Quantcast
PplWare Mobile

Estudo Pplware – Utilizadores do Android querem um iPhone?

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Pinto


  1. Ecchin says:

    Engraçado que após um dia, conseguiram arranjar mais participações do que um “estudo” feito por uma qualquer empresa nos states… aha.

    Falta aí uma análise final… Os que não têm smartphone pretendem comprar o que?

    Para concluir quero só dizer que, ainda que este questionário tenha tido 6 vezes mais participantes que o anterior, pode ser muito afetado pelo facto de a maioria dos utilizadores do Pplware ser entusiasta/estudante/trabalhador na área da tecnologia. Só por si, acho que o sistema operativo Android é mais atrativo a esta classe.
    Se fosse um blog sobre design os números invertiam-se certamente.

    • Ecchin says:

      Mas claro que este estudo do Pplware basta para desmentir o outro, provando que se tratava de uma grosseira generalização.

      • Ppietra says:

        O que foi feito aqui não é um estudo com resultados fiáveis! Não o digo pelos resultados (podiam ter sido uns quaisquer), digo porque um inquérito online, sem qualquer amostragem, tem pouco valor face a outros em que a amostragem é aleatória e independente!
        Espero que não depreendam as minhas palavras como crítica ao que foi feito aqui – ele tem valor, mas só para discutir quem aparece neste site (embora até isso possa ter dúvidas pois não é assim tão complicado haver quem responda mais do que uma vez)
        Dito isto, deixo tb a minha opinião quanto ao outro! O outro estudo tb pecava pela amostragem, mas pelo menos teria sido uma amostragem aleatória e independente.

        • Helder says:

          Exactamente!

        • Ecchin says:

          Sim, foi o que tentei dizer no meu primeiro post. A amostra recolhida pelo Pplware é “biased”.

        • Vítor M. says:

          Mas olha que não é bem assim. Se analisares os resultados verás que está taxativa a vontade de quem tem android passar para iPhone e a questão de votar mais do que uma vez… isso é relativo e para ambos os lados, mas não me parece de todo que tenha havido.

          Qualquer estudo, na opinião de cada um, pode nao ser 100% de nosso acordo… ou é das calças, ou tem casca, osso… caroço… é sempre assim, mas como dizes, serve sempre para tirarmos ilações… eu não conheço nenhum estudo que seja 100% imaculado e posso arranjar um cesto de argumentos para o manchar. 😉

        • Ppietra says:

          @ Vitor M
          Primeiro que tudo, a minha opinião nada se prende com o resultado apresentado. No inquérito do outro dia já tinha demonstrado opiniões semelhantes, tendo bastantes duvidas pela forma como era apresentado, pelas perguntas feitas e por quem o encomendou.
          Existem regras básicas para fazer inquéritos, tanto para as perguntas, como para a forma de amostragem e indivíduos alvo. Desde que essas regras sejam respeitadas os seus dados não serão postos em causa, contudo as interpretações podem ser objecto de critica, pelos mais variados motivos, porque a verdade é que muita gente nem sabe interpretar e ter noção das limitações dos estudos.
          Ora, o que foi feito aqui no pplware nunca poderá servir de base para tirar conclusões simplesmente porque muitas das regras não são seguidas. Para alem disso, a não ser que tenhas bloqueado respostas múltiplas por IP, não é nada complicado que haja pessoas que tenham respondido mais do que uma vez, dado ser um assunto tão quente. A ideia que isso se anula porque dá para um lado e para o outro, não faz sentido pois nunca poderás saber quem é que o fez, com que sentido e quantas vezes.
          Resumindo o questionário que foi feito aqui serve só para discutir, certezas não dá nenhumas, nem grandes ilações se podem tirar… É bom que se façam, mais não seja para criar clima de discussão, mas têm os seus limites, e não se deve andar a dizer que provam alguma coisa!

    • says:

      concordo.. android é o telefone dos geeks, iphone é o telefone dos que valorizam mais o design e experiência de utilização (é o meu caso).

      É bom que haja de tudo para todos 🙂

      Anyway, se não fosse o iphone, acho que os WP7 são bem mais sexy’s, mais bem integrados, mais rápidos, e no geral mais original. Pena que ainda não tenha pegado muito a moda por cá.

