Tim Cook explica por que negou ajuda ao FBI no acesso a iPhone


Destaques PPLWARE

239 Respostas

  1. João says:

    O TIM COOK não é altruista. O Tim Cook pensa nos seus utilizadores. Seja como o Tim Cook.

    • Boss says:

      Se ele ou um familiar dele estivesse em risco, será que seria tão teimoso e tão defensor da privacidade dos pobres criminosos?

      • Alberto says:

        Ele não defendeu os criminosos, ele defendeu a privacidade dos milhões de utilizadores dos seus sistemas…

        • Boss says:

          No caso em questão, é necessário quebrar a segurança para aceder aos dados de um criminoso, Tim recusou.

          • Alberto says:

            Então caso queiras quebrar qualquer segurança, seja ela digital ou fisica, basta para isso apanhar 1 criminoso. Então é bem fácil fazê-lo, basta pagar a alguêm para fazer estas barbaridades e pronto.

            Não estamos a defender que não devam ser punidos, mas a única prova que possam ter contra este indivíduo é a informação no seu telemóvel? Isso é ridículo!!!

          • JBM says:

            Tim recusou aquilo que é pedido e que é sem precedente, não recusou ajudar tendo já ajudado. A Apple pode recorrer desta decisão para um tribunal superior, e não está sozinha na opinião de que isto cria um precedente grave para a lei que é usada.

          • Boss says:

            Aquilo que é pedido é para permitir acesso ao iPhone; que ajuda ele deu? Se já garantiu acesso aos dados do dito cujo de qualquer outra maneira, então a razão está do seu lado, se está a obstruir a investigação, i.e., a justiça, não sei que dúvidas há.

          • JBM says:

            Está tudo na carta, a Apple já deu os dados que tinha da conta associada ao aparelho e disponibilizou meios para ajudar na análise do aparelho. Se a Apple tem o direito a recorrer da decisão então não é uma obstrução.

      • Carlos Gomes says:

        É o típico: Oh well, it wasn’t me…

    • Raul says:

      se algum dia um funcionário da Apple estiver perto de um atentado ou algo do género, vão começar a pensar diferente.
      que temos todos a esconder?
      só tem a esconder quem faz coisas ilegais tal como:
      trafico – (droga, humanos, órgãos…)
      terrorismo – (porque não aceitam outras religiões ou politicas)
      etc……………….
      vivemos como sociedade para ter paz e proteção.
      e se temos de abrir portas à n/ privacidade digital que seja… de outra maneira será impossível prever atentados/terrorismo/ entre muitas outras…

  2. Alexandre says:

    Acho muito bem, a verdade é que não uma blackdoor boa.
    Se for criada uma blackdoor, será usada para o bem e para o mal.

  3. Tiago Santos says:

    Concordo a 100% com a recusa do Tim Cook. O combate ao terrorismo não pode passar pela intrusão dos cidadãos!

    • Helder Correia says:

      Ai o combate ao terrorismo não pode passar pela intrusão dos cidadãos? Então.. Quer dizer que.. Um gajo mata dezenas de pessoas, mas não se pode fazer tudo para o apanhar? Santa paciência.. Vocês e esses direitos à privacidade.. Quem não deve não teme.

      • André says:

        Eu sou a favor do combate ao terrorismo, mas estaria eu seguro se esses senhores pudessem aceder aos meus dados? Tanto funcionará para o bem (combate ao terrorismo) como para o mal (como impor censuras).

        • int3 says:

          censuras? ou controlo e manipulação da população? Vender estudos dos utilizadores a empresas para forma de marketing. já o tracking online é uma praga…

        • Boss says:

          Já cá faltavam os conspiracionistas… não me digas que és daqueles que anda com a cabeça embrulhada em papel de aluminio…

          • Alberto says:

            Conspiração? Mete aqui as tuas senhas todas, pois quem não deve não teme… não é verdade?

            Podes até dar a sua senha e códigos do cartão de crédito, prometo que não gasto nada, é só para saber…

          • Boss says:

            Isso quer dizer que os teus dados não estão em nenhuma base de dados, vives numa caverna, não integrado na sociedade, desconfiado das autoridades, certo?

          • Alberto says:

            Não é porque muita gente mata que o assassinato é adminsível, não é porque muitos consomem drogas que isso vai tornal legal. O mesmo é com a segurança e privacidade. Se existem essas base de dados? Sim, existem, mas 99% delas são recolhas ilegais e sem permissão do utilizador.

            Gostavas de receber 30 chamadas por dia a oferecer serviços? Certamente que não, mas não te importas de receber 30 emails de spam, certo? Isso torna legal? NÃO!

            Se houvesse uma transposição do meio digital para o meio físico seria qualquer coisa deste gênero:

            Irias visitar uma loja (website) e alguêm sem tu saberes te colocava uma série de tags penduradas (cookies), uns GPS’s (para saberes de onde vieste e para onde vais, tempo que passaste em cada lugar, …), … Isto tudo sem a tua autorização! e pior, muito menos a opção de não ser “seguido”.

            Privacidade é um direito, e quem abdica dela para ter liberdade não merece nenhuma das duas…

          • Nuno Ferreira says:

            Só um aparte. Consumo de drogas é legal em Portugal senhor Alberto.

          • Alberto says:

            Nuno Ferreira, esta sua afirmação não altera em nada o conteúdo da minha colocação, e nem mesmo que fosse um lapso, afectaria o significado e a veracidade do que disse.

            Eu não disse em qualquer momento que o consumo de drogas é ilegal nem aqui em Portugal nem em qualquer parte do mundo. Disse sim, “não é porque muitos consomem drogas que isso vai tornal legal”, e SIM, a droga é ilegal.

            Por outro lado tens alguma coisa a acrescentar ao verdadeiro sentido desta discussão?

          • Boss says:

            Tanta utopia, sem pingo de realidade; as BD governamentais são ilegais? Que dados teus não estão lá? Da tua morada, à tua fotografia, ao teu agregado familiar, dívidas, historial de saúde, etc… e quantas pessoas não têm acesso ao mesmo? quantas não poderão ser mal intencionadas? Tens de largar a sociedade e viver selvagem se queres alguma privacidade.

      • JBM says:

        A questão da Apple é com a forma como as autoridades querem obrigar a Apple a construir uma nova versão do sistema que reduz as defesas de segurança. Estão a usar uma interpretação algo abusiva de uma lei com + de 200 anos que na prática abriria as portas a poderem obrigar a fazer o quase tudo o que quisessem sem legislação especifica ou debate.

        • Boss says:

          Sim, as autoridades divertem-se a sacar as fotos que o pessoal guarda no telemóvel e a partilhar com os amigos. Como consegues viver sabendo que os teus dados pessoais estão em tantas bases de dados, acessíveis a pessoas que se podem aproveitar deles?

          • JBM says:

            como consegues tu viver com a cabeça enfiada na areia?

          • Boss says:

            É essa a tua solução? Cada um lida com os seus problemas a sua maneira. Para mim não é nenhum problema as autoridades poderem aceder aos meus dados, se suspeito.

          • JBM says:

            Para ti não é um problema que se possa espiar usando uma lei sem qualquer regulamentação para o efeito?
            Para ti não é um problema que o novo sistema que querem que a Apple crie, possa ser usado em qualquer país sem protecção para os direitos dum cidadãos? É isso que acabará por ser pedido, a partir do momento que seja disponibilizado a 1 governo, todos quererão o mesmo, sem qualquer garantia sobre o uso dado…

          • Flávio Ferreira says:

            Sabes uma coisa JBM para mim a minha vida não é virtual, por isso não tenho problema nenhum com isso. Tenho as minhas contas e cada um tem o que tem, e sei que é privado mas quem nao deve não teme. Eu não devo não temo só que também não passo a minha privacidade para o nível digital não tenho necessidade, para mim vivi a realidade. Podes ir onde quiseres excepto algumas contas como banco claro, que não me aquece nem arrefece. A casos como o Windows 10 ia que tem, espia opa tenho lá o pro evolution soccer e porada de filmes pirata e ninguém me chateia a cabeça por isso. Se dizer como disse problema meu nem me aquece nem arrefece.

          • JBM says:

            Flávio,
            deves achar que todos vivem com as mesmas liberdades e garantias que tu tens neste momento em Portugal? Se calhar pensas que o que isto não tem consequências na postura dos governos no futuro sobre a segurança dos produtos que cada um usa?

