Quantcast
PplWare Mobile

Pirataria: Endereços IP podem ser bloqueados em Portugal

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. M.Manuelito says:

    “proposta do PS, que propõe o bloqueio de endereços IP”, é bom que seja o ip privado do meu computador, assim sempre o posso trocar 🙂

  2. scp says:

    Existe pirataria online/visualização ilegal para conteúdo Português? E se existe em que escala, que tipo de conteúdo?

    A única coisa que me lembro é para os canais de desporto.

    • Manuel da Costa says:

      A pior é da música. Existem milhentos sites que partilham os discos, apesar de a maioria dos jovens não sabe usar esse tipo de sites, pagando pela utilização através de apps ou subscrições.

      • Jnmartins says:

        Já fui assim, utilizava alguns desses milhentos sites. Um dia experimentei spotify premium, e esqueci-me que esses sites existem… Uma vez que ouço imensa musica, sinto-me satisfeito em apoiar os artistas que gosto. 7€ é uma ida ao café…

        • Soccer Mom says:

          Exactamente.

        • Samuel MG says:

          €7 é uma ida ao café? Nem €4 euros eu gasto no café (bolos incluídos) para 2 pessoas!!

          • JL says:

            Acho que o que o Jnmartins quis dizer é que as mensalidades são bastante acessíveis e os conteúdos são bons. Concordo mas só tenho a acrescentar que 7€ no Spotify, mais 14€ no Netflix, mais uns euros noutros serviços que gostamos e a conta no final do mês é grande.

  3. XneloX says:

    Se criassem mas é medidas para combater os políticos piratas é que era trabalho

  4. cK says:

    Ui ui ui… este post vai dar que falar…

  5. andre matos says:

    bem-vindos à china great firewall

  6. Paulo says:

    Os xuxas e comunas contra a pirataria, mas contra a corrupção nada, está certo.

  7. Filipe says:

    Essa proposta de bloqueio de endereços IP pode dar problemas em quem tem os seus serviços alojados em servidores que partilham os endereços IP para várias páginas web, por causa de uns que partilham a pirataria, outros ficam com os serviços indisponíveis. E ainda, poderá ser um caso muito grave, que essa situação de bloqueio de endereços IP pode muito bem servir como desculpa para controlo de informação da internet, pode-se muito bem bloquear páginas que não agrade ao governo, a uma empresa, ou mesmo ao ISP.
    Parece-me inconstitucional pela liberdade de expressão e de informação.

    • scp says:

      Vais ver a procura por VPN a aumentar. Quem realmente quiser usufruir de conteúdo vai arranjar maneira, e fica muito mais barato que aderir aos serviços todos.

      • ficolixado says:

        A questão é que depois são os provedores de VPN’s que vão sair prejudicados.
        á se vão também os IP’s deles…

        • rjSampaio says:

          é so veres como funciona na Alemanha.

          Sacas torrents? recebes uma cartinha em casa com exatamente o fime ou serie e episodio que sacaste e quanto tens a pagar.

          Descobrem que usas uma vpn para iludir este controlo? ainda pior.

          • Need an Answer Plz says:

            Então qual é a solução para sacar na Alemanha, de meia duzia de coisas?? Download direto será que há problema? É só nos torrents?

          • rjSampaio says:

            Lol, sempre a querer dar a volta o tuga.

            A solução é ou pagas ou arriscaste a multa…

          • Dave says:

            O uso de VPN não é ilegal, e se sacas com download direto pela VPN nao têm maneira de saber o que é. Tive 6 meses na Alemanha e saquei m&%$s a torto e a direito, sempre com VPN, nunca tive problemas. Agora P2P não arrisquei, porque há VPN’s que nao têm essa proteçao.

          • rjSampaio says:

            eu nao disse que o uso de VPN é ilegal ou disse?

            o problema, como referiste, é que as pessoas têm a ideia errada do que é e como funciona uma VPN, e como tal, pode perfeitamente ser apanhados, tu nao foste nao se tivece acontecido, nao eras o primeiro a ser catado com VPN..

