Quantcast
PplWare Mobile

Os Google Glass estão de volta mas agora com inteligência artificial

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Heldr says:

    Tentar despachar às empresas um produto que ninguém quer.

    Coisa mais inútil, um projecto de vaidade da Google, mas saiu-lhe o tiro pela culatra.

    Podiam usar essa IA para saberem que vai ser outro falhanço.

    • cantor says:

      Uma das tuas piores intervenções aqui, cada vez a mostrasres que não tens nível … por a tua “kirida” não ter , desdenhas , lê lá bem o artigo , reparaste que a palavra inútil não se encaixa ?

      Boas férias e descanso… para os Leitores do PPLWARE claro

    • Moneldr says:

      Bla Bla Bla Whiskas saquetas.
      Isto nas mãos da Apple e da sua capacidade de explorar os produtos era ouro, mas ainda vai ser preciso esperar, que outros gastem tempo e dinheiro para ela depois se aproveitar disso.

    • Cortano says:

      Se soubesses as empresas que usam isto no dia a dia dava-te um ataque.
      O sucesso de um produto nem sempre se limita ao que vês nas prateleiras da loja ou na Apple store.

    • Helder Rocha says:

      Mais um comentário de quem acha que o mundo da tecnologia e da investigação é apenas o universo Apple.
      Não é so a Google que tem este tipo de equipamentos.
      Aqui fica outro exemplo: https://www.vuzix.com/products/m300-smart-glasses
      Ao nível empresarial tem muita aplicabilidade.

  2. Alexandre joao says:

    O fim da formação ou da necessidade de formar os empregados.
    Os oculos monstram como fazer, desta forma pagando cada vez menos e ao mesmo tempo que mostra como fazer vigia o que foi feito.

  3. Moneldr says:

    O potencial para profissionais de diversas áreas é enorme, a Google é que não investe como deve nisso.

  4. Cortano says:

    O Google Glass nunca desapareceu. No mercado empresarial continuou a ser usado e sempre em constante desenvolvimento – este artigo serve para confirmar isso.

    Os Glass são usados em variadíssimas indústrias e em diversas aplicações.

    • Vítor M. says:

      Desapareceu sim do mercado de consumo. Continuou, é verdade, mas dentro de uma esfera onde não tivesse interferência com as questões de privacidade. Uma bolha controlada pela própria Google a pedido, não usava quem queria.

      • Cortano says:

        Eu só estou a referir-me ao mercado profissional de onde nunca desapareceu – e até fora da tal bolha que referes da Google 😉
        Há muitos “segredos” no mundo empresarial/industrial.

        • Vítor M. says:

          Sim, no mercado industrial, não tanto ao nível empresarial mas industrial, este equipamento continuou a ser aplicado e, como diz no artigo, está hoje mais inteligente, mas, como referi, sempre com a supervisão da Google e dentro de uma bolha muito bem controlada.

          Não há dúvida que é um dos gadgets mais fantásticos que apareceu na ultima década, mas apareceu muito à frente do seu tempo e penso que o mundo não estava preparado para ele. Mas ele vai voltar, apenas noutros moldes.

  5. d4rkw3b says:

    Só vim ler os comentários do Heldr para me rir… É ele o o ex presidente daquele clube do lumiar, ambos deliram e acreditam no que dizem

  6. Danny says:

    Esse era o o óculos que te deixava vesgo? Que delicia

  7. Eu says:

    Eu acho que na indústria dos filmes porno também são uma mais valia. Dão toda uma nova perspectiva da acção, que outros equipamentos não conseguem 😀

  8. António Fialho Batista says:

    onde posso comprar uns bucólicos igual ao dele também quero ficar cego ou fingir que não vejo. rssssss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.