PplWare Mobile

FBI não precisa da Apple pois tem a NSA e os chineses


Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. kader says:

    É óbvio que se FBI quisesse já teria acesso mas com isso tudo o FBI e Apple marcam pontos, respectivamente.

  2. MylittleLife says:

    Este comentário foi removido.

  3. Kekes says:

    So vem provar que não passa de marketing com apoio governamental. O sistema está cheio de buracos como todos os outros, ou acham que se ia poder vender na China se o sistema não podes se ser hackeado.

    • Francisco Pinto says:

      Falar é fácil. Ainda não vi a prova que a NSA ou os chineses conseguem “espiar/crackar” os iphones com IOS 8 ou superior!
      Teorias da conspiração existem à séculos, na maioria das vezes não passam disso mesmo teorias da conspiração!

      • kekes says:

        Fia-te na virgem… Eles vão-te dizer a ti! Se leres bem a noticia compreendes que é verdade, na opinião de especialistas na area, individuos que sabem mais que eu e tu, o que não significa que não podamos chegar a esta obvia conclusão. Se conseguem furar sistemas de segurança optimos, achas que não vão furar a segurança de um bem de consumo publico, massificado, que tem as suas naturais vulnerabilidades. Até que não sabemos até que ponto a Apple não deixou buracos intencionalmente para serem explorados por instituições governamentais. Há muitos paises que colocam como requesito tal facilidade para comercializar o producto.

        • CarlosM says:

          ah! e é óbvio que o FBI o poderia fazer, mas se o FBI obtivesse os dados de forma “ilegal” as provas confiscadas não seriam válidas em tribunal. Isto é como as cameras de vigilância.. infelizmente as coisa funcionam assim..

          Agora.. se obterem formas de contornar o problema.. óbviamente que o iriam poder fazer no futuro para outros iphones. É preciso ver a “big picture”.

          • Tomás says:

            O FBI tendo um mandato só precisa de documentar o que faz para retirar a informação. Não haveria nada de ilegal.

        • Tomás says:

          Se leres o artigo do Jonathan Zdziarski, ele apenas especula sobre a possibilidade de aproveitamento de bugs, aconselhando o FBI a criar boas equipas de forense informática e estar a par das vulnerabilidades. O resto das sugestões envolve medidas drásticas de ataque ao próprio hardware.

        • Francisco Pinto says:

          O dito especialista a única coisa que faz é especular! Nada mais! não apresenta um única prova do que diz que a NSA é capaz ou deixa de ser capaz!
          O resto que dizes não passa de teorias da conspiração!
          Não há OS infalível. Mas é preciso quebras-los.

        • Renato says:

          Especialistas? Quantos iPhones é que já desbloquearam?

          É só gente incompetente, sabem tudo, mas não desbloqueiam o iPhone… então é porquê?

          Deves pensar que a Apple é como o teu Android! Que vêm cheios de spyware, cheios de backdoors e ninguém se importa, se descobrem, toca a atacar que ousa por os pontos nos i’s (como quando descobriram nos Samsung)…

        • kekes says:

          Desculpem lá, mas este amor a camisola da Apple bem porquê?
          A mim da-me igual tudo isto, e se voces são anjinhos para acreditar numa empresa, quando esta esconde as suas intenções constantemente, não imaginam o quanto escondem as instituições governamentais.
          Pedem-me provas, mas nem voces têm provas do que estão a dizer, por favor tenham juizo. Se voces acham que o FBi são uma cambada de tansos, que a NSA são só burros a mim da igual, mas eles mais que ninguem sabem como contornar isto.

          • Tomás says:

            se tu afirmas que fazem determinada coisa ou que alguém com conhecimento diz que o faz, tens que dar provas que sustentem o que afirmas, e não apontar para o artigo como prova quando na verdade o artigo transcreve uma especulação dum especialista e não uma certeza desse mesmo especialista.

          • apache says:

            “quando esta esconde as suas intenções constantemente”

            Fontes para isto?

            “Pedem-me provas, mas nem voces têm provas do que estão a dizer”

            Tu é que vens mandar bitaites, como se fosse verdade… porquê? Porque te apetece, e te convem que seja assim!

      • CarlosM says:

        Lol

        “Falar é fácil”, e é exatamente isso que estás a fazer. Se o público soubesse de metade das coisas que acontecem na NSA, muita coisa seria diferente.

