Quantcast
PplWare Mobile

Hacker australiano ataca servidores da Apple e rouba 90GB de dados

                                    
                                

Autor: Eduardo Mota


  1. mik says:

    “A Apple é conhecida como sendo das empresas com produtos e serviços mais seguros do mercado”
    é conhecida? com esta notícia já deixou de ser. ahah

    • joaquim faria says:

      “Não é por morrer uma andorinha que acaba a primavera”. Não estou a dizer que são os mais seguros do mundo e mesmo que o fossem ou sejam estão sujeitos a este tipo de coisas.

      • Não Interessa says:

        “mas sabe-se que o jovem entrou nas redes da empresa por múltiplas ocasiões ao longo de um ano”.

      • Joao Magalhães says:

        Looool, quando é uma vez ainda se entende esse comentário mas já vimos que não é a primeira nem vai ser a ultima, os “cegos” é que continuam a acreditar em milagres.

  2. Beatriz Gosta says:

    vira o disco e toca o mesmo. Ai apple apple…

  3. hommer says:

    shiiiiii a Apple foi alvo de hacking, então a empresa mais segura não é afinal assim tão segura como dá a entender…

    dia negro para a Apple…

  4. bola says:

    É uma “feature” de certeza que ele descobriu uma feature e usou-a apenas 😉

  5. Valter Schulz says:

    Nenhuma empresa é imune a falhas de segurança, mas essa frase “diversas vezes”, é preocupante, quem garante que realmente antes de descobrirem esses ataques se os dados já não estão por aí?.
    O que mais me impressiona nesses ataques é sempre a quantidade de informações que conseguem subtrair, 90GB não é pouca coisa.

  6. CMatomic says:

    Existe diferenças entre roubo e furto .
    Neste caso o jovem furtou dados da dita empresa .

    • Ricardo says:

      ahahahaha

      Exacto. Andam por aí bandos a Assaltar casas. De segunda a sexta roubam vivendas, aos fins de semana, furtam apartamentos.
      Ta certo. Realmente são coisas diferentes.

      https://www.priberam.pt/dlpo/furtar

      • LR says:

        @Ricardo, há diferenças entre furto e roubo, estando as mesmas tipificados no CódigoPenal. Furto é quando subtrais algo a alguém, sem o seu consentimento. Roubo é quando o fazer com recurso a violência. Está bastante claro no Código Penal. Antes de rirmos dos outros, convém pesquisar um pouco, para não fazer figuras menos felizes.

      • LR says:

        Aliás, no link que indicas, a alínea 1 indica-o claramente: “Subtrair fraudulentamente, sem violência”

        • Ricardo says:

          Caro,
          Pela linguistica isto nem é tema pois ambas as palavras sao, e tem o mesmo significado sendo sinonimos.
          O código penal até pode diferenciar mas em termos de linguistica são a mesma coisa.
          https://www.priberam.pt/dlpo/Roubar

          Ponto 3 <-

          • Sujeito says:

            Código Penal >Priberam

          • LR says:

            O comentário do CMatomic está correcto. O que o jovem fez foi furtar os dados, não os roubou, pois não houve violência envolvida.
            Se em termos de linguística se pode considerar que têm o mesmo significado, na prática são coisas diferentes, com significados distintos, à luz dos quais o comentário do CMatomic é totalmente correcto, e o teu reparo ao mesmo totalmente incorrecto.
            Não confundir a estrada da beira com a beira da estrada…

          • Filipe Coelho says:

            Ricardo, para de dizer asneiras. É como dizer que alugar e arrendar é a mesma coisa *facepalm*

  7. Ricardo says:

    Impensável isto acontecer já alguns anos atrás.
    Segurança e privacidade era intocável.