      • Claudio says:

        Ok o design da apple e mais nada…eu não me considero geek tenho um android e tambem por causa do design e da facilidade de utilização, mas estes exatamente como eu quero, ou seja o design (software claro) sou eu que decido, quanto a facilidade de utilização, acho que a vantagem da apple está a esbater-se muito rapido… (neste momento no bolso tenho um hero e um iphone 4) mas que o iphone é uma grande maquina é !

      • says:

        (outro Zé) :p

        Concordo que os iphones têm um design apelativo mas há androids com design ainda melhor. E são vários. Também há mais feios porque no mundo android há de tudo para todos os gostos.

      • Gomes says:

        Zé dizes que o WP7 é mais rápido mas também para o correr é preciso requerimentos elevados como o processador a 1Ghz e tal no Android tens equipamento com processador de 600Mhz a diferença é enorme a Ram e por ai fora.
        Nunca comparei mas um HTC com Android e o mesmo equipamento com WP7 deve ser semelhante digo eu que nunca experimentei não tenho bolsos para isso.
        Mas alguém que se acuse que tenha experimentado
        Quanto ao Design opá como tudo é uma questão de gosto o Android 2.3 está muito bonito mas para ficar melhor era alguém arranjar um tema do else phone http://www.firstelse.com/ isto é que era diferente e com design minimalista, mas claro é a minha opinião

        • Não duvido que o WP7 corra com processadores abaixo de 1Ghz, mas a Microsoft quer ter a certeza que proporciona a melhor experiencia aos utilizadores.

          Não acho que seja problema o preço porque neste momento existem telemoveis com WP7 por 159 e 199€! Por isso, é quase low cost com bom hardware.

        • LeandroF says:

          Gomes, por acaso já tive oportunidade de testar 2 equipamentos com hardware semelhante e S.O diferente (Galaxy S e Omnia 7) e na minha opinião o WP7 é mais fluído em tudo menos na navegação Web pois aí o IE do WP7 é uma desgraça… tirando isso, o desempenho e fluidez do Omnia 7 é estonteante…

          PS: Android user…

          • Gomes says:

            erro meu então pensei que fossem semelhantes a nível de performance mas pronto sendo assim já me calei… lol
            se soubesse que estavam assim a 159 na optimus ainda pensava pois desbloqueiam e devolvem 50€ se nao me engano… ficava por 100€ mas não sei se é desconto ou devolvem em chamadas como não sou optimus não estou dentro do assunto

      • João says:

        Experiência de utilização?
        Mete o teu iphone ao lado do samsung galaxy s 2 e depois compara essa experiência de utilização

      • Xis says:

        “android é o telefone dos geeks, iphone é o telefone dos que valorizam mais o design e experiência de utilização”

        Não concordo, tenho um htc sensation e acho mais bonito do que o iphone. Quando à experiencia de utilização não concordo também…claro que é uma questão de opiniões, a tua está tão certa/errada como a minha

    • Pedro Pinto says:

      Todos juntos, estamos muito fortes. Obrigado a todos pela participação!

    • Vítor M. says:

      Pelo que é visto, existem mais utilizadores com smartphones android, o que é normal, o preço dos equipamentos condiciona esse resultado como é obvio, mas lá está, existem mais pessoas que pretendem sair do Android para iPhone que ao contrario, o que mostra claramente que os utilizadores android, anseiam por um iphone.

      O estudo, sondagem ou o que lhe quiserem chamar, foi num universo de mais de 50 mil utilizadores e de livre vontade.

      Por isso está na cara o que o outro estudo também mostrou… o iPone é o que muitos desejam 😉

      • eu mesmo says:

        não sei como tirou essas conclusões, visto que proporcionalmente é praticamente igual a % de utilizadores que trocariam por iphone e vice versa… uma diferença de ~2%… não é assim?

        • eu mesmo says:

          tl;dr: acho que é excessivo dizer que ” os utilizadores android, anseiam por um iphone.” quando essa % é de cerca de 10%, mas acredito que no “mundo real” essa % seja maior.

      • Luís Santos says:

        Não podes tirar essa conclusão do estudo. Não sabes, daquela barra das pessoas que querem Android no futuro e das que querem iPhone, quais é que tinham iPhone e quais é que tinham Android.

        O que vês no gráfico é que, a concretizar-se, vais ter um crescimento do número de utilizadores de iPhone e de Android, o Android vai continuar a ser a fatia mais representativa, mas continuas sem saber de onde vêm os compradores do Android.

