PplWare Mobile

Google Maps enfrenta um problema severo que cresce a cada dia


Fonte: Google (blog)

Desenvolveu desde cedo o gosto pela escrita e comunicação. Em leis formado, tem como hobbies a aquariofilia e a música. Mas é na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e no Pplware a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.

Destaques PPLWARE

  1. Tim says:

    Eu tenho a solução para isso. Mas não a vou dar de borla.

  2. QuanTex says:

    Comece a pagar-se e a atribuir a receita obtida a instituições de caráter social.

  3. Miguel Sousa says:

    Só mesmo em emergências é que alguém vai procurar ao maps e ver as fotos. Ainda há poucos dias estive em Roma, procurei por um restaurante próximo do hotel, tinha 12 disponíveis. Ao passar na rua, notei de os 2, quase ao lado do hotel, estavam duplicados com nomes diferentes e preços diferentes. Óbvio que consultei a carta de preços antes de entrar num deles.
    A nível de canalizadores, ninguém vai andar de carro a ir à loja… porque 99% dos canalizadores não tem loja. 😀 Tem o contacto telefónico que estará junto a uma loja de algum material de construção ou de sanitários. 😀

    • mavidoor says:

      E mais acrescento aos exemplos citados(infelizes)….se o carro ou a habitual mota se avariar eu tenho os respectivos “medicos” para eles e mais….tenho um telele que me permite fazer uma chamada para a assistencia em viagem…e…mais…ainda esta incluido o transporte gratuito até ao destino.
      Peço desculpa pela apreciação critica mas,….com os exemplos citados….no comments.
      E essa da oficina é anedota porque se o carro esta “meio avariado”permite pedir orçamento no minimo estimativo,se ficou apeado vai de reboque pela assistencia em viagem para a marca ou para oficina nossa conhecida e…pede orçamento…..
      enfim….

  4. Kan says:

    É estranho isso porque para registrar a empresa no google maps eles pedem n coisas, pedem ate comprovante de endereço com o nome da empresa, e so depois de ereceber a correspondencia fisica do google e digitar o codigo que se entra nela, no google maps.

    Sei porque tem algumas empresas que ajudei a postar e foi assim mesmo sendo nivel 55 no google maps

  5. BlackFerdyPT says:

    A Internet ou os smartphones não têm de servir para tudo…

    E, existe uma coisa chamada “Páginas Amarelas” e também outra que são os guias turísticos – que são muito mais fiáveis.

    Para saber de localizações específicas e outras informações,

    Interpelem as pessoas na rua (ou, em alternativa, nos cafés) e perguntem-lhes – que é da maneira que não deverão obter informações falsas ou enganosas.

    (Os nossos antepassados conseguiram safar-se bem com este método. E, eu até já dei uma vez uma boa dica a um casal de turistas mais velhos, sobre onde comprar o melhor pão, que não vem em nenhum “Google Maps”.)

    À parte dos guias turísticos, sabem qual é a maneira mais simples, prática e fiável de avaliar externamente um restaurante, que não se localize num sítio central? É pela quantidade de clientes que tem lá dentro.

    • Rui João says:

      Páginas amarelas

      Parece que estou a ver um filme do star trek dos anos 80 quando alguém fala nas páginas amarelas contra um Google Maps.

  6. BlackFerdyPT says:

    Feito o meu anterior comentário – e respondendo, mais-ou-menos, à pergunta que é feita no final do artigo,

    Posso partilhar algo que já aconteceu a quem me é próximo.

    Estava, há muito poucos anos, um casal de férias na capital do turismo portuguesa, que decidiu ir jantar a um restaurante à beira-mar, tendo para isso usado o Google Maps para obter o número de telefone do restaurante em causa e fazer uma reserva antecipada.

    Chega a hora do jantar e chega o casal a este restaurante… e o que acontece? Não tinha sido feita reserva alguma.

    A explicação? Foi-lhes dito por quem trabalhava no restaurante que esta situação já durava a algum tempo e que o que se passava era que, alguém tinha colocado um número de telemóvel falso no Google Maps e “divertia-se”(?) a aceitar reservas em nome do restaurante, que depois se revelavam falsas.

    Se era alguém da concorrência ou não, não ficou quem me é próximo a saber…

    (O que valeu, foi que os responsáveis pelo restaurante mostraram-se compreensivos, ou acharam-se parcialmente culpados, e resolveram a situação. Mas, não deixou de ser uma situação chata e mais um prova de que não se pode confiar em tudo o que se vê ou lê na Internet, ou mesmo no Google.)

  7. Wenderson CM says:

    Também há informações desatualizadas por parte do próprio Google Maps, pois aqui na minha rua pelo Google Maps há um mercadinho com fotos ainda de 2011 que já foi demolido e construído casas no lugar.

    • João says:

      Essa e toda a informação no Google Maps pode ser corrigida ou eliminada. Basta clicar no pin informativo e escolher “Sugerir alteração”. Pode eliminar ou editar toda a informação (nome, categoria, número de contato, morada, etc).

  8. oleg677 says:

    Admito que ver e ler estes comentários no google e fictícias negócios nas mapas é único momento de “fun” a abrir Google. O resto do serviço é triste, antigo, de moda de anos 90.

  9. José says:

    Acho isto estranho. Eu tenho negócio listado, e para aparecer tive de confirmar a morada a através de um código que recebia por correio

  10. João says:

    Essa e toda a informação no Google Maps pode ser corrigida ou eliminada. Basta clicar no pin informativo e escolher “Sugerir alteração”. Pode eliminar ou editar toda a informação (nome, categoria, número de contato, morada, etc).

  11. DrFrank says:

    Semelhante ao tipo que conseguiu colocar o seu barracão como Top 1 de restaurantes em Londres, sem nunca ter servido uma refeicão a quem quer que fosse.

    https://www.vice.com/en_uk/article/434gqw/i-made-my-shed-the-top-rated-restaurant-on-tripadvisor

  12. yamahia says:

    Já tinha apertado para isso mas os fãs do GoogleMaps não acreditaram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.