Quantcast
PplWare Mobile

Samsung prevê quebra de 30% nos lucros

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Pinto


  1. Full says:

    fundo nao falha.

  2. PSL says:

    Já não é tão mau como estava a ser…

    O S6 é claramente o produto que faltava no mercado Android, e demarca um novo início para a marca.

    Voltou o jogo do gato e do rato, e ainda bem para nós, consumidores 🙂

    • João Reis says:

      O que traz de novo o S6?

      Desconheço porque ainda não vi nada que o tornasse competitivo, para além do design que está muito bonito e muito parecido com o iPhone 6.
      Felizmente em beleza melhoraram mas nem isso foi inovação convenhamos.

      Impressão digital foram adaptar para ter o mesmo efeito que o TouchID mas duvido que tenha a mesma simplicidade.

      Samsung é boa marca, gostava que apostassem mais em R&D para lançarem coisas novas, inovarem mesmo aí sim concordava contigo.
      O jogo é o rato andar constantemnte atras do mesmo gato.

      • Ed says:

        E o que o iphone 6 traz de novo? Ao menos o edge é algo de novo

        • Nónio says:

          Uma inovação inútil. Quando a Apple inova, normalmente tem impacto. Depois de ter TouchID, só por si, esta feature que é 0 invasiva, já não trocava o iPhone.

      • MobileFan says:

        Pois, acho que tens razão… o rato Apple anda constantemente atras do mesmo gato Samsung
        A Apple finge que inova mas está sempre a copiar as inovações dos Androids… Com 3 anos de atraso, passou a fazer telemóveis de 6″…. daqui a outros 3 anos deve sair o iPhone Edge…

        • PSL says:

          Fazer telemóveis com 6″ é inovação?

          AHAHAH!

          Fazer um ecrã maior? Deixa-me rir…

          Introduzir processadores de 64 bit, flashes de dois tons, leitores de impressões digitais por toque, etc…

          Isso sim, é inovação!

  3. mário says:

    acredito que vão sofrer um pouco ate voltarem a ter bons lucros, aquilo que os distinguia nos tlms era equipamentos bons com preços um pouco altos mas com algumas caracteristicas chave, bateria substituivel, entradas para cartao sd, radio com rds nos equipamentos, neste momento comprar samsung de topo S6 ou comprar iphone, será apenas uma questão de gosto e na duvida pode sempre existir a tentação de comprar iphone, ja que agora tudo caminha para o mesmo, sem baterias substituiveis, nem entradas para cartões ou radio, assim sendo a tentação vai aumentar e muito. E para a mesma gama de preços sempre se tem a “garantia” d ter actualizações por quantro anos que e o que tem acontecido nos iphones, ao contrario da samsung.
    Tenho 1 S2 que só teve uma grande actualização de fundo, um Note 3 que passou a android 4.4 quando ja se fala em 5.0.2, enfim estão mais preocupados em mandar ca para fora novos tlms do que actualizar os que ja venderem, em vez de pensarem que um cliente satisfeito e um cliente para a vida, pensam que um cliente bom e aquele que passa a vida a trocar de equipamentos a toda a hora.

  4. B@rão Vermelho says:

    +1
    Acho que neste momento não há muito mais por onde evoluir, esteticamente também já há pouca coisa que nos possa surpreender, mas concordo que a Samsung é vitima da sua própria politica, ainda não compreendeu que em primeiro lugar tem de estar as atualizações e só depois novos equipamentos.
    Mas estamos a falar da Samsung Telefones, não Samsung Global certo?

  5. luis rocha says:

    Dentro 3 anos, irá à falência! lol lol

  6. Zed says:

    Não sei se estes dados se referem apenas aos telemóveis ou se tem a ver com a totalidade do negócio, mas para mim samsung é marca riscada, depois de más experiências quer com uma tv quer com uma câmara de vídeo, nunca mais comprei nada da marca e mesmo os smartphones que já tive, embora todos android, foram sempre de outras marcas (htc, sony).

    • Nunes says:

      Samsung Electronics, que engloba todos os aparelhos de electrónica, electrodomésticos e produção de componentes!

