Quantcast
PplWare Mobile

Já conhece a nova sede do Facebook? É fantástica!

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Marisa Pinto


  1. JJ says:

    Estas empresas tem fascínio por bolinhas dentro de salas…

    Mas o facto de o telhado ser todo ajardinado é muito bom, porque acaba por reduzir o seu impacto ambiental e torna o espaço bastante verde.

    Parabéns ao arquitecto.

  2. senhor joaquim says:

    arquitectos….

    quando as raízes e a humidade começarem a entrar pelas salas dentro, quero-me rir…

    arvores no telhado é a maior idiotice que existe

    • Nunes says:

      é uma preocupação razoável mas não é difícil de pensar em métodos para que isso não se torne um problema durante décadas, mesmo que torne a construção mais cara. O problema é se houver defeitos na construção… torna-se mais complicado fazer as reparações

      • JJ says:

        Alem disso os produtos hoje são muito melhores do que a uns 10/15 anos atrás. Este tipo de construção não é nova e é cada vez mais usada.

        • Nunes says:

          O uso de árvores desta forma parece ser relativamente novo… Na minha opinião nem será tanto uma questão de haver melhores materiais mas de conhecimento sobre drenagem nestas condições e como proteger das raízes

    • zizi says:

      Estas obras não são como as obras públicas em Portugal, que com telhados inclinados passado um ano os edifícios já têm infiltrações e/ou outros problemas.

    • Carlos says:

      Se for mal feito.

  3. Full says:

    So isto? ^^
    Ate a associação cultural e recreativa de ribeiro do Tejo é maior kkk

  4. Fábio Costa says:

    Esse jardim no telhado é brutal!

  5. Cocó says:

    Mais uma excentricidade das empresas de IT.

    Não nego o lado apelativo do jardim no telhado apesar dos problemas óbvios que dai advêm, mas 1 edifício que é um open space de 9 hectares, só para encaixar uma narrativa de marketing absurda, deve ser dos piores locais de trabalho possíveis.

    E já cá faltava a piscina de de bolas… Quem é que quer fazer reuniões com decisões de mil milhões de dólares num parque infantil?

    • Marisa Pinto says:

      Há uma coisa que se chama criatividade e nem todos conseguem compreendê-la 🙂

    • Gustavo Marques says:

      “E já cá faltava a piscina de de bolas… Quem é que quer fazer reuniões com decisões de mil milhões de dólares num parque infantil?”

      Pelos vistos o Mark Zuckerberg, o gajo que conseguiu criar uma empresa de alguns mil milhões de dólares…mas o que é que ele percebe disso né… 🙂

    • Mark says:

      As empresas devem evoluir e investir e muito no ambiente de trabalho e quando mais descontraído melhor.

      As reuniões não é o facto de terem brutos gabinetes que as coisas funcionam melhor, pelo contrario.

      Basta meter um developer ou designer num ambiente descontraído ou num ambiente muito formal e é ver onde se torna mais produtivo e mais á vontade.

  6. Carlos Pinto says:

    “quando as raízes e a humidade começarem a entrar pelas salas dentro, quero-me rir…

    arvores no telhado é a maior idiotice que existe”

    Desde os romanos que se fazem coberturas ajardinadas e hoje há muitas maneiras de tratar o isolamento das lajes de betão. Aliás, um jardim em cima duma laje bem impermeabilizada protege-a melhor que os isolamentos tradicionais em telas feitas à base de crude que se evapora com o tempo.
    Há coberturas ajardinadas em todo o mundo civilizado.

    • Woot! says:

      Conheço uma casa de 1960 (55 anos) que tem um quintal bastante grande com árvores da mesma idade e em baixo desse quintal ficam as garagens, até hoje nunca houve problemas de infiltrações. Ou seja, já há bastante tempo que existem este tipo de construções sem existirem problemas de raízes a infiltrarem-se pelos telhados.

  7. zéi says:

    Bolas prá piscina !

  8. Rui Dias says:

    E o #EdificioPRIMAVERA, em Braga?
    http://headquarters.primaverabss.com/pt

    O novo edifício situa-se no espaço envolvente ao El Corte Inglès e foi distinguido com o prémio World Architecture Festival, em 2011, em Barcelona, na categoria de Projetos de Edifícios de Serviços.

    Inaugurado pelo Primeiro Ministro esta semana, já merecia um destaque semelhante neste blog… pela importância que a tecnológica de Braga tem no panorama nacional.

  9. André Castro says:

    Tudo muito bonito….. Lembram-se das empresas no inicio do ano 2000 as chamadas dot-com? que subvalorizavam 2000%? pois é uma grande bolha que rebemtou e foi tudo á falência. O facebook é valorizado por expeculação e não pelo valor real da empresa depois acontece o estouro do sistema financeiro da empresa. Mais fundações para ajudar a lavar dolares e tal dá para construir isso.

  10. Renato Martins says:

    Se todos os locais de trabalho fossem assim aposto que nunca haveria preguiça de manhã!

  11. SILVA says:

    Eu espero que alguém faça uma lei, obrigando todo edífio a ter 50% da cobertura com área verde, faz uma impermeabilização e coloca grama. Resolveria boa parte dos problemas das grandes cidades.

