PplWare Mobile

FBI oferece ajuda para desbloquear qualquer dispositivo Apple


Autor: Pedro Simões


  1. Tony says:

    Para que ha-de o FBI dizer? para depois ter de descobrir como fazer no futuro para desbloquear.

  2. Tony says:

    “FBI, que tem a obrigação de alertar as empresas para as suas falha de segurança.” Essa ta boa! Tem a mesma obrigação que têm as empresas em alertar o FBI de falhas de segurança. Agora nem um nem outro vai explicar porquê ou como se não quiser. As próprias agencias do governo não fazem muito como o FBI, NSA e CIA

    • Tomás says:

      Por lá, por acaso, até existem leis sobre as empresas para comunicação de falhas de segurança; mas não existem leis que obriguem as autoridades a partilhar falhas que descubram, apenas há um comité que avalia se vale a pena comunicar.

  3. Miguel says:

    lol, arroz outra vez?

    Pronto a NSA explicou ao FBI como se faz, e agora este anda armado em heroi…

  4. LG says:

    *sniff sniff*… smells like bullshit to me…

    O FBI só anda a lançar este veneno para ver se a Apple entra em cooperação com eles… Deviam de ter vergonha de prejudicar a imagem de uma marca bilionária do próprio país…

    • Tony says:

      https://www.youtube.com/watch?v=kE07F-1N95o
      “salvem os ricos, ajudem os milionários” – Os Contemporaneos

    • Luiz says:

      KKK, como eh? a Apple se nega a colaborar num caso de CRIME, e o FBI eh o responsavel por denegrir a imagem da Apple?

      deve estar de brincadeira!!!

      A Apple foi eh burra, deu um tiro no proprio pe…

      • Jorge Carvalho says:

        Comentário de quem lhe passou o caso todo por cima da cabeça e não o percebeu…. ou não quis.
        A Apple ajudou o FBI.
        Aquilo que o FBI de seguida pediu foi um iOS modificado só para eles , para poderem desbloquear quando quisessem e isso não é legal ( pelo menos 3 tribunais assim o declararam) .
        O que a Apple recusou foi fazer esta versão de iOS e era isso que estava em tribunal.

        Ps: Alias o que o FBI se oferece para fazer é ilegal 🙂

        Abc

      • LG says:

        Luiz a única coisa que o FBI pediu à Apple foi saltar da ponte… Uma coisa é o FBI pedir desbloqueio dos equipamentos, coisa que ja faz tal como a Google… outra coisa é implementar um backdoor a todos os iPhones na proximo update..

    • Narco says:

      Epa isso é mesmo doença? Ao ponto que chegam os fan-boys

      Mas não tenho pena, porque estas pessoas são felizes, acreditam e vivem disto.

      • LG says:

        Narco se andares mais atento aos comentários da pplware aprendes que sou utilizador Android… Dispenso completamente produtos/serviços Apple… Mas tenho a minha opinião sobre este caso e embora não seja utilizador iDevice, não faz de mim um hater/fanboy…

  5. sa says:

    Não quiseram cooperar com as autoridades, agora não têm direito a saber como descobriram. Simples!

  6. jesus jones says:

    Ninguém esta a cima da lei parece que a Apple se acha intocável mas esses dias acabaram

  7. Rui LUX says:

    para mim isto não passa de um circo..
    ora vejamos.. se um juíz pode emitir uma ordem de busca e a policia vem e revista a minha casa toda.. então deveria ser igual para um PC ou telemóvel ou qq outro gadget..
    COM ORDEM JUSTIFICADA DE UM JUÍZ (em caso de crimes.. terrorismo.. etc..) qualquer marca devia ser obrigada de imediato a desbloquear o que quer que seja.. e não me interessa se é a apple, microsoft, google ou a empresa que faz os tamagotchis… e não estou a falar de abrir as “portas” e deixar espiarem tudo.. estou a falar só nos casos em que há um crime, uma investigação e uma ordem judicial.

    • Tomás says:

      Essa género ordem seria aplicável ao proprietário não ao fabricante.