        Dizeres que “existem mais pessoas que pretendem sair do Android para iPhone que ao contrario, o que mostra claramente que os utilizadores android, anseiam por um iphone” é uma falácia tremendamente parcial. E, como figura de proa deste blog, não te fica bem manipular assim dados tão ambíguos 😉

      • Luís Santos says:

        Esqueci-me de comentar esta tua conclusão:

        “Por isso está na cara o que o outro estudo também mostrou… o iPone é o que muitos desejam”

        É que o gráfico mostra que os “muitos” que desejam o iPhone (31%) são exactamente METADE dos que desejam Android (62%). Por isso cuidado com o português!

        • Vítor M. says:

          Olha que é uma questão de saberes interpretar 😉

          Repara, temos num cenário de 53% de utilizadores android, 13,6% querem sair do android e entrar no mundo iPhone.

          Por outro lado, tens um cenário de 23% de utilizadores iPhone onde 11% quererá entrar no mundo android.

          Se analisares verás que 13% em 53% é muito superior do que 11% em 23% verdade?

          Assim além do português 😀 atenta à estatística sff 😀

          Volto a repetir, os utilizadores android, a grane maioria, quer ter um iPhone. São verdades irrefutáveis 😀

          Abraço caro amigo.

          • Luís Santos says:

            Não podemos subverter as contas 😉

            Ainda que na tabela se considerem apenas (e como fiáveis) as indicações de quem tem A ou B e quer mudar para B ou A (muito pouco fiável dado o contexto em que surge o inquérito e as “guerrinhas” típicas :)), temos que ver que 133 pessoas em 953 que têm Android são 13%, e que 45 pessoas em 373 que têm iPhone são 12,06% que querem mudar para Android.

            Temos que convir então que essa margem não é assim tão superior quanto isso, certo? 😉

            É o problema das verdades irrefutáveis: argumentos sólidos hehe

          • Vítor M. says:

            Isso das guerrilhas já é argumentação anexa 😉

            A verdade é que que sabemos e está bem presente… se fosses escolher, dado ali só pegar e levar, o que levavas?

            Um iPhone 4 ou um qualquer smartphone com Android…

            A verdade é unica e a grande maioria pegava no iPhone. essa, como sabes, é a verdade.

            Li ontem um artigo curioso, que na Inglaterra o android não é lá muito usado, a disputa do trono é entre iPhone e Blackberry… (provocação on) digamos que Portugal está a evoluir nos gostos, cada vez mais temos utilizadores de iPhone (provocação off) 😉

            Abraço.

          • Luís Santos says:

            Não é argumentação anexa, sabes tão bem como eu que as opiniões são tão facilmente manipuladas quanto emitidas, o que é o mesmo que dizer que, mediante certos contextos e interesses, cada um diz basicamente o que quer 😛

            Mas sabes também que, tal como eu, e mediante essa escolha, muita gente ia optar por um Android. Tanto que a realidade é que pessoas que têm iPhone também mudam para Android 😉
            Olha, eu tinha um iPhone, mudei para Android porque quis e não tinha propriamente problemas de dinheiro (ainda que ache um absurdo o preço dum iPhone, que claramente não justifica aquilo de que ele é feito). E tenho hipótese de ter um iPhone 4 de borla que, ternamente, recusei hehe

            Lá está: gostos. Há-os para tudo.

            Quando dizes, e passo a citar “A verdade é unica e a grande maioria pegava no iPhone. essa, como sabes, é a verdade.” isso não é bem assim. Eu não sei isso. E tu também não. Ou sabes? 😉

    • J Costa says:

      Olhe que não…

      Sou adepto do Android, sou um seguidor (e admirador do pplware), sou um velhadas (60 anos), estou reformado e sou licenciado em engenharia mecânica 🙂

    • Carlos says:

      por design os números eram outros? com certeza, mas para pior ou melhor? há muitos smartphones que têm o mesmo aspecto, até porque, são obrigados a tal, ou seja, grande monitor táctil, e botões, não há para onde fugir, ou seja, quase iguais, a apple só tem um vantagem, tem muitos acessórios e programas, feitos por terceiros, mas que pesa na escolha, isso porque só o iphone usa, tal como compara o mac com pc, o pc é mais generalista e abrange mais, tal como o é o android. eu pessoalmente não quero iphone, para de estar satisfeito com o android que tenho acho o iphone mas uma moda da treta que o mundo se habituou, se manhã moda for andar com o oelemovel no bolso e fazer tudo via comandos verbais então todos querem estar na moda e fazem isso, memso que com um chasso de à 8 anos atrás, quando o iphone sair de moda vai ser bonito, https://pplware.sapo.pt/apple/ex-director-da-apple-refere-que-a-empresa-esta-a-beira-do-declinio/

