem e está feito. Quantidade versus Qualidade?

      • Samuel MGor says:

        Pode ter mas se isto escala-se os alvos que Russia tinha que atacar são muitos enquanto a Nato só tem 2 alvos (Moscovo e S. Peterburgo).

      • Keyboardcat says:

        Quantidade não é qualidade.

        A Russia diz que tem muita coisa, mas a realidade é outra. Tens soldados a combater sem coletes balísticos, rações de combate expiradas e a disparar com mosins da segunda guerra mundial. Tanques modernos nem vê-los, artilharia sem qualquer precisão, sistemas de defesa aéreos não conseguem interceptar mísseis simples como HIMERS, e muitos dos seus mísseis (dos poucos que sobram) muitas vezes falham o alvo, ou pior, atingem o próprio território como já aconteceu em Belgorod e na Crimeia (sendo este último território ocupado). A força aérea não consegui controlar os céus, mesmo com as poucas defesas Ucranianas, imaginemos se estivessem a lidar com caças de última geração como o F-22 e F-35, nem sequer levantavam voo.

        Por isso sim, embora o arsenal nuclear da Rússia seja extenso, restam muitas dúvidas qual a quantidade que ainda se encontra operacional.

        Para ter uma ideia, o orçamento do departamento de defesa dos EUA para manter a sua força nuclear no período de 2021-2030 é de 638 mil milhões de dólares. Isto é o custo só para manter todos os missies e ogivas nucleares operacionais e todas a plataforma de lançamento ativas e prontas. Com a quantidade de corrupção existente nas forças armadas Russas, não é de estranhar que grande parte do seu material nuclear esteja completamente inoperacional. O mesmo aconteceu com o material de guerra tradicional, que se encontra num estado lastimável, como podemos ver no terreno.

      • Macopio says:

        E daí? Você acha que os outros vão ficar à espera que venha a segunda? Como aquilo anda lá pela sua ex-URSS alguma ainda explode antes de ser lançada!

      • Luís Costa says:

        O armamento nuclear da Rússia está obsoleto, não é como o nuclear do EUA que tem manutenções provisórias.. a Rússia tem armas nucleares que não tem manutenção desde a era soviética o que quer dizer muito do “A Rússia é que tem mais” pois tem, metade delas não funcionam

      • Louro says:

        Se tivesse, já teriam utilizado, mas… nao te deves de esquecer que nao seriam apenas os EUA… apenas o arsenal nuclear dos paises europeus seriam suficientes para a Rússia nao durar mais de meio dia.

    • Vasco says:

      Tem razão, mas ele meses atrás fez uma demonstração preocupante da sua capacidade de utilização de mísseis hipersonicos, quando na partir da crimeia lançou vários mísseis que em questão de poucos minutos sobrevoaram toda a Ucrânia até atingirem uma base perto de Lviv, onde estavam a ser treinados voluntários estrangeiros para apoiar a resistência ucraniana. Possivelmente não terá muitos, capazes de ameaçar todas as bases militares da NATO em caso de guerra Mundial, mas mesmo assim tem um imenso arsenal de armas nucleares instaladas em ICBMs. Claro que num cenário desses seria imediatamente obliterado da face da Terra, mas os loucos não se importam de morrer.

      • Jane Doe says:

        Passado alguns momentos de lançar o primeiro míssil, a Rússia passa à história.

        • Godlike says:

          Dizes isso baseado em quê? Banda desenhada?
          Primeiro que, a Rússia sozinha facilmente limparia toda a Europa da face da terra e depois porque com a China e a India facilmente terminariam o resto do serviço.

          • B@rão Vermelho says:

            Já agora dizes isso baseado em Quê? Manga?
            Achas que as outras nações nucleares ficam a espera para ver onda a “bomba” vai cair?
            Quem lançar o 1º míssil, ainda nem saiu totalmente o silo de lançamento e já há resposta, achas que não é de conhecimento dos serviços secretos destes países onde estão as bases de lançamento e não estão a ser vigiadas 24 H por dia.
            Eu até a bem pouco tempo tinha admiração pelo Put IN, acho que é alguém inteligente e acima de tudo equilibrava os pratos da balança em relação aos EUA, mas neste momento depois da estupides que foi invadir a Ucrânia dou por mal empregue o oxigénio que o Put In respira.