    • Jorge Carvalho says:

      Isso já é feito !!! Bolas que ninguém sabe o que se passou ? Se calhar era melhor o Ppplware escrever um artigo acerca disso.

      Abc

    • NT says:

      Sim…. Mas mais uma vez, se tens um software/hardware que “por defeito” vem com uma porta de entrada que só as autoridades é que sabem… Quanto tempo pensas que isso vai durar?
      Os próprios estados têm as matérias de “TOP SECRET” porque é que raio tu, ou alguém (infelizmente mesmo que sejam terroristas…) não têm direito a ter dados guardados como “TOP SECRET”? Tipo tiras uma foto e não queres que não tenham acesso à mesma. Se for o FBI que suspeita que aquela foto é um ‘crime’ tens que desbloquear? Sim porque se não desbloqueias levas com o carimbo de terrorista. Mesmo que o teu crime tenha sido estacionar e não deixar a moedinha para a EMEL.
      Sim devem fazer os dispositivos o mais seguros possíveis… E já agora após tanta vigilância sobre o que o pessoal anda a fazer os ataques terroristas continuam a matar gente tanto cá (Europa) como os ataques terroristas sobre o povo Sírio e vizinhos.

  8. Pirata says:

    Como já tinha dito, parece que é simples o desbloqueio. E barato.

    • Tomás says:

      barato não parece ser, o FBI alegadamente estará a pagar algumas centenas de milhares de dólares para ter acesso à ferramenta.
      Não deve ser mais simples do que outros ataques de força bruta a encriptação do género

      • Boss says:

        Não eras tu o que jurava a pés juntos que só tinham conseguido por causa da password fraca e que não conseguiriam em “qualquer dispositivo”?

        • Tomás says:

          Boss, primeiro que tudo uma correcção para não inquinares logo o sentido do que eu tenho dito: falei em password fracas [ataque de força bruta] e que o mais certo era não ser possível usarem o mesmo com aparelhos mais recentes.
          Nada do que o tem vindo a público tem demonstrado o contrário disso.

      • Pllz says:

        se soubesses alguma coisa de criptografia sabias perfeitamente que ataques de força bruta em sistemas bem encriptados não é possivel com a tecnologia actual em tempo util. Se isso aconteceu é porque estão a usar lixo feito in-house mal testado e mais uma vez a utilizar a tipica estrategia de segurança mais usada pela apple, security by obscurity.

        • Tomás says:

          Se soubesses alguma coisa do que se está a dizer, ou não quisesses passar por desentendido… O ataque de força bruta é à password/passcode usada na base de criação duma das chaves (256 bit) da cadeia de chaves de encriptação, funcionando essa password como autenticação no processo de decigrafem dos dados.
          Se pegares noutros sistemas de encriptação de armazenamento vês processo idêntico e a possibilidade de vector de ataque semelhante, daí ser aconselhado usar boas passwords. Nalguns sistemas de encriptação é até pior pois esse ataque pode ser realizado muito mais rapidamente em supercomputadores por não estar ligado a hardware criptográfico específico, ao contrário do que se observa no iPhone que tem de correr no próprio hardware por ter “imbutido” no SoC uma chave criptográfica necessária ao processo – algo semelhante ao que se obtém com chips TPM

  9. Almada says:

    Bem feito para a Apple…armou-se aos cucos,agora paga por isso.Devia ter cooperado sem levantar ondas,como todos os outros fabricantes fizeram.

  10. Miquelina says:

    A Apple explicou ao FBI como desbloquear o télélé e salvou a face perante os clientes, o FBI faz de conta que consegui sozinho e viveram felizes para sempre.

  11. Não Interessa says:

    só tenho a dizer: “HAHAHAHHAHAHAHHAHAHA!!!”

  12. Jorge says:

    Agora a apple tem de arranjar provas para processar o fbi

  13. Sergio J says:

    Humm. Vão aconselhar as pessoas a deixar de usar pin e passar a usar password

  14. Pedro Santos says:

    Rui LUX: Bem dito e absolutamente correcto !!!!