      • Carlos says:

        porra, devia dar para edita o texto, tou com pressa nem li, e assim perco mais tempo, aqui vai composto:
        por design os números eram outros? com certeza, mas para pior ou melhor? há muitos smartphones que têm o mesmo aspecto, até porque, são obrigados a tal, ou seja, grande monitor táctil, e botões, não há por onde fugir, ou seja, quase iguais, a apple só tem um vantagem, tem muitos acessórios e programas, feitos por terceiros, mas que pesa na escolha, isso porque só o iphone usa, tal como comparar o mac com pc, o pc é mais generalista e abrange mais, tal como o é o android. eu pessoalmente não quero iphone, para além de estar satisfeito com o android que tenho acho o iphone mais uma moda da treta que o mundo se habituou, se manhã moda for andar com o telemovel no bolso e fazer tudo via comandos verbais então todos querem estar na moda e fazem isso, mesmo que com um chasso de à 8 anos atrás, quando o iphone sair de moda vai ser bonito,https://pplware.sapo.pt/apple/ex-director-da-apple-refere-que-a-empresa-esta-a-beira-do-declinio/
        não digo que seja mau, até porque o acho bom, mas algo não me agrada, gostos são gostos, e eu prefiro android, e sim, já mexi com iphones.

  2. t@ndre says:

    resposta a verdade?? 😀

    • KaPutnixZ says:

      Acho que não se trata de repor a verdade ou não.. Estamos a falar de dois “estudos” em países completamente diferentes e como foi referido pelo Ecchin, em alvos completamente diferentes.. Acho normal que num site de tecnologia se dê preferência ao aspecto “geek” do Android em detrimento de outras características.
      Se o “estudo” fosse realizado num ambiente mais diversificado talvez os resultados se assemelhassem aos do estudo anterior.. Estes dois “estudos” não podem ser comparados e ambos têm o seu valor..

      Continuem com o bom trabalho..

  3. says:

    O android mais vendido em Portugal é o optimus Boston. É barato, e razoável! Muitos outros são mais baratos, outros ao mesmo preço, e outros ligeiramente mais caros… Claro que o iphone só compete com os topos de gama (por preço e qualidade). É injusto comparar uma plataforma (android com centenas de dispositivos), com apenas um telemóvel (iphone). É como dizer que todos as marcas de carros juntos vendem mais que a toyota, que é a marca mais vendida no mundo.

    O iphone continua a ser o smartphone mais vendido do mundo. Vendem-se mais androids, porque são muitas centenas somados, mas o device mais vendido é de longe o iphone. Estas comparações de todos (htc’s, samsungs, motorolas, lg’s, huawei’s, sony’s, e low cost marcas brancas, e cada uma das marcas com imensos modelos) somados contra apenas 1 uma marca e apenas um modelo, para apenas um segmento (de topo), é bastante injusta.

    Quase ninguem tem dinheiro para um iphone, mas todos temos dinheiro para um android qualquer a partir de 60€… quem quer melhor pode ir até aos 150 ou 200€, ou eventualmente uns 300€ já bem esticados. Mas poucos compram os androids de topo (htc sensation ou samsung galaxy s2, que são os unicos que competem com o iphone.

    • Luís Santos says:

      Zé e de quem é a culpa do iPhone ser tão caro e inacessível? Ainda para mais sabendo o quanto realmente vale o material que lá está.
      É marketing puro e simples. E, na mesma onda, o iPhone acaba por servir um segundo propósito, que é o de acessório de moda. Em termos práticos qualquer telemóvel Android razoável faz muito mais coisas que um iPhone. O “problema” é que, para fazer mais coisas num Android, tem que se saber o que se está a fazer, ter alguma curiosidade e, acima de tudo, ter a paciência e o trabalho de o fazer. Logo aí se percebe quais serão os clientes alvo de uma e de outra plataforma.