        Tens de perceber que isto é uma espécie de “Área 51” da tecnologia. Para o bem da humanidade é melhor que poucas pessoas saibam.

      • André says:

        Se te provassem, descobrias que a própria empresa sabe tudo sobre a tua vida e anda a ganhar milhões de dólares com o que tu fazes com o telemóvel que pagaste 900 euros por ele… por ser o “único do mundo” que é impossível de ser espiado.
        A NSA não é como os anounymous que vão postar na internet tudo o que fazem… o problema aqui é que se o fizerem e descobrirem algo no telemóvel, sendo apresentado em tribunal, terá de existir um relatório sobre como foi obtida aquela informação. Sem apresentar algo credível, qualquer juíz atira com as provas fora, pois não podem ser validadas na forma como foram obtidas. Daí este pedido público. Se a Apple enviar um técnico que desbloqueie o telemóvel, valida as informações que lá estejam…

        Já agora, há 6 anos atrás a Apple aparecia em público a dizer que os seus sistemas operativos eram os únicos do mundo que nunca poderia ter vírus ou serem atacados por hackers… continuas a acreditar nisso?

        • Tomás says:

          És capaz de mostrar onde é que a Apple disse que os seus sistemas operativos eram os únicos do mundo que nunca poderia ter vírus ou serem atacados por hackers?
          O que me lembro é da Apple há cerca de 10 anos atrás mencionar que na altura não havia virus a atacar Macs. Não vejo em lado nenhum que tenha dito que nunca poderia ser atacado.

        • Francisco Pinto says:

          1º não tenho iPhone. 2º quem faz milhões com a informação que tens no teu android é a Google! 3º o FBI só precisa de um mandato de um tribunal para validar as provas! É como entrar dentro de uma casa só precisa de um mandato de busca, não precisa que o dono ou que o “fabricante” da casa lhe abra a porta!

    • Vítor M. says:

      Há uma coisa que é certa: não há sistema perfeitos. Agora uns são menos imperfeitos que outros.

      Neste caso há muito “barulho” em volta e muito aproveitamento político. Da parte da Apple, sem dúvida, há o aproveitamento mediático. Sai desta história fortalecida como sendo impenetrável, do tipo “no nosso sistema nem o FBI entra”.

      No fundo… ninguém quer assumir que os dados foram perdidos.

      • kekes says:

        Completamente de acordo Vitor, de nenhum modo o iOS é menos seguro que os outros, pois creio que actualmente todos são bastante seguros quando bem usados, mas tambem não é inviolavel. O cerne da questão é mesme esse que dizes, querem todos sair com o louros.

      • Renato says:

        Aí sim? Não é isso que vejo, a Apple até sai prejudicada, anda tudo a dizer que a Apple ajuda os terroristas e o próprio governo americano está a fazer blackmail à Apple, com barbaridades tipo “o iPhone tem um lying-Dormant cyber pathogen”, o que quer que isso seja.

    • Tomás says:

      Marketing que parece estar a colocar a maioria da população americana contra a Apple, até entre os seus clientes. O que é descrito são medidas extremas que podem danificar o hardware, são morosas e pouco eficazes no caso do uso de passwords maiores. O resto são sugestões hipotéticas sobre aproveitamento de bugs.
      Na China a internet está completamente controlada pelo estado

    • Renato says:

      Errado, é completamente impossível hackar o iOS 9.

      Pessoas como tu, e a fonte da notícia, falam muito, mas não provam nada! É o que vos falta!

      Em vez de falar barato, compravam um iPhone 5C, e demonstravam o método. De certeza que o FBI vos pagavam milhões de dólares, mas naaaaaaaooooooo… só garganta, provar o que dizem? Está quieto.

      • JVA says:

        uh…acho que vives noutro planeta, renato:
        “… Luca Tedesco has now posted a new video showing an untethered jailbreak in action for iOS 9.2, iOS 9.2.1 and iOS 9.3 beta. While he still doesn’t plan to release it, it’s still good to see latest versions of iOS being vulnerable to jailbreakable exploits.”

        https://youtu.be/KZl5vc9lQ48

      • André says:

        ROTFLKLL
        É giro ver comentários de crianças que adoram a empresa porque em 2011 andavam a fazer campanha que o sistema deles era impenetrável e impossível de sofrer de vírus ou hacking. Menos de 5 anos depois, volta a mesma coisa.
        Será que é mais uma publicidade como foram os 1700 telemóveis iphone 5 que se “perderam” pela América antes de chegarem ao conhecimento público, sendo que até o tracking serviu para ser abertura dos telejornais quando a SWAT apareceu à porta da casa de um jovem utilizador de telemóveis e computadores da empresa… porque seria ele que tinha o protótipo do iphone 5s… depois, foi o primeiro a receber o 5s como “pedido de desculpa” no dia anterior à venda ao público.