  12. Manuel Duarte says:

    Quando decidi, criar uma conta no facebook, fi-lo de livre vontade, utilizando um endereço de e-mail no qual tinha como endereço (manel.lobo.1964@sapo.pt)
    Passado algum tempo verifiquei, que alguém tinha se apoderado, da conta em questão resolvi então criar outar conta com o seguinte endereço (mjd.64.com@gmail.com)
    Como tenho formação em informática após algum tempo consegui recuperar a primeira conta, ficando a sim, com as duas contas ativas, ou recebia pedidos, ou mesmo os enviava, sendo aceite ou não independente da pessoa quer ou não aceitar
    Verifico que independente da conta, e não sabendo os motivos, no qual era aleio, por vezes, os amigos não eram os mesmos em quantidade, claro, quando alguém decide bloquear é um direito que lhe só a ele assiste, e tem que ser respeitado, mas muitas das vezes, acontecia que muita vezes aceitava o mesmo pedido mais que uma vez, ou mesmo ter que fazer o mesmo pedido a própria pessoa, quando já o tinha feito, onde esta o tinha aceite, e mesmo quando no chat escrevia “ Boa tarde, muito obrigado por me ter aceite” independente, do fosso horário, ou simplesmente agradecia verificava que já o tinha feito, ou então quando alguém no chat me perguntaria se eu tinha a ou bloqueado/a onde era perentório que não
    Sei muito bem quando uma pessoa me bloqueia ou não, independente do tipo de proposta que já tive e vi muito, bem quando não satisfazia aos interesses de certas pessoas, não estou no facebook, nem para sexo, nem outaras coisas como já foi abordado vi que muita gente a dizer vou bloquear boa tarde “ quando diziam amostra o pau ou outro tipo de linguagem menos impropria, sem muito bem, quando tentava responder a pessoa em causa o facebook, informava agora não podes responder a essa pessoa
    Mas tudo bem uma coisa é alguém me bloquear outra, é ser bloqueado pelo facebook, onde não há respeito pela dignidade do ser humano, onde eu chamo isto abuso
    Normalmente na conta mjd.64.com@gmail.com
    Recebia muitas vezes no chat como “sabes o que estão a falar de ti, ignorei sempre e por minha culpa não o devia ter feito um dia abri um link, e perdi a conta, sendo eu responsável, pois para os conhecimentos que tenho não o deveria ter feito, pois isso são wacres um vírus e sendo assim essa conta foi rapidamente desativada, apesar dessa mesma conta ter sido desativada recebi mas muito mesmo notificações bastava ir ao meu e-mail e quando abria o e-mail via as notificações, as pessoas que faziam anos entre outras coisas
    Decidi então criar uma conta nova e recuperar alguns amigos, no que tinha, tudo bem
    Posso dizer, que recebia uma média de 16 pedidos por dia, ou mesmo os fazia, no meu curso de assistente familiar no qual realizei em Miranda do Corvo, quase todos os formandos quiseram ser meus amigos/as de livre espontânea vontade como também os fiz a algumas pessoas onde me aceitaram de livre vontade, penso eu, não apontei nenhuma arma a ninguém posso lhe dizer, que em quase duas messes recebia uma média de trinta o trinta e cinco pedidos por dia coisa menos coisa uns dias mais outros menos, onde rapidamente cheguei no dia 05/04/2017 aos 4990
    Reparei que apesar disso após ter esse número, que quando vi um pedido ou mais, e quando reparava que quando era avisado, que tinha que confirmar ou eliminar, no caso confirmava sempre independente da pessoa ter foto ou não, é uma opção minha
    Independente disso vinha que o mesmo número se mantinha se recebo um pedido de alguém e se tenho 5 devo passar para 6 independente do número em que se tenha
    Comecei a verificar que de momento, de 4990, passou 4989 4987, tendo agora ate ao momento 4986
    Para mim isso e como tal apesar de estar reformado por invalidez, tenho o direito a minha privacidade, onde pelo e-mail que enviei ao tribunal Europeu, onde me responderam e aconselharam-me presentar uma queixa na esquadra mais próxima de residência e como isto não para independente, ter avisado o facebook, onde pedem muita desculpa ou por erros técnicos isto vai parar, pois não sirvo nem para descarregar votos e num estado de direito, o facebook, muita gente utiliza o mesmo para trabalhos independente que a pessoa faça
    Quero aviar que como cidadão, não tenho dinheiro, para os tribunais, mas mesmo a sim deve ser explícito ter direito como cidadão, o que na lei diz só consagrado um cidadão que os direitos fundamentais, não possam ser postos em causa
    E eu estou farto disto e a quem de direto deve ter que avisar, o facebook, que esta consagrada na lei, os direitos das pessoas no qual o facebook, não tem o direito, de os fazer, como ele quer fazer, passando por cima de quem quer que seja
    Para mim acabou a partir que a conta (mjloboduarte@gmail.com)
    Chegou no dia 07/04/2017 aos cinco mil amigos e no dia 08/04/2017, tinha 4988, e no momento vai em 4997, vai para os tribunais, por abuso, não sirvo para descarregar votos, eu estou farto desta merda

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.