      • Hugo Soares says:

        Desse ponto de vista o Samsung Galaxy II também é caro e inacessível, é Android, só pode ser marketing.

        Tenho um Symbian, mas gostava de saber que coisas são essas que um “Android razoável faz muito mais coisas que um iPhone”… já li várias vezes isto mas nem ninguém exemplifica. Será marketing?

        • Luís Santos says:

          Nos smartphones com Android consegues ter esse escalonamento: para determiandas fasquias de custo tens (nem sempre, mas tens) diferentes performances do equipamento e diferentes características. No iPhone tens sempre o mesmo.

          Quanto ao fazer mais, é muito simples: antes de tudo, num smartphone com Android podes mudar a bateria e o cartão de memória, e ao preço da uva mijona. No iPhone estás entalado.
          Num Android podes mudar todo o Kernel, disposição dos ecrãs e atalhos, tens widgets, etc. Podes meter uma panóplia de cenas nos ecrãs, relógios, dados do sistema, meteorologia e o que te apetecer. No iPhone só tens os ícones das aplicações. O iOS levou há pouco tempo uns upgrades como o Wi-Fi “tethering” e o multitasking, coisa que o Android já fazia antes e intrinsecamente.

          Eu próprio desconhecia todo o potencial do Android até ter comprado um. Pensei, na altura, que era um risco. Mas, mesmo comprando um simples Android de 160 euros (que me ficou a 60), percebi rapidamente que o iPhone não tinha hipótese.

          Claro que há uma parte subjectiva aqui, que é o uso que se dá ao aparelho. E, para pessoas descomplicadas e que se contentam com um certo nível de personalização que se faz de forma intuitiva, o iPhone é melhor (ainda que bastante caro para o que oferece). Para quem quer mais e, desde que tenha o mínimo de capacidade de perceber e mexer em tudo, o Android é muito superior.

          • RaCcOn says:

            iPhone a bateria não nasceu lá, podes trocar a bateria também se assim o quiseres.
            O preço depende de cada um, mas é mais ou menos o mesmo que qualquer smartphone Android.

            Cartão de memória, no iphone tens 8, 16, 32Gb…para quê mais?
            No caso dos Android, na maioria dos casos não há memória interna…
            Memória interna é de muito mais rápido acesso do que qualquer cartão de memória, alterando drasticamente a performance do equipamento…
            Isto para além de que no iphone não necessitas de te preocupar com o local onde vais instalar aplicações…que em Android, quem ficou preso a uma versão antiga do sistema tem de andar a inventar para poder instalar aplicações no cartão, que depois são mais lentas…

            As alterações de todo o kernel como referes, só podes fazer com acesso Root, tal como também o podes fazer num iPhone com o Jailbreak…não vamos para coisas não oficiais…

            Podes perssonalizar o aspecto do telefone?Sim podes é verdade…nós temos um UI e por aí ficamos…mas não comprometemos a performance e segurança do telefone…

            Dizes que percebes-te logo que o iPhone não tem hipotese quando compras-te um equipamento de 160€…já utilizas-te um iPhone conforme utilizas-te o teu Android de baixa gama?

            Primeiro estás a comparar gamas de telefones completamente diferentes, depois estás a comparar um telefone a um sistema operativo…isso para além de ser uma comparação injusta é estúpida…

            Como eu sou teu amigo e gosto do pessoal do Android (até porque também uso) como utilizador e programador, digo-te uma coisa que qualquer smartphone Android faz e o iPhone não faz…
            Ficar desactualizado e sem suporte ao fim de uns meses…

            No iPhone, sempre que vejo a noticia que vai sair uma nova versão, sei que se o meu telefone tem alguns meses no mercado vou ter acesso a ela oficialmente…
            No caso do Android, na maioria dos casos o telefone já sai para o mercado desactualizado e existe uma forte probabilidade de ficar assim para sempre porque paguei a marca por um smartphone e não pelo suporte continuado do mesmo…

          • Luís Santos says:

            @Raccon olha para o custo de trocar uma bateria dum iPhone e para o custo da mesma operação num telemóvel com Android, e adiciona-lhe o grau de complexidade. Em relação ao cartão de memória nem se pode comparar, porque no iPhone simplesmente não mudas alterar isso. Seja por que motivo for, é sempre uma desvantagem. E isso o iPhone faz muito bem: dá-nos liberdade e até incentiva a usá-lo em pleno, e depois chegas a um ponto em que percebes que estás “enjaulado” e que dali não podes sair. Aliás, outra coisa que nunca suportei no iPhone foi a história do iTunes e da forma como és condicionado a depender daquilo. Há alternativas, claro. Mas o luxo de pegares num Android, ligares um cabo USB (ou até com Wi-Fi) e passares o que queres entre o PC e o telemóvel, é priceless.