          • Gyver says:

            Nao propagues disparates s.f.f. É exactamente a mesma coisa se por algum milagre fosses catado a usar VPN. A empresa de advogados da editora envia-te a conta com os filmes que sacaste.
            Na Alemanha tem de ser downloads diretos, streaming, ixirc ou newsgroups, mygully.

          • Need an Answer Plz says:

            E que VPN usaste Dave?? E já agora a net na Alemanha era má?? Estou a 10m da puta do router e esta merda cai de 5 em 5 minutos (wireless)…é deveras irritante…em PT nunca tive esse problema :S.

    • Manuel da Costa says:

      Ou você não conhece como isto funciona ou não passa de um parvo mentiroso.
      Se você usar um servidor para partilhar 70000gb de filmes, músicas e outras coisas, é natural que acabe bloqueado, depois vai-se queixar do seu servidor ter sido bloqueado, quando até vendia alojamento para as pessoas lá guardarem as fotos ou acessos VPN para quem lhe pagasse?

      • Paulo Martins says:

        Um site de torrents ou de partilha de links facilmente pode ser alojado num servidor web juntamente com centenas de sites uma vez que pouco espaço ocupa, não me lembro de nenhum site que realmente aloje os conteúdos.
        Logo sim, o bloqueio por IP pode levar a bloqueio indevido de vários sites.

  8. Flt says:

    Isto sem contar que, hoje o endereço IP é “meu”, amanhã poderá ser do “José da Esquina”…

  9. Marco Duarte says:

    Conclusão, a net de 200 megas, um giga sempre foi para veres videos do Youtube e andares no facebook a jogar candy crush HAHAHA

    • Manuel da Costa says:

      Mais para você pagar 2400 euros por uma televisão 8k e pagar 80 euros mensais pela subscrição de um serviço que lhe permita ver filmes e séries nessa televisão.

  10. Samuel Costa says:

    NO PORBLEM!!
    VPN e assunto resoltivo 😀

  11. Demo says:

    Qualquer dia só podemos aceder à internet para aceder ao youtube, facebook e pouco mais. Tudo controlado, sob vigia activa e cujo único fim é o intretenimento pago. E bem pago.

  12. Mal-dizente says:

    Onion, Tor, VPN … Se querem “guerra”, vão tê-la.

  13. maroisergio says:

    e que tal propor descida de impostos para que a gente tenha posibilidade de poder pagar e nao piratear? melhor alimentar o parasito do estado não é?

    • Manuel da Costa says:

      O problema não são os impostos… são os intermediários.
      Olhe para o Spotify que teve “só” 83000 milhões de dólares de lucros a pagar 0,0000001 cêntimo por cada música ouvida pelos utilizadores.

  14. Total B.S. says:

    viva o fascismo disfarçado de liberdade!
    Hoje é a desculpa dos direitos de autor, amanhã são as noticias que vão contra os interesses nacionais.

  15. Tiago says:

    Uma questao para os entendidos na area. Se usar a VPN publica da Google, acho eu que se chama assim, aquela que e 8.8.8.8 , posso dar a volta a isto?

    • Aquele gajo bom says:

      Isso não é uma VPN mas sim o Servidor de DNS da Google. Duvido que funcione, porque eles estão a propor bloquear o IP e não o DNS. Mas acredito que isto apenas é possível para conteúdos alojados em servidores em território nacional.

    • jimmypt says:

      Isso é um servidor de DNS,não tem nada a ver com uma VPN.

    • Paulo Dias says:

      Olha que estás a confundir as coisas, isso não é uma VPN, isso é o dns da google que em nada tem a ver com vpns.

    • David Guerreiro says:

      O 8.8.8.8 é DNS, não é VPN. O bloqueio atual é por DNS, mas o que o PS pretende é que seja alterado para bloquear IPs, o que torna o método de usar outro servidor DNS inútil.