  15. TOTILMAN says:

    Quanto é que eles levam para desbloquear?? Os operadores portugueses levam muito caro e embora os monhés o façam mais barato, continua ainda a ser caro :D:D

  16. poiou says:

    Pelo que percebi, o que o FBI pediu foi que a apple deixasse uma backdoor no iphone para eles acederem quando lhe apetecer. A apple não recusou desbloquear um iphone específico.

    • Jorge says:

      Olá,
      Ao menos tu leste correctamente as notícias …
      De resto a maior parte do pessoal, salvo outras excepções aqui neste forum, não entendeu o que realmente se passa.
      Pelo que se concluí desses comentários, que há pessoal leu as notícias na diagonal… típico do Português, por isso é que o País está como está… falido…

      • Xinuo says:

        Não sou de Portugal.

        Eu não sei se é possível, mas acho que a Apple poderia fazer uma ferramenta que desbloqueasse só o iPhone específico.

        Eu colocaria uma versão modificada de determinados programas (como o que pede a senha) para ser carregada só pelo iPhone do terrorista, creio que isso seria fácil e rápido.

        Creio que a Apple fez todo o alarido para que a opinião pública não tivesse a consciência do quão fácil seria para a própria Apple burlasse tudo de segurança dos iProdutos. Pelo que saiu noticiado, a Apple reclamou de que o pedido foi público, se fosse privado e secreto ela poderia ter colaborado sem deixar os utilizadores desconfiados da pseudo segurança dos iProdutos (eu escrevi Apple e iProdutos, mas poderia ser qualquer marca/produto).

        • Tomás says:

          Não iria ser só para desbloquear aquele aparelho, o próprio FBI acabou por admitir isso, nem seria a Apple a desbloquear, seria o FBI. Mesmo com a precaução de assinar só para um aparelho, a ferramenta e/ou documentação caindo nas mãos erradas serviriam de base para outros replicarem a solução da Apple por outras vias, por exemplo usando jailbreak. Outro problema é que a forma como queriam obrigar a Apple abria um precedente grave para obrigar a diferentes tipos de modificações ao sistema operativo.
          O FBI já tinha feito o pedido em privado e a Apple tinha recusado, isso aparece nas declarações ao tribunal do lado do governo.

  17. Alvaro Joel says:

    Se o Jailbreak deixou de ser proibido nos EUA, o FBI podia dar uma ajudinha aos milhoes que aguardam pelo jb do 9.3 x”D

  18. eu says:

    A APPLE poderia ter saído desta situação de cara lavada e acabou humilhada!

  19. joaquim says:

    Tanta novela que criaram para nao ajudarem a desbloquear e agora acabaram gozados, o fbi devia era mandar para fora como desbloquear para ficar toda a gente se rindo destes que se acham por razoes de marketing dizerem que era impossivel e que ios é que é seguro,com isto venderam mais uns iphones, quando quem nao é fanboy de algum equipamento movel sabe que nenhum sistema é seguro,ate ouvi dizer que os funcionarios da apple iam se despedir se tivessem que criar um sistema para desbloquealo,bem nao foi preciso eles criarem nada e mesmo assim ouve quem o desbloquase, acho que neste momento ate os funcionarios da apple devem se sentir envergonhados e gozados

    • Jorge Carvalho says:

      Envergonhados devem estar os americanos quando tem agencias com este calibre. Alguém reparou que eles recorram a uma entidade estrangeira ??

      • James says:

        E o que tem recorrer a entidades estrangeiras?, o iphone tem mais chines e tailandes que americano, é por isso que deixa de ser uma empresa americana e se sintam evergonhados de mandar vir peças e componentes de outros paises e marcas?,nao acho que seja vergonhoso.Vergonhoso e tarem a usar um caso grave em que ouve vitimas para marketing,e nisto o fbi tambem devia ter vergonha

    • Tomás says:

      a Apple nunca disse que era impossível, disse que não tinha as chaves de encriptação e que não tinha criado métodos para aceder aos conteúdos. Tanto assim é que a Apple já descreveu algumas vezes nas apresentações o tempo que pode demorar um ataque a uma password alfanumérica, ou então a mudança na exigência mínima do PIN. Se a encriptação usar um pequeno PIN como base não demora muito a experimentar todas as combinações possíveis, quando alguém descobre como fintar a limitação ao número de tentativas.