          • Helena says:

            Como aqui o Flávio Ferreira é tão pouco virtual e não está preocupado com a sua seguranca online convido-o a postar quanto ganha de ordenado, onde o anda a gastar, com quem, quantas vezes vai ao medico, se tem sida ou se tem familiares com sida, se consume drogas ou se já o faz no passado… e penso que isto já chega por agora. Quem não deve não teme, não é verdade?

          • Filipe Coelho says:

            Helena, por acaso isso não é privado? Ele diz que não lhe importa o acesso a alguma informação online. Duvido que ele tenha esse tipo de informação online… Realmente, podiam usar uma coisa que têm em cima dos ombros (e pelos vistos no meio das talas).

          • JBM says:

            Filipe,
            o argumento é retórico, é irrelevante se ele especificamente tem ou não acesso online à conta bancária, pois o assunto não se restringe exclusivamente à vida dele, se bem que é ele que levanta o assunto dos bancos e nos dias de hoje há tanta gente que acede à informação dos bancos online e guarda outra informação relacionada nos seus dispositivos… E se podem aceder a alguma informação no aparelho então não tem garantia que não podem aceder ao resto que ele quer proteger.

          • Boss says:

            Alguém anda com falta de “percebas”… estamos a falar de autoridades de segurança, não do zé da esquina, santa paciência!
            Ou confiamos na sociedade ou a largamos, ou assumimos os deveres ou não podemos exigir os direitos.
            Põe em causa as intenções das autoridades de segurança, mas não se preocupam com as intenções da Apple que tem a capacidade para quebrar o sistema, que é que se passa nessas cabeças para confiarem mais num empresa privada, com óbvios interesses financeiros que nas autoridades de segurança governamentais?
            Para ti não é um problema que o novo sistema que querem que a Apple crie, possa ser usado em qualquer país sem protecção para os direitos dum cidadãos? É isso que acabará por ser pedido, a partir do momento que seja disponibilizado a 1 governo, todos quererão o mesmo, sem qualquer garantia sobre o uso dado…

          • JBM says:

            Boss,
            continuas a enfiar a cabeça na areia.
            1º Não é por uma autoridade querer que passa a ser legal/constitucional o que pretende.
            2º Nenhuma lei foi criada para este fim, estão a querer usar uma lei antiga duma forma sem precedente para passar a obrigar a fazer o que querem, o que constitui um certo atropelo ao poder legislativo, e consequente controlo por parte dos cidadãos
            3º Não é só a Apple a ter esta posição, têm até sido as associações pelos direitos civis as + vocais contra a posição das autoridades
            4º Isto tem consequências muito para além desta investigação, da Apple, ou dos EUA

      • Ru1Sous4 says:

        Entao tu es a favor que se faca tudo para o apanhar?

      • Tecnical says:

        Nelson, quem não deve não teme? Nesse caso não te importas de colocar aqui um backup das tuas imagens, das mensagens e dos contactos que tens no teu telefone? Não deves nada a ninguém, portanto não tens nada a temer, certo? Já agora aproveita e mete também o histórico dos sites visitados.

      • OK says:

        Se um assassino for para a tua terra e se esconder por lá, eu, que mando nos cop’s todos, vou meter câmaras em todas as casas (em todas as divisórias) porque assim consigo ver se ele entra em alguma casa… e não podes dizer que não porque “quem não deve, não teme.”

      • André R. says:

        Eu também não devo mas temo neste tipo de questões…
        Falas assim, mas aposto que se um dia fizesses um video/imagem mais “privado(a)” ,de certeza que não irias querer sequer que o pó te entrasse no telemóvel. Como não deves ter nada, não estás preocupado…
        Mesmo que se tivesses, é algo como a Cartão de Cidadão: Pessoal e Intransmissível…

      • Nelson JP says:

        Caríssimo, a realidade é uma coisa bem diferente daquilo que parece ser… Mas cinjamo-nos aos factos: o “criminoso” está morto. Foi morto minutos depois do atentado.
        E quanto ao quem não deve não teme… não é assim. Segundo a constituição americana e o bom senso geral, a obrigação dos estados é em primeiro lugar zelar para que os seus cidadãos tenham a suas liberdades básicas garantidas, entre elas o direito à vida e a privacidade.
        Todas estas coisas que as NSA’s e FBI’s tentam fazer é garantir que os cidadãos perdem todos os seus direitos, sem conseguirem garantir que essas medidas tornam de facto o país mais seguro.
        Depois, em relação a San Bernardino e alguns outros “ataques terroristas” em solo americano recentemente, este cheira a ‘false flag’ que estresanda. Curiosamente serviu de pretexto para a nova ordem executiva do Obama para desarmar os cidadãos americanos. O surpreendente foi este atentado acontecer no estado americano que tem as leis mais restritivas em relação à posse e uso de armas… Os criminosos sempre arranjam armas, os outros não. Esta é uma questão mais fraturante, mas a que dá origem a este artigo não.
        A privacidade de cada um tem de ser defendida, não pode ser violada com qualquer justificação da treta.

      • Luis Coelho says:

        E isso daria liberdade de acesso a que por exemplo pudessem vasculhar o seu smartphone por uma suposta acusação contra si e acedessem a fotos intimas suas?
        Tudo em nome de uma suposta defesa de estado?
        A minha liberdade termina quando começa a dos outros. Por eu não temer, é que tenho pleno direito de reservar a minha intimidade para mim mesmo, não tendo culpa que outros sejam criminosos e sejam precisas medidas extremas de vigilância.
        Afinal, parece que tem de se sobrepôr o uso de medidas para criminosos, para pessoas que de nada têm culpa.

    • censo says:

      É claro…desde que o terrorismo não bata à tua porta, né ?

  4. Miguel says:

    iPhone: A ajudar terroristas desde 2007.

    • GiGa says:

      Diferente: iPhone a proteger o utilizador desde 2007 😉

      • Miguel says:

        incluindo Terroristas, Pedófilos, Ladrões ou Assassinos.

        • GiGa says:

          Tu compras um produto à apple, a missão deles é dar-te o melhor support possível. Os iphones têm muita segurança a nível de intrusão, ou seja só ai a Apple está a trabalhar bem. É da responsabilidade da Apple saber a quem está a vender? Tu hoje podes ser um cidadão exemplar e amanhar criares o terror na tua cidade.
          Eu explico-te, vocês choram-se por não terem um iphone e arranjam algum argumento para tentar diminiur ao auge que os iphones têm.

          • Helder Correia says:

            Giga, a questão não é essa. Eles que dêm o melhor suporte que quiserem, não deixa de ser ÓBVIO que deve-se fazer tudo para apanhar terroristas, seja por iPhone ou outra porcaria qualquer. Não mistures privacidade com segurança.

          • JBM says:

            Nelson,
            a Apple já deu todos os dados que tinha, já disponibilizou funcionários para ajudar nas análises aos equipamentos… O que está aqui em causa é que este novo pedido vai muito além da ajuda normal e tem várias implicações na jurisprudência.

          • Miguel says:

            Entretanto a Apple envia os dados para a NSA…

          • Miguel says:

            Troca o artigo iPhone por Bomba/faca/pistola/veneno e vê se o teu raciocínio está certo…

          • JBM says:

            Miguel,
            não fazes sentido nenhum. Será que anda toda a gente com uma bomba, faca, etc, “no” corpo para comunicar com os outros e manter informação privada? Será que faz sentido o fabricante de uma faca modificar a faca por pedido do governo depois de ser usada?

          • Hootjew says:

            Notou-se nem “a muita segurança” nos leaks do iCloud certo?

        • int3 says:

          Perante a Lei somos todos iguais. Seria hipócrita dizer que para essa lista podemos fazer praticamente tudo para punir mas para o resto não.

        • carlos fernandes says:

          Define terroristas Ex Bin Laden (anos antes foi treinado pelos americanos para matar “TERRORISTAS”. Quem nos protege dos policias.

          • Rosso says:

            Mesma coisa com o ISIS. Uma serie de células Jihadistas em parte financiadas e suportadas pelos USA por forma a deitar abaixo o regime da família Assad. Quando finalmente o fizeram decidiram mandar os USA á fava e tomar conta daquilo tudo. Agora é o que se vê.
            Não é a primeira vez e não será a ultima.