  16. XPTO says:

    Este assunto mais parece uma novela mexicana. De tanto em tanto tempo vêm com a mesma conversa.
    O que deveriam verificar era a chulice que as operadoras cobram por um serviço básico e comparar com outros países da Europa, e iam chegar á conclusão quem eram os maiores piratas……

  17. Administra Dor says:

    Eles já nem sabem o que fazem… a proposta do PCP já está em vigor numa forma light, na Lei da Cópia Privada. Pode-se sacar tudo desde que não se disponibilize na net.

    “Não, a cópia ilegal de conteúdos é crime. Entenda-se por cópia ilegal (ou pirataria) toda a cópia que tenha como finalidade a utilização fora da esfera privada. Copiar para vender ou para disponibilizar na internet, por exemplo, continua a ser ilegal.

    São muitas as referências que cruzam os termos “cópia privada” e “pirataria”. Para uns, a intenção é a de confundir a opinião pública. Para outros, serve para enfraquecer as posições dos que defendem a lei. Seja como for, a lei da cópia privada não se destina a “legalizar a pirataria” nem tão pouco a servir de compensação por essa possibilidade.”

    Só é pirataria se tiver como fim a distribuição

    • Jose Lapao says:

      A ver se eu entendi, então eu saco um filme por torrente, vejo esse filme, e eventualmente até o posso apagar do meu disco para preservar espaço isso não é pirataria? É cópia privada? Estou a ficar confundido com o tema cópia privada e pirataria. É que para mim cópia privada é eu tenho o original guardado, e uso uma cópia para nunca perder o original ( ex. Tenho o CD original dos Pink Floyd, faço uma cópia digital seja ela em CD ou outro guardo o CD e pronto, para mim isso é cópia privada. Agora sacar o CD dos Pink Floyd sem ter o original isso para mim é pirataria.

      • Administra Dor says:

        E o pensamento geral é que sacar coisas que não se tem é pirataria, mas aos olhos da lei da cópia privada não. Só a distribuição. Era o loophole usada pelo site de streaming que tinha as inscrições fechadas e então não era distribuição pública, era “um grupo de amigos a ver filmes juntos”.

    • andre says:

      Não se esqueçam que no protocolo torrent, ao sacar, estão automaticamente a partilhar o conteúdo, logo estão a disponibilizar o mesmo e a cometer uma ilegalidade.

  18. José Fonseca Amadeu says:

    Vão oferecer IP fixo ao pessoal?
    Para mim é IPv4 sff.

  19. Android.6.0 says:

    da esquerdalha e esperar de tudo a que nao baixar os bracos e combater essa gangue que tomou conta de portugal e grande parte do mundo

  20. Renato Alberto says:

    Então mas agora não se paga uma taxa para a pirataria quando se compram dispositivos de armazenamento electrónico para suposta pirataria que fazemos, mesmo que não façamos, se pagamos essa taxa, devíamos poder piratear à vontade visto que já estamos a pagar por ela

    • Manuel da Costa says:

      A nova alteração é para adicionar uma utilização do fundo obtido por essa taxa. E não não pode. A própria legislação só diz que “compensa utilização não autorizada”, não diz que lhe permite fazer tudo o que quiser.

  21. Discovery says:

    Acabar com os parasitas chamados políticos e corrupção, bem como responsabilização penal por má políticas…… está quieto.
    Boa sorte! Tbm percebemos da poda, políticos de M****

  22. Manuel da Costa says:

    Mas, o site está cheio de burros estúpidos e mentirosos?
    Estes projectos são para adicionar à lei da cópia privada. O bloqueio de IP é para alterar a versão que está, em que é exigido que 3 entidades validem as queixas, passando a ser só a IGAC a validar e enviar as listagens ás 7 operadoras nacionais, em vez de necessitar de pedir pareceres, nalguns casos que podem demorar 6 meses ou mais, permitindo o bloqueio dos serviços em 48 horas, em vez dos 22 a 30 dias que é o prazo mínimo actual.
    De resto, todas as opções são para adicionar/alterar a lei da cópia privada.
    Só a proposta do PSD, que tem previsto a criação de uma “polícia digital” (não foi apresentada no artigo), para “patrulhar a internet e identificar os sites que estão a incentivar à violação da propriedade intelectual e o impedimento do seu acesso”.
    Pela, quase, totalidade dos comentários feitos, é esta que a maioria dos membros daqui querem ver aprovada… e que afirmam ser a certa.

