PplWare Mobile

IVA 0% em 46 alimentos a partir de hoje! Lista final…

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Gabriel says:

    Dúvida: é só a manteiga ou também é a margarina?

  2. Kush says:

    Não se irá notar nada, mas daqui a 6 meses quando irão repor o IVA vamos sentir.

  3. Carlos says:

    46 alimentos não, 46 categorias

  4. Áquila Freitas says:

    Parabéns, felizmente uma medida que realmente beneficia o povo.

  5. nobody says:

    Entra em vigor hoje mas irá se refletindo durante os próximos 15 dias

  6. Grunho says:

    Quando há procura para o preço X, é X que o capitalista cobra. E se o IVA for reduzido e suprimido, o capitalista vai fazê-lo acrescer à margem dele. A estas horas já estão a rir-se às gargalhadas daqueles que estão à espera de que o IVA zero chegue aos bolsos dos consumidores.

    • Hugo says:

      É tentar comprar diretamente aos produtores. Eles ganham mais e tu poupas mais. Win win. Sei que não é fácil mas pelo menos os produtos de maior consumo justifica sondar um pouco.

  7. Gomas says:

    E o alcohol, o sushi continuam caros. As pessoas ja nem se divertir podem, tem de pagar o triplo e não e com salarios miseraveis de 2600 euros que vao melhorar a qualidade de vida em Portugal

  8. Ricardo Marques says:

    Se deixassem o IVA quietinho, pegassem na receita dos 6% e redistrbuissem só por quem mais precisa, diria que era mais fácil e justo. Mas este (des) governo gosta de complicação e ama propaganda.

    • RPG says:

      Seria bem jogado, mas não redistribuir apenas por quem mais precisa, que praticar políticas comunistas o resultado não tem sido o melhor ao longo da história. Quem consome mais, contribui mais nesses 6%, e tem tanto direito como os outros em que esse montante seja usado em algo que também o beneficie.

      • Zé Fonseca A. says:

        será que tem?
        exemplo, hoje fui ao talho, vou a um dos melhores talhos de lisboa e compro apenas carnes nobres de produtores sustentáveis e até algumas maturadas, gastei acima de 200€ e paguei 0% de IVA em tudo o que comprei, teria sido igual ao litro que me tivessem cobrado esses 6% pois não me faz a minima diferença no meu orçamento familiar, e isto reflecte-se em dezenas de outro produtos, exemplo ovos, só compro ovos bio de galinhas criadas ao ar livre com o devido certificado são 3 vezes mais caros que ovos de marca branca e na mesma não pago 6% que é bem superior aos 6% do pessoal que compra produtos de marcas brancas e não biologicos, ou seja vou ter um beneficio muito maior que a maioria das familias e nem sequer me faz diferença esse beneficio no fim do mês.. é isso justo?

    • Fábio Guerreiro says:

      O pior é que o (des) governo já nem tem controlo sobre quem precisa mesmo de apoio, porque quem realmente usufrui dos apoios do estado já o faz por sistema ou premeditado e quem precisa, na verdade, não tem acesso.

    • Realista says:

      O problema da redistribuição é que tens custos com a medida, logo ao redistribuir 6% de um valor, quando deres por ela só estas a distribuir 2 ou 3% do valor inicial…

  9. jaugusto says:

    Pois mas, eu é mais bolos …

  10. jorge says:

    Então e o binho tinto não têm IVA a 0? é um bem essencial eheh.

  11. Ze says:

    Deixo aqui o link para um website onde podem consultar/pesquisar por produtos e ver a evolução do seu preço:

    https://prices-crawler.vercel.app/

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.