Quantcast
PplWare Mobile

iOS 10: Active o “Prima o botão principal para desbloquear”

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Luís says:

    Segundo entendi essa dica diminui a vida útil do botão …tenho lido em alguns fóruns que muitos utilizadores preferem apenas tocar sem ter que pressionar o botão para desbloquear

    • Vítor M. says:

      O botão está preparado para todos os cliques impostos. Antes do Touch ID os botões duravam a vida do iPhone.

      • Pilot Eyes 737 says:

        Não é bem assim. Tenho iPhone 3GS que tem o botão Home danificado. Para poder usar as funções do mesmo tive de ativar uma funcionalidade de acessibilidade para “ter” o botão home no touch screen.

        • Vítor M. says:

          Também tenho, levou uma vida muito activa e está funcional.

          • jonas says:

            lá está o sr vitor a pensar que é o centro do universo….
            o botao home é um dos maiores factores de avarias (é certo que é inferior a 10%) dos iphones, quantos menos partes mecanicas melhores, por isos nao usam cartoes micro e nao tem baterias amoviveis..less is more…so a parolada do costume é que gosta de ter tudo no telemovel depois choram que metade passado 1 ano ja nao funciona ou estragou…dai a evolucao…o meu z10 nao tem nenhum nao sei o que é isso de botoes home avariados..ha o meu nokia n9 tambem nao sabia o que era isso….tenho uma amiga que trabalho no call center da apple que a primeira coisa que fez quando comprou um iphone foi meter um botao home virtual por causa dos problemas que causam…

          • Vítor M. says:

            O meu caro, tenha em atenção que há opiniões diferentes da sua. Não vou inventar só para ser simpático com uma opinião que é diferente da minha, verdade?

            Se houve um iPhone que teve uma vida complicada… esse foi o meu iPhone 3GS, até porque foi o que esteve mais tempo ao serviço (quer do site porque foi o primeiro que tivemos para a equipa testar, quer para uso pessoal) e mesmo depois de eu o largar, ele passou vários anos para a mão de quem lhe deu um uso intensivo. Portanto, sendo o botão home o elemento que mais actividade sofreu… poderia mostrar algum tipo de avaria… mas não 🙂 não lhe posso dizer o contrario. Tem de conhecer para ver que alguns comportamentos simplesmente não fazem sentido.

          • jonas says:

            sr. victor nao falo de casos particulares..falo no seu todo…disseste:
            “O botão está preparado para todos os cliques impostos. Antes do Touch ID os botões duravam a vida do iPhone.” isto nunca foi verdade:

            http://www.imore.com/look-iphone-home-button-and-its-progression-over-time-or-lack-thereof

            continua lá com a tua experiencia singular que eu continuo com a minha de ver a “big picture”.

          • Vítor M. says:

            Nem ler sabes e estávamos a falar deste: For the most part, the iPhone 3G and iPhone 3GS Home button also didn’t have too many issues when it came to Home button. But again, many of the more Home button intensive features hadn’t yet been introduced. 😉

            Mais lê tudo, até porque a baixa percentagem de avarias, só algumas são do Home e mesmo assim, intensificam-se a partir de determinada altura em que a intensidade do seu uso por novas funcionalidades do SO aumentou, estamos a falar a partir do iOS 8… agora faz as contas de quanto poderão padecer.

          • PeterJust says:

            eu aqui também não posso concordar, como é óbvio o botão, como qualquer outro, e sendo uma peça mecânica tem uma durabilidade limitada, 50, 100, 500 mil clicks não interessa, vai falhar um dia, colocar mais stress nunca pode ser boa ideia. Em relação ao novo método de desbloqueio estou totalmente contra, além das razões acima descritas acho muito menos prático que o slide… vou ter de arranjar software para ter o slide to unlock de novo. Ao menos podiam dar a opção de ter o método antigo…

    • Trend says:

      Este é o comportamento desde sempre até agora para quem usa o TouchID de forma normal. É aliás o comportamento que a maioria continuará a praticar mesmo que não siga esta dica, pois para desbloquear de forma rápida com TouchID continuará a ter que pressionar o botão.

    • Joana says:

      Se tens um iPhone 6s ao levantar ele ativa o ecran só por o dedo n botão hoje e já está não é preciso carregar no botão hoje opção levantar o iPhone só 6s plus e 7

  2. Ruben says:

    Excelente dica!!

    Isto para quem tem um iPhone 6 da jeito visto que o mesmo não “acorda” quando o levantamos e nos obrigava a carregar duas vezes no botão home para o desbloquear.