        • Vera says:

          Não deves ter percebido o pedido…. imagina que és um pedofilo, e que compras uma casa. Agora vem o FBI e diz que o dono do prédio tem de construir uma porta na tua casa para o FBI entrar quando quiser e que todas as casas a partir de agora terão essa porta. Tu és pedofilo, mas os teus vizinhos não o são… mas o FBI vai lá a casa deles todas as noites ver se eles andam a praticar sexo heterosexual…. agora perguntas, mas o que tem o sexo hetero a ver com isto…. pois, não tem, mas o FBI acha que os pedofilos são gays e vai comecar a vigiar todos os gays alegando que eles são pedofilos…. e isto nem teria importancia, mas tendo uma porta na tua casa não podes alegar que não és gay da mesma forma que se não existisse uma porta.

      • David says:

        Ou seja, Apple a proteger os utilizadores (sejam eles até de Marte) desde sei lá quando.

  5. Santos says:

    Mais um “Stunt” de publicidade. Agora com a ajuda do FBI. Os poderes da Apple ja chegaram ao governo Americano. Precisam de vendas e qualquer ajuda conta. Acham sinceramente que se o FBI quisesse “ver” o que esta neste telefone ja nao tinha visto? Poupem a publicidade e a treta.

  6. Mónica says:

    Apple confunde privacidade dos utilizadores com segurança dos utilizadores! Os terroristas estão mais descansados com as palavras do Tim cook. Enfim

    • Yordanov says:

      Mónica, vai te catar…

    • censo says:

      Sem dúvida. Há quem esteja mais interessado no lucro do que na vida humana.

      • Andr8 says:

        Lucro de quê?

        • Filipe Coelho says:

          Ainda perguntas? Neste mundo tudo se resume a lucro, porque lucro gera poder, e é isso que realmente interessa a quem governa o mundo. Pensem o que quiserem, mas o que dantes se recebia da natureza, como comida, água, ar, agora paga-se às grandes empresas. Ficamos presos à rotina, aos empregos, porque precisamos de dinheiro para viver, para ter as coisas que sempre tivemos oferecidas pela natureza. Recebemos dinheiro e em troca só tivemos que dar o nosso tempo, a nossa vida, por algo que sempre foi nosso. E enquanto muitos pensam que têm poder de escolha, não têm a mínima alternativa senão continuar a dar-lhes o poder. Podem achar que estas empresas só pensam nos lucros, mas o recurso mais importante para eles somos nós, e eles têm-nos como querem.

    • Dois dedos pela sua segurança says:

      A Monica como cidadã consciente leva sempre o relaxamento feito aquando o Check In quando voa. Há que facilitar a vida aos agentes da autoridade.

    • Carlos Gomes says:

      Exatamente. Aquilo que se pretende é poder aceder ao conteúdo do smartphone de um terrorista que assassinou 14 cidadãos inocentes, a sangue frio, para que se possa investigar melhor, e talvez até obter informações que permitam evitar outros ataques do género. Não é propriamente para espiar o smartphone de uma miúda de 14 anos que mete posts no Twitter…

  7. tavares says:

    Muito diferente: Apple a dizer aos “terroristas”…”Comprem e utilizem iPhones e as vossas comunicações nunca serão interceptadas”!! Mesmo que sirvam para planear,atacar e matar quem defende as “politicas” da Apple! Interessa é que o preço das ações não baixem em bolsa…

    • JBM says:

      Deves pensar que os terroristas, criminosos, etc, não têm mil e uma opções para encriptação de dados. Não há muito tempo surgiram vários artigos de especialistas a referir que não faz sentido haver políticas de restrição à encriptação nos aparelhos pois há centenas de ferramentas de encriptação disponíveis um pouco por todo o lado que não se pode controlar. As únicas pessoas que realmente sairiam prejudicadas com uma política dessas seria o cidadão comum.

      • censo says:

        Os tipos da pirataria dizem o mesmo, e os hackers também, e os ladrões continuam a assaltar bancos, e os maridos continuam a bater nas mulheres, e continua a haver policia, e continuam a fabricar anti-virus, e … enfim. Como é prejudicado o cidadão comum, quando o que está em causa é obter informações de um terrorista ?

        • JBM says:

          Se outras ferramentas estão disponíveis e não podem ser controladas pelas autoridades, não vai ser as restrições no software + comum que vai impedir os criminosos de continuar a estar protegidos pois têm alternativas sem limitações… para bom entendedor…
          Reduzir as defesas do sistema prejudica todos e não só um possível alvo, abre a porta a outros usos que não só a “perseguição” de terroristas.
          E neste caso há ainda a questão de jurisprudência, pois é uma reinterpretação duma lei muito antiga que abrirá a possibilidade às autoridades obrigarem a outro tipo de modificações no futuro…
          Isto sem falar nas implicações noutros países, que certamente quererão usar os mesmo subterfúgios mas com outros propósitos.

          • censo says:

            Diz isso aos familiares dos 14 mortos do massacre. Pessoas que viviam uma vida simples, que trabalhavam num centro de apoio social. Diz isso aos familiares dos 2000 mortos do 11 de setembro. Diz isso aos familiares dos 200 familiares de Paris. Diz isso aos familiares dos 175 mortos dos atentados de Madrid … e podia continuar até sei lá quando …

          • JBM says:

            censo,
            achas que não há vítimas por perseguição, espionagem, etc, por acesso indevido a dados? Achas que os terroristas não têm meios de comunicação que nunca serão beliscados por isto? Achas que não há outros meios de investigação para além de acesso a conteúdos encriptados dum aparelho?

          • Boss says:

            Como as forças policiais não são 100% eficazes, vamos acabar com elas, gostei da lógica!

          • JBM says:

            Boss,
            Tanto gostaste que inventaste essa medida… Basta poder ter a tecnologia a espiar todos que deixa de ser preciso polícias para investigar…

  8. Krasy says:

    mas lá estão os fanboys e a malta anti-fan boys.
    eu ( e de salientar não uso apple) concordo com Tim Cook, mas se lerem bem ele recusa-se a criar um backdoor mas não se recusa a se o FBI lá for com o telemóvel a contornar o bloqueio. ele tb não deve ser nada parvo pois sabe que se criar esse backdoor não será só usado desta vez e sabe-se lá quantas vezes será e por kem.

  9. Boss says:

    Desde quando é que os criminosos têm direito à segurança dos seus dados. Para mim é simples, “tão ladrão é o que vai à horta como o que fica à porta”. O Tim vai para a cela do dito indivíduo cheio de direitos e ficam lá os dois entretidos e em segurança.

    • Francisco Almeida says:

      Pensamento de miúdo. Normal que tenhas essas reflexões imaturas. Com a idade poderás repensar o modo de estar na vida.

      Imagina que a Apple cria uma backdoor para estes investigadores entrarem no iPhone. Quem garante que estes investigadores não vendem a informação a terceiros? A hackers que depois vandalizam as contas dos utilizadores?

      Como fica a Apple aqui no meio?

      Jovem, pensa antes de comentares parvoíces.

      • censo says:

        Jovem, pensa bem antes de por a tua tecnológica preferida à frente do que te é mais de precioso. É só uma questão de prioridades de vida. Só isso.

      • Boss says:

        Para me considerares jovens (admitindo que portanto sabes a minha idade), viveste grande parte da tua vida na fase pré 25 de Abril, o que pode explicar a paranóia com a “venda da informações a terceiros” pelas autoridades de segurança, talvez para ganharem uns trocos para cerveja? Idoso, assim sendo se um dia te raptarem um neto, quero ver se defendes a privacidade dos dados (nomeadamente de localização) contidos no telemóvel do raptor.
        Mal vai esta sociedade em que se defende a liberdade/privacidade dos criminosos.

        • Rosso says:

          Vai ler um bocadinho de Machiavel Boss. Ao menos nisso podes seguir a lição da Apple, plagias umas linhas e fazes um brilharete.

        • Jorge Carvalho says:

          Mal vais tu que não sabes do que está em causa. Sabemos todos que encriptação já existe há anos. Os terroristas não precisam de iPhones para nada como os atentados de Paris provam. O que os americanos querem é uma backdoor só para eles. O problema começa que quando crias uma blackdoor é para todos !