  20. Boss says:

    Mais um tiro pela culatra do Tim, queria demonstrar que nem o FBI acedida aos seus dispositivos e acabou por demonstrar que qualquer um, pagando, o pode fazer. Quando se julga que o dinheiro nos torna mais poderosos que tudo e todos acontece disto.

  21. Jorge Carvalho says:

    Já agora como anda tudo divertido : Os terroristas autores do atententado em Bruxelas usaram a PS4 … e agora ?
    Há centenas de maneiras de encriptar as coisas … querem voltar ao tempo em que a RSA só podia exportar encriptação de 128bits ?
    Lá se vão as vossas compras seguras há vida 🙂

    Abc

    • Brasão SS says:

      Lol
      😀

    • Hugo says:

      😀
      Venha de lá esse CFW pra ps4 🙂

    • Boss says:

      Com apoio da Sony?

      • Brasão SS says:

        Pelos vistos parece que sim. Ainda não obrigaram a Sony a criar backdoor no CFW. Lol
        Também vais culpar a Sony pelos ataques? A Sony deve ser punida por ter um Mensageiro encriptado? Isto é cada inteligente!
        Ainda pensas que eles não usam os seus meios de comunicação para não serem apanhados?
        Curioso que desta vez não usaram iphones. Usaram telemóveis descartáveis!
        Só um pormenor…

        • Boss says:

          Ó “inteligente”, foi preciso aceder aos dados e não foi possível? E se sim, a Sony recusou ajudar?
          Ainda bem que usam telemóveis descartáveis para detonar bombas, senão o FBI podia juntar todos os pedacinhos do telemovel explodido e sacar informações…
          Não são (só) os telemóveis usados que interessam, são os pessoais, os que usaram até então, que têm dados logicamente muito importantes para as investigações.

          • Brasão SS says:

            Ó “inteligente”, diz-me tu! A Apple recusou também dar dados? A Apple recusou o acesso aos dados? E já agora as PS 4 usadas para comunicação também tinha pin ou pass para aceder ao conteúdo dela? E quais foram os telemóveis que usaram até então além dos descartáveis? Gostava de saber onde param! E quem gostava ainda mais são as autoridades europeias.
            “Ainda bem que usam telemóveis descartáveis”
            Boa! Depois os outros é que apoiam terroristas! E quem te disse que as autoridades europeias não juntaram os pedacinhos dos telemóveis descartáveis?
            Falas como se soubesses muito, mas afinal…
            😉

          • Boss says:

            Vens com “Isto é cada inteligente!” e depois eu é que falo “como se soubesse muito”.
            A Apple recusou dar acesso aos dados, sim, dúvidas? Duvidas que a Apple conseguia aceder aos mesmos ou que recusou fazê-lo? Mantenho a minha questão, houve dados nessas tais PS4 a que as autoridades não conseguiram aceder? Se sim a Sony recusou dar acesso aos mesmos? As autoridades europeias sabem quais eram os telemóveis usados por eles, não te preocupes, ou achas que as capturas e públicas e as que não chegam a público são obra de mestres adivinhos que trabalham para as autoridades?
            A ironia passa-te ao lado, mas quem sugere juntar pedaços de um telemóvel explodido para sacar dados… coiso…

          • Brasão SS says:

