PplWare Mobile

Investigador revela avião MH370 descoberto no Google Earth


Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.
Artigo escrito por Ana Sofia Neto para o Pplware

Destaques PPLWARE

  1. Pedro F. says:

    Saber de certeza que alguém sabe. E garantidamente que um dia destes a verdade vem à tona.

    Agora, será que as imagens de satélite destes todos que são citados não viram nada?

    Duvido.

  2. Mariana says:

    As autoridades podem não querer divulgar mas acredito k essas pessoas estão vivas mas em cativeiro .possivelmente tinham grandes engenheiros . A família de alguns tem os convites k receberam para participar num congresso .

  3. Mario Jorge says:

    acredito que a historia esteja mal contada.
    Mas o avião despenhou-se em àguas rasas? para ser possivel vê-lo por satelite?

    • João says:

      E ficou inteirinho…

      • André R. says:

        Sabes que os pilotos são treinados para amarar e em caso de impacto os motores “partem-se/soltam-se” para o avião poder flutuar… Vê o filme “Milagre no Rio Hudson”. claro que depois tudo depende do angulo de amaragem…

        • lmx says:

          isso depende,
          Porque em Portugal , há Pilotos assassinos que Aterram na praia para não molhar os pezinhos e limpam uma data de gente… isto em Pleno Verão!

          Pois é, ha Pilotos e Pilotos.

      • Antonio Salaraz says:

        Talvez ler por completo e não só o titulo.
        ” e esclarece que “em nenhum momento a ATSB aponta para a falta do MH370” e que as imagens enviadas pelo investigador datam o dia 6 de novembro de 2009, quatro anos antes do desaparecimento do avião em questão.”

  4. falcaobranco says:

    Essas imagens apareceram dias depois do acidente ter ocorrido e foram logo desmentidas por varias entidades…

  5. Jack says:

    A sério que viu um avião,que vinha de Singapura, que caiu ao largo de Madagascar, cravejado de balas, caiu inteiro e vê-se por satelite?Eh pá!!! Isto está estranho!!! Eu vi a minha sogra na rua no google maps, mas ver um avião no fundo do mar onde nunca ninguém tenha reparado….Bem eu não vejo avião nenhum…Vejo ondas que , na disposição que aparecem, parecem fazer aparecer a forma de um avião.Mais nada!!!

  6. Jorge Rodrigues says:

    Um desastre que tem muito de “mal contado” de todos os intervenientes.

  7. Luis says:

    Parece-me duas baleias….

  8. Me and me says:

    A verdade é que uma das máquinas mais sofisticadas que o homem faz, com vários sistemas redundantes de segurança, localização e comunicação, evaporou-se por completo.

    Acho que esse avião nunca mais vai ser visto enquanto alguém assim o quiser….

  9. Luis Miguel Barreiras says:

    O certo é que o que se ve na imagem seja um aviao ou nao deveria ser analizado para vias das duvidas . Mas que seja um aviao nao sera de certo o mesmo que proucuram . Esse esta bem guardado ou ja desmantelado

  10. Eu says:

    Há cada tipo inteligente!
    Então, este “investigador” acha que o Google Earth tem imagens em tempo real ou quê?
    E que por acaso houvesse imagens da data do ocorrido, seria possível ter uma imagem clara numa zona sobre o oceano!
    Esquece-se, porventura que as imagens no Earth e Street View têm várias sobreposições que provocam imagens estranhas e irreais.
    Esta imagem até pode ser de um avião em pleno voo que foi fundida com a imagem do oceano abaixo dele e ficou com o aspecto de estar afundado na água!

    • Nois says:

      O google earth tem uma opção para voltar para certas datas d quando a foto foi batida de certa area. Pq de tempos em tempos eh fotografado certas areas novamente. Agora uma coisa eh certa ; se o aviao caiu no mar ele nao ia ficar boiando. Acredito q soh alguns detritos como o do voo da Airfrance q caiu no atlantico e foi descoberto apenas dois anos depois

  11. Dulce says:

    Politica.corrupçao interesses mentira diz tudo e o que somos infelizmente

  12. Ze das Couves says:

    Opah o pior que se pode dar as pessoas que perderam os seus ente-queridos é falsa esperança, e é o que esta noticia dá, repugna-me profundamente.

  13. JM says:

    O k todos sabemos e infelizmente os lobis políticos e outros mais, quando lhes interessa fazem o k lhes apetece e sobra – lhes tempo.

  14. Hefesto,o Grande says:

    Acho que nunca na vida saberemos a real causa do desaparecimento deste avião que ficou conhecido como o maior desaparecimento de uma aeronave na história da aviação moderna. É incrível !!

  15. fabio santos says:

    SATÉLITES NÃO EXISTEM,TUDO É FEITO POR TRIANGULAÇÃO DE TORRES NA TERRA,TODAS FOTOS SÃO TIRADAS POR AVIÕES DO GOOGLE,SE EXISTISSE SATÉLITES DARIA PARA ASSISTIR TELEVISÃO AO VIVO E FAZER LIGAÇÕES VIA CELULAR,SAIAM DA MATRIX!!!pronto falei!!!!!!!!!!!!

    • Jack says:

      Onde vives? No século passado? Tudo isso da para fazer!!! Os satélites existem… Ainda a semana passada na minha empresa estivemos a preparar componentes para satélites. Mas pronto…pagam-nos para fazermos coisas que não existem.

  16. Nildo Telles says:

    Estão procurando no lugar errado. Existem quase 20 vulcões e lagos na área.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.