Quantcast
PplWare Mobile

H2MED: Alemanha junta-se a “corredor de hidrogénio” europeu

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Pablo says:

    https://youtu.be/Zklo4Z1SqkE

    Sumarisa bem o problema do hidrogénio. Mais um buraco em que nos estão a meter.

  2. Yamahia says:

    “3.000 milhões de euros”? isso é pouco.
    3000 milhões foi qt Portugal resolveu enterrar só este ano no sector da eletricidade para evitar a subida dos preços do MWh às empresas.

  3. Darth says:

    Estava eu aqui a pensar “até nesta notícia vai haver génios nos comentários a criticar”. Não desiludiram, cá estão eles

  4. Pilates says:

    Portugal a salvar a europa e a alemanha com hidrogenio! Vai ser o nosso petroleo e catapultar portugal para o nivel de vida da noruega

  5. Grunho says:

    O hidrogénio é fantástico, mas tem um “pequeno” problema: devolve sempre menos de 70% da energia que gastas para o produzir. É como um negócio em que por cada 100 euros que metas já sabes que só vais buscar 70, ou menos. Podes ter lucros com um negócio desses? Podes, se os 100 euros forem dos contribuintes e os 70 ficarem para ti.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.