            Vá! Não distorças a minha ironia!
            Lol
            Agora a sério!
            A Apple nunca recusou dar dados às autoridades! Isso são pseudo argumentos teus. Parece que este “circo” todo passou-te bem ao lado. Ou então tens a “mente obtusa”.
            😀
            Sabes bem que por mandato judicial ela tem de dar os dados disponíveis e “nem bufa”.
            Se conseguia aceder aos dados? Mas quais? Os do iDevice? Ou os que tinha no servidor? A eles todos? Provavelmente sim. Mas como os dados não foram pedido de forma “tradicional”, foram pedidos através da criação duma backdoor no iOS, backdoor essa que pode ser usada pelo bem, CONCORDO, mas também pelo mal, uma REALIDADE! Era como uma “faca de dois gumes”. E quem não consegue ver isso…enfim… No comment… Esse foi o ÚNICO pedido que a Apple recusou. A criação duma backdoor para dessa maneira aceder aos dados dos iDevices! Quanto ao resto a Apple fez tudo o que podia e devia, e até deu sugestões as autoridades americanas para melhor se resolver as coisas. Mas como a questão nunca foi os dados mas sim os backdoors… Porque o FBI desistiu do processo contra a Apple? Só aí já se vê quais eram as intenções do FBI. Sabia que o risco de perder o processo era elevado.
            Se só a Apple conseguia aceder ao conteúdo, porque raio foram para Israel pedir ajuda? Não podiam pedir o mesmo à Apple? Pois… É que se pedissem à Apple, mostravam mais um “buraco”( clonar a memória flash) para ser tapado! Coisa que não lhes interessa…

            Mantendo as minhas questões que fazes o favor de não responder. Respondes a perguntas com outras perguntas? Lol
            Responde-me lá! As PS 4 tinham pin ou pass para acederem ao conteúdo delas? Sim ou não? Se não, para que precisavam as autoridades da Sony? Mostra-me onde a Sony teve de dar acesso a dados das PS 4 em questão às autoridades Europeias! Ainda não li nenhum artigo sobre isso. Quero ler!
            Onde leste ou ouviste que eles usaram outros telemóveis além dos descartáveis?
            Se usaram porque não foram interceptados antes dos ataques? Paris, depois Bruxelas? Quem se segue? Incompetência das autoridades? Ou não usaram mais nada além dos descartáveis? Eles não foram capturados depois dos ataques? Era suposto serem apanhados antes, não depois! Quem te disse que foram capturados através de informações de outros telemóveis? Se não são públicas as capturas, como podes saber se usaram outros telemóveis? Quem te passou essa informação? Quem disse que os capturados são cúmplices? Esse capturados perderam a língua? Não falam? Não podem “chibar” os outros? Além disso podem ser só suspeitos!
            A tua afirmação baseia-se no pressupor! Parece que não tens como provar tal! Se tiveres provas em como usaram outros telemóveis sem serem os descartáveis, “manda aí”. Agradecia! Gosto de boa informação!
            Sabes que é o que é argumentado sem provas pode ser refutado sem provas!

            Ouve!!!! Quem sugeriu juntar pedaços de telemóvel explodido foste tu, não fui eu, ainda que o tenhas feito ironicamente! Também a questão que te coloquei sobre as autoridades juntarem pedaços do telemóvel era irónica e ao mesmo tempo de retórica! Parece que a ironia é que te passou ao lado! Faltou um “Lol” meu lá para o meio, ok.
            😀
            Deixa de ser “coiso” e tira as palas!
            Lol
            Abraço!

      • Hugo says:

        Pra mim basta uma release do fbi lol

  22. Luís Pinto says:

    Se o iOS tem uma falha e o FBI já conseguiu quebrar a segurança, imaginem o Android? Se num OS demora 5 minutos no robô demora 30 segundos. Nada no mundo digital é infalível. Nem passwords, pin, pagamentos online, perfis, nada. Os engenheiros da Apple sabem como o FBI o fez. Só lhes vai dar mais força para que não haja uma próxima vez. Até que se quebre outra vez. Não é a história do polícia e ladrão? Como fazem os @nonymous para as acções que desenvolvem?

    • Britney Spears says:

      E porque é que chamaste o Android para a conversa? Até dá nojo, quando falam mal de algo que gostam vão buscar a concorrência. cresce!

