Quantcast
PplWare Mobile

Hackers atacam site da Comunidade Islâmica de Lisboa

PUB

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Marisa Pinto


  1. DEUS says:

    isso é so tretas

    jidasistas portugueses não façam me rir

    • Marisa Pinto says:

      Bem, eu não te queria fazer rir, mas acho que devemos encarar estas acções com alguma cautela até termos certeza do motivo pois infelizmente já temos algumas ligações a esse conceito islâmico…

      • Ou então procuram saber como funciona a comunidade em Portugal e realizam que nada tem a ver com o que vêm na televisão, tal como já referi através do Facebook. Lá por haver extremistas na Irlanda, não quer dizer que todos os Cristãos o sejam.

      • Kako says:

        Marisa Pinto, deixa-me corrigir-te… Talvez a melhor palavra seja “preconceito islâmico” e não “conceito islâmico”

        • Marisa Pinto says:

          Kako, é conceito islâmico. Não podes querer que os outros pensem da forma como tu pensas 🙂

          • Kako says:

            Au contraire. É preconceito islâmico, visto que cercad e 90% das pessoas que comentou este site, não sabe sequer 1% sobre a religião muçulmana, ou sobre a Jihad.

          • Marisa Pinto says:

            Kako, modera a tua atitude ou este será o último comentário que aqui fazes.

            Cumps,

          • Kako says:

            Marisa Pinto…
            1o eu so vim ver o que se passava com o site da comunidade islâmica de lisboa, pois precisava de uma informação relativamente às orações muçulmanas.
            2o não venho a este site a nao ser que tenha algo muitooooooooo importante para mim.
            3o so comento a verdade, e se quiseres ficar informada, ouve as palavras de muçulmanos nao-extremistas, lê o Corão, ou outros livros islâmicos.
            4o Na peace… Queres banir-me do site? Faz-me feliz entao :D… Sei que as verdades custam, principalmente quando são contra aquilo em que se pensa… Já dei a minha opinião, aliás, já passei a verdade. My job is done 😀 Khudafiz! 😀

          • Marisa Pinto says:

            Verdade para ti, mais uma vez, não a podes incutir nos outros.

            Cumps,

          • Kako says:

            Peço desculpa mas vou ter de te corrigir de novo… Não existe “verdade para mim” ou “verdade para ti”, só existe a verdade e a mentira. Eu disse a verdade. Não me interessa se acreditam em mim, o meu objectivo era apenas fazer-vos pensar. Agora deixa-me perguntar, quem achas que provocou estes “assassinatos” do movimento islâmico? E quem comandou o 9/11?

          • Marisa Pinto says:

            Existe verdades diferentes sim, já que és tão culto, vai ler um pouco sobre filosofia…

            Se eu gosto de verde, para mim é verdade que o verde é bonito, se tu não gostas, não é verdade para ti.. posso-te dar exemplos mais básicos ainda se não conseguires alcançar este!

          • Kako says:

            Just so you know… Verdade e opinião são duas coisas diferentes… Dizeres “verde é uma cor” é uma verdade.
            Já dizeres “verde é bonito” é uma opinião.
            eu sei filosofia, mas não preciso dela para refutar a tua opinião 😀

          • Marisa Pinto says:

            Claro que não precisas dela, filosofia requer sabedoria, coisa que te falta.

            Opinião baseia-se na verdade subjectiva para cada um, portanto é disso que estamos aqui a falar. A tua perspectiva sobre o islão baseia-na naquilo que consideras verdade sobre o mesmo. Mas para outras pessoas a verdade pode ser outra e assim baseiam a sua perspectiva.
            Compreendes?