  23. Elektro says:

    É de rir!! Os ISP compram pools de IP para atribuir aos clientes se por acaso ficar sem internet é só ligar, reclamar que eles dão um novo kkkkk
    Para além disso a criação de um fundo ? Com o meu dinheiro de contribuinte é que não kkkk
    Tratem mas é do Paraíso Fiscal, e da criação de um fundo para o arguido do caso Marquês não sair impune, QUE VERGONHA!

  24. Tecnical says:

    Estou mesmo a ver…
    Bloqueiam um IP partilhado e tiram do ar todos menos o site que pretendem…

  25. Samuel MG says:

    Isto vai dar porcaria e da grossa!! Já começa a parecer a China!! Primeiro como já foi dito a desculpa dos direitos de autor e depois ditadura encapotada!!

  26. jaugusto says:

    Para dizer a verdade eu nem sei quais são os artistas portugueses que valem o trabalho de piratear …

  27. Ben Hur says:

    Se eles querem acabar com a pirataria é simples… Demitam-se! Pois maiores ladrões não existem.

  28. JCR says:

    Cada dia que passa, para mim, é notório que a internet está a morrer lentamente, e os partidos políticos em Portugal, com leis da treta, estão a ajudar nisso!

    Além do vírus da COVID-19, temos estes vírus contra a liberdade, ano de 2021, assim como o de 2020, é outro para esquecer!

    Alguém do PS, deve ser accionista duma empresa VPN, só assim é que se lembraram do bloqueio por IP, que ridículos!

  29. Ben Hur says:

    Esqueci-me da AUDIOGEST e GDA… Ou “passmusica” para os mais leigos.

  30. merchant says:

    Então agora é ilegal fazer uma cópia dos 1’s e 0’s que constituem um artefacto digital? Vão apanhar no cu, pirataria é inevitável, não querem ser pirateados? Estão na indústria errada, tenho uma sugestão: investir na criação de cavalos, esses por exemplo, não são digitalizáveis – assim não correm o risco de alguém fazer uma cópia do vosso cavalo

  31. Algo says:

    Ninguém está a lucrar e as indústrias estão desesperadas. A imprensa a maior delas possivelmente.

    Eu tinha alguém que me mandava as edições de jornais em PDF, lol.

    Eu sinceramente não consigo ter pena porque não me convém pagar mensalmente para ler notícias/categorias específicas.

    Noutro mês queria ler algo sobre o Salazar e queriam me cobrar 3€ por isso. Huh, yah — Não, obrigado.

    Lamento principalmente os alunos que se vêem limitados quando precisam de acessar às páginas para realização de projetos.

    Espero que o governo tome a mesma atitude quanto às leis/propostas anti corrupção mais recentes…

  32. LA says:

    Só gente inteligente no nosso desgoverno. Quero ver quem tiver alojamentos partilhados, como vai ser.

  33. Socrates says:

    Eu proponho internet tipo maximo 10€ mes… assim o tuga tinha dinheiro para uma adesao para netflix, spotiy, etc etc

  34. Socrates says:

    Mas que venha a starlink rapido… pelo que li eles vao rebentar com os isps todos… vamos ver se assim e..

  35. Pintor says:

    Estas medidas servem para a grande maioria, que descobriu sites que lhes permitem ver algo por http ou por uma qualquer aplicação manhosa no kodi.

