Quantcast
PplWare Mobile

TDT: Calendário mudou! Conheçam as novas datas de migração

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. ze says:

    Mais um quebra cabeça para os idosos

  2. Madalena says:

    E por que razão o sistema TDT não tem um canal de rádio? Além de ser justo, é uma necessidade.

  3. moonlightz says:

    Desde que mudei para fibra, a TDT é coisa do passado.
    Ao ler o artigo, leva a pensar na razão pela qual não é possível mudar as frequências e permitir a monitorização remota em tempo real.
    Eu não sei como funcionam as torres mas parece que é preciso deslocar uma equipa para fazer alterações.

    • moonlightz says:

      E além disso, a covid não é razão para a paragem de trabalhos. É possível fazer qualquer trabalho estando protegido.
      Estes atrasos irão implicar outros atrasos como a implementação do 5G.

      Li rádio nos comentários… não vejo necessidade de haver rádio… a não ser que… de alguma se transforme a emissão de rádio num canal onde apareçam informações no ecrã tipo notícias escritas à semelhança do que acontece no teletexto mas como se tratasse de uma página dinâmica e ir mudando as cores para não cansar.

    • danny says:

      O problema da TDT não é ser coisa do passado, afinal de contas a tecnologia funciona muito bem, assim como a TV por satélite (algo que se diz do passado). Se falas de fibra, deves ver tv via streaming e ai sim tens uma “tecnologia do passado” composta por paragens na imagem ou som e mesmo atrasos nos mesmos. Também acontece ficar sem o serviço e ai sim é mais grave. Ao menos por TDT ou satélite dificilmente vai falhar.

      Mas os problemas da TDT são essencialmente a continuidade da frequência utilizada, uma vez que as alterações tem sido algo “constantes”, fruto de outras tecnologias que se quer implementar, como o 5G. Depois o sinal TDT não alcança a todos, mas isso acontece exactamente com o streaming e a fibra e dai vem a alternativa satélite. Mas quando vem por satélite, ficamos limitados a um receptor que apenas recebe os canais nacionais. Porque nao receber os restantes gratuitos e desbloquear os nacionais?

      Quanto a radio, até nem seria má ideia uma vez que se a tv por cabo e satelite transmitem o radio, porque nao a TDT?

      • moonlight says:

        Eu de facto nunca vi a TDT falhar. Quando a tv ainda era analógica, eu tinha algo partido na antena normal de aluminio e os 4 canais estavam afectados. Depois da antena arranjada, os 4 canais estavam a ser recepcionados muito bem. Uma tv comprada em 2009 já tinha acesso ao TDT muito antes do desligamento. Depois veio o desligamento do analógico e teve de se usar um descodificador numa tv que não suportava descodificação. Quando a antena foi arranjada, ela tambem foi redireccionada para o emissor mais próximo (penso eu) ou para o lado que deu mais sinal visto que a tv comprada em 2009 podia medir o nivel de força de sinal mais a qualidade.
        Depois contractei tv por satelite e eu ainda usei a TDT ao mesmo tempo que pagava caro tv(satelite)+net 2/4mbps+voz à meo. Julgo 50/60/70 euros e é o que ainda hoje pago pela fibra gigabit.
        A tv por satelite tem o inconviniente de teres normalmente só no máximo 2 cabos ligados à parabólica e por cada cabo … 1 aparelho+tv com hdmi ou scart.
        Na passagem para a fibra, claro que agora posso ligar as boxes de gravação que me apetecer e ter no coaxial…. tv digital com imensos canais em 4k ou full hd ou hd e radio e tv analogica com canais em cada canal vhf ou uhf sem necessidade de aparelho TDT.
        Se bem me lembro, a TDT tinha 7 canais sd 576p e havia tem tivesse a imagem com barras pretas numa tv normal e parte da imagem cortada dos lados.

        • danny says:

          Mas lá está! quanto mais boxes ligadas, menor será a tua velocidade de internet. E na tv por satelite podes ter mais aparelhos pois desses 2 cabos, estes podem dividir-se para 4 aparelhos, portanto aqui haja é dinheiro. LOL. Se bem que os aparelhos até são baratos e ha até tvs (LG) que nem precisam de receptor e ambos apanham canais em full hd ou 4k a serio. por streaming se pensas que apanhas com essa qualidade toda, é que ainda nao viste os canais a transmitir via satelite. Eu ja vi e a diferença é brutal.
          Onde vivo não tem TDT e a alternativa passa por pagar canais ou tv via satelite. e mesmo a pagar canais, via streaming, a situação não é assim tão deslumbrante. Há dias falhou o serviço de internet e com ele todo o resto. nem um único canal para recebermos as informações, mesmo básicas .

          • Nunoavic says:

            Óbvio que falha, se for CATV(vulgo:cabo coaxial) tanto tem dados como sinal de TV no mesmo cabo e obviamente não podes ter um sem o outro. Em relação à TDT, a mudança foi motivada pela fraca qualidade de serviço do analógico que tem a desvantagem de nunca teres um sinal a “100%. Enquanto que no digital (TDT) desde que tenhas um mínimo de qualidade de sinal a tua velocidade de Internet e qualidade de imagem vão ser as mesmas do que alguém que tenha o sinal no máximo.

  4. ahramis says:

    E, afinal, qual o calendário???

  5. NATALIA PINTO says:

    A TDT não pertence ao passado, a televisão analógica é do passado. Mas em ver televisão impera mais os pacotes das operadoras com fibra que também tem os seus problemas técnicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.