PplWare Mobile

Hoje é o Dia… do Leitor de CDs


Autor: Hugo Cura


  1. André Macedo says:

    Por acaso já não fazia isso desde ontem e digam o que disserem para mim o som é bem melhor do que o reproduzido a partir de um mp3.

  2. censo says:

    Há dois dias que não mexo nos cds.

  3. maneca says:

    Ainda uso e vou continuar a usar, desencantei neste verão o velhinho Sony, que ainda funciona na perfeição, desde aí tenho lhe dado algum uso para matar saudades nostálgicas!

  4. Bruno says:

    Utilizo Cd´s quase todos os dias, normalmente no carro. Em casa apenas quando tenho tempo para o ritual. E não há nada como ir a uma loja, das poucas que há, e escolher um cd, chegar a casa, ouvir e ir folheando e vendo a caixa e respectivo livro que lá vem dentro.
    Hoje as pessoas levam a vida a correr e usufruem de tudo tipo pastilha elástica, refletindo-se em tudo nas suas vidas, inclusive nas relações humanas.
    A vida é para ser desfrutada e saboreada.

  5. Rui says:

    Eu orgulho-me de comprar CD´s! De artistas estrangeiros compro fora (Amazon por ex.) e nacionais em concertos sempre que os têm à venda (CD autografado é outra coisa)!

    Apesar de apenas os ouvir uma vez ou outra, no dia a dia ouço em formato digital, é bem mais prático.

  6. PAULO SILVA says:

    uso no leitor do carro, mas tenho uma colecao enorme que qq dia vou passar para mp3 @ 192kbs e vou guardar os selos ou as capas dos cd’s assim nao fiz pirataria no meu entender. o mesmo se passa para o vhs/ dvd de video.

  7. says:

    Eu durante os meus anos da universidade fiz downloads de música e muitas cópias de CDs de colegas para uso pessoal, e ouvia-os sem grande atenção.
    Agora o ritmo de vida é outro, pois mal tenho tempo para ouvir música e quando dá mais jeito é no carro ou em casa relaxado no sofá. Agora ouço música no Spotify no trabalho mas prefiro a qualidade de um CD comprado e ouvido em casa.
    O Spotify tem sido uma boa forma de descobrir boa música e agora orgulho-me de comprar um CD de longe a longe e ouvi-lo calmamente e com muita atenção. Acho que os bons artistas de que gostamos mais merecem o nosso contributo.

    Também prefiro música em formato físico (CD) do que em formato digital, tal como prefiro ficar com uma fotografia impressa em papel do que um mero ficheiro JPEG.

  8. joaquim says:

    Em termos de pura qualidade audio, um bom leitor de CD, um bom amplificador e respectivo par de colunas com alguma qualidade, não tem comparação possível com a música que se ouve em MP3 ou em qualquer formato digital compactado.
    Reparem que o MP3 implica uma redução dos dados em 90%, assim apenas um décimo dos dados fica gravado e é isso que nos é dado a ouvir.
    Tem de haver forçosamente perda de qualidade, por isso é que quando ouvimos uma conjunto de HI-FI com alguma qualidade a música soa diferente.

    • rui says:

      tens razao.

      basta ouvir um mp3 num bom equipamento de som, nao esses que se compram nas lojas a 60€, e ouvir um cd nesse mesmo equipamento… ate doi a quantidade de coisas que “desaparecem” no mp3

    • rui says:

      para completar, um mp3 com qualidade e com os mesmos minutos que um cd ocupa 200 ou 300mb.. um cd ocupa entre 600-800mb… da para ter uma ideia…

  9. says:

    Ainda continuo a usar o CD, principalmente no carro, apesar de ter leitor de MP3. A qualidade de som do CD é superior ao do MP3. Também há pouco tempo (cerca de 2 meses) avariou-se o meu leitor de CD’s (NAD)da minha aparelhagem HIFI e não hesitei em mandá-lo reparar! Tenho bastantes CD’s e, de vez em quando, gosto de ir buscar um ou outro para desfrutar e… recordar…