  3. Victor F. says:

    Sinto-me tentado a comprar um iPhone e estou inclinado para o 5S que acham? Será que ainda se arranja?

    • Pilot Eyes 737 says:

      Eu aconselhava mais o SE. O iPhone 5S daqui a pouco passa há história e o SE faz quase tudo o que o 6S – tirando o Force Touch, que 99,99% das pessoas não usam. Tem o mesmo hardware, ainda mais rápido que o próprio 6S, porem mais pequeno e com o excelente design do 5S! Eu estou desejoso por trocar o meu i4S por um e, honestamente, em tempos tive a pensar trocar para um 5S, e agradeço por não o ter feito. Por isso: iPhone SE 64Gb é o melhor que podes comprar.

      • Victor F. says:

        Pois realmente, a única vantagem é a diferença de preços mas vendo bem as coisas acaba por ir dar ao mesmo ao fim de um tempo.
        Será que o de 16GB é muito à justa para futuros updates? É que fotografias passo logo para o PC e músicas uso o MP3.
        E agradeço o esclarecimento!

        • Luis says:

          A diferença são 60€ entre o 16Gb e o 64Gb. Acho que vale bem a pena a diferença de preço.

          Se estiveres a fazer um vídeo a 4K, são quase 400Mb por minuto. Cada foto são cerca de 4Mb. Além de que se intalares algumas apps, um gps por exemplo, consome algum espaço.

          Se não tivesse já um 6S, o 5se seria a minha escolha.

        • PilotEyes737 says:

          É relativamente muito pouco para esse uso. Por isso mesmo eu recomendei a versão de 64Gb. Só de comparação: o meu i4S é de 32Gb e está completamente cheio. O meu iPad Air de 64Gb já só tem um Gb livre. Se fores uma pessoa com muitos álbuns de musicas, que gosta de viajar e ter um telemovel a mão para tirar fotografias, documentos, livros, uns vídeos, um ou dois joguitos, vai encher num instante. Logo, sem dúvida o modelo de 64Gb. Sei que é mais caro, mas futuramente vai compensar pelo que não se vai arrepender e pensar para si próprio “Se eu soubesse… 16Gb não dá mesmo para nada, se eu soubesse comprava o de 64Gb”.

        • drpms says:

          Tenho o 6s de 16GB e acho pouco… Se estiveres constantemente a passar as fotos para o PC e ouves música no MP3 talvez chegue para ti, mas se instalares muitas aplicações rapidamente esgotas os 16GB.

          • Portimão says:

            Exato. Se ele instalar muitas apps é capaz de ser pouco. Há pessoas que têm 4 páginas de apps no iPhone. Eu tenho 2. Sendo que na segunda tenho algumas pastas. Tenho, penso que, 4 jogos, sendo dois deles mais pesados (Asphalt, Pokemon Go, Tomb Rider Celic Run e Flow Free). Tenho as redes sociais do costume (Facebook, Instagram, Twitter, Skype), apps de edição de fotos (VSCOcam, Pixlr Express, Afterlight, photogrid), tenho o OneDrive, o Spotify, Zedge, etc.

        • Portimão says:

          Pensei que vinhas de um 4s, não sei onde li isso, lol, por isso disse que não irias estranhar a mudança de um iOS para um Xiaomi. Desculpa.

          A minha opinião mantem-se.

          Vou só responder à tua questão dos 16GB. Eu uso 16GB e nunca precisei de mais. O meu tarifário dá-me 5GB de internet, não passo sem o OneDrive, coloco lá as minhas fotos organizadas por pastas e automaticamente acedo a elas em todos os meus dispositivos, pois tenho a aplicação do OneDrive em todo o lado. Ou seja, fotos não me ocupam memória.

          Vídeos não os faço, mas se precisar de fazer uma vez ou outra não faço em 4k, porque sinceramente nem tv 4k tenho. E se precisar de filmar um dia, mando-o os vídeos para o OneDrive também.

          Quanto a música, não passo sem o Spotify. ADORO serviços de streaming. Primeiro porque não preciso de andar a procurar músicas na Internet, fazer download, mudar o nome e colocar a capa nelas (sou bastante organizado). Basta pesquisar o nome da música no Spotify e envia-la para a playlist que criei. No caso de álbuns inteiros basta fazer “guardar” e eles ficam na minha lista de álbuns.

          O Spotify é barato, no meu caso é oferecido pela minha operadora (Vodafone).

