Quantcast
PplWare Mobile

Notícias pagas online? Portugueses não aderem muito…

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. SPr says:

    Normal, eu não pago em sites que usem Nónio. É que para alem de pagar ainda tenho que usar Nónio. Fazem muito bem.

    Mas alguém aqui que me venha justificar se acham certo uma pessoa pagar uma assinatura num jornal online (em PDF) formato digital e ter de levar com o Nónio? É por isso que muita gente não adere.

    Isso é gozar com a cara dos leitores. Usem a extensão anti nónio..

    https://nonio.pt/ (pesquisem delete nónio)

    É um favor útil que fazem. Nao percebo como os jornais se podem queixar de algo que implementam e que só afasta os utilizadores e leitores.

    Nónio é um cancro no jornalismo nunca na vida iria por isso no meu Jornal (se tivesse)

  2. SHUTDOWN says:

    Quem é que paga para ver notícias hoje em dia, o único website de notícias que eu frequento é o da pplware, só porque o site é clean e os anúncios são bem colocados, e é por isso que eu deixo o adblock desligado neste site!

  3. zcxzxc says:

    Muitas das noticias são recicladas de outros sites. Facilmente se consegue alternativa grátis onde venha a informação que queremos ler.

  4. Carlos Fernandes says:

    Pagar noticia? Nunca. Reportagens? Sim, já paguei (por motivos escolares). Ps: tenho acesso a site telegramn com várias revistas e jornais, só serve para ver as capas. Depois vem dizer que perdem dinheiro com a pirataria, façam, mas é reportagem de assuntos interessantes. PS2: big brothers, casamento do nem seiquemfoi …..é tudo lixo.

  5. Someone says:

    Acho que o maior problema é os sites de notícias não darem a opção para pagar por ler uma notícia. Normalmente só tem planos de subscrição mensal/anual. Preferia muito mais pagar 0.50€ para ler uma notícia que me interessa do que pagar 10€ por um mês.

    • André R. says:

      No quiosque pagarias 1€ pelas notícias todas em papel ( não sei se será um preço real), no entanto em formato digital, poderias pagar 0,50€, mas só compravas sempre que te apetecesse, não tinhas de pagar mensalmente para ler meia dúzia de notícias por mês.
      Os jornais querem ganhar muito por um pdf… possivelmente teriam mais clientes com preços mais baixos… mas isto sou eu a imaginar o mundo perfeito

  6. Urtencio says:

    Nem guita para a gota tenho quanto mais para comprar noticias online!!

  7. Rui Pedro says:

    Pagar pela ler notícias já pagas por quem as manda escrever e ainda ter que levar com publicidade a torto e a direito? E para ajudar à festa, levar com o nónio que partilha os meus dados com todos os sites a que está associado e que os vende da maneira que quiser a outras entidades que ninguém sabe quem são.
    Depois acham estranho receberem chamadas e e-mails de empresas a impingir serviços e a já saberem parte dos seus dados.

  8. Joao says:

    O pessoal só paga para jolas e caracóis

  9. David says:

    Porque não é preciso, basta desativar o JavaScript.

  10. Joao Ptt says:

    Deveria existir um sistema de pagamento integrado no browser (através de extensão) para pagar um determinado montante, tipo 0,05 euros ou mais (à escolha do visitante) após ler a mesma.

    Tinha de ser um sistema à prova de burlas (só funcionar para sites de notícias), e tipo pré-pagamento que mesmo que algum programa maligno furte os dados, não conseguisse levar mais que aquele montante, e algo que não necessitasse de indicar qualquer dado pessoal incluindo mas não limitado: a telefone, e-mail, idade, nome, morada, localidade, país, números de identificação, etc.

    Já dei por mim a pensar que não me importava de ter dado 5 ou 10 cêntimos por uma notícia que li e achei bem apresentada/ formulada… mas não há nada universal que permita fazê-lo de forma simples, sem registos com dados pessoais/ que ligam a uma identidade. Sei lá, comprava um vale nas lojas, payshop, via carregamento por referência multibanco, etc. e depois associava a uma conta cuja única coisa que tinha era por exemplo um código tipo: 90912-10911-87884-21118-34332-98909-00902 gerado automaticamente e uma palavra-passe definida pelo utilizador para confirmar as transacções, e adicionava-se os códigos de pagamento aí, e no caso dos pagamentos por referências multibanco, e cartões de crédito era adicionados directamente na conta.

  11. PorcoDoPunjab says:

    Pagar para ler uma imprensa e TV completamente vendidos? HiHiHi…
    Comunicação Social ( ista ), não muito obrigado.
    Impinjam isso aos muito burros porque já nem os burros caiem nessa.
    Se querem que eu leia essas porcarias têm que me pagar e bem, porque eu não sou barato…

    Atenciosamente, PorcoDoPunjab

    Já acabaram os 15 milhões, foi?
    Calma, já devem estar outros tantos na forja…

  12. DFS says:

    Concordo que seria uma boa opção poder pagar por uma notícia, acho que aumentaria as vendas. O problema é que se quizer ver vários jornais tenho de pagar por todos o que é muito para o tempo que tenho, assim opto por pagar apenas por 1, tirando partido de campanhas promocionais. Não sei como está o apple news nos EUA, mas a ideia de pagar um valor e ter acesso a um leque de jornais e revistas parece-me uma boa ideia, desde que o preço seja razoável e o leque de jornais também. Não se em POrtugal teria sucesso.

  13. Antônio Mendes says:

    Odeio o Nonio. Essa m***a, dá-me vômitos!

  14. compro essa também says:

    Com as rendas e o custo de vida no geral onde se encontra, dá quase vontade de os mandar a baixo de braga, seja o digital ( papa dados , offshore ) como ao estudo … compro sim, mas em suporte físico.

  15. John Doe says:

    Imaginem pagar para consumir propaganda. AHAHAHAH
    Peçam mais 15 milhões de biscas ao indiano se estiverem a passar fome.

  16. B@rão Vermelho says:

    O problema do tuga é que é alérgico a pagar, quando se fala em pagar parece o diabo a fugir da cruz.
    O tuga quer Netflix, mas de borla, quer HBO de borla, quer Prime de borla Spotify mas de borla, parto do principio que também trabalha de borla, numa coisa têm rasão pagamos para ter os jornais/revistas e estamos constantemente a levar com publicidade, agora até na Vodafone e na Nos quando queremos ver um programa gravado temos de levar com 60 segundos de publicidade, outra coisa é quando estou no estrangeiro e tento consultar uma página dos ditos órgãos de comunicação as páginas estão sempre a fazer atualizações constantes o que torna quase impossível consultar o que quer que seja, nem sempre a internet dos hotéis é rápida

    • SPr says:

      Realmente é fixe pagar o correio da manha fazer a subscrição mensal ou anual, criar uma conta e ter de criar outra conta para poder ler as noticias por causa do Nónio (um serviço ridiculo e anedotal existente em Portugal)

      Queres mesmo que pague por um jornal digital onde me obrigam a ter uma conta no nónio para ter se aceder ao site ou continuar a ler-lo?

      Hahah…

  17. secalharya says:

    PAGAR para aceder a notícias?

    O pessoal já é bombardeado com notícias todos os dias. Mais vale juntos os trocos e gastar em algo agradável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.