  4. omzz says:

    esta história já chateia fbi vs apple. parece mais a quinta da tvi

  5. Tony says:

    A questão é porque o FBI pediu a Apple, a Apple respondeu publicamente, quando tudo podia ser feito secretamente com a NSA? Eu acredito que é para credibilizar a Apple, credibilizar o FBI e credibilizar a NSA. No fundo secretamente hackeiam o dispositivo em segredo, em público todos são instituições ou empresas seguras e e que zelam pelo povo, as duas coisas ao mesmo tempo.

  6. vector says:

    Americanos no seu melhor. Nada mais!

  7. pentestbox says:

    Porque não pedem pro snowden, ele como trabalhava na NBA deve saber alguma técnica pra burlar a criptografia do iPhone, sei que os EUA querem e prendê-lo, mas neste caso poderia ter algum acordo temporário, afinal agora sim se trata de terrorismo NSA e não espionagem global.

  8. Miguel says:

    Outra vez arroz?

    Ja desde o 1º dia desta historia que sabemos que a NSA tem acesso directo!

  9. Brasão SS says:

    Então se não é muito difícil hackear iPhones, porque ainda não o fizeram? Mas quais serão as intenções do FBI que estão por detrás deste circo todo? Deve ser proteger os cidadãos, claro! Mas protegem-nos dum lado, mas por outro ficam desprotegidos, pois ficam vulneráveis ao ser possível os hackers terroristas “minar” os devices e roubar informação dos cidadãos, instituições, etc, para planearem ainda mais ataques, e assim matarem mais inocentes! Informação é poder! E é esse poder que os mal intencionados querem! Mas que mentes brilhantes!
    Força com isso! Vão entregar aos chineses uma fórmula para “minarem” os iPhones de cidadãos americanos, para serem “espiados” pelos chineses! Força nisso! Lol
    Claro! Depois da incompetência do FBI neste caso ao cometer erros, agora vem a NSA ou os chineses limpar as “asneiras” que o FBI “fez o favor de fazer”. A NSA pode resolver as asneiras do FBI (ninguém tem dúvidas) mas está com medo que seja descoberta “as habilidades secretas de hacking da agência que poderiam tornar-se públicas quando expostas a público em tribunal.” Ah! Ok! Está tudo explicado! A NSA tem medo do que os outros podem descobrir, (o que não deve ser bom, depois do que Snowden falou, mas muitos acreditam que a NSA tem causas muito nobres, como expiar o outros países, e fomentar a guerra e prol do benefício dos próprios USA), mas a Apple não deve ter medo de criar um OS com backdoors, porque ninguém o vai utilizar de maneira errada. Essa versão de OS “modificada”, vai ser utilizada para fins muito nobres, como os regimes totalitários e ditaduras usam! Simplesmente fantástico!
    “Dois pesos, duas medidas” como se diz na gíria popular.
    Lol
    😀

    • Vítor M. says:

      É uma boa pergunta, de facto.

    • Jorge Carvalho says:

      A questão é muito mais complicada. Isto não é preto-branco , há muita coisa em causa , como por exemplo exigir a uma empresa que faça um produto ( neste caso um versão de iOS ) que ela não produz nem comercializa ao abrigo de uma decisão de um tribunal. Era como se tivesses um empresa de sumos e um tribunal a pedido de um procurador te obrigasse a produzir pesticidas e tu fosses obrigado a faze-lo quer quisesses quer não.
      Isto é apenas um exemplo. Há mais coisas em causa , mas como isto está a ficar parecido com o CM deixo para outra altura mais indicada.

      Abc

      • Brasão SS says:

        @ Jorge Carvalho
        Sabes bem que a NSA, não opera por assim dizer, “legalmente”.
        Nem precisa de tribunais para nada, (isto dito em termos simples claro!)
        A NSA “dá-se ao luxo” de passar por cima da lei, e ninguém sabe. As chamadas “Black Ops” (famosas operações clandestinas).
        Aqui pode ser usado o mesmo “modus operandi”.
        😉

    • AlphaM says:

      O que seria dos oprimidos pelos regimes ditatoriais sem a Apple…ahahahah!