          A Vodafone oferece-me também o streaming gratuito, ou seja, ao ouvir as músicas não gasto dados. A vantagem do Spotify é também poderes aceder às tuas playlists e álbuns guardados em qualquer dispositivo, basta que tenhas a app instalada. Eu crio uma playlist e automaticamente tenho-a no Mac, no iPod Touch, no iPad, etc. Se tivesse de baixar músicas pelo método convencional teria de as passar para o computador (ou baixar no computador) e depois passar para cada dispositivo, cada vez que baixasse uma música ou um álbum novo.

          Mas falei no Spotify para te dizer que as músicas estão na Cloud, logo não ocupam memória no telemóvel. Só se as precisares de ouvir em sítios onde não tenhas dados nem Wifi é que precisas de as colocar offline e aí ocupam espaço, pois é como se estivessem guardadas no telemóvel. Podes fazer isso quando sais de casa e quando chegas a casa tira-las do offline e ficas de novo com o espaço livre sem perderes as músicas (mas elas ficam dependentes de uma ligação à net).

          Se fores uma pessoa organizada e ponderares usar Spotify e um serviço de Cloud para as tuas fotos e vídeos, 16GB servem-te perfeitamente.

          Eu não uso esses serviços por ter 16GB. Tenho 16GB porque uso esses serviços.
          Mesmo que o meu iPhone tivesse 32GB ou 64GB o uso iria ser igual e a memória que eu iria usar também.

    • Luis says:

      Sim, ainda se arranja o 5S. Não te metas no SE porque o custo adicional não compensa. Pelo custo esticavas-te mais um bocado e compravas um 6 que é melhor.

  4. Ricardo says:

    Lg v20 anunciado hoje.

  5. Luís Pereira says:

    Mais uma inovação importada da comunidade jailbreak, mais concretamente do tweak virtualhome. Só falta importarem o activator e o jailbreak para a ficar comprometido na sua utilidade. Mas sinto falta alguns tweaks, tinha um que ligava o bluetooth quando abria uma app é o desligava quando a fechava, essa operação tira-me anos de vida…. Assim como configurar o bloqueio ecrã para não activar em determinada app… Coisas simples

  6. Nuno Campos says:

    Boas.. e já agora.. será que estando a “jogar” algo ou a editar… quando se recebe uma chamada fica em segundo plano ? ( no Note 4 por exemplo ao receber uma chamada e estado a usar o telefone em jogo por exemplo fica um quadrado a avisar da chamada com opção atender ou rejeitar ).. o IOS10 já vem com essa função ? Obrigado

  7. João says:

    No caso do iPhone 6 prefiro que aquilo desbloqueie assim que identifica a impressão digital. Nem sempre é fiável e um gajo tem de estar atento até a impressão ser identificada e só aí clicar.

    No caso do 6S acredito que seja mais cómodo porque a leitura é melhor e quase imediata mas no iPhone 6 prefiro não ter de clicar no home.

  8. Nelson Rebelo says:

    Boas, essa opção da para activar mas não funciona no 5s com a ultima actualização Golden Master.
    Alguém conseguiu testar?
    Obrigado

  9. RF says:

    UUUUh Inovação!!!

  10. Carlos says:

    Portanto, a Apple muda a forma como o desbloqueio usando o TouchID funciona e esconde a forma de voltar a pôr as coisas mais ou menos como estavam no fundo das definições, num sítio que o próprio autor admite que muita gente não faz ideia que existe, para que o iDevice se adeque melhor ao utilizador…

    Melhor em que sentido?

    Um bocadinho mais de espírito crítico não fazia mal nenhum e faz-me um bocado confusão não só a passividade com que pessoas que pagam um dinheirão por um telemóvel aceitam as alteração que a Apple lhes força mesmo quando as acham irritantes ou frustrantes (como aliás o artigo admite também que podem ser) como até agradecem serem sujeitos a irritação e frustração.

    É estranho…

    • winetree says:

      As coisas não voltam a estar como estavam, mudou de vez. A razão tem a ver que quando fazes swipe com o écran bloqueado agora faz outras coisas.
      Para ficar como antes é necessário não fazer upgrade para o iOs 10 ou fazer jailbreak.

      • Trend says:

        Tendo em conta que a maioria dos aparelhos em uso têm TouchID para a maioria das pessoas funcionará basicamente da mesma forma como antes para desbloquear (usar o TouchID e não fazer swipe), apenas muda a interacção no Lockscreen

  11. L_730 says:

    Who cafés!!!!

  12. jmso says:

    https://www.youtube.com/watch?time_continue=9&v=HxXbrnJ6l4A

    Aqui está um bom exemplo do que são a grande maioria dos utilizadores de iPhone.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.