  10. Nuno says:

    Não concordo nada com o artigo…tenho uma colecçao de mais de 1000 cds e a mesma não pára de aumentar. Sou incapaz de trocar o formato fisico pelo digital…primeiro a qualidade nao tem comparaçao e depois nada melhor que poder pegar em algo fisico, poder desfolhar o livro, sentir-lhe o cheiro unico e poder disfrutar da musica e de tudo o resto como se nao houvesse amanha…

  11. antonio costa says:

    CDs e Vinil oiço regularmente, digam o que disserem o som de um vinil é outra coisa.

    • Jose says:

      Ainda tenho a volta de 300 vinis de 33 rpm e 45 rpm . o gira-discos comprei a 45 anos e nestes anos todos o único material que levou foi uma correia para o prato giratório que a mesma já estava muito dilatada . comprei em 2018 e como sou ex-técnico de eletrónica sempre cuidei do mesmo ( pena que os netos riscaram uns poucos mas enfim entre mortos e feridos escapa sempre algum. sobre o som também prefiro ….1º o vinil….2º o cd. tanto em casa como no carro embora para viagens longas utilizo a pen .

  12. MM says:

    Eu até vinil uso!!
    Não sou grande fã de MP3 apesar de usar muito, mas na hora de ouvir música como deve de ser, ligo o Hi-Fi e leitor de CD ou gira-discos.

  13. JJ says:

    Ainda ouço CDs principalmente no carro. Comprar também compro, mas de artistas muito específicos, por acaso portugueses.

    Em relação a qualidade, claro que o CD é melhor do que o MP3, assim como o Disco Vinil é melhor que o CD.

    Mas o MP3 também consegue muito boa qualidade, mas normalmente ninguém guarda/grava o MP3 com a melhor qualidade, pois isso ocuparia muito espaço.

  14. censo says:

    Para alem dos cds que uso regularmente, mp3 só a 320kbps ou então em FLAC.

  15. JES says:

    Bom…CD´s não ouço realmente há muito tempo, o que continuo
    a ouvir quase todos os dias são os mais old fashioned LP´s…
    É um regalo ouvi-los e ver as magnificas capas…

  16. Xico says:

    Eu compro em media 3/4 CDs de musica por mês.. Isto porque ao comprar um CD dou mais valor ao seu conteúdo do que fazer download da internet.. Houve um tempo em que não comprava e notei isso mesmo, então voltei a comprar e estou sempre a ouvir no meu dia-a-dia.. Tenho perto de 300CDs originais maioria Rock/Metal.. \m/

  17. dAdA says:

    Vinil em casa
    Cassete no carro
    Digital Stream quando opero computador
    Cd’s como base de copos

  18. Pedro says:

    Incrível, não tentem massificar opiniões, qual velho CD, gosto de qualidade do CD pois é foleiro tem 30 anos. Acordem para a vida e apurem o vosso ouvido.
    Um CD num bom sistema de som ė um dos prazeres da vida.
    Nem tudo o que é velho é sinónimo de obsoleto, este tipo de comentários raia o banal.

  19. Manuel Campos says:

    Gostei imenso de ver todos os vossos comentários(todos os 24 comentários feitos até agora).Um abraço a todos.Vivam os CD’s!!Não deixem morrer o que foi bom e nos dá tantas saudades!!Já agora,excelente artigo,Hugo Cura. 🙂

  20. Manel says:

    Um cd grava digital como o MP3. Como pode a qualidade de um cd ser melhor? só se ouvirem mp3 com qualidade de 64kbs.

    Faz sentido falar desse qualidade em no tempo dos discos, agora não.

    Eu cá tenho um radio que lê pens e ouço a musica que quero Pod cast etc…

  21. Mouzinho Domingos says:

    Eu ainda uso com frequência o cd e tenho comprado cds para escutar. muito mais quando conheço e vi fisicamente o autor sinto diferente.

  22. Manel says:

    Tecnologia ultrapassada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.