    • Mateus says:

      Mentira. Desde sempre houve insegurança, basta ver o jailbreak no iOS que desde há muitos anos que se consegue fazer. E no desktop também assim como no Linux, mas antes os hackers concentravam-se no Windows e mais tarde no Android. Enquanto isso a Apple aproveitava o comboio e dizia que era a mais segura. Os hackers acordaram para a vida e agora a Apple leva com os problemas também.

  8. Mota says:

    Ainda assim convém alterar senhas não?! E se o gajo copiou estes dados pra outro lado?!

    É isto que não entendo, a Apple em vez de alertar os utilizadores para mudarem as passwords para aí sim aumentar a segurança dos clientes não… Empurra isto para debaixo do tapete e vêm dizer que se preocupam com a segurança dos clientes..

    Palhaçada.

  9. antonio says:

    Deve ser igual ao caso das fotos das celebridades.

    “Foi ataque aos servidores da Apple com software do Brutus”, dizia-se e repetia-se.
    Depois comprovou-se – em tribunal, com condenação dos meliantes, que não houve qualquer ataque aos servidores da Apple e que as credencias das contas foram obtidas através de “phishing”.

    Neste caso as notícias que há são muito vagas, mas não vejo nada que aponte noutro sentido.

    • Sujeito says:

      É esperar para ver. Estou curioso com o desenrolar.

      • antonio says:

        Por certo o Eduardo Mota assim que souber o que aconteceu atualiza o post.

        Para já acha que os servidores da Apple foram hackados. Ou não tivesse o jovem guardado os dados numa pasta denominada “hacky hack hack” \O/

        Bem sei que 50GB de dados impressionam qualquer um, mas uma conta iCloud gratuita são 5GB. Com phishing chega-se lá.

  10. sakura says:

    “Nenhuma empresa é imune a falhas de segurança”
    Certo, mas
    “ao longo de um ano”
    TB está bem as auditorias custam $$$$$$$$ e a apple tem pouco $$.
    Vergonha para a apple.

    • Mateus says:

      Tens que lhes dar um desconto, ao serem tão convencidos que eram os maiores e estavam tão ocupados com a concorrência e em entrar no mercado chinês que nem deram por ela lolol

  11. Hombre says:

    Apple sempre a tentar abafar as calúnias… Sempre a pedir “sigilo” pelas falhas da mesma. Se fosse outra qualquer já vinha tudo de armas apontadas e pedras na mão. Ridículo.

    • antonio says:

      Isso não é bem assim.
      O post diz: “a Apple pediu o máximo sigilo durante o julgamento”.
      Mas o que a fonte disse foi: “O promotor (do Estado no tribunal) também reconheceu que a Apple era “muito sensível em relação à publicidade”. O que é que o promotor quis dizer ao certo só especulando.

      Em todo o caso, tratando-se de um crime, o meliante só pode ser condenado com o crime bem identificado e as circunstâncias em que foi praticado bem descritas. Portanto, se atacou os servidores da Apple ou se obteve as credencias das contas por phishing ou outro processo há-de sempre saber.

  12. Rogerio Sameiro says:

    Mas os servidores que a Apple usa não são da Google?

  13. Renato Nismo says:

    bem feito para quem andava sempre convencido e a comentar que o icloud era a melhor, o futuro, e transferia tudo para lá até os dados mais sensíveis e conteúdos +18.
    com iphones são ricos, depois ter pc ou 1 simples disco externo como backup é que não..

  14. Xiba says:

    Depois ainda falam que usar Cloud é seguro e é o futuro,

    Só pegando gancho na notícia, sei que não tem nada a ver com isso, mas usei como exemplo.

  15. Falcão Azul says:

    “O jovem,proveniente de Melbourne,está a enfrentar um processo judicial depois de ter invadido,por diversas vezes,os servidores da Apple e ter acedido a dados privados da empresa e dos seus utilizadores.” Este tipo se levasse uma vida decente e tivesse juízo na cabeça não andava para aí a fazer este tipo de crimes !! Que lhe lixem bem a vida !! Mas para quê é que este tipo andava a fazer isto ?? Malandro,que agora vai vai ver o que são elas !! Prisão,mais nada !!