          • Kako says:

            compreendo é que me deste razão… Eu disse a verdade… A verdade que os muçulmanos sabem, a verdade do Livro. Aqui, no site, houve verdades e opinioes… Só existe uma verdade… o resto são opinioes… Se eu disser que, por exemplo “existem insectos” é uma verdade… se alguém disser que nao existem é uma opiniao, neste caso mentira. Ate porqe toda a gente sabe que existem… tal e qual como o que falei em todos os comentarios… Khuda Hafiz 😀

          • Kako says:

            So para o caso de saber Khuda Hafiz não é nenhum oração. É Adeus em Urdu. Essas gracinhas são escusadas. Mas é bom ver que ainda há pessoas assim no mundo. Esse é o verdadeiro motivo do Movimento Islâmico. Certas pessoas não sabem o quão absurdo é criticar pessoas porque sao de uma religiao, crença ou raça diferente.

          • Marisa Pinto says:

            Outras pessoas não sabem que são chatas. 🙂

          • Kako says:

            Ainda bem que sou chato, talvez as pessoas mudem o “preconceito” islâmico 😀 Passa bem

    • DASSE says:

      Pareces o Obama em relação ao ISIS, neste momento estão identificados 4, 3 deles a combater na siria pelo ISIS.

  2. Benchmark do iPhone 6 says:

    أنا لست هنا من أجل لا شيء المبشور.

  3. zp says:

    Acredito plenamente que seja um ataque de um agente provocador, também. Subitamente, já ninguém se importa que nos andem a espiar, não vá o colega do lado ser um fundamentalista…

  4. Gonçalo Damas says:

    Nenhuma religião deve ser rebaixada mas nenhuma deve sobrepor aos direitos humanos (não sei se me entender).

    Basicamente o que quis dizer é que todas as religiões são iguais.

    • Carlos Nascimento says:

      Verdade mas não sei como as Nações Unidas ainda continuam a permitir religiões que não respeitam os direitos humanos incluindo o das mulheres.

      Se fosse um país reles qualquer a matar uns judeus já estava tudo em guerra mas como são as terras dos senhores do petrolio está tudo bem.

      • Rafael says:

        Money talks… 🙁

      • Carlos Nascimento says:

        Só para esclarecer que o post acima não fui eu…
        (vejam lá se corrigem isto)

        Best regards

        Carlos Nascimento, the real one

      • Nuno Vieira says:

        Então acho que deveriam também banir o Cristianismo. Ou será que a maior parte das pessoas já se esqueceu que foi o cristianismo e as suas crenças que nos levaram à segunda guerra mundial?

        • André Santos says:

          Os motivos da 2a guerra mundial sao precisamente os opostos.A guerra nao era sobre religiões mas sim sobre “raças” nomeadamente a ariana defendida pelos nazis.

          • Nuno Vieira says:

            Estou a ver que és um entendido na matéria. Lê os discursos que Hitler fez que o puseram no poder. Vê também os discursos que este fez quando mobilizou o povo alemão para a guerra. O cristianismo estava no cerne do seu discurso. Acho qir alguém tem que deixar de ouvir a propaganda que lhe passam.

      • Kako says:

        Só para te esclarecer, o Extremismo não é uma religião. E até um cristão, judeu ou budista, pode ser extremista.
        E o islamismo não apela à violência. Aliás no post diz, e toda a gente deveria meter isso na cabeça, que jihad não é luta nem violência, mas sim uma guerra de palavras de forma a defender a religião.
        Aconselho-te a leres o livro islâmico antes de fazeres qualquer crítica, estúpida e sem fundamento, sobre uma religião, que pelo que se vê pouco ou nada sabes.
        Só para acabar, este Movimento Islâmico foi criado pela América, que disponibilizou armas para o combate aos muçulmano. Talvez se os americanos não fossem tão “ingénuos” não existisse este Movimento.
        Espero que te tenha esclarecido.

    • Alex says:

      Pelo que vi que aconteceu no século 18, vejo a maior parte das religiões como uma praga. Atrasos de vida.

      É só olhar para os israelitas-palestinianos, que arrebentem todos de uma vez, so continuam a guerra devido as influencias causadas pelos pais e sociedade na religião, e do modo que essa religião vê a outra(s).