          Abc

        • Alberto says:

          Estás a inverter as coisas… ninguém defende a liberdade/privacidade dos criminosos, defendem sim a liberdade/privacidade de MILHÕES de outros utilizadores que não têm nada a ver com esta situação…

        • Boss says:

          É como digo… pimenta no rabo dos outros para mim também é refresco, pouco me importa que criminosos que não me afetem andem à solta e com a sua privacidade garantida, quando o azar me bater à porta, logo mudo de opinião.

  10. ZePipo says:

    Caros, não se esqueçam do seguinte, é graças a este sistema de encriptação que os roubos de iPhones/iPads baixaram para quase zero. E é graças a este mesmo sistema que se vos roubarem ou tomarem acesso ao vosso iPhone/iPad não poderão aceder aos dados nele contidos, hoje em dia todos nós guardamos informação importante nos telemóveis, sejam fotos pessoais, pins, palavras-pass, emails confidenciais de trabalho, informações bancárias e afins, eu não terei qualquer problema em facultar acesso ao meu dispositivo às autoridades, no entanto terei problema caso a minha informação caia nas mãos erradas e que com isso ocorra em prejuízo para a minha pessoa.
    Além disto, se abrem este precedente com o iOS, quem os impede de fazer o mesmo com BitLocker, FileVault, PGP e afins com os quais encriptamos os nosso computadores? Eu quero a minha informação segura e pago para isso, assim como muitas empresas o fazem, este precedente não pode ser aberto pois todos nós temos muito mais a perder do que a ganhar.

    • censo says:

      Pois…isso é porque ainda não pensaste que hoje em dia em qualquer parte do mundo, seja onde for, há alguém que está disposto a te matar ao virar de cada esquina, em nome de um qualquer fundamento fútil, a ti e a todos os que te rodeiam. Pensa bem no valor que dás às tuas preciosas informações, e pensa bem no valor que tem a vida de todos os que te rodeiam. Depois vem cá conversar.

      • carlos fernandes says:

        —- Deus que é DEUS não agradou a todos…..não entendo que de onde vem o
        ” hoje em dia”

      • ZePipo says:

        Isso não tem nada a ver para o caso, os ataques de Paris foram orquestrados na Playstation Network, há relatos de outros que foram no WhatsApp, há relatos de barões da droga a usarem ainda outros meios de comunicação, existem 1001 soluções de encriptação, muitas opensource, muitas “homemade”, se for fechada esta porta abrem-se 1000 outras, não faz a mínima diferença, aqui o que realmente importante somos nós consumidores, não enquanto salvaguarda da privacidade, isso é uma falsa questão, privacidade é algo que não existe há muito tempo, mas sim como segurança dos nossos dados caírem em mãos alheias. As mortes vão continuar a acumular quer isto aconteça quer não, sempre aconteceram.

    • Boss says:

      Primeiro as minhas informações pessoais preciosíssimas e depois a vida das outras pessoas, há que definir prioridades!

  11. Liberal da Cerca says:

    Gostei foi das 10 tentativas sem sucesso…. desistem facilmente! 😉

    • bruh says:

      “sem que os dados existentes no smartphone sejam eliminados, já que isso ocorre ao fim de 10 tentativas”

      Ja percebeste porque pararam nas 10, ou precisas de um desenho?

      • Alex M. says:

        o que quer dizer que os dados já foram eliminados é que a 10ª tentativa os dados vão a vida

        • bruh says:

          Se eles pararam na 10ª deduzo que só seja apagada á 11ª, mas pode nao ser, nao faço ideia.

          • JBM says:

            o que se deduz é que essa informação não é verdade. Ao fim de 10 tentativas os dados ou são apagados ou o aparelho só volta a desbloquear depois de ser ligado a um computador com as credenciais correctas do utilizador.

      • Liberal da Cerca says:

        Faz-me um desenho, porque só um básico como tu está à espera que eles tenham experimentado introduzir 10 códigos… tipo 1234, 9876, é não é? Venha lá esse desenho…

    • Nada disso says:

      “Apagar todos os dados neste iPhone após 10 tentativas falhadas” – é uma protecção que se pode activar nas definições do iPhone.

      Por acaso pensava que era à 10ª tentativa falhada que os dados eram apagados. Afinal é à 11ª.

  12. Francisco Almeida says:

    Só um atrasado mentalmente dito é que não concordaria com esta defesa da privacidade. Pois abrir um precedente era condenar um sistema ao fracasso.

    Os sistemas são pensados para uma utilização honesta e séria e como tal deve prevalecer a defesa do direito à privacidade.

    A seguir a Google e a Microsoft irão tomar a mesma resolução. Vai uma aposta?

    • censo says:

      Pelos vistos, descobri hoje que sou um “atrasado mentalmente dito”. Eu gostaria de saber a tua opinião caso o terrorismo batesse à tua porta e te levasse o que tens de mais precioso. Sem ofensa, porque não te desejo mal nenhum.

      • Rosso says:

        Talvez surtisse mais efeito se os países que exigem por defeito a tua e a minha privacidade para combater possíveis terroristas, deixassem simplesmente de lhes vender armas e de os financiar. Essa era a meu ver a melhor solução.

        A forma como a informação é hoje tratada não tem nada a ver como era ha 500 ou 50 anos atras. Ninguém tem de ir a tua casa e mexer-te nas gavetas para saber quem tu es ou o que fazes ou onde estas.

        Alguém mal intencionado mesmo numa area remota pode explorar uma backdoor, corre um algoritmo capaz de reconhecer palavras ou padrões de informação pessoal de alto valor em milhares ou milhões de equipamentos simultaneamente.

        E se um terrorista se fizesse passar por ti, criasse uma persona falsa com base em todas as tuas informações pessoais? Este tipo de situação serve sempre dois lados.

    • Boss says:

      Claro, e os criminosos são pessoas “honestas e sérias”, com todo o direito à sua privacidade. Isto anda tudo tolo, só pode… e ainda chamam os outros de “atrasados mentais”.

      • Carlos Gomes says:

        Ainda para mais que neste caso, já nem existe criminoso, porque as autoridade de San Bernardino fizeram o favor de disparar mais de 600 munições contra o SUV onde ele seguia. Portanto estamos a falar de aceder aos dados de alguém que já está no cemitério…

  13. bruh says:

    Olho para esta notícia e o que leio é: ” Es terrorista? Boa notícia, compra um IPhone e nem o FBI te consegue caçar.”

  14. Rui says:

    Ter a icloud cheia de falhas de seguranca, com constantes leaks de dados privados ESTA TUDO OK!!! Que personagem.

  15. censo says:

    Ora pois bem, protejam-se os dados de um terrorista endinheirado que financia uma qualquer potencia tecnológica em detrimento da segurança do mais comum dos cidadãos. Bravo ! Parabens a todos os que defendem este tipo de privacidade.

    • Daniel says:

      Essa lógica segue a destes casos:
      Ha casos relatados de incidentes em greves e manifestações que levaram à morte de pessoas. Para evitar isto podemos proibir as greves e manifestações. Há casos de crime todos os dias. Para evitar isto podemos plantar um chip na cabeça das pessoas para deixarem de ter libre-arbítrio.

      • censo says:

        Explica-te, sem ridicularias.

        • Boss says:

          Vamos acabar com o sistema prisional porque existem inocentes injustamente presos.

        • Daniel says:

          Aquele exemplo que dei serve para demonstrar o que está em jogo. A privacidade dos indivíduos é um assunto sério, assim como qualquer outro tipo de liberdades.
          Há muitas maneiras de combate ao terrorismo, com medidas que não envolvem colocar mais de mil milhões de pessoas sob vigilância e arriscando à utilização indevida da backdoor por outros grupos.

          Os meus exemplos são ridículos precisamente para demonstrar o quão ridículo é comprometer a privacidade e identidades de milhoes e milhoes de pessoas, por uma medida que não traz resultados nenhuns

          • Boss says:

            E que tal colocar a vida de milhoes de pessoas em jogo para prevenir que as autoridades possam eventualmente usar a tecnologia para fins errados?

      • Boss says:

        Vamos perguntar aos familiares das vitimas o que eles acham do direito à privacidade do individuo…

        • Daniel says:

          Por isso mesmo é que não são as pessoas emocionalmente comprometidas a tomar decisões que exigem uma ponderação dos custos (comprometimento da segurança, privacidade e identidade de milhões de pessoas) e benefícios (residuais, já que casos isolados de terrorismo não comunicam com organizações estruturadas de terroristas, que utilizam outros métodos para encriptar e esconder os seus dados).