          • Carlos Fernandes says:

            hahahahahh. Falando sério, ao ser lançado o 1º míssil (não interessa quem) serão automaticamente lançados outros em resposta. Mesmo, que acredites que a Europa seja “limpa” da face da terra, a radioatividade originada, dizimava o resto da população mundial.
            https://nuclearwarsimulator.com/

          • Godlike says:

            Falo isso baseado na extensão da Rússia e do poderio militar da mesma.

            Ahh, é verdade… tinha esquecido que para vocês que recebem a vossa informação da TV, a Rússia mobilizou 50% (ou mais) do seu pessoal para a guerra na Ucrânia, daqui a pouco não tem ninguém na Rússia para poder acionar o botão… haha!

          • Godlike says:

            Da mesma forma que a Rússia se prejudicaria com uma guerra nuclear, a NATO também se prejudicaria.

            Eu apenas respondi ao comentário do Jane Doe usando a mesma lógica dele.

            Mas se estivéssemos a falar estritamente de poderio militar e arrasar com o terreno inimigo, então a vantagem seria da Rússia.

            De qualquer forma, nem todos os misseis são iguais e nem todas as armas são misseis, correto?

            Eu não sei o que o pessoal aqui pensa, mas uma intervenção militar ou guerra, não acontece da noite para o dia… lol
            Esta é o resultado final de quando ambos as partes não conseguem chegar a um consenso…

            Uma intervenção militar ou guerra, demora vários anos a ser planeada.
            De um lado temos um Advogado e ex-kgb com conhecimento da lei e estratégia militar, e do outro lado temos os lacaios ignorantes seguidores dos EUA que são usados como carne para canhão, mas que têm os média do seu lado (a arma mais perigosa do planeta).
            Então entendam que nós só conhecemos uma pequena parte do que realmente se passa.

          • Louro says:

            @Godlike,
            Na cabeca do Putin sim, era capaz… a realidade é que nao.

        • Carlos Fernandes says:

          A Rússia e o mundo como o conhecemos agora.

      • Grunho says:

        Os loucos não se importam de morrer quando os outros, os tais “que não se consideram loucos”, não se importam que eles morram e fazem tudo por isso. Portanto, ao e fim e ao cabo loucos são eles todos, de ambos os lados da barricada.

      • David Guerreiro says:

        Tanto quanto se sabe esse ataque perto de Lviv não foi com míssil hipersónico, mas com algo da classe Kalibr. Tens visto mais lançamentos de misseis hipersónicos? Não… e porquê? Porque já gastaram quase tudo, e a capacidade de produção está severamente afetada devido às sanções. A Rússia herdou da URSS, a propaganda.

      • Pedro Gouveia says:

        Provavelmente lançaram os unicos protótipos que dispunham…

    • Jfcastro says:

      Quando os americanos mostrarem o nuclear também desapareces da face da terra. É só para te lembrar que os Russos tem o dobro das armas nucleares dos States

    • PorcoDoPunjab says:

      Os EUA já mostraram o nuclear ao Japão. E logo duas vezes…
      Aliás, o uso de armas nucleares estratégicas estava planeado no Iraque e Afeganistão caso as baixas militares dos EUA fossem inaceitáveis.
      Ah espera, mas estes já podem usar à vontade.

      Atenciosamente, PorcoDoPunjab, o encantador de burros e coleccionador de casas

      • FAR says:

        Não querendo alimentar (muito) o troll… mas o que a Russia está a fazer na Ucrania tem comparação com o que os EUA fizeram no Iraque?

        Dada a discrepância entre as forças militares EUA – Iraque e o mesmo entre a Ucrania – Russia acha mesmo que uma situação está relacionada com a outra? Se calhar se a Russia tivesse atualmente sobre a Ucrania a vantagem que os EUA tinham sobre o Iraque nem estávamos a ter esta conversa, pois a Ucrania já estava anexada à Russia, pelo menos a nivel de ocupação militar. Digo eu.

        Não há “santinhos” nestas guerras, mas há coisas que não fazem muito sentido ser comparadas de igual para igual.

        • PorcoDoPunjab says:

          FAR, troll é quem lhe fez as orelhas.

          Sabe o que os EUA fizeram no Iraque? Sabe? Não parece… destruíu completamente as estruturas do país e morreram mais de 500 000 pessoas, maior parte civis.