            Perguntas para quê mais memória? Sei lá, para tanta coisa. Depende dos utilizadores e da utilização. Podes querer ter ali “n” filmes porque viajas muito e gostas de usar o telemóvel para ver filmes enquanto vais no avião, podes querer ter coisas diferentes em cartões de memória diferentes e ir trocando, ou qualquer outro motivo que qualquer pessoa possa querer usar. É a liberdade que não tens no iPhone.

            Quanto à velocidade da memória interna vs. memória externa (cartão de memória), e ao preço a que arranjas cartões de classe 10, não vejo aí nenhum problema. Por isso, quem tem que lidar com mudanças da versão do SO e tem que meter aplicações no cartão, não fica lesado. Só se quiser.

            E agora tocaste num ponto que eu queria atingir: a personalização dos dois SO’s sem recurso a roots e “ilegalidades”: infinitamente superior no Android, como tu bem sabes. E sem comprometer a performance ou a estabilidade do terminal. Aliás, se meter um launcher como o Pro ou o ADW até ganhas em performance.

            Mas o que eu preciso é que me expliques porque é que é estúpida a minha comparação entre um smartphone de 160 euros (que de baixa gama não tem nada) com o iPhone que… bom, não é de topo nem do meio nem do fundo porque, simplesmente, é o único disponível. Se comparares as specs do iPhone com as do Huawei X5 vês que a comparação é tudo menos estúpida. E sim, usei o iPhone até “ao osso”. E nunca me permitiu nem de perto nem de longe o nível de alteração e liberdade de movimentos que me permite o Android, mesmo “legal”. E olha que a estabilidade também não era de ferro. O que é ridículo porque estamos a falar de hardware e software do mesmo fabricante. Aliás, estamos a falar de hardware para o MESMO produto do MESMO fabricante. Vias bem isso ao tentar meter num iPhone 3G o iOS 3 para cima. Multitasking era o “multi-com-licença-vou-ver-se-dá-ops-não-deu”. Portanto a questão da desactualização também se aplica ao iPhone. E é, se calhar, pior que no Android porque ao menos aí ou dá, ou não dá. Não ficas naquele limbo com a versão mais recente do SO e um telemóvel com “amoks”.

            Podemos andar nestas touradas o resto das nossas vidas, e se não for com este tema é com Audi vs. BMW, ou Sporting vs. Benfica e tudo isso. É relativo. Tenho a certeza que o iPhone é realmente o produto mais indicado e melhor em todos os aspectos para algumas pessoas. E para outras será a gama Android. E para outras será um simples telemóvel que faça chamadas. O que realmente é estúpido no meio disto tudo é as pessoas não entenderem isto e não fazerem o paralelo entre a sua vivência particular e a das restantes pessoas.

          • RaCcOn says:

            Os custos até são relativamente semelhantes, para além de que as baterias dos iPhone tal como acontece nos Macbook são de melhor qualidade e de maior durabilidade que as da maioria dos smartphones, sim é mais complexo é verdade mas dou-te o exemplo…
            iPhone 3G que veio para cá quando saiu em Portugal, ainda continua a funcionar de forma intensiva e a bateria dura mais ou menos o mesmo que durava quando veio…estamos a falar de uns anos…
            O meu HTC, já vai na segunda bateria e só tem metade do tempo que o iPhone que actualmente já não está a ser utilizado por mim…

            Quanto ao cartão de memória, nunca senti necessidade de mais espaço…tanto que nunca optei por um modelo com mais de 16Gb uma vez que não os uso isto apesar de ter tudo e mais alguma coisa no meu telefone…
            Ver filmes no telefone?Epah…nem digo nada…já pareces um cliente meu que dizia que não queria um iPhone porque não dava para instalar flash para ver o streaming da TV Online…
            Depois perguntei-lhe, e quanto tempo é que consegue ver Tv com flash por streaming no seu Galaxy S?ao que ele me respondeu mais ou menos 30minutos…
            Realmente é das principais coisas que quero fazer…drenar a bateria do telefone a cada 30minutos…