      Este moleque tinha razão http://geradormemes.com/media/created/8kcn18.jpg LOL

      • Carlos Nascimento says:

        Pergunta-te lá porque grandes universidades europeias ficam plantadas mesmo ao lado de catedrais, por ex: Sorbone, Salamanca, Bolonha…

        E que dizer de hopitais que ainda funcionam em conventos?

        Um pouco de estudo sério e e alguma pesquisa não fazem mal a ninguém.

      • Nuno Vieira says:

        o conflito entre a Palestina e Israel, apenas tem origem religiosa por parte de Israel (embora o governo americano que acreditemos que a Palestina também tem motivos religiosos). Será que não sabes que Israel foi fundada em território Palestiniano? Ora os Palestinianos viram grande parte da sua pátria desaparecer e como se não bastasse estão a ser alvos de uma limpeza étnica. Ou seja, lutam pela sobrevivência.

      • Kako says:

        Adoro pessoas que não sabem do que falam… Adoro porque até melhora a minha escrita…
        Criticar religiões que não se conhece é tão fácil, não é? Melhor seria leres um pouco sabes?
        E for the record, esse “moleque” como lhe chamas, de certeza que não foi o causador do 9/11… Esse “moleque”, apesar de todos os crimes que cometeu, nesse atentado, foi incriminado. Talvez, estes extremista (apesar de eu ser contra eles) sejam um grande abre-olhos para a América, cujo objectivo é criar uma guerra com os países árabes a qualquer custo…

  5. Jorge Pinho says:

    Nada de novo com essa mensagem.

    É preciso que os muçulmanos de todo o mundo se unam contra o EI, a al-Quaeda, e todos os extremistas que usam a religião deles. Deverão ser o primeiros a pregar que realmente esses grupos não defendem o Islão nem as doutrinas deles, mas sim que teem objectivos bem diferentes: poder e dinheiro, através de trafico de drogas, armas e outros. E só depois devemos exterminar os tipos, cortando-lhes as cabeças, incendiando-os e fazendo deles homens-bomba, mas a rebentar no próprio meio deles, em salas fechadas.

    • Kako says:

      Adorooooo pessoas assim… Sem noção da realidade.
      Apesar de perceber o teu ponto de vista, com essas palavras serás tão extremista como eles.
      Quem merece ser castigado foi quem lhes entregou as armas. E já te perguntaste quem foi? América.
      Mas quem fica com a má fama são os muçulmanos.
      Tens razão, os extremistas deviam ser punidos. Mas não de forma a sermos iguais a eles.
      E o extremismo não irá acabar nunca, muito menos se a América continuar a tentar entrar em guerra com os países árabes.

  6. Jorge Pinho says:

    E nada de criticas iluminadas contra os muculmanos, por muito que eu ache caricato as regras deles, também a minha religião tem muitas contradições que um dia vão mudar, mas com 50-100 anos de atraso. É o caso dos muçulmanos, dos hindus, etc.
    Mas teem uma coisa boa, os muçulmanos, que decerto nunca vamos ter nas nossas religiões, é aquela regra de poder ter varias mulheres em paz e sossego, sem espinhas.
    Abraços a todos os que andam por bem.
    Os jiadistas, simplesmente estão condenados, e por muito que berrem, irão para o inferno, por isso melhor que ardam já cá na terra.

    • Marisa Pinto says:

      ehehe, na minha perspectiva a regra das mulheres, no geral, é um nojo… intragável!

    • Como é óbvio, não pretendo insultar ninguém, mas isto só mostra ignorância, estão a comentar uma coisa que não percebem nem procuram percebe, e, vindo da autora, só mancha a imagem do Pplware. Essa lei só se aplica a mulheres viúvas e foi criada a fim de proteger essas mulheres, num tempo remoto. Cá em Portugal, como é óbvio, não encontrão isso, nem terroristas, alias a comunidade islâmica é muito aberta e incita o respeito pelas demais religiões.