          O Iraque só não foi anexado aos EUA porque digamos que não está logo ali ao lado dos EUA.
          Veja o que se passou com o México, que ficou sem o Texas e a California…

          Realmente tem razão, não tem nada de parecido.
          Não me faça perder tempo, não tenho paciência para gentalha.
          Passe bem.

          PorcoDoPunjab, o encantador de burros ( que são em número infinito). Começo a dar sinais de algum cansaço com tanto encantamento.

  2. Vasco says:

    O que é assustador é que não se consegue prever com elevado grau de certeza o que se passa na cabeça de indivíduos com características de psicopatia narcisista. Ainda por cima, quando ocupam cargos de poder tendem a construir em seu torno um culto de personalidade, o que limita bastante a capacidade de acção dos que se lhe poderiam tentar opor. Este psicopata é perfeitamente capaz de declarar as repúblicas auto-proclamadas sob pressão russa como sendo independentes, como parte integrante do seu território e depois usar armas nucleares tácticas de fraca potência (mas com efeitos aterradores) contra o exército de resistência da Ucrânia. Nessa altura a NATO terá mesmo de intervir militarmente no conflito e teremos o eclodir de uma terceira guerra mundial, com o terrível precedente de um dos participantes ter utilizado armas nucleares tácticas. Oxalá nada disto venha a acontecer mas da mente desse psicopata com sonhos de grandeza e de restauração do Império russo tudo se pode esperar.

    • Naodouonome says:

      O que ele disse foi unicamente para o povo russo onde a informação é quase totalmente controlada, não passa de propaganda. Ele teve que justificar a requisição de tantas pessoas pra “guerra” tendo em conta que já faleceram uns 50mil russos.

      • PorcoDoPunjab says:

        Eu não sei se o que ele disse foi para consumo interno ou não, o que sei é que se os Russos se virem acossados são capazes de tudo.
        Tipo fuga para a frente…

    • PorcoDoPunjab says:

      A Nato terá mesmo de intervir porquê?
      A Ucrânia faz parte da NATO?
      É que se a Nato se mete directamente, porque indirectamente já lá está, depois ninguém consegue perceber o que vai dali sair.
      Seja o que for, será péssimo.
      Os europeus estão dispostos a levar com uma bomba na mona por causa da Ucrânia?
      Pois eu não…

      Atenciosamente, PorcoDoPunjab, o encantador de burros e coleccionador de casas

      • freakonaleash says:

        Uso de armas nucleares em território ucraniano irá afetar os países vizinhos da Nato, logo Orcland back to stoneage you go!

        • B@rão Vermelho says:

          O estranho é alguém pensar que as bombas/radiação reconhecem fronteiras.

        • PorcoDoPunjab says:

          freakonaleash, há uma coisa que nunca se pode subestimar, que é o seguinte, o que uma pessoa faz perante o desespero.
          O que se faz nessas alturas é tudo menos racional…
          Eu não estou a dizer quem vai usar ou deixar de usar, o que eu acho é que se o Putin se vir entre a espada e a parede, as reacções dele são um mistério.
          E como eu já disse anteriormente, os próprios EUA tinham planeado usar armas tácticas no Iraque e Afeganistão em caso das coisas correrem mal e as perdas serem inaceitáveis.
          Portanto, cada um que tire a conclusão que quiser…

    • Godlike says:

      E aqui crianças, como podem ver, temos o exemplo perfeito de um alucinado incapaz de usar a própria cabeça e que necessita de receber toda a sua programação diária da televisão.

      • PorcoDoPunjab says:

        Godlike, já levou a sua dose diária de CNN e Agência Lusa?
        Já? Então vá para a caminha que já se faz tarde.
        Ora de fazer óhóh e deixe de escrever disparates .
        Bons sonhos…

        PorcoDoPunjab, o encantador de burros

    • David Guerreiro says:

      Uma coisa é certa, ele já conseguiu algo que não desejava, a expansão e o fortalecimento da NATO. Novos países aderiram à NATO, e os membros vão aumentar os gastos em defesa, nalguns casos para valores bem elevados.

  3. Rui says:

    Não temam que Portugal está preparadíssimo para qualquer conflito, mesmo nuclear!
    Nesse sentido, este desgoverno investiu patavina na defesa para estar ao nível do Bangladesh!!!!!!

