PplWare Mobile

Taxa de carbono aumenta em Portugal! Preço dos combustíveis vai aumentar


Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

  1. MarioM says:

    E pronto como os Combustíveis baixaram logo aumentam outro imposto.
    E Depois os políticos neste País admiram-se de a gente lhes chamar que são um bando de ladrões , e dos povos estarem fartos dos esquemas e mentiras deles.

  2. Zed Mendes says:

    é a tal da chico-espertice, mas aposto que ainda virão pessoas comentar que acham isto muito bem porque é feito em nome da “defesa do ambiente”. Fosse invertido o número de carros eléctricos com os movidos a combustíveis fósseis inventavam logo um imposto sobre os eléctricos. A bem da verdade, se forem ponderados os impactos ambientais da construção de um veículo eléctrico, principalmente o das suas baterias, bem como os meios de produção dessa mesma energia, que em Portugal ainda é fortemente dependente da energia fóssil, chegaríamos à conclusão que o carro eléctrico é muito mais poluente do que os carros a diesel a gasolina e gpl da actualidade.

  3. Armindoalves says:

    Istoeumaveronha

  4. Ricardo Silva says:

    Isto realmente até mete nojo.
    Que cartelização.

  5. Marco says:

    “Esta medida promove a transição tendencial para uma economia de baixo carbono, objetivo que tem assumido grande relevância no plano nacional, em linha com o contexto internacional.”

    Esta medida só promove a cobrança excessiva de impostos ao povo, objetivo da classe política desde…sempre!

    Andavam por aí a dizer que sem impostos o combustível custa cerca de 0,65€, ainda é preciso mais aumentos?

  6. David Guerreiro says:

    Isto é devido ao acordo de Paris, o mesmo ia acontecer em França, só que lá partiram a loiça toda. O acordo de Paris vai-nos sair bem caro, e não fazer nada pelo aquecimento global.

  7. Jorge says:

    Num pais onde enche mais uma cidade quando um clube de futebol é campeao nacional do que numa manifestação por uma vida melhor está tudo dito.

  8. rgj says:

    São as “fintas” do chamado CR7 das finanças! Fazer aos políticos o que se fazem aos frangos era pouco…

  9. JonyK says:

    Típica filha putice, do modo de ser e vida levada por um político, que alimenta uma corja de inúmeros funcionáros públicos sempre de mãos estendidas.

    • MarioM says:

      mas olha que a maior parte do FP ganham mal o problema esta que esta lá muita gente que devia levar um pontapé e depois os outros levam por tabela.

    • Pedro says:

      O imposto chama-se “Taxa de carbono sobre os combustíveis” GPL é combustão na mesma penso que será também afetado, mas não tenho a certeza. Terás que ver se este imposto é aplicado em GPL que acredito que sim

  10. alex says:

    por isso vou a espanha…

  11. Paulo Morgado says:

    Muita revolta mas acções zero! Fosse isto em França ou Espanha é eles já não faziam isto, mas o povo fala fala..e nada

  12. Zed Mendes says:

    isto é apenas mais um imposto, e nem sequer é com este dinheiro que vão tapar buracos no ozono. Mais, a maioria das pessoas usa a sua viatura pessoal (seja carro ou moto) porque tem necessidade de o fazer, não por simples capricho, ou seja, isto terá um impacto muito diminuto no tráfego, apenas servirá para sacar mais umas coroas, sendo que o sector automóvel já contribui com cerca de 1/4 da receita fiscal total. É um abuso. Querem diminuir o uso do transporte pessoal melhorem o transporte público ao ponto de o seu uso ser mais vantajoso a nível de tempo de deslocação e custo. Mais, aqui em Lisboa (e provavelmente não só) ainda tem um factor adicional: a câmara acha que vai reduzir o tráfego e a entrada de carros na cidade por decreto, então tem andado a suprimir faixas de rodagem, suprimir um dos sentidos ou até mesmo eliminar a circulação de viaturas em algumas zonas. Resultado? Não entram menos carros, temos sim mais congestionamento e por consequência, imagine-se, mais poluição.

    • Sujeito says:

      O Ozono não tem nada a ver com isto e já nem é considerado um problema.
      Tanto não é que o que não falta são medidas para voltar a rebentar com o ozono.

    • Marco says:

      Mas parece que “viver” em Portugal é um capricho, no entanto só algumas classes escolhidas da sociedade têm direito a quantias avultadas de dinheiro.

  13. Alberto says:

    É pura vergonha é só roubar o se povinho

  14. hsff says:

    A fraude continua, tudo são pretextos para aumentar os impostos e diminuir a mobilidade. Os portugueses papam tudo e se nada fizerem vão continuar a ser papados.

  15. Pedro Ramos says:

    Ainda dizem que a austeridade acabou. Se fosse no tempo do Coelho os comunas e os bloquistas ladravam. Como apoiam o Costa fingem que não aconteceu nada.

  16. Eu says:

    Bando de gatunos “políticos”.

  17. jaugusto says:

    ah ah depois de uma semana de propaganda nos “orgãos oficiais” i.e. meios comunicação* (*alguns) a dizer que iamos poupar quase 300 euros em 2019 com os combustiveis!!! tomá lá uma taxinha carbonária…
    já agora falta tb falar naquilo das centrais solares que o anterior secretário de estado da energia disse que não iam ter subsidios o gajo foi demitido veio o galamba – sim o galamga agora é secretário da energia!!!- e pimba toma lá subsidios outra vez e garantidos por 15 aninhos olarilas vai buscar eh esta hein?!!!
    logo aumenta o défice tarifario. logo a divida para pagar-mos e claro contrapartida em ano de eleições para baixar um café no preço da luz a edp paga a taxinha da troika que o meu pai reformado já pagou á anos …

  18. TiagoC says:

    O governo dá com uma mão e tira com a outra.

  19. Tiago Castilho says:

    É bem feita para a Malta que votou no Costa e nesse bando de esquerdalhos

  20. Mario Machado says:

    Isso bem típico em governo de esquerda, dá com uma mão e toma com as duas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.