          • Boss says:

            Neste caso (e em outros similares) é a encriptação do iPhone que está a atrapalhar as investigações e não outra, qual é a dúvida?

  16. marco says:

    Por isso e que nao compro iphones

  17. Rui C. says:

    Acho muito bem.
    Privacidade do utilizador em primeiro.

    O FBI terá supostamente outros meios de chegar aos dados por outras vias.
    Antigamente não existiam iPhones e eles chegavam ás informações. Escuses!

  18. Rosso says:

    Não fazia ideia que mais de 50% dos leitores da Pplware são funcionarios (e dedicados!) do Ministério da Justiça. É que pelos comentários só pode mesmo ser isso.

    Façam copias das chaves todas das vossas casas e entreguem-nas no posto da GNR mais proximo para que eles possam la entrar a seu bel prazer. O que não queremos é gente algures a fazer “avarias” em casa!

    • censo says:

      Esse é um exemplo à medida da tua inteligência. Não atires areia para os olhos dos outros. Não sabes o privilégio que tens por viver num pais, que até ao momento, tem sido poupado ao terrorismo. A marcazinha da fruta é mais importante que a vida humana ? O dinheiro é mais importante que a vida humana ? Comentários como o teu deixam-me seriamente preocupado relativamente às prioridade de vida de muitos que por aqui passam a mandar o bitaite.

      • Rosso says:

        Infelizmente a alusão a que o meu comentário esta a defender um principio a favor da privacidade apenas porque estamos a falar da Apple, apenas mostra o quão deturpada está a tua opinião acerca do comentário que fiz.

        Isto não tem nada a ver com a Apple, nem com dinheiro nem com FBI. Tem a ver com liberdade. O que para ti parece ser um conceito muito redutor mas que é para muitos outros o que realmente importa. Até a podes referir como utópica no mundo em que vivemos, mas ao menos alimenta-me o pensamento. O teu, alimenta-o o medo.

        • Boss says:

          “Liberdade” ou libertinagem? A tua liberdade termina onde começa a minha, a liberadade do ex.mo criminoso terminou ao atropelar a de outros, ao roubar o simples direito à vida de 14 pessoas, é assim tão difícil de entender isso?

          • Rosso says:

            Carissimo, tanto nao sei eu o que vive a família de alguém que foi vitima de terrorismo como tu não sabes o que é a vida de um magro assalariado da coréia do norte incapaz de sintonizar mais de uma estação de radio ou exercer a mais pequena opinião contraria relativamente ao seu governo.
            No entanto o que eu sei é que os regimes ditatoriais (tao odiados pelos que defendem a alienação da privacidade em troca da segurança) a primeira coisa que tiram é a sua população é a liberdade pela redução da privacidade. E isso é um facto.

          • Rosso says:

            Carissimo, tanto nao sei eu o que vive a família de alguém que foi vitima de terrorismo como tu não sabes o que é a vida de um magro assalariado da coréia do norte incapaz de sintonizar mais de uma estação de radio ou exercer a mais pequena opinião contraria relativamente ao seu governo.
            No entanto o que eu sei é que os regimes ditatoriais (tao odiados pelos que defendem a alienação da privacidade em troca da segurança) a primeira coisa que tiram à sua população é a liberdade pela redução da privacidade. E isso é um facto.

          • Boss says:

            Sim, vai ser a encriptação do iPhone que vai garantir que não caímos numa ditadura, como foram os iPhones que nos livraram da ditadura em 74.

        • Rucha says:

          Basicamente, o que queres dizer é que concordas que os terroristas tenham a liberdade de matar quem quiserem sem que a sua privacidade seja posta em causa!! :0

        • censo says:

          Tu defendes a liberdade que um qualquer fanático tem de te matar num qualquer dia ao virar de uma qualquer esquina, em nome de um qualquer ideal. E curiosamente não defendes a liberdade que o cidadão comum tem de se defender desses supostos “idealistas”. Tá certo ! Continua, que estás no bom caminho. Espero nunca me cruzar contigo, livra! Tu não percebes que liberdade nunca existiu. Vives noutro planeta. Enquanto existir gente que pensa que ser livre é atropelar os outros, não há liberdade, pelo que há que actuar. Luta pela liberdade. Mas defende-te da liberdade dos que te querem matar. É disso que se trata: não percebes que hoje algures em qualquer parte do mundo alguém está a ser treinado para te matar. Vive lá as tuas utopias românticas.

      • Ru1Sous4 says:

        Parabéns censo, es mt bom a manipular e distorcer os comentários dos outros utilizadores de forma a que depois possas argumentar a teu belo prazer.

        • censo says:

          E a tua opinião…existe ? Se ainda não reparaste, estamos a discutir pontos de vista. O que pretendes ?

          • Ru1Sous4 says:

            Eu ja dei a minha opiniao em baixo, estas a vontade para argumentar.
            As pessoas estao a dizer que deveria haver privacidade e tu a reforcares a ideia que o terrorista nao tem direito a privacidade. Mas o problema aqui e que nao existe forma de tirar a privacidade ao terrorista sem tirar a privacidade de todos. Nao havendo privacidade, qq pessoa que tenha um iphone fica com a sua informacao disponivel por quem lhes roubar o iphone e assim sendo a merecer de qq um activo de terrorismo.
            Entao tu estas a favor de mais actos de terrorismo e isso? (repara como eu moldo aqui a tua opiniao a meu favor, tal como fizes-te anteriormente)

    • Boss says:

      Pimenta no rabo dos outros para mim também é refresco, quando o azar te bater à porta defenderás também os pobres criminosos e o seu direito à privacidade?

    • Andr8 says:

      +1

      Aliás, ponham matriculas com GPS nos carros, tirem-nos o dinheiro, e passamos a usar cartão de débito associado ao numero de contribuinte, etc…

      Mentalidade tuga, que somos escravos do estado. Pior que comunistas!

  19. Joaquim says:

    Areia para os olhos com esta notícia de recusa em ceder da Apple. Apple, Microsoft, Google (Android) está tudo minado. Ponto!

  20. Cidadão Normal says:

    É capaz de ser uma estratégia da Apple para os terroristas se sentirem seguros usando os seus sistemas.

    You never know…..

    • Cidadão Normal says:

      Quem sabe… a Apple e o FBI já devem estar a trabalhar juntos para os apanhar.

    • Luís Daniel says:

      Certo, a grande verdade.
      Apple vende mais a quem pode pagar, que bem precisa para pagar as suas obras, o FBI escusa de se preocupar tanto com todas as possíveis formas de comunicação e encriptação, os terroristas com o seu iphone nas mãos e o ego no máximo são mais felizes até serem mortos no fim todos Nós saímos a ganhar

  21. Rucha says:

    Não Concordo!
    Há pessoas que se esquecem que a privacidade de uma pessoa que matou dezenas pode influenciar a sua propria segurança. Uma coisa é assegurar a privacidade de todos os utilizadores de iphones, outra coisa é ao faze-lo estar a por em causa a minha a segurança!

  22. Joao 2348 says:

    Quem está disposto a ceder a liberdade para ter mais segurança, não merece nem uma coisa nem a outra!

    Quem pratica o errado terá sempre de pagar pelo que fez! Não pensem que lá por escaparem à policia se escapam da Verdadeira Justiça! Menos ainda agora!

    Todos os dispositivos devem permitir o acesso apenas ao proprietário e a ninguém mais! Assim muitos males se evitarão de futuro! Devido a má compreensão / interpretação daquilo que têm em “mãos”.

    Não se preocupem que um colectivo de verdadeiros juízes, futuramente (não agora! Agora não é ainda possível, mas sim e apenas só no futuro!!!) será capaz de avaliar a pessoa em sua frente e decidir correctamente sobre o seu destino sem ser necessário cá provas físicas… tudo fica registado no além e tais juízes conseguirão aceder e verificar exactamente o que aconteceu compreendendo então o todo e não apenas o acontecimento isolado, para assim tomar a decisão acertada. Deixará de haver provas falsificadas, ou falta de provas, ou testemunhas que não contam a verdade (seja porque o fazem de propósito, seja porque estão convencidas de algo que não corresponde mesmo à realidade tal como ela é mesmo)… ou pessoas que se acusam a si mesmas de coisas que não fizeram (seja lá porque razão for).