    Deixo só alguns números para comprovar o cataclismo que aí vem:
    – A FED vai ter juros nos 4,6% em 2023….. e o BCE não pode ficar atrás, para evitar a fuga de capitais e combater a inflação!!!!!
    – E se o Trump regressar daqui a 2 anos? Os americanos vêem derramar sangue para defender os bananas dos Europeus que só querem saber da paz e não sabem defender-se? Esperem sentados!
    – E se Putin estiver ameaçado, alguém garante que não usa o imenso arsenal nuclear de que dispõem!?!?!?

    Aqui só interessa o futebol, festas e subsídios……. esquecem-se que a própria UE está ameaçada de morte!!!! O melhor que vai acontecer é “apenas” reconstruír a Ucrãnia…… como sabemos vai saír barato!!!!! E ainda vamos ter de reconstruír a Rússia! É assim com os bananas, pagam sempre as favas por todos os outros.

    É aguentar até à falência!!!!!!

    Tenho poucas dúvidas de que estamos na eminência da bancarrota…… mas alguém está preocupado, o Costa resolve tudo!!!!!!

    • PorcoDoPunjab says:

      Este governo é fabuloso a nível da defesa.
      Senão vejamos, roubam o arsenal, levam não sei quantas armas e munições e no final os ladrões devolvem o que levaram e chega se á incrível situação de haver mais armas depois do que antes…ou seja, os ladrões além de devolverem o que levaram, ainda trouxeram umas ofertas. Lol

      Em relação à bancarrota, eu já ando aqui a dizer há muito tempo que estamos falidos.
      Isto só ainda não descambou porque o BCE andou connosco ao colo.
      Só que isso agora acabou e daqui para a frente é que vamos ver quem andou a nadar sem calções.

      Este país não tem solução, pelo menos uma solução fácil ou exequível…
      E mais, a cada dia que passa fica cada vez pior.

      Atenciosamente, PorcoDoPunjab, o encantador de burros e coleccionador de casas

    • David Guerreiro says:

      O Trump avisou a Europa para não se por a jeito com a Rússia, ninguém ouviu, riram-se. Agora parece que já não tem piada…

  4. joaomatos says:

    Eu acho que não há preocupações, até porque as “inteligências” da EU e dos EUA, dizem que os Russos usam chips de maquinas de lavar e secar roupa, portanto não há nada a temer..

    Entretanto a Alemanha bateu o recorde de importações da Rússia em Agosto, ouro, prata,nickel,alumínio, e outros materiais raros.
    A EU, por sua vez, importa balúrdios de gás Russo vindo da China em navios que poluem pa caraças..

    Como podem ver, afinal está tudo bem!

  5. SANDOKAN 1513 says:

    No dia que isto se der começará a 3° guerra mundial.Podem crer no que eu vos digo.

    • Godlike says:

      LOL.

      A 3ª guerra mundial já começou, se não percebes-te não te preocupes, vais perceber os efeitos em breve. (E não, não me refiro simplesmente à intervenção da Rússia na Ucrânia, mas sim ao verdadeiro motivo disto tudo: Great Reset)

    • Octavio says:

      Obrigado pela informação. Mas é bastante óbvio.

    • Negócio paralelo says:

      Até o papa já disse que a WW III já começou. E o Nostradamus já a previu para 2024, segundo interpretação dos entendidos…
      Portanto, está tudo a decorrer como o planeado, ou seja, brevemente saberemos como se vai desenvolver, pois já sabemos como termina…
      Já agora, onde existem bunkers em Portugal?

  6. Lanterna Vermelha says:

    Os pessimistas da banca rota, da guerra mundial, da catástrofe nuclear e do fim do mundo estão fortes aqui no PPLWARE. Não vale a pena pensarmos no que está o Putin pensar fazer com os seus brinquedos nucleares. Ele será derrotado pelo seu próprio país. Infelizmente, deve de demorar algum tempo até o desgraçado do povo russo passar fome e a miséria crescer, aí o povo revolta-se e o Putin e os seus campangas vão ter que sair de Mosocovo e ir para as montanhas. Entretano, nós portugueses e europeus temos que continuar a viver, criar estruturas próprias para não estarmos dependentes de país fora UE, principalmente de países anti-democratas como a Russia e China, etc.

