Quantcast
PplWare Mobile

Fisco “desliga” o complicómetro e passa a ter linguagem simples…

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. BugDroid says:

    A começar pelo assunto dos emails e cartas: “Paga o que deves”

  2. Ricardo Reis says:

    Ainda à pouco tempo respondi a um inquérito da AT e dei precisamente essa sugestão.

    Para simplificarem a linguagem e os formulários de certos serviços.

    Pois apesar de existirem, como não são de fácil compreensão, e se os preencher-mos de forma errada, somos “castigados” pelo fisco.

    Dou dois exemplos, o formulário de inicio/alteração de atividade e o o formulário de alteração de dados do imóvel para efeitos de IMI.

    “Fiz a simulação da DECO sobre o IMI eno email que enviaram está isto:
    2) O QUE DEVO PEDIR NAS FINANÇAS?
    Peça a atualização dos dados do imóvel para efeitos de IMI.
    Pode fazê-lo de duas formas:
    a) Preenche o modelo 1 do IMI e submete-o no Portal das Finanças Ou
    b) Apresente o pedido pessoalmente no serviço de Finanças.

    No entanto, recomendamos que o faça pessoalmente, pois nem todos os dados requeridos são do seu conhecimento e será mais fácil obtê-los na repartição de Finanças.”

    Portanto lá tem a malta de ir aos balcões para evitar surpresas 😛

  3. Pedro says:

    Mais clara: “contribuinte paga é não vale a pena recorrer”

  4. Xnelox says:

    Para diminuir custos de litigância? Eles não têm custos, o dinheiro aparece lá, é o contribuinte que paga a máquina toda…

    • Miguel Silva says:

      Que comentário mais ridículo. Têm custos e quanto menos tiverem melhor porque somos nós que o pagamos como bem disseste. Por isso, a diminuição de custos de litigância é bom para todo o sistema. Não é por algo não ter um fim lucrativo que não tem que/pode diminuir os seus custos.

      • Xnelox says:

        Já foste benificiado por alguma redução do gasto da máquina?

      • Sujeito says:

        Ridículo por ser verdade? Isso não faz sentido nenhum.

        Tu achas que eles estão a tentar optimizar a coisa, o Xnelox aponta, assertivamente, que eles não têm motivação para o fazer porque o dinheiro não é deles e simplesmente aparece lá.

        A tua lógica é válida apenas noutros contextos, não necessariamente neste. Não significa que não seja verdade (o que disseste), mas os únicos dados que tens que permitam tirar alguma extrapolação mostram que não é o caso nem o modus operandis vigente.

  5. Paulo Renato says:

    Cada carta deles ou mensagem Via CTT é sempre má notícia. O linguajar assusta porque por mais insignificante que seja a comunicação vem sempre com o valor máximo da coima e a lei para atemorizar o cidadão.

  6. Digo Eu says:

    Evitar contencioso com o Serviço de Apoio e Defesa do Contribuinte? Nas Finanças? Naquela máquina bem oleada de roubo legalizado? Deve ser mais um serviço a dizer “pague primeiro, reclame depois”. Sei de quem teve contencioso com as Finanças, fez toda a via sacra de reclamações graciosas, acabou penhorado e a ter de contratar advogado fiscalista, venceu as finanças após alguns anos, mas o tempo passa e passa e as Finanças embora reconhecendo razão ao contribuinte, não devolvem as importâncias penhoradas. Apoio e defesa do contribuinte? Fantasia!

  7. Luis says:

    Eu sei que não é apenas neste País, mas acho mal não haver uma disciplina de finanças no secundário, uma das coisas mais importantes na vida de adulto e às quais não há qualquer preparação prévia. Acho que é uma área muito importante para nossa sociedade e na qual as pessoas não têm qualquer noção das coisas.

    • LUÍS COSTA says:

      Concordo a 100%

    • Sujeito says:

      Achas bem e não és só tu que achas, todos acham,. Tanto que o sistema é governado por finanças e indivíduos de finanças.

      E é por isso mesmo que não tens essa disciplina. Nas tuas palavras, “para criar pessoas que não têm qualquer noção das coisas”.

      Ninguém te vai dar as ferramentas necessárias para os destronares.

  8. Jorge says:

    Hum .. vão finalmente deixar de “liquidar de impostos” para passar a “roubar dinheiro” … explicitamente?

  9. ToFerreira says:

    Se eles avisassem antes de acabar o prazo para pagamento com a mesma eficácia com que avisam para pagar a multa por não pagamento é que era bom.

    • Pedro says:

      …não serás tu (ou eu ou alguém que tem contas para pagar, com prazos a decorrer) que tens que saber a data limite para efectuar esse pagamento? por ex. o banco avisa-te que vai tirar a mensalidade do empréstimo para aquisição da casa?

  10. Paula Cristina de Oliveira Machado says:

    E aparecer dum idoso que não tem autonomia por demência e doente oncológico, mas paga porque a reforma com os 100€ de assistência a 3 pessoa faz 626€ dívidas, ser eu filha única, viver da reforma dele e querer pagar em prestações e só aceitam 110€ por mês… Menos não posso pagar… Pois fiquem com a dívida porque medicamentos e fraldas e comida ao meu pai não pode faltar… Penhoram os 26€, no dia que tirem mais vou para a porta da assembleia.

  11. Paulo Sousa says:

    Meus amigos.
    A maauina da AT esta feita para originar multas.
    Que, o qual são emitudas sem alertar o contribuinte para isso.
    Qd ss dá por ela, já cá está! Se fizermos umslas contad fáceis a AT ganha milhões e milhões com as multas.
    Por exemplo o IRS mensal, porque nao o contribuinte ou empresa pagar logo o valor vezes 14 meses e no fim de ano fazer acerto.
    Porque em milhões de contribuintes a2sempre uns milhares que falham ou esquecem e passa um dia já tem mukta e há imenos assuntos deste tipo. Em toda a Função publica.
    O que conta é complicar para complicar!
    Triste.

  12. Paulo Sousa says:

    Mas sou completamente de acordo que temos de pagar impostos.
    Por um país melhor.
    Mas tb o não pagador e habilidoso tem que ser punido por tal.

    Digo eu.

    • Paula Cristina de Oliveira Machado says:

      Também concordo, mas também sou do voto quando as finanças têm de devolver, ou a segurança social tem de pagar alguma coisa aos cidadãos, se ultrapassar as datas que paguem já com multas. Porque é só para o lado deles???

  13. Jose Silva says:

    Pagar impostos sim, agora pagar salários ricos a políticos com despesas quase todas pagas é que não. Se na política fosse salários medianos para razoável e por amor ao país, ninguém ia para lá trabalhar. É depois dizem que lá estão por amor. Até eu com 3000 por mês mais subsídios e despesas pagas. O povinho têm de pagar tudo se quiser trabalhar. É ganha 600 por mês.

  14. asco Ferreira says:

    Eu sempre disso que o fisco a par com o sistema juficial são as 2 maiores entidades maliciosas, fraudulentas que temos no nosso pais. Eeta ação do fisco é mais do mesmo e no fundo é mais gato por lebre.. Relembro que se esquecermos de algo, eles vêm cobrar com juros de agiota w ainda poe cima ficam com todos os bens. Mas se eles cobrarem a mais e se alguem descobrir eles pedwm apenas desculpas, fou da maquina. Pwra mim não confio. Continuamos a ser vigarizados por estes criminosos legalizados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.