      • Brasão SS says:

        Seria tipo… Coreia do Norte… Por exemplo… Sem Apple… Lol
        Só o “Supremo Líder” é que tem e mais ninguém. Lol
        Ou então tipo Rússia, que quer o código fonte do iOS , ou banirá iDevices. Lol
        Ou tipo regimes não ditatoriais agora, mas que poderão ser no futuro!
        O que será dos pobres coitados que se opõem a regimes totalitários, e divulgam os “podres do regime”, quando começarem a serem “espiados”!
        O que será deles? Perseguidos politicamente, e depois tipo… Serem executados por traição ao seu amado país? Lol
        Nem no nosso carteiro já se pode confiar. Lol
        😀

        • Vrael says:

          Estas a “gozar” mas o problema é mesmo esse! A raça humana esta destinada à extinção e pela sua própria mão.. Nos so pensamos em poder, espiar, guerras, atacar o que quer que seja… Se os países se deixassem de tretas e trabalhassem em conjunto para o bem dos cidadãos do mundo era bem melhor. So se vive uma vez…

    • André says:

      O conteúdo do telemóvel já estará nas mãos dos investigadores… o problema é que não o podem usar no tribunal civil.
      Para o poderem usar, é preciso apresentar o relatório de como obtiveram as informações… e chegar a um juíz “Olha, tens aqui fotos e dados que o tipo tinha no telemóvel. Foi com isto que se ligou a actividade dele ao que se passou”… é meio caminho andado para o advogado de defesa excluír aquilo das provas. Ao mesmo tempo, a Apple poderia processar o FBI em milhões de triliões de milhões de dólares por terem violado o sistema informático. E a primeira emenda não tem possibilidade de justificar isso…

      Tendo o sistema sido acedido com autorização da empresa proprietária do software e hardware, é possível de não revelar como foi feito e ser aceite pelo tribunal. Já que o proprietário do software é a empresa e o proprietário do hardware é o, possível, criminoso.

      • Brasão SS says:

        @ André
        Em relação ao que escreveste estou completamente de acordo. A questão tem mesmo que ver com o abrir “um precedente legal” por assim dizer.
        Mas a NSA pode fazê-lo clandestinamente, mas depois deste “circo” todo até mesmo para ela, isto também se complicou, pois terá de justificar como o fez, visto ser um sistema proprietário.

      • Tomás says:

        Se o FBI apresentar a documentação de como retira os dados, como é que meio caminho andado para o advogado de defesa excluir das provas?
        Como é que a Apple iria processar o FBI por o FBI desenvolver/comprar e usar ferramentas de análise aos aparelhos e tendo um mandato dum juiz? Isso aliás já é feito sem que a Apple ande a processar o FBI ou outros.
        Naquilo que é pedido fazer é o FBI que irá retirar os dados. A Apple seria para todos os efeitos a criadora duma nova ferramenta a usar pelo FBI. É por isso provável que tivesse que mostrar em tribunal documentação sobre o que desenvolveu.
        http://www.zdziarski.com/blog/?p=5645

        • Brasão SS says:

          Atenção que o “precedente legal” que falo tem a ver com o desbloqueio dos iDevices e seu respectivo OS que é proprietário. Quanto aos dados já se sabe que tudo o que a Apple possui dá às autoridades mediante mandatos judiciais. Dados que estão guardados nos servidores Apple. Agora os que estão nos dispositivos, isso é o que falta saber se já os têm ou não.
          Deduzo que seja isso que o @ André esteja a falar

  10. Tony says:

    nytimes 2016 02 26, WASHINGTON, The Obama administration is on the verge of permitting the National Security Agency to share more of the private communications it intercepts with other American intelligence agencies without first applying any privacy protections to them, according to officials familiar with the deliberations.

  11. sekadegas says:

    Tem a haver com questões legais… se a prova conseguida, a apresentar em tribunal, for obtida de maneira ilegal (haker) torna-se nula e inadmissivel em julgamento… daí que o FBI pretende uma maneira “legal” de a obter… Assim sendo e pela “birra” que o FBI tá a fazer… é óbvio que já hakeou o aparelho e sabe, que o que lá está dentro, é “bombastico” :p e imprescindível de apresentar nas devidas condições…
    Lembrem-se… um coisa é o que se sabe… outra é prova-lo (legalmente) em tribunal…
    Como se alguém ainda tivesse dúvidas q eles hakeiam qq coisa

  12. Entra Sapo says:

    Penso que há por detrás disto um objetivo ainda não esclarecido, que a seu tempo que irá entender.

