Quantcast
PplWare Mobile

Portugal: ANACOM dá pontapé de saída para o 5G

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Pinto


  1. privateloader says:

    Tb acho que sim.

  2. N900 says:

    5g?!!!! Quando grande parte do pais nem 3g como deve ser tem? Bela piada

  3. carlos p says:

    5G para quê? gastar mais bateria?

  4. Jorge says:

    Parece interessante
    A cena é o custo…
    Muitas pessoas preferem usar 3g devido à diferença no custo geral(eu por exemplo)
    Velocidade entre 3g e 4g é minima e custo quase o dobro
    Acho bem que lancem 5g mas deviam ver primeiro as redes anteriores.
    Porque neste momento 3g continua a ser a rede mais utilizada

  5. Pedro says:

    Agora vai dar para gastar os 30Gb de tráfego em 12 segundos.

  6. Balearic Soul says:

    lá vão as baterias passar a durar 2x menos…

  7. bom senso says:

    fantástico, 5G venha ela…

  8. M. says:

    Esta malta adora vir despejar aqui “informação” sem sequer ler o meio artigo…

    > carlos p
    > Balearic Soul

    A implementação do 5G multiplicará também por até 100 a velocidade de download e incrementará em até 10 a vida da bateria.

    “e incrementará em até 10 a vida da bateria”

  9. Marco says:

    Se souberem onde posso encontrar a documentação técnica do protocolo de gestão de trafego em 5g agradecia. quero ver como fazem atribuição da largura de banda se ainda tem em conta distancia, a carga da célula e a se o terminal está em movimento.

  10. João Fonseca says:

    5G? Vai ser de pouca duração e adopção quando houver uma rede de satélites mundial concorrente a fornecer internet a todos.

  11. dajosova says:

    Finalmente… há praí quase 12-13 anos que ouço falar que começaram com testes do 5G no Japão!

  12. Jony says:

    E que volume de tráfego vão dar aos clientes. Os famosos 15 GB. Podiam dar no mínimo ilimitado já que não vai ser barato certamente

  13. Aj says:

    E os pacotes com 200 MB continuaram

  14. sakura2 says:

    “”ANACOM pretende conhecer o interesse para a atribuição de espectro nas faixas dos 450 MHz””
    450 MHz?????
    se não sabem essa frq. é usada pelos nossos vizinhos. se há pessoas BURRAS e INCOMPETENTES são esses da anacom…. ou também tem passes vip para ir ver o benfica.

  15. CMatomic says:

    Alguém preocupado com o futuro da televisão em sinal aberto ?

    • Vitor says:

      Preocupados com “isso” para quê?? O pessoal quer é 5G,6G,7G,etc…para gastarem o dinheiro mais depressa sem saberem a REAL vantagem e COMO USUFRUIR desses avanços tecnológicos! Ainda hei-de ver aqui alguém a reclamar que não tem 5G num Nokia 3310…

    • Natália Pinto says:

      Com a evolução das redes móveis vai ficando para trás o futuro da Televisão em sinal aberto, ou seja Televisão Digital Terrestre prejudicando uma parte da população do país em sítios onde o sinal das redes móveis são deficientes ou inexistentes seja 3g 4g ou 5g.
      Se a Televisão Digital Terrestre encontrando-se a funcionar na actual frequência é necessário andar com a antena para se colocar no melhor sitio para funcionar bem sem falhas, mudando as frequências ou arranjas uma antena de ganho maior ou tens de aderir a um pacote da Meo, Nòs, Vodafone . Quem tem a ganhar são as operadoras.

  16. Dum Dum says:

    Atribuição da faixa de frequência dos 700Mhz…. Vai dar barracada na TDT quando a migrarem, mais uma oportunidade para as operadoras abusarem das pessoas, demorou muito tempo a ficar mais ou menos (para menos) estabilizada… Haviam era de se preocupar em primeiro em ampliar a rede actual LTE e depois davam outro passo, mas não, as empresas portuguesas dão o passo maior que a perna e o cliente é que lixa, que compra um smartphone LTE e paga no serviço e continua no 2G/3G. Lamento informar e sem ofender ninguém mas somos muito atrasados numas coisas e muito avançados noutras, pelos EUA este mês atingiram em 4G LTE cobertura em 96% do país e estou a falar de um país que em viagens de carro temos LTE no deserto e não vemos vilas, cidades, nada e em comparação Fibra nas cidades nem vê-la, agora no nosso jardim á beira mar plantado mesmo pequeno somos fracos nas redes móveis e fortes na fibra, enfim podemos comparar as nossas redes móveis ao siresp XD é o que temos

  17. Mr.T says:

    “O desenvolvimento do 5G permitirá ampliar a largura de banda, baixar os preços e libertar espetro.” Em Portugal? Pois está bem, acredito mesmo que os preços baixam e a qualidade aumenta…! :/

  18. Hugo Gonçalves says:

    Alguém devia dar era um pontapé na ANACOM.

  19. lady says:

    Ninguem preocupado viver no futuro *dentro de um micro ondas*? Porque ninguem fala das preocupaçoes dos medicos? Mais vale ser conectado,sempre e mais rapido possivel!

  20. Luis Carlos says:

    Mais um monte de radiaçoes electromagnéticas… 26 e 28ghz!

  21. Mestre Gonçalves says:

    os telemóveis ou smartphones não precisaram mais de bateria visto que a voltagem por m2 pode chegar as 3 volts e a uma tecnologia com a frequência que por chegar a 100ghz vai ser muito bom para a saúde de todos, o que importa é a agenda que tem de ser cumprida dizem mitos que a população poderá vir reduzir drasticamente nos próximos anos… façam os vossos julgamentos não foi falta de aviso da minha parte já que muitos licenciados e mestres andam a pastar pelas universidades e politécnicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.