    Mas para já, é preciso evitar o acesso à informação privada… não é preciso preocuparem-se, ninguém escapa à Justiça Divina, ainda que possa escapar aos tribunais/ prisões humanas… e assim se protege todos do abuso generalizado por parte de pessoas maldosas que estão em todo o lado incluindo nos estados (basta ver as secretas portuguesas que fazem escutas ilegais) políticos, jornais, policias, tribunais e por aí em diante que tantos danos provocam todas as vezes que se enganam e ainda todas as vezes que fazem de propósito para prejudicar alguém.

    • censo says:

      Não vives em liberdade. A liberdade na qual julgas viver, não é mais do que pura ficção. Acorda. Para alem de toda a outra ficção que a seguir comentas. Fazes bem : autoconvence-te que ninguém escapa. Espera pelo divino. Espera pelo futuro. Não te incomodes com estas coisas. Mesmo que isso tenha um custo elevado, traduzido em milhares de vidas inocentes.

  23. Ru1Sous4 says:

    E simples de perceber que se back-doors fossem disponibilizadas, os únicos prejudicados seriam os utilizadores comuns e não os terroristas. Um terrorista se não quer os seus dados acedidos simplesmente usa outro sistema de encriptação que não esteja comprometido, mts deles não disponibilizados para os cidadãos normais.
    Acabando com uma situação onde o cidadão comum fica a perder e para o terrorista e igual como sempre.
    Se existir uma back-door no SO, o mesmo pode apenas ser disponibilizado para as autoridades, todavia e uma questão de tempo ate alguem o usar para outros fins e depois em vez de 1 ataque terrorista num milhão, cada roubo de um iPhone e um possível acto de terrorismo pronto a acontecer, uma vez que la tem moradas de casa, das cresces dos nossos filhos, da nossa informação bancaria, da nossa informação de saúde, de quando e onde vamos de ferias, ate para promover o roubo de identidade iria ser mais fácil.
    Sim e mau este tipo de ataques terroristas, todavia criar uma back-door disponível no SO, iria levar a mt mais consequências nefastas que as vantagens que dai advém.

    • Boss says:

      Temos um caso concreto, um criminoso responsável por 14 mortos e mais uns quantos feridos, tem um iphone, a encriptação do mesmo, e não outra, está a barrar as investigações, o que fazer? Defender a privacidade do dito cujo? Abram os olhos e vejam o que está em causa.

      • Brasão SS says:

        @ Boss
        És tão (…) pá! Mas quem é que está a defender a privacidade do criminoso? Leste as notícias sobre este crime? Leste a carta aberta de Tim Cook?
        Imagina que conseguem desbloquear a porcaria do iPhone, não encontram nada, afinal ele usava outro sistema de encriptação, e não a do iPhone! Voltam à estaca zero! Acho que quem não está a ver o que está em causa és tu! A questão é um direito fundamental e constitucional, liberdade! Eu sou livre de ter a minha privacidade. PONTO.
        Quantos casos de terrorismo existem nesse mundo fora, nunca lhes apanham o rasto, e nunca usaram iDevices, nem porcaria nenhuma tecnológica! É incrível como distorces as coisas só para criticar uma marca que odeias! Haja paciência!

        • Boss says:

          Uma coisa básica que tu não atingiste é que TODOS os teus direitos, incluindo a tua privacidade são limitados, terminam quando começam o de outros. Queres privacidade total, tens de abandonar o sistema, tens de largar a sociedade e ir viver para o meio do monte.
          Porque existe a possibilidade do iPhone não ter informações relevantes, não se pode simplesmente descartar essa investigação; não te cabe a ti nem a mim analisar a importância do iPhone na investigação.
          Ainda bem (para esta acusação em concreto) que a rival da “marca que odeio” segue o mesmo caminho; a minha opinião mantém-se, e agora? É uma questão de marcas ou de tirar a marca da frente dos olhos e ver a realidade sem utopias?

      • Ru1Sous4 says:

        Boss :facepalm:
        Então o que sugeres? N existe forma de dar acesso a informação do iPhone, para o fazer e preciso comprometer o iOS, ao comprometer o iOS todos os iDevices ficam comprometidos.
        Diz-me la qual e a tua sugestao?

        • Boss says:

          “todos os iDevices ficam comprometidos.”
          Como é que há tanta gente que não compreende o que se passa?
          O acesso é garantido unicamente ás autoridades, não a ti, nem a mim, que comprometimento é esse? Não confias nas autoridades? Mas confias na Apple que tem a capacidade de quebrar a segurança; não está portanto o iOS potencialmente comprometido à partida?

          • JBM says:

            Confias em todas as autoridades no mundo? Confias que ficará guardado a 7 chaves quando tanta gente quiser o mesmo ou +?
            Quanto à confiança na Apple, não é a Apple que anda por aí à “caça” de aparelhos para espiar. E apesar de ser uma empresa com interesse económico naquilo que faz e não uma instituição democrática, a sua tecnologia está sujeita a escrutínio e análise por muita gente.

  24. rui says:

    Os serviços tipo NSA tem acesso aos dados na mesma. Por isso isto é só para aparecer.

  25. cvb333 says:

    sois tão inocentes 😀

  26. Miguel says:

    Depois do escândalo NSA a america tenta limpar imagem da apple, e ainda existe tapados que acreditam no Pai Natal. NSA como sempre acesso directo nao duvidem

    • Miguel says:

      Alias estas operacoes consertadas de publicidade sao para que os membros politicos e industriais de varios países continuem a usar apple para que a America possa sempre que queira fazer espionagem política e industrial como a historia nos tem demonstrado.

      • Rosso says:

        Só a Google com os seus Think Tanks Geo Estratégicos cheios de gente influente quer política quer empresarial, com níveis de acesso à informação que circula nas web visível praticamente total não chateia o FBI nem a NSA. Vá se la entender porque.

        Realmente faz todo o sentido a Apple ser o vector escolhido para esta operação de desinformação. Adiantando que a garantia da robustez do equipamento espião é logicamente garantida pelo selo “made in China”.

      • hugo matias says:

        Afinal ainda há quem tenha dois dedos de testa aqui…
        É por causa desta e de outras que estamos como estamos,isto é,acreditam em tudo o que vendem…

      • JBM says:

        Uma estratégia um pouco estranha para o que estás a dizer ser o objectivo, já que o resultado final daquilo que querem que a Apple faça é o governo americano ter acesso + facilitado aos conteúdos dos aparelhos da Apple. Não é propriamente uma medida que leva a aumentar a confiança dessa pessoas.

  27. John Doe says:

    É quase só artistas a comentar por aqui.. Esmiúcem a coisa pelo lado que vos der mais jeito, mas o que importa mesmo é isto: se a Apple acatar a ordem, digam adeus à vossa maneira atual de estar no mundo. Estará a abrir-se precedência para casos semelhantes e, depois, em todos os outros que as autoridades “julgarem necessário” (havendo ou não terroristas envolvidos).

    O que – talvez um pouco a despropósito para o caso em apreço, admito-o – me faz lembrar aquela história do século passado em que um certo número de pessoas começaram, muito normalmente e sem indignação social, por ter um “pequenino apontamento” nos papéis de identidade. Depois passaram a ter de usar uma estrelinha amarela na roupa. E depois tiveram de ir todos morar juntos para que as pessoas normais pudessem respirar. E por fim foram quase todos chacinados.

    O que eu quero dizer? Quando se começa a limitar a liberdade com base no medo, o resultado nunca é bom.

    • Boss says:

      De facto o mundo mudou depois da implementação da encriptação da Apple e se agora acabarem com a mesma voltamos ao passado de repressão com que a Apple acabou, certo, artista?

      • JBM says:

        Tens andado escondido nos últimos 3 anos? Não tens lido as notícias sobre os atropelos e abusos de muitos governos aos direitos dos cidadãos pela tecnologia dos últimos anos; da evolução dos hábitos das pessoas no uso de aparelhos móveis e como estes guardam cada vez + informação relevante, etc, etc?

        • Boss says:

          E foi a encriptação da Apple que mudou o mundo? E foi só agora que aconteceram “tropelos e abusos de muitos governos aos direitos dos cidadãos”? Tu é que só deves ter acordado há 3 anos.