  13. Jorge Rosa says:

    – O FBI faz o papel de “bonzinho”, a Apple cria uma imagem de “segurança e confiança” perante os seus utilizadores. Penso que estão a defender convenientemente os seus interesses nesta novela.
    – No entanto, é graças a estes “joguinhos”, quem é criminoso vive assim “sossegado” no nosso mundo (recorda-me o sigilo bancário).
    – Isto é muito mau, “tudo” deveria valer para apanhar criminosos! Assim, teriam que fugir do planeta ou pensariam 2 vezes antes de actuar…
    – MAS… Também sabemos que aberta uma precedência, seguir-se-ão abusos por parte das forças policiais e governos perante toda população… A única solução? Seria necessária sensatez.
    Mas como isso não existe nem em governos nem nas populações, só existe ganância, interesses ocultos, dólares, euros e poder… É este o “progresso” e o nosso futuro que estamos a “construir”…

  14. Joao says:

    Ainda estão a falar disto? os Iphones são produtos chineses. Completamente feitos na China, por empregados chineses atravez de empresas chinesas. Se o FBI/NSA quiser informação os chineses vão ajudalos. Alias, todos os que tem Iphones estão a ser seguidos pelos serviços secretos chineses. Todas as vossas fotos dos vossos gatinhos estão a ser vistas por um chines qualquer em Pequim.

  15. Serato says:

    Alguma coisa que eu já não tenha dito antes?

  16. Renato says:

    É só “especialistas” (lol: um advogado a falar de segurança informática), mas falam falam, não dizem nada.

    É só gente que não percebe do que fala, só bitaiteiros e teóricos da conspiração. Mas desbloquear o tal iPhone (que nem sequer tem hardware moderno de segurança, como a Apple refere “secure enclave”), isso? Isso é que falta fazer!

    Sim, existem vários métodos para fazer jailbreak e “derrotar” a segurança do iPhone! Mas mostrem-me um método para isso que se possa fazer sem ter o iPhone desbloqueado! E até com pin/pass do utilizador! Pois é, falar é tão bonito…

    • André says:

      Não o vais ver… a não ser que te tornes criminoso e o teu telemóvel “super seguro” acabe nas mãos deles. Até os ficheiros que já apagaste no ano passado, lhes vão parar ás mãos… já que a Apple tem cópias de TUDO o que tens no teu telemóvel. Quando acedes ao site da Apple, não aches estranho o trafégo de 5mb de dados que é feito quando introduzes a tua password de acesso ao Itunes… é tal segurança que o ficheiro de 320kbs tem 5mb de dados.

      • Tomás says:

        tem cópias de tudo? Só tem cópias daquilo que a pessoa quiser ter ou usar no iCloud
        Site da Apple? poderias explicar do que estás a falar

  17. Espertissimo says:

    … é evidente que existe uma forma simples de entrar no telefone, basta fazer uma chamada para o numero instalado e nesse momento o programa acede ao conteúdo, chama-se método portuguesa truz truz (quem é!)

  18. Por a verdade says:

    O problema foi que um dos grandes do FBI que arranjou está polémica, diz que trabalhou na Apple antigamente e foi despedido por ser bufo para a concorrência. Então se o FBI só usa Iphones porque está arranjar esta polémica.

  19. TA says:

    E se o que encontraram no iphone, não tiver qualquer interesse. Ai só ganham em forçar a Apple. Para mais os EUA vão a eleições e lá tudo e campanha.
    Quanto aos sistemas mobile o mais seguro era o BlackBerry, tanto que agora vai ficar apenas disponível para alguns. E actualmente o Windows Phone talvez pela pouca adesão.
    Mas os smartphones servem para comunicarmos em qualquer lado. Não recomendo nenhum para informações sensíveis. Ver casos de smartphones de celebridades de Hollywood pirateados, será que não tinham dinheiro para iphones. A maior falha dos sistemas é o utilizador, se este confia totalmente no sistema e não o conhece bem, utilizador tipo de smartphones, mais vulnerável se torna

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.