PplWare Mobile

Afinal a Google conseguiu roubar a compra da Fitbit ao Facebook


Fonte: The Information

Apaixonado por tecnologia, encontro no Pplware a forma ideal de mostrar aos outros os meus conhecimentos e de partilhar tudo o que me interessa neste intrincado universo

Destaques PPLWARE

  1. SANDOKAN 1513 says:

    2.1 mil milhões de dólares ?? Por uma companhia que vende o seu produto como um rastreador de monitorização física(de fitness) ?? Mas anda tudo doido ou quê ?? Ó meu amigo,para onde vamos com estas loucuras !! 😐

    • David says:

      Nos dias de hoje, não é o HW que é importante mas toda a informação que nós utilizadores fornecemos… “BigData”
      A nossa informação, ou a informação que a cada dia fornecemos a empresas como a Google Facebook, Apple, MS, etc etc etc tem um valor “incalculável”…
      “Digamos que nem o ouro, nem diamantes ou pedras preciosas, têm assim tanto valor quando a nossa informação!”

    • Miguel says:

      Mesmo assim, até foi barata. O problema da empresa é que não tinha dinheiro para evoluir o hardware e software. A Apple gasta 26300 milhões, anualmente, para estas mesmas coisas. Foi por isso que a empresa estava para venda. O FB não estaria assim tão interessado, pois não tem dinheiro disponível para colocar na investigação e desenvolvimento, para daqui a 2 ou 5 anos… a Google tem. O FB seria mais para avançar com uma nova forma de recolher dados para vender a outras empresas.

      • Diesel says:

        O que a Google tem é o Wear OS, que não está a ir a lado nenhum, apesar do muito dinheiro da Google!
        Isso significa uma de duas coisas, ou o que a Fitbit faz vai ser descartado em pouco tempo, ou o WearOS vai ser abandonado. E convenhamos o hardware da FitBit não tem nenhuma vantagem especial, especialmente para o Wear OS.

  2. Rodrigo says:

    O Facebook e a Google são empresas que desenvolvem software, e mal, e é nisso que se deviam dedicar em vez de perderem tempo em entrar numa área em que não tem qualquer experiência, hardware. Não houve uma única peça de Hardware que lançaram que pelo menos umas destas empresas tenha tido sucesso.

  3. Fixo says:

    Vamos lá resumir.
    O Fitbit não tina um bom SO (em 2016 comprou a Pebble, mas em termos de SO não lhe trouxe nada de jeito).
    A Google lançou o Android Wear e depois o Wear OS – mas não pegou nos fabricantes de de Smartwachs da área Android.
    Por isso a compra da Fitbit pela Google faz mais sentido que pela Facebook.
    Agora, como disse alguém – é o “Casamento entre dois perus à procura do ovo”.
    As aventuras na Google na área do hardware têm sido um desastre, como a compra da Motorola para fabricar smartphones da Google.

    Não deixa de ter graça é a garantia do CEO da Fixbit: “A privacidade dos utilizadores do Fitxbit está garantida, a Google não vai utilizar essa informação para anúncios!”
    O CEO ds Nest (adquirida pela Google em 2014 por 3,2 mil milhões) disse o mesmo – até a Google passar a usar o Google Assistant nos equipamentos Nest.

  4. Pablo says:

    Lavagem de dinheiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.