  23. Jorge says:

    Nada do que é feito pelo ser Humano é infalível…
    Tudo tem os seus defeitos, independentemente que a Apple venha a corrigir esse bug ou backdoor descoberto, haverá sempre outra forma de contornar, acontece muitas vezes que ao eliminar um bug, criámos outro… lei da vida, NÃO HÁ NADA PERFEITO… OU INVIOLÁVEL…

  24. RATAX says:

    Aí está a Apple a colher os frutos da sua soberba arrogância.
    Se a Apple tivesse voluntariamente desbloqueado o iphone do atirador de San Bernardino, tinha dado uma demonstração de cidadania e o FBI tinha ficado satisfeito, comia o petisco mas não sabia a receita.
    Como a Apple não colaborou, o FBI foi obrigado a descobrir a receita e agora consegue desbloquear qualquer iphone.
    Foi a Apple que escolheu este caminho.
    Apple só não desbloqueou aquele e só aquele iphone, sem por em causa todo o ecossistema, porque não quis.

    • Xinuo says:

      Exatamente, a Apple poderia ter dado a ferramenta que desbloqueasse só o iPhone específico e propagar isso na mídia, mesmo que desconfiasse que o FBI poderia alterar a ferramenta para desbloquear qualquer iPhone.

      Mas ficou a sensação que eles lutaram para não desbloquear uma coisa que eles vendiam como muito segura, entretanto se provou que qualquer um com dinheiro poderia contratar uma empresa especializada para desbloquear qualquer coisa e a segurança deles não era inexpugnável . Eles saíram humilhados.

    • JV says:

      Mas é difícil perceber que o FBI queria a receita e saber como a fazer com um único toque?

      Informem-se, o que mais houve foi esclarecimentos neste caso, o FBI queria que a Apple criasse uma ferramenta para poderem entrar nos iPhones onde e quando quisessem.

      A Apple já colaborou imensas vezes, tal como a Google e a Microsoft, isto foi dito vezes sem conta, neste caso queriam mais do que colaboração, queriam uma ferramenta para entrar em todos os iPhones.

      • RATAX says:

        A Apple nunca se disponibilizou para desbloquear aquele equipamento em particular, nem para coisa nenhuma.
        Ainda que o FBI quisesse a receita, a Apple poderia ter-lhes oferecido o petisco.
        Disponibilizava-se para desbloquear apenas aquele equipamento, passava uma imagem de colaborar com a justiça num caso cuja gravidade o justificava e o assunto morria ali.
        Da forma como procedeu, a Apple aguçou ainda mais a vontade do FBI ter a receita e conseguiu-a!
        Agora têm que viver com esta péssima imagem. De repente aquilo que parecia uma publicidade gratuita à segurança do iphone, tornou-se numa publicidade negativa que a Apple pagaria muitos milhões para não ter.
        É a vida. Colhemos o que semeámos…

        • JV says:

          Ratax, errado. A Apple tentou ajudar a desbloquear aquele equipamento como já fez com vários outros, simplesmente não conseguiu porque alguém trocou a password do iCloud.

          http://www.theverge.com/2016/2/19/11075292/iphone-san-bernardino-icloud-password-reset

          • RATAX says:

            Pois é! Em Fevereiro talvez já fosse tarde de mais. Além disso, acesso à iCloud não é o mesmo que acesso ao iPhone, obviamente este conterá muito mais informações do que as que estão na nuvem.
            Não há como dar a volta. A Apple tem que viver com esta realidade, o FBI arrombou com a tão badalada segurança do iPhone..

          • Tomás says:

            RATAX, a Apple colaborou logo em Dezembro. Só no final de Janeiro é que o FBI foi pedir ajuda para tentar retirar mais informação do aparelho. A realidade é que “entrou” num iPhone, não fazes ideia de como será com outros…

          • RATAX says:

            Não faço ideia nenhuma. Tu é que és o expert em encriptação…

          • Tomás says:

            se não fazes ideia então porque dizes o que disseste antes?

          • RATAX says:

            Continuas na mesma! Gramática portuguesa não é contigo…
            Sabes o que significa ironia Sr. Expert em criptografia?