      Mais uma vez peço-vos que procurem conhecer a realidade e adaptar sentido crítico. Aproveito para deixar um video: http://youtu.be/CZP1nAoajh0

    • Carlos Nascimento says:

      Eh Eh… Mania das grandezas essa da poligamia, na minha religião só se pode ter uma mulher, o que acho sensato, é que uma já é o que é… Não sei como os islâmicos se safam.

      • Marisa Pinto says:

        Vale para homens também 😉

      • lo says:

        então mas são as religiões ou o estado que te impõe o número de mulheres/homens com que podes ter uma relação?

        Isso é definido dentro de cada casal, não só porque a minha religião diz que só posso ter uma pessoa, ou porque a minha religião disse que posso ter mais.
        A decisão cabe a cada individuo/casal.

        • Kako says:

          Na religião muçulmana, ou em parte dela, podes ter até 4 ou 7 mulheres… No entanto, a 1a tem que aceitar a 2a e assim sucessivamente… E Tens de conseguir tratá-las igualmente…

          No Corão, nada diz a favor das quatro mulheres. Diz: “Se temes não poder lidar honestamente com raparigas orfãs [filhas], podes casar com mulheres à tua escolha, duas ou três ou quatro; mas se temeres não poderes tratá-las com igual honestidade, então [casa] apenas como uma ou [de entre elas (as mulheres)] com aquela que possuas por direito.” – Sura Al-Baqarah 2, Ayat 3

  7. PatoDonaldim says:

    Eu cá acredito piamente que foi pelo lulz porque eu até sei de onde essa coisa veio.
    O site tinha uma segurança da qualidade da loja dos chineses, não se preocupem com isso.

  8. Pedro says:

    O site é tão vulnerável a SQL Injection que até dá pena.

    Entendo que com a quantidade de texto que têm tenham metido tudo na BD mas podiam proteger-se.

    Mesmo depois de serem atacados os problemas mantêm-se.

  9. Gabriel says:

    Estes portugueses que foram identificados constituem algum perigo, mas haverão outros por identificar que serão mais perigosos ainda. O perigo está na imprevisibilidade deles. Por serem cidadãos europeus podem movimentar-se livremente no espaço europeu de forma totalmente insuspeita e chegar a um local muito movimentado e fazerem-se explodir. Não é por nada que andam a fazer recrutamento na Europa.

    Esta mensagem colocada no site pode ter sido uma brincadeira, mas não impede uma mente distorcida de ver o seu chamamento.

    Quem lê as notícias com alguma regularidade sabe que a descrição feita aos que acabam por matar alguém é sempre tipo: era uma pessoal impecável, sossegado, nada fazia prever, etc..

    Estes são os que me preocupar verdadeiramente. B

  10. El Camarone says:

    Este ataque é uma palhaçada e só vem comprovar que há “hackers” nacionais que disparam em todas as direcções, uma especie de “olha um buraco…”!

    A propagação da jihad e a defesa de um estado islámico é um assunto sério – Srs Hackers (Que nem senhores devem ser) ao menos deixavam uma mensagem de revolta a apelar à paz e não a apelar à guerra!

  11. DASSE says:

    Isto é um caso para ser levado a sério, estamos a falar de um grupo responsavel por mais de 200.000 mortes, torturas, violações, escravidão, infanticidio, etc, etc… Estamos a falar de psicopatas que se tem inflitrados nas comunidades atraves da religião islamica. Dizem que foi hackeado, parece mais que foi um ‘Inside Job’. Em relação aos comentários, tipico de muidos que não sabem quando brincar.

    • Nuno Vieira says:

      Hmm, e as mortes que nós europeus já trouxemos a vários povos? Só no fundo da minha cabeça vêm logo os mais de 15 a 65 milhões de mortos na 1ª guerra mundial e os mais de 40 a 85 milhões de mortos na 2ª guerra mundial. Isto tudo num espaço de 100 anos. Contabiliza também as mortes que os EUA e a Europa causa quando entramos em vários povos para os “democratizar e libertar”.