    • ervilhoid says:

      Este tipo, a ser provado, vem mostrar que se conseguiu, há algo errado e muita gente o pode fazer…

      A ser provado que não foi phishing, as pessoas a quem foi roubado informação deviam ser indemnizados..

    • Toni da Adega says:

      Normalmente este pessoal vai trabalhar para empresas ou departamentos de segurança informática.

    • antonio says:

      É provável que o meliante não seja condenado a prisão. É menor e está a ser julgado num tribunal de menores.
      São obrigados, corretamente, a especial tolerância. Muitas vezes essa miudagem faz as coisas para para dar nas vistas – no, caso, o jovem ia-se gabar para o WatsApp – sem verdadeiramente prejudicar alguém. Se fosse adulto fiava mais fino.

  16. Daniel says:

    Então hackeou os servidores e só roubou 90GB de dados? Hum, cheira-me phishing

    • Toni da Adega says:

      Segundo a Apple ele entrou na rede interna da empresa e nao no iClould.

      “Apple Inc APPL. O said on Friday no customer data was compromised after Australian media reported a teenager had pleaded guilty to hacking into its main computer network, downloading internal files and accessing customer accounts.”

      • antonio says:

        E o iCloud é rede externa?!
        O que disse foi que os dados dos clientes não foram comprometidos. E não comentou o que foi publicado nos jornais nem de que dados se estava a falar.
        Pormenores só na sentença, em Setembro.

  17. Kabindas says:

    Início do artigo: “A Apple é conhecida como sendo das empresas com produtos e serviços mais seguros do mercado.”
    Resto do artigo: A segurança foi furada repetidas vezes. Completamente em contrasenso!
    Faz lembrar no outro dia uma notícia da SIC em começava por dizer que um cidadão britânico tinha espetado um carro contra as barreiras de segurança do parlamento, só ao fim da reportagem dizem que é um preto do Sudão

  18. Joao Magalhães says:

    Como sempre disse, a segurança vem dos usuários, a google comigo tem 1 email que só uso para estas contas e pouco mais. O meu Facebook tudo falso e por aí fora, felizmente estou mentalizado que não existe nada seguro e não me fio na virgem.

  19. Enfim... says:

    “A Apple já se pronunciou sobre o caso das múltiplas invasões do adolescente (…) que os dados pessoais dos utilizadores não foram comprometidos durante os incidentes.”
    Entao, segundo a Apple, os 90Gb de dados roubados foram fotos de logos da Apple a de musica do iTunes… ja que dados de utilizador nao foram descarregados…
    E engraçado como para eles nunca sabem de nada, nunca e nada roubado e nunca fazem nada..
    Eu se fosse utilizador da Apple ficava assustado tendo em conta que a apple nos últimos tempos tem sido tudo menos uma empresa de confianca… e vir dizer que foram descarregados 90GB de nada…

    • antonio says:

      “Foi o Brutus, foi o Brutus …”
      E depois não foi o Brutus, pá …

      E agora, sem mais estas nem aquelas, um puto que não é Brutus nenhum, conseguiu o que o Brutus não tinha conseguido? 😉
      Aguenta até Setembro para saberes que dados foram roubados e como.

      Agora isto é assim, quer dizer. No post tem um link que diz assim: “aparecem notícias sobre brechas de segurança”. Vai-se ao link e o respetivo post diz: ” é verdade que, para explorar tais falhas, é preciso ter acesso físico à máquina”.

      Como qualquer entendido (não precisa de ser muito) sabe, ter acesso físico é uma coisa, atacar sistemas remotamente é outra, como seria o caso do nosso Brutus II.

      Por isso, aguenta com serenidade. “É o Brutus é o Brutus … Crocodilo eu sou ..” 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.