          • Tomás says:

            A ironia não é um salvo-conduto que te protege de respostas que a invertem, nem uma ferramenta que só por existir substitui dizer alguma coisa com substância.

          • RATAX says:

            Fiquei abismado com tamanha eloquente substancia!
            Parabéns.

          • Tomás says:

            talvez fiques assim por olhares para o que não consegues

          • RATAX says:

            Fico assim porque me incomoda a mediocridade.
            Já levei contigo várias vezes e, de facto, tenho que concluir que não se aprende nada com pessoas que se acham donas da razão e que não suportam que alguém possa ter opinião diferente.
            Por isso tenho que fazer uma autocritica, já desperdicei tempo a mais a dar-te conversa e de facto foi um desperdício.
            Não voltarei a fazê-lo porque de facto não mereces resposta.
            Por isso continua para aí com os teus devaneios pseudointelectuais de que não sabe ler, não sabe escrever e muito menos interpretar Português, que a minha resposta está antecipadamente dada, com o silêncio.

          • Tomás says:

            O estranho é que és o único com uma atitude que não respeita os outros e que mostra não suportar o que os outros dizem. Em vez de argumentar com ideias e factos preferes atacar as pessoas

          • Tomás says:

            RATAX, só para veres…
            “The FBI director also said the purchased tool worked only on a “narrow slice of phones” that does not include the newest Apple models, or the 5S.”
            resumindo a técnica só funcionará com iPhones antigos e tendo em conta o que se sabe sobre encriptação, é quase certo que mesmo nos mais antigos só será eficaz com PINs e passwords fracas.
            money.cnn.com/2016/04/07/technology/fbi-iphone-hack-san-bernardino/index.html

  25. JV says:

    “nós queremos esta ferramenta para só utilizar neste iphone”.

    aqui está! agora que têm como entrar, já usam para quando bem lhes apetecer.

  26. George Orwell says:

    1- O FBI está de parabéns ao ter conseguido por meios próprios, mesmo recorrendo a “outsourcing”, aceder a informação pertinente contida num smartphone que se encontrava nos termos legais e processuais para efeitos de investigação à sua custódia, relativo a um caso tão relevante de segurança nacional como o ocorrido em San Bernardino. Não vem mal nenhum ao mundo, bem pelo contrário, que o FBI possa aceder a informação dos “smartphones” e outros equipamentos que a coberto da lei ou decisão judicial se encontrem à sua custódia para efeitos de investigação, é aliás de sua atribuição, competência e dever.
    Também nada a dizer sobre o facto do FBI se prestar a colaborar com outras instituições com poderes investigatórios similares, o difícil seria aceitar que estas não partilhassem entre si o seu conhecimento;

    2- A Apple está igualmente de parabéns ao não ter vacilado na batalha legal que teve de travar com o FBI na medida em que este, mais do que obter colaboração num caso concreto, pretendia ter um acesso generalizado a todos os smartphones a custo de uma vulnerabilidade geral a ser implementada em todos os aparelhos, mesmo aqueles não objecto de qualquer mandado ou investigação, fazendo perigar a privacidade dos seus clientes objecto de protecção legal, batalha esta que não é coisa pouca quando do lado de lá está toda máquina do governo dos USA.

    “STATUS QUO” ACTUAL :
    A partir de agora o FBI tem pleno controlo da informação de telemóveis à sua custódia para os efeitos legais.

    Por seu turno os clientes da Apple mantêm mesmíssima privacidade que já detinham desde que os seus aparelhos não vão parar às mão do FBI a coberto da lei ou decisão judicial.