            Referindo as caracteristicas, és mais um daqueles que compra GB, és daqueles que segue a tendência dos GB e Mhz…é provável que digas que o que importa é ter um processador de topo e mais memória é um must, mas não te importas se o resto do hardware consegue acompanhar para que tires partido dele…
            Posso dizer-te que o meu 3G é bem mais rápido que a maioria dos smartphones actuais…quanto mais…e estamos a falar de specs bem mais baixas…
            Qualidade não são GB…

            A tua comparação é estupida tal como a maioria dos iPhone Haters, também o fazem…comparam um sistema operativo com um telefone…
            Se não percebes isso, acho que nem vale a pena estar aqui a escrever e a perder o meu tempo…
            Principalmente quando começas a comparar um iPhone com um telefone de 160€ e dizes que ele é melhor que ele…nota-se perfeitamente que percebes muito do assunto.

            Quem tem um iPhone, sabe bem o que tem…
            como diz um colega meu que trabalha na área, apartir do momento que toquei num iPhone parece que todos os outros telefones são obsoletos.

          • Carlos says:

            Luis Santos, nem mais, concordo a 100%,
            o iphone tem/tinha algumas falhas, wi-fi, personalização etc, mas com um pequeno aparelho, tipo o boston temos algo parecido, mas a verdeira comparação de topos de gama, tipo Galaxy SII ou HTC do genero, se comecarem a aparecer acessorios e software especifico para ele de certo deixam o iphone a milhas, mas dado o markting todo o iphone vai estando no topo, a nokia também esteve, hoje quase não se vê.

        • Luís Santos says:

          RaCcOn se calhar estavas cansado ou simplesmente pouco atento, mas hás-de reparar, se leres o meu texto com olhos de ver, que não dou o meu caso pessoal e, pelo contrário, tento ser mais conivente com outras realidades. Tu nunca viste necessidade de ter mais que 16GB? Porreiro. Bom para ti. Mas isso és tu, e há mais uns milhares de milhão de pessoas no mundo, ficava-te bem teres isso em conta.

          Outra coisa que vais reparar (se estiveres para aí virado) é que tive sempre o cuidado de fazer a distinção entre o hardware e o software, por isso a minha comparação tem tanto de estúpida como a tua capacidade de interpretação ou o teu domínio da língua portuguesa. É sempre bom lermos com cuidado antes de construirmos respostas à papo-seco 😉

          Ah, e eu não vejo filmes nos telemóveis. Não o fazia no iPhone e não faço neste. Acho estúpido, também. Conforme te disse, só te dei um exemplo da utilização que algumas pessoas podem dar aos aparelhos, se assim o entenderem. E se elas quiserem é lá com elas, não têm que pedir a tua opinião sobre isso. Claro que és livre de a dar, mas em vão, como deves saber.

          No que diz respeito aos GB, MB e MHz, se tivesse essa ambição que tu dizes tinha comprado um telemóvel melhor, não achas? E um cartão de memória de 32GB. Ou 5 cartões. Não foi o caso.
          Comprei um aparelho de €160 porque, felizmente, veio trazer ao mercado a noção de que as coisas caras não são necessariamente boas, nem as boas necessariamente caras. Obviamente não ombreia com telemóveis de topo, mas até à gama dos 300/350 euros não arranjas melhor. E sim, é mais rápido que o iPhone 3G dês-lhe as voltas que deres, mesmo sendo um Snapdragon de 1GHz capado a 800MHz, porque nem estou a falar de OC’s e afins.

          Resumindo, e como podes ver, quem não percebe bem o que está a ler és tu e, por isso, azar do caraças, sou eu que ando aqui a perder o meu tempo contigo. Mas eu não me importo: eu faço o esforço para que consigas perceber. Para perceberes, por exemplo, que eu disse que o telemóvel de 160 euros é comparável ao iPhone 3G, e não, como tu “entendeste”, que é melhor que ele. Ou para perceberes que não podes ser “o dono da verdade absoluta” ao dizeres que quem tem um iPhone sabe o que tem (no sentido de ser a melhor coisinha que aí anda), quando tens tantos exemplos de pessoas que tinham iPhones e mudaram. Pode ser o melhor para ti, e contra isso nunca argumentei. Agora, não digas que é melhor para os outros.

