Google tem sistema de tradução tempo real quase perfeito


Destaques PPLWARE

15 Respostas

  1. SexOnaSal says:

    porreiro pah !

  2. Francisco says:

    Estás a falar no português do Hugo Barra que é o brasileiro claro e não o europeu. De qualquer forma é um começo.

    • Bruno M. says:

      Mas achas mesmo que o PORTUGUÊS (para mim só há um, o resto são variantes. Ex.: PT-BR e afins…)

      Infelizmente o PT original, de PORTUGAL (PorTugal=PT) é desvalorizado.. e em vez de ser este o oficial, é ao contrário!!!

      Estamos entregos à bicharada e a culpa, em grande parte, é dos Governantes que arreiam as calças a tudo e a todos e o zé povinho é cúmplice!! 🙁

      • Hell_Shoot says:

        E achas que o Inglês original não é desvalorizado? O Inglês americanizado é praticamente o único que vez em websites internacionais. Tudo em prol de um dialecto falado por um maior número de pessoas.

  3. megabyte says:

    A noticia fez-me lembrar a série Star Trek e o transcoder. Parece que a ficção é quase sempre uma realidade longínqua.

  4. Tavanez says:

    Eu sinceramente já me chegava que o translator funcionasse em PT e não num ridículo PT-br…

    • Marco Campos says:

      Brasil tem mais de 150 milhões de falantes, enquanto portugal tem 10 milhões, e ainda você diz que pt-br é ridículo?

      É vergonhoso ver vocês pensam e defendem essa porcaria.

      Parece que a google pensa diferente de vocês.

      • João Inácio says:

        Eu fico satisfeito com acesso a ambas as línguas.

      • Bruno M. says:

        É tipo o acordo.. a lingua é nossa mas o brasil é o mais beneficiado.. lindo..

        Haja paciencia!! Além do mais, é a lingua portuguesa que tem muitos falantes e a variante que deveria de ser OFICIAL em TUDO era o PT-ORIGIAL..

        PT-PT pois está claro!!!

        • João Inácio says:

          Também há o inglês da Grã-Bretanha, o Inglês da América e o Inglês da Austrália e não ouço eles a queixarem-se uns dos outros.
          Além disso, depois do PT-BR tar concluido, já fica alguma parte do trabalho feito para o PT-PT.

          • Bruno M. says:

            Eles não se queixam porque pura e simplesmente não tiveram nenhum acordo… O problema é esse, lá, ninguém cedeu a lingua a ninguém, todos aprendem o mesmo, no brasil o portugues aprendido é o deles, não o nosso…

            aí está a grande e maior diferença…

  5. Benchmark do iPhone 5 says:

    Google has revealed plans to turn phones into “universal translators”, allowing owners to speak into a device in one language, while the person they are calling hears it in their mother tongue.

    Está-se a referir a chamadas, telefónicas ou por VOIP, entre pessoas distantes uma da outra.

    A coisa também funciona entre uma pessoa junto da outra, mas falando línguas diferentes. A comunicação dos dados é que tem que seguir o mesmo circuito – a voz do emissor tem que seguir para os servidores centrais onde é feita a tradução e esta reenviada ao receptor (idem para o retorno). Isto já experimentei com o iTranslate em modo AirTranslate, com dois iPhones emparelhados por Bluetooth. Se houver uma boa ligação Wi-Fi para a circulação de dados emissor-servidores-receptor a coisa até funciona, embora não seja fluente (além da voz, aparece o texto correspondente, o que dá para ver se a voz foi bem convertida para texto)

    • João Inácio says:

      Essa ideia preocupa-me um pouco. Quando isso já estiver implementado em todo o lado, vamos deixar de aprender outras línguas? Vamos começar a dobrar tudo, como os espanhóis fazem (incluindo músicas e tudo)? Então e as palavras/expressões que não têm tradução ou cujo sentido se perde na tradução?

  6. paulo g. says:

    Ainda há o projecto de se falar (ditar) para o computador e o computador escreve o que se diz e executa acções baseado neste reconhecimento de voz da Google. Ainda em fase experimental. Pode ver aqui: http://www.youtube.com/watch?v=HfrQrjH3AGw – Ubuntu Voice Recognition

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.