    • B@rão Vermelho says:

      Até que enfim um comentário sensato, os profetas da desgraça devem de usar quecas 3 números a baixo e só conseguem ver o copo meio vazio, viver rodeado deste tipo de pessoas é obra, nunca ouviram a expressão vive preparado para o pior nas esperança do melhor.
      A única coisa que temos certa na vida é a morte, a avaliar por alguns comentários aqui deve de haver pessoas que não fazem nada na vida porque já sabem que vão morrer, mas até lá há uma vida para se viver deixem de ser rancorosos que isso tira-vos anos de vida.

    • PorcoDoPunjab says:

      Lanterna Vermelha, acho que vc está a confundir as coisas.
      Não se preocupe porque não é caso único.
      As pessoas estão pessimistas não é por serem profetas da desgraça, como diz o Barão Vermelho, é por causa dos números.
      Pois é, os números, sabe, os números não são pessimistas ou optimistas, são o que são.
      E os números agora e os previstos para o futuro que são ainda mais medonhos, não são nada de fazer alguém ficar optimista.

      Inflacção em níveis recorde, juros a dispararem, dívida pública que já vai para lá de Plutão, centenas de milhares de pessoas em risco de deixarem de pagar as suas prestações aos bancos, e isto só assim para começar.
      Acha que há motivos para estar contente? Ou prefere como o Sócrates que estava tudo bem até entrar na bancarrota e pedir resgate?
      Sabia que nesta altura o estado só tinha dinheiro para pagar o próprio mês aos funcionários públicos e no mês seguinte já não teria condições para fazer o pagamento?

      Lanterna Vermelha já somos, somos o mais pobre da UE.
      Mas lá está, pobretes mas alegretes…
      Está sempre tudo bem, até batermos na parede e depois aqui d el Rei quem nos acode?
      Nada como estar alienado da realidade, lá diz o ditado, olhos que não vêm coração que não sente…

      Atenciosamente, PorcoDoPunjab, o encantador de burros e coleccionador de casas

  7. João says:

    oh mas alguém de bom senso acredita na monilha do Putin?

  8. E---lectrão says:

    bem, se forem como as outras que são diariamente mostradas pela propaganda ocidental nos noticiários televisivos, é melhor que não as usam senão ainda rebentam antes do lançamento 😛

    • B@rão Vermelho says:

      Quando era criança na altura do carnaval comprávamos as bombinhas de carnaval e aquela que não rebentavam dizíamos que eram bombas rabichas, acho que o Put In, está cheio de bombas rabichas.

  9. Vrael says:

    A verdade é que isto está a tomar um caminho perigoso e a criar precedentes únicos… largar bombas nucleares porque sim faz com que qualquer outro comece a fazer isso para acabar com algo rápido… acho que se a Russia usar armas nucleares deve ser declarado como estado terrorista e todos os cidadãos russos de volta ao país sob pena de prisão por terrorismo, nenhum russo deve pisar solo estrangeiro, 0 importações vindas da Russia, expulsão da Russia de todos os locais mundiais ONU, G20, tudo

  10. JR says:

    Com o futuro brilhante que o Planeta leva….mais ou menos 10 anos antes não será prejuízo 🙂 Daqui a mais uns tempos estaremos todos extintos e ficam no museu todo o armamentoque as várias imbecilidades deixam para que os próximos que venham visitar isto possam admirar a notável inteligência que foram os humanóides 🙂

  11. Joao Ptt says:

    Aparentemente a 3.ª guerra mundial irá começar com um assassinato com faca(s) de um emigrante algures num país da zona dos Balcãs por parte de um homem branco loiro e de um homem negro.

    Aparentemente será isso que irá despoletar de facto a 3.º guerra mundial, isto apesar de antes já dever existir uma grande tensão no mar mediterrâneo com várias armadas nesses mares.

    Como é que de um assassínato de um emigrante se despoleta toda uma guerra? Bem, a 1.ª grande guerra também arrancou de um assassínato: a 28 de junho de 1914 foi assassinado em Sarajevo o Arquiduque Francisco Fernando, herdeiro da coroa do império Austro-Húngaro. Se esse emigrante agora irá ser alguém “importante” ou apenas uma pessoa qualquer desconheço… mas as coisas estarão tão tensas na altura que provavelmente é apenas a “desculpa” para a humanidade passar à acção física aquilo que na actualidade já está presente no ar… a destruição da humanidade rumo à aniquilação da sua maior parte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.