          • JBM says:

            uau, é preciso ser mesmo como uma avestruz. Achas que isto é só sobre aparelhos da Apple? ou só os EUA? Achas que a realidade, os hábitos das pessoas e o uso que fazem da tecnologia é o mesmo de há 5 anos atrás? Não reparaste na espiral de hacking no mundo perpetrada por vários agentes governamentais aos + diversos alvos – nada a ver com criminosos ou terroristas?
            Achas que por antes não ser preciso grande encriptação hoje então também não deve ser?

    • Brasão SS says:

      @John Doe
      Um dos poucos comentários com assertividade! Parabéns!
      Concordo com o que escreveste!
      No primeiro parágrafo resumiste bem o que poderá ser um “modus operandi” das autoridades, caso a Apple ceda.
      Aliás na carta aberta de Tim Cook, ele é claro: “Embora acreditemos que as intenções do FBI sejam boas, seria errado para o governo nos forçar a construir Backdoors nos nossos dispositivos. E no fim de contas, nós tememos que essa obrigação pode arruinar justamente a independência e a liberdade que o nosso governo busca proteger.”
      Não se trata de defender criminosos, como apregoam certos comentaristas pseudo-intelectuais, que por aqui vejo, mas sim um direito constitucional, que é a privacidade dos cidadãos. A criação de backdoors, também irá prejudicar muito mais o cidadão comum do que beneficiar! Quem garante que a nossa informação pessoal não cai nas mãos de criminosos, e prejudicar mais cidadãos, do que certos casos isolados como este? Era bom pensar um pouco sobre isso!

  28. Peter Ross says:

    É por isto e outras razões que ADORO O MEU Iphone e APPLE.

  29. Paulo Martins says:

    Basicamente a única questão aqui é que a Apple não confia no FBI, pelo que eu percebo o medo da Apple não é comprometer a informações do utilizador mas que o método caia nas mãos alheiras e abras brechas de segurança no iOS, ora bem não era fácil à Apple pedir o telemóvel desbloquear as informações e dá-las ao FBI?
    Têm medo de um precedente? O terrorista está morto, não é um suspeito que estão a investigar mas sim um criminoso… Com todo o respeito a questão do quem não deve não teme não se aplica, se um tribunal diz que para investigar um crime é preciso ter acesso a um telemóvel/tablet/PC e há fundamentos para tal as empresas só têm que auxiliarem no que puderem…
    A Apple não está a ajudar o Zé da esquina a aceder às informações de um telemóvel está a ajudar as autoridades, e se a Apple não confia no sistema judicial e de segurança do seu país então algo está mal…

    • Boss says:

      Nem tudo está tolo por estas bandas. Mas a Apple não está sozinha, os fãs da maçã parece que não confiam também nas autoridades, confiam no entanto que a Apple, que pelos vistos consegue criar o backdoor, não o vai fazer quando e para o que lhe apetecer.

    • Ru1Sous4 says:

      Mas ai esta o problema, a empresa nao tem forma de aceder ao tlm. A unica forma de aceder ao tlm de agora em diante era a empresa criar uma back-door, todavia essa back-door mais tarde ou mais cedo iria ser descoberta por outros e utilizada para outros actos de terrorismo.

    • JBM says:

      deves achar que a partir do momento que a Apple for mesmo obrigada a criar um novo sistema, que + nenhum governo quererá o mesmo mas nas suas próprias condições… estás a ver onde é que isto pode ir parar?
      E dada a natureza da lei que é invocada o + provável é que os pedidos de modificações não fiquem por aqui. Não só passarão a poder usar isto para qualquer tipo de caso, como no futuro haverá o desejo de obrigar a outro género de modificações à revelia…

    • Boss says:

      Portanto conformam o que digo, não confiam nas autoridades, maléficas, mal intencionadas, que querem espiar as vossas selfies e as vossas SMS, mas confiam que a Apple não criará nem criou um sistema para quebrar a segurança; as intenções da Apple não se põe em causa, mas as das autoridades, sempre!

  30. Sergio J says:

    criticam a Russia e outros paises de querer que os dados estejam guardados no proprio país.

    E agora vocês querem que o governo de outro país possa ter acesso aos meus dados em nome da segurança. Neste caso é um equipamento, mas se aceitam isto para um equipamento tb tem de aceitar para a vossa conta de email, rede social, cloud, etc…

    Não se trata de dar acesso a um equipamento em particular. Significa minar completamente o nosso direito à privacidade.

    • Boss says:

      Se és um criminoso, como é o caso, não tens direito à privacidade, ponto.

      • Sergio J says:

        Estás a dizer que se o governo dos Estados Unidos assim o quiserem podem entrar nas tuas contas.

        Este é um criminoso e tu?

        Não percebes que o que está em causa não são as liberdades deste criminoso, mas as tuas liberdades. Como estará salvaguardada a tua privacidade se abres um precedente.

        Além disso ser criminoso, não significa que não tenha direitos. Para ti, pelos vistos nem haveria julgamento. Atenção que eu não sou radical como relativamente a direitos como muita gente da esquerda. Admito que é discutivel quais são os seus direitos. Mas tb não sou radical ao ponto de dizer que não tem nenhum.

        • Boss says:

          Não deves ter lido aquilo que eu li…
          O governo dos EUA quer aceder aos dados deste e possivelmente de futuros criminosos, se tu és ou te tornares um, sim, senão, não. Ninguém está a pedir à Apple para tornar pública uma maneira de contornar a segurança!
          Um criminoso só o é depois de julgado, certo? Eu não sou juiz, não fui eu que julguei este (nem nenhum).

          • JBM says:

            Não leste muita coisa, ou leste só o que te interessou.
            Na prática será para qualquer pessoa que interesse às autoridades investigar, criminoso ou não, pois como tão bem disseste só é criminoso depois de condenado num tribunal, e nem toda a gente é condenada ou acaba por ir a tribunal por causa da investigação.
            E dado que esta ordem é feita fora dum quadro de regulamentação sobre encriptação, não há nenhuma garantia sobre como poderá ser usado no futuro, ou a magnitude de novas medidas exigidas. E existindo o software não há garantia que fique só na Apple ou nos EUA…

  31. PL says:

    Mal estará o mundo da justiça que se para provar que o gajo era terrorista depois do que fez, seja necessário aceder ao telefone.

    Se for para investigar então o juiz não pode interferir em matéria de investigação, até mesmo porque sem prova em contrário todo o cidadão é inocente, logo o juiz estaria a invadir a privacidade de um inocente ( não do gajo que está morto mas do resto das contactos no telefone) em nome do contra terrorismo.

    Se algum dia um Juiz americano puder decidir sobre a matéria de privacidade e sobrepor à constituição do seu próprio país então estará aberta a porta para que um juiz espanhol ou francês ou português o faça, e até aqui podem dizer que tudo bem, o problema está quando for um juiz chinês a mandar desbloquear todos os telefones do país dele para ter mais controlo em nome da segurança.

    Muitos dos nossos antepassados sofreram e morreram para que possamos ter esta “suposta” liberdade, apesar de não termos sentido na pele, é nosso dever honrar a memória deles defendo o pouco de liberdade que ainda temos.

    Sempre ouve outras formas de investigação, não é certamente ter acesso ao telefone que vai fazer a diferença !!!!

  32. Alex M. says:

    Segundo o que entendi todos os sistemas operativos possuem essa tal backdoor com a excepção do ios e não sinto que andemos a ser vigiados e não é por a Apple criar essa backdoor que isso irá mudar e ainda por cima o ios não é o sistema mais usado.
    Quem se acha vigiado que procure ajuda médica pois está paranóico.

  33. Carlos Gomes says:

    Isso não vai ser complicado de contornar, basta o Governo Federal invocar o Patriot Act e pela segurança nacional, a Apple tem de dar o acesso ao smartphone que está a ser investigado.

  34. Alex M. says:

    E tanto exigimos a privacidade para depois escarrapachar a nossa vida toda ou parte dela nas redes sociais.
    A privacidade em sociedade e pura ilusão.

  35. alexx says:

    Nao deixa o FBI aceder a um Iphone mas tentem reparar um iphone sem ser na Apple Store e depois actualizem para o ultimo IOS e ja passam a ter um tijolo em casa porque e uma seguranca da apple……

  36. Sergio J says:

    Pergunta: ele já não poderia ter dado a sua password ao advogado e apagado remotamente o equipamento?