  12. PatoDonaldim says:

    à primeira não passou, vamos ver se desta passa.

    Não se preocupem com o que foi escrito na página acima descrita, foi feito pelo lulz e para serem falados. Eu vi o desenrolar da situação num site mais ou menos famoso no meio, o msm site onde os scriptkiddies vão aprender a fazer defaces e ddos’s.

    quando eu digo isto não quero descredibilizar a situação mas o pplware dar a entender (e outros sites) que foi um assunto sério quando não foi é estar a criar assunto onde ele não existe.

    tl;dr: foi um teste onde uma pessoa foi avaliada para entrar num dos famosos grupos “hackers” do facebook, aqueles que colocam até lá o que fazem. Não censurem isto, pplware, estão a criar pânico onde não é preciso. Não precisam de o fazer neste caso, só se quiseram desinformar como grande parte dos sites noticiosos.

    • Marisa Pinto says:

      Olá,
      Obrigada pelo teu comenmtário.

      Não concordo, no entanto, que tenhamos criado qualquer pânico, pois até incluímos a possibilidade de brincadeira (sem graça nenhuma).

      Repito que com base no actual panorama deste assunto, em especial no nosso país, devemos manter a cautela pois não estamos a brincar com um conceito ‘pacífico’.

      Há muita coisa para que os ditos ‘hackers’ possam brincar, não concordo que o façam com este género de situações.

  13. honeyx says:

    Quem vai a guerra dá e leva

  14. João Paulo says:

    Tudo o que é extremismo é muito perigoso. Sim temos que levar muito a sério este tipo de afirmações.
    Aquilo que realmente importa, é que nos amemos uns aos outros, coisa que nunca aconteceu, nem vai acontecer.
    São mensagens já com milhares de anos, mas que ficam sempre confinadas a extremismos de vária ordem.
    Todas as religiões têm os seus extremismos, são esses que devem ser combatidos ferozmente.

  15. Lucas says:

    DESPERTEM !!! Quem é o pacóvio que acreditará que o chefe da comunidade islâmica em Lisboa admitisse que houvesse membros da comunidade implicados no desabafar islâmico no seu site quer seja verdade ou mentira? Além disso, o chefe da CIL disse “não conheço” o que admitindo a dúvida. Qualquer pessoa que tenha um site pode colocar lá qualquer texto, imagem ou seja o que for e dizer que foi um assalto ao site. Isso não se pode provar com palavras, mas com verificação do sistema de segurança do site imediatamente após o acontecimento. Como nas notícias que lemos, a PJ não o afirmou, o mais provável é que tenha sido um ou mais de eles próprios quem o escreveu.

  16. Mauro says:

    Não acredito que tenhamos de temer.

    ETA, IRA, Máfia…Todos vem a Portugal “dormir”, porque nós pouco ou nada os perseguimos. É mais que sabido que Portugal nos dias de hoje não toma lados! Por mim podem cá vir dormir a votnade, desde que não façam cá asneira

  17. Raquel says:

    Sou portuguesa meus pais sao de angola i cabo verde i eles dizem ke sao ” catolicos ou cristaos pk assim foram ditos ke eram desde criancas como muita gente ai fora eu nunka acreditei em metade da cristianidade i dessas igreijas novas de muitas ” religioes diferents ” ke no fim tenhem todos abitos diferents i livros diferents historias diferents mas pur fim sao todos cristaos como dizem … Emfim gracas a Deus Allah i muslim brothers and sisters descobri ke nao a outra verdadeira religiao senao o islam i estou muito contente com a minha vida i de acreditar ke ALLAH é u unico Deus i ke nao a mais ninguem pra kem rezar senao ele … Fim do mundo ta ai a xegar i eu fiz a minha escolha no tempo certo muito antes do dia do julgamento … i nunka mais eide mudar os meus beliefs … leia o corã i depois pensa nao julguem sem terem lido antes. Thank you very much portuguese people non islamic folowers . Nunka é tarde pa comparar i descobrir a verdade.!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.