    • Observador says:

      Más experiências podem acontecer com todas as marcas…
      A Samsung já teve problemas com Wifi, a Apple necessitou de fazer vários updates ao iPhone 8, o HTC One teve alguns bugs que tiveram de ser corrigidos, e mesmo a Sony teve problemas com Wifi. Não existem marcas perfeitas e esta rivalidade entre Fanboys da Apple e Fanboys dos Androids continuará a existir com cada um a tentar convencer os outros que a sua escolha é melhor, usando muitos argumentos ridículos que deverão servir para se auto-convencerem. Os Fanboys da Apple e os Fanboys dos Androids escolheriam Mercedes ou BMW? O melhor mesmo é divertirem-se com algo mais interessante, como este Quiz engraçado: http://www.esarcasm.com/11699/apple-android-fanboy-quiz/

  7. Benchmark do iPhone 6 says:

    A quebra da Samsung começou em meados de 2014, depois de sair o Galaxy S5.

    É provável que não se lembrem mas no primeiro trimestre de 2014, tudo o que é blogue e secção “tech” dos meios de comunicação social ainda vivia debaixo da euforia “Samsung 2013”.

    Da noite para o dia os lucros da Samsung Mobile e da Samsung Electronics em que está integrada despencaram. Em 2014, comparando com o ano anterior, os lucros da Samsung Electronics caíram 40%. Caírem 30% comparando os do primeiro trimestre de 2015 com o de 2014 não tem nada de inesperado. Se continuarem a cair nos trimestres seguintes é que o caso fica muito mais bicudo.

  8. Carlos M says:

    A Samsung teve sempre uma postura que lhe deu muitos frutos, postura que não trouxe nada de novo na prática, já que se baseia em teorias muito antigas. A dinamização e suporte de toda a cadeia de valor do seu produto, desde o fabrico até ao vendedor e aqui apostou muito forte nos grandes vendedores. Em Portugal bastava ir a uma loja “grande” para ver telemóveis e vinha logo um colaborador referir o bom telemóvel da Samsung (postura que verifiquei há anos noutra grande cadeia de lojas de tecnologia relativamente à Sony).

    A Samsung esqueceu-se foi que a cadeia de valor não termina no vendedor, mas sim no consumidor e aí os updates aos SO dos tlm da marca seria uma mais valia para todos, e como o preço do dinheiro é mesmo caro, os consumidores nem se importariam de pagar mais para ter o seu telemóvel atualizado.
    Esse esquecimento é grave, embora se compreenda que vai contra o objetivo da empresa que é vender equipamentos e não SO.
    A partir daí entram outros fatores que poderiam ser considerados supérfluos, mas que assume vital importância: a moda, o cansaço da marca, etc…
    E nota-se que a marca está demasiado visível negativamente, o que levou a um cansaço dos consumidores e por isso a fora de moda, perdendo para outras brands da China que não cometem os mesmos erros.

  9. Pedro Nunes says:

    Para mim um dos maiores problemas da Samsung é o péssimo suporte a nível de atualizações do android… Demora sempre imenso tempo a atualizar para a ultima versão do android (sempre mais que um ano) e basta sair o novo galaxy S X e foi-se o anterior.
    Talvez se a Samsung mudasse a sua postura quanto a este aspecto muita coisa seria diferente!

    PS: renovem a app do pplware para iOS! -.-

  10. Manuel says:

    Que confusão vai na cabeça de algumas pessoas!
    Quebras de lucros não é prejuízo, são aliás conceitos bem distintos.

    Comentando a notícia em concreto só tenho a dizer que está quebra acontece porque Samsung adoptou uma estratégia de inundar o mercado com equipamentos e nem todos tem qualidade, diria até que há em dia poucos têm qualidade. O que digo refere-se a tv, telefones, máquinas de lavar etc. A marca Samsung teve uma altura que por si só vendia no entanto a concorrência começou apertar e os consumidores não são parvos!
    Htc, lg, xiaomi perceberam isso e apostaram mais na qualidade do que na quantidade e por isso estão a colher os frutos do trabalho bem feito.
    A Apple ajudou ainda mais à festa com o hype do iPhone 6.
    Gostaria que a Samsung voltasse a ser o que já foi mas acho difícil.
    Continuo a dizer que o melhor trabalho, nomeadamente, nos telefones que a Samsung fez foi o S3. Depois fizeram muito bons equipamentos mas não se nota a mesmo “rigor” na construção e distribuição deses equipamentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.