    Assim, tal como eu preconizei num comentário antes de conhecido este desfecho, o acesso a informação num caso concreto pôde pacificamente coexistir com o respeito integral da privacidade dos restantes.Atrevo-me a dizer ainda que, se eu tivesse no lugar de Tim Cook, não forçaria muito mais a barra e não alteraria muito mais o “satus quo” presente, a menos que supervenientes circunstâncias muito extraordinárias atentatórias do direito à privacidade a tal obrigassem ou justificassem .
    PARABÉNS FBI – PARABÉNS APPLE

  27. George Orwell says:

    1- O FBI está de parabéns ao ter conseguido por meios próprios, mesmo recorrendo a “outsourcing”, aceder a informação pertinente contida num smartphone que se encontrava nos termos legais e processuais para efeitos de investigação à sua custódia, relativo a um caso tão relevante de segurança nacional como o ocorrido em San Bernardino. Não vem mal nenhum ao mundo, bem pelo contrário, que o FBI possa aceder a informação dos “smartphones” e outros equipamentos que a coberto da lei ou decisão judicial se encontrem à sua custódia para efeitos de investigação, é aliás de sua atribuição, competência e dever.
    Também nada a dizer sobre o facto do FBI se prestar a colaborar com outras instituições com poderes investigatórios similares, o difícil seria aceitar que estas não partilhassem entre si o seu conhecimento;

    2- A Apple está igualmente de parabéns ao não ter vacilado na batalha legal que teve de travar com o FBI na medida em que este, mais do que obter colaboração num caso concreto, pretendia ter um acesso generalizado a todos os smartphones a custo de uma vulnerabilidade geral a ser implementada em todos os aparelhos, mesmo aqueles não objecto de qualquer mandado ou investigação, fazendo perigar a privacidade dos seus clientes objecto de protecção legal, batalha esta que não é coisa pouca quando do lado de lá está toda máquina do governo dos USA.

    “STATUS QUO” ACTUAL :
    A partir de agora o FBI tem pleno controlo da informação de telemóveis à sua custódia para os efeitos legais.

    Por seu turno os clientes da Apple mantêm mesmíssima privacidade que já detinham desde que os seus aparelhos não vão parar às mão do FBI a coberto da lei ou decisão judicial.

    Assim, tal como eu preconizei num comentário antes de conhecido este desfecho, o acesso a informação num caso concreto pôde pacificamente coexistir com o respeito integral da privacidade dos restantes.Atrevo-me a dizer ainda que, se eu tivesse no lugar de Tim Cook, não forçaria muito mais a barra e não alteraria muito mais o “satus quo” presente, a menos que supervenientes circunstâncias muito extraordinárias atentatórias do direito à privacidade a tal obrigassem ou justificassem .
    PARABÉNS FBI – PARABÉNS APPLE

  28. Jorge Carvalho says:

    Já agora apenas para me entreter : O FBI não desencriptou ainda os dados. Apenas consegui acesso aos dados ainda encriptados.
    A comunidade está mais ou menos convencida que foi através de flash copy.

    Abc

  29. ars says:

    avisaram que isso iria ocorrer, foi a justificativa da apple ao rejeitar dar uma master key pro FBI… eles falaram que só iria ser usado uma vez… 1 semana depois já tem um pai pedindo o desbloqueio e essa banalização da privacidade… big brother…1984…. Jamais confie no governo, nenhum deles. Este é o mal da humanidade

    • RATAX says:

      Um Pai que quer preservar as memórias de um filho adolescente falecido após lutar contra um cancro.
      No teu entender uma “banalização da privacidade”!
      Onde é que está o mal? Será que esse Pai também não pode ler o diário do filho caso este o tenha deixado escrito em papel?
      Aliás, os pais são os legítimos herdeiros daquele filho e, como tal, também legítimos herdeiros do iphone que lhe pertencia. Neste momento são os legítimos prioritários do bens deixados por morte do filho menor de idade.
      Qual é o problema de quererem ter acesso a fotografias e outros documentos para perpetuarem a sua memória?
      Eu não quero saber o que é perder um filho. Era bom que ninguém sentisse a necessidade daquele pai.

  30. sakura says:

    resta saber que mais tem a key….. china? Russia? ….etc.
    lol parece um https://pt.wikipedia.org/wiki/Forma%C3%A7%C3%B5es_tipo_queijo_su%C3%AD%C3%A7o

  31. Goncalo says:

    Chupa Apple – a marca que defende criminosos.

  32. Tico says:

    FBI muito bom, malha neles…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.