  37. jsp says:

    A serio ? 150 mensagem para discutirem uma coisa idiota sobre um smartphone bloqueado.? Vocês ainda não perceberam que a informação que esta dentro daquele smartphone vai acabar por ser obtida ou ja foi obtida ( coisa que eu acredito) pelas agências de segurança interna por de traz das cortinas… O mundo é um tabuleiro de xadrez a jogada da NSA que correu mal com o edward snowden ja passou a historia, agora existe outras maneiras de espiar informação quer queiram quer não. Sempre espiaram e sempre vão espiar as populações seja qualquer que seja a tecnologia usada. olhem para a historia sempre ouve.

  38. Filipe Teixeira says:

    Olhem aí, acham que fazer o backdoor é fácil, mesmo para quem sabe e quem trabalha nisso? Se fosse, já havia!
    Vamos resumir:
    FBI: Oh cupertinos, façam ai um backdoor para o iOS para apanharmos um terrorista e provavelmente guardarmos para “quando der jeito”
    Apple: Ou seja, meter os nossos engenheiros a fritar cabeças em overtime e provavelmente sem compensação da vossa parte para o resultado ser dizer a todos os nossos utilizadores que temos as vossas vidas todas aqui à disposição do correctíssimo governo Americano, mas espero que continuem a preferir a nossa marca, já que “pode ser que dê para apanhar um terrorista”? Não me parece bom negócio.

  39. Tiago Araújo says:

    Ora bem, como diz o Senhor Alberto, e repito o SENHOR Alberto:
    “Privacidade é um direito, e quem abdica dela para ter liberdade não merece nenhuma das duas…”

  40. Tony says:

    Confiam mais na Apple ou no FBI?

  41. Wishmaster says:

    A questão principal é: o desbloqueio do iphone é mesmo necessário para a prossecução do autor dos crimes…? Será mesmo necessário para condenar um indivíduo que está perfeitamente identificado e existe prova de que foi ele a matar as pessoas..?

    Se quisessem aceder ao iphone, já o teriam feito. Com certeza existem indivíduos que conseguem passar os dispositivos de segurança e aceder à informação.

  42. Wishmaster says:

    Mais, a Apple tem de aceder ao pedido do tribunal. Se o tribunal não fizer nada, então a justiça lá é uma paródia.
    Cá não brincavam assim…

  43. Rui Carriço says:

    Estamos em território perigoso, uma empresa que se julga acima da lei, que recusa uma ordem judicial é um precedente gravíssimo e um atentado ás liberdades e garantias concedidas por um estado de direito.

    • JBM says:

      isso é uma piada? Nunca ouviste falar na capacidade de recurso em tribunais? É isso que a Apple vai fazer e até pode demorar muito tempo nos tribunais. É um caso que vai definir os limites da interpretação da lei usada.

      • Rui Carriço says:

        Não é nenhuma piada, não achei graça nenhuma e fico muito preocupado. As pessoas não percebem que ao se exacerbar o direito à privacidade, ao sigilo, estamos a abrigar atitudes criminosas. Quem não deve não temo.

        • JBM says:

          se não é nenhuma piada então para vires dizer:
          recusa uma ordem judicial é um precedente gravíssimo e um atentado ás liberdades e garantias concedidas por um estado de direito
          só pode ser desconhecimento. Desconheces os procedimentos judiciais e as liberdades e garantias dum estado de direito. Desconheces o que está aqui em jogo, e desconheces o que os especialistas já disseram sobre a criação de limitações à encriptação em produtos comerciais – não resolve o uso de encriptação pelos criminosos.

      • jsp says:

        Esquece essa treta de tribunais. A informação vai ser acedida ou ja foi por detrás da vista do público. FBI nem é uma agência americana com grandes poderes acima do FBI existe mais algumas agências com enorme poder começando pela CIA. Alias eu até estou achar isto tudo uma fantochada, porque nem é o FBI que trata de problemas de terrorismo. Isso sao assuntos da CIA ou acima da CIA.

        • JBM says:

          Não é o FBI que trata de problemas de terrorismo e não tem grandes poderes? Deves andar a ver demasiadas séries… Dentro das fronteiras dos Estados Unidos é o FBI que actua em questões de terrorismo, contra-espionagem, etc. As outras agências não podem investigar cidadãos americanos, e estão limitadas na sua actuação dentro das fronteiras dos EUA. Daí toda a celeuma com a NSA!
          A Apple já deu informação que tinha às autoridades, como qualquer outra empresa com serviços online, na maioria dos países.

  44. Nicolau Pais says:

    Todos falam que é mais importante apanhar os criminosos e que para isso é preciso ceder da nossa privacidade.
    Para os que acham que apanhar 1 criminoso é mais importante que todos as outras pessoas que querem garantir a sua privacidade, reparem. Os terroristas e assassinos ganham ainda mais com este backdoor do que nós que supostamente não temos nada a esconder.
    Então vejam se os terroristas tiverem a possibilidade que o FBI pode vir a ter de espiar qualquer pessoa, então eles não vão fazer atentados para matar 100-200 pessoas, vão é fazer uma analise de dados e matar muito provavelmente milhares. Quanto mais telemóveis, computadores, servidores, etc estiverem desprotegidos mais rapidamente somos alvo de malucos que matam indiscriminadamente. Não lhes podemos dar esse tipo de armas. São muito perigosas na mão de um criminoso.
    Pegam no backdoor vêm os dados que precisam e planeiam ataques com ainda maior escala.
    Agora digam-me 1 pessoa vale mais que milhões????????
    Estavam dispostos a sacrificarem-se por um terrorista??????
    Sim porque para ceder neste caso, é estamos a por o carro à frente dos bois….
    Depois não vai acontecer arrebentar uma bomba e só morrerem 50, eles vão saber exactamente quantas pessoas vão estar em determinado sitio e quando chegar a um bom numero… boooommmm
    Eu também quero acima de tudo que os criminosos e terroristas sejam punidos, mas existem tantos outros meios de os apanhar.
    A maioria das pessoas pensa sempre só para um lado mas esquecem-se que existe sempre o Yin e Yang

    A policia pediu a um Juiz para entrar dentro da sua casa. Chegam la rebentaram com as portas e está feito.
    Não será melhor deixar lá uma porta especial só para a policia. Assim quando eles suspeitarem que roubou uma laranja podem entrar sem ter que ir chatear o Juiz.

    Comessem a tirar as portas e as janelas de casa porque não têm nada a esconder…..

  45. Liberal da Cerca says:

    Já vi aqui tantos posts a explicar como é fácil entrar num iPhone, lembro-me daquela cena de copiar a impressão digital e fazer um dedo de silicone, outras de carregar n vezes no home e tocar flauta com a outra mão, até desbloquear, tantas e tantas… e agora querem experimentar introduzir manualmente códigos…. para tentar desbloquear à força-bruta… bem, lá para o ano 5398 talvez tenham sorte… esta notícia só pode ser falsa!

  46. diogo says:

    oh pessoal isto é tudo propaganda da apple, isto é tudo mentira, isto é para os terroristas e criminosos pensarem que estão seguros ou vão passar a estar seguros. deixando softwares realmente seguros.
    quero relembrar-vos que o sr. snowden divuulgou que o iphone tem um spyware secreto.
    a unica coisa de confiança é software open source.

    • JBM says:

      nunca o snowden disse tal coisa, apenas divulgou estratagemas dos serviços secretos americanos para inserir spyware em aparelhos alvo. Mas podes sempre ler o comentário do Snowden a este episódio.

  47. Daniel santos says:

    Entrega a desgraça do celular para apple com um mandato judicial para tirarem todos os bloqueios e entregar a copia de todos os dados para o fbi.

  48. diogo says:

    nao o snowden disse que não utilizava o iphone pois não era seguro e que tinha um spyware secreto. isto foram palavras dele. tambem vais dizer que não colocaram backdoors na empresa rsa em troco de milhoes de dolares.

  49. diogo says:

    o spyware ou vem instalado ou é instalado. quando se trata de spywares as agencias tem mais interesse em que o spyware venha pre instalado ou um spyware secreto escondido, visto conseguirem ter logo acesso aos codigos.
    softwares como truecrypt ou o serviço de email lavabit, o tor, o tails, o pgp isto são tudo softwares open source estes não tem spywares ou backdoors, e tanto que não tem que alguns ja fecharam ou acabaram sabe-se la porque. tudo o que é da microsoft, google, rsa, apple é lixo não seguro e não é privado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.