  36. Cláudio Andrade says:

    está visto que essa gente nao sabe o que é uma VPN lol se não nao diziam essas tretas

  37. Eu é sei says:

    Querem bloquear acessos à pirataria?
    Basta fechar a porta de acesso ao parlamento.
    Feito.

  38. Estefâneo Empregos says:

    Dá a entender que isto é mais um mega projeto de grande investimento nas operadoras de telecomunicações em Portugal.
    A “basuca europeia” trouxe também criatividade

  39. Luiz says:

    Pirataria!! Ah existe mesmo… No entanto acho muito bom poder ouvir rádio e aí tenho a música mais atual além dos podcasts de humor da Rádio comercial. Já no PC LInux instalado e software opensource = pirataria zero.
    Utilizem opensource e sejam felizes, depois é ver as licenças de sistemas operativos e suite da adobe a cair a pique nos preços. Este tipo de software para o utilizador comum serve muito bem.

  40. Renato Gomes says:

    Já ficou alguma coisa acordada?

  41. anon says:

    já existem sites banidos à um quanto tempo, alguns já não estão entre nós 100%, outros estão apenas bloqueados a nível do DNS dos ISPs… basta utilizar um DNS q não seja o do ISP e voltam a dar, não precisa VPN para este tipo de ban. se o ban for mais a fundo que o ban em DNS dos ISPs acho q já isso já involve leis que basicamente estão lá para impedir que um país europeu se torne na china, por ex., e não o podem fazer… penso que passa por aí mas não digo com certezas… que comentem os mais entendidos

  42. Jose Lapao says:

    Não querem pirataria, mas usam preços exorbitantes e depois ainda colocam accesso premium dentro desse accesso pago. Estou me a lembrar do Disney Plus que cobra 8.99€/mês ou 89€/ano pelo serviço e mais 22€ que não sei se é mês ou ano pelo acesso premium que neste momento só tem o filme Raya, é lógico que se poder piratear o filme Raya não vai pagar mais esses 22€, nem esperar os ditos 6 meses para que fique disponível no acesso normal. Ou como os serviços que estão a pensar fazer como o Paramount que tem uma versão mais barata com publicidade e outra mais cara sem publicidade, mas será que alguém vai pagar menos e ter publicidade, se tem publicidade terá de ser gratuito, se é pago não há publicidade, já basta pagar para ver TV e “mamar” com 80% de publicidade

    • José Fonseca Amadeu says:

      Onde é que isso são preços exorbitantes para quem ganha acima 40k ano como qualquer americano empregado?
      Achas que os custos de largura de banda baixam só porque estás num país com salarios inferiores? Tipicamente até aumentam.

      • José says:

        Até pode ter uma certa razão, mas nesse caso acabem com a regionalização, se pago o mesmo que o Americano, devo ter acesso ao mesmo que o americano, e exatamente ao mesmo tempo, agora pagar o mesmo e ter um “catalogo” de longe muito mais pobre isso é que não. A pirataria dos filmes dá-se muito por causa da regionalização, o filme sai nos EUA e só passados meses sai noutros países e há alguns quem nem saem, se saírem em simultâneo em todo o planeta, com preços acessíveis a todos ai a pirataria será residual, nos canais de desporto onde também há muita pirataria, basta baixarem os salários aos jogadores, treinadores, dirigentes, os preços dos bilhetes, e essas merdas que assim há mais gente nos estádios e os jogos já poderão ser transmitidos em sinal aberto, mas eu sei o mundo não é cor de rosa, alias está negro e cheio de espinhos

  43. prirata396555 says:

    já que vão fazer isso (que só funciona nas cabeças de políticos que nada percebem de Internet, já que quem realmente tem proveito disto usa VPNs ou tor, a maioria hoje em dia no que toca a música usa Spotify ou serviços semelhantes) aproveitem para deixar de cobrar o imposto ridículo sobre qualquer tipo de storage onde nunca sequer coloquei uma única música nem legal nem ilegal e num entanto pago uma taxa que nem sequer tem algum impacto nos bolsos dos produtores mas apenas nos dos políticos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.