          E, já agora, não tentes dar palpites sobre pessoas que não conheces. Ainda dás um tiro no pé 😉

        • Luís Santos says:

          Aliás, podemos simplesmente cingir-nos aos factos. Vou deixar aqui alguns, podem acrescentar e corrigir se virem lapsos.

          Tudo o que fazes num iPhone fazes num telemóvel com Android, desde que o Hardware esteja à altura.

          O preço para adquirir um equipamento com Android capaz de ombrear com o iPhone é bastante inferior ao preço do iPhone.

          Um telemóvel com Android permite aumentar a capacidade de memória mediante o recurso a cartões de memória.

          Tens muito mais escolha em termos de equipamento/características quando optas por um telemóvel equipado com Android do que quando pretendes um terminal com iOS. Esta é um bocado óbvia.

          A retroactividade do iOS é limitada quando temos em consideração hardware anterior.

          A relação “preço de mercado/preço de custo” é muito superior no iPhone, ainda que alguns equipamentos ditos de topo que usam Android se aproximem dos seus valores.

          • RaCcOn says:

            Haja paciência…
            Bem primeiro tu la mais acima afirmas que o teu android de 160€ e bem melhor que qualquer iphone…eu e que comparei com o 3G…

            Tu olhas para as caracteristicas, eu olho para a qualidade do equipamento…
            O meu nivel de exigência é bem mais alto, e em caso algum posso ficar “Apeado”…pelo menos pago para não ficar…
            Com o Android…

            É actualizações,
            É aplicações que são malware,
            É e aqualidade dos equipamentos, que para mim os melhores são os HTC…daí eu até o ter…

            Quando referis-te dono da verdade absoluta, penso que estavas a falar de ti próprio uma vez que comparas sistemas operativos com equipamentos, e ainda achas que é uma excelente comparação…

            Quando quiseres comparar um modelo especifico com um iPhone…estamos cá…ou até mesmo iOS com Android…

            Vender um sistema operativo em sucata electrónica, qualquer um pode vender…
            Meter um processador melhor, também…o problema é tirar partido dele e do resto do hardware.

        • Luís Santos says:

          RaCcOn eu não posso editar os posts, por isso o que escrevi inicialmente é o que ainda lá está para tu leres. A sério que não é assim tão complicado, e nem sequer é caso para perderes a paciência. Basta ler.
          Eu comparei o telemóvel de 160 euros com o iPhone 3G, tanto que logo a seguir digo “E sim, eu usei o iPhone até “ao osso””. Logo, estava a falar do meu 3G. Não sei onde é que me viste a dizer que o X5 é melhor que qualquer iPhone, até porque para o iPhone 4 já perde em alguns capítulos de forma mais notória (tem 800MHz contra 1GHz, tem uma câmara que também é de 5Mp mas parece mais de 3.2, apesar de ter zoom e autofoco e mais umas tretas).

          Ou seja, se queres continuar a argumentar comigo tens que começar a falar do que eu digo aqui, e não das vozes que ouves na tua cabeça.

          Ainda continuo sem perceber onde me viste a comparar um SO com um telemóvel, quando tenho sido tão específico a falar dum e doutro e trago casos bastante específicos para o debate.

          Cheira-me que os argumentos começam a escassear.

          Volto a dizer, para te poupar trabalho: há qualidades, há defeitos e há gostos.
          Todos os SO’s, telemóveis, carros, clubes de futebol, mulheres e o que mais quiseres têm os seus.

          Vens-me falar de características, qualidade e exigência, e eu digo-te (mais uma vez, no meu caso em concreto) que não senti perda nenhuma do iPhone 3G para o Huawei X5 a não ser, admito, na resposta táctil do ecrã. Mas só mesmo aí.
          Qualidade, velocidade, aguentar-se à bomboca com a pázada de apps que instalo e toda a experiência e utilização.

          Traduzindo por miúdos, para que percebas e não faças de novo confusão: um telemóvel de 160 euros com Android contra um de (na altura) 600 e tal euros com iOS, em nada fica a perder. Vou ajudar também aqui: não ficar nada a perder não é o mesmo que ganhar à bruta.

          Como vês, paciência eu tenho. E não preciso de inventar.

    • Marco Magalhães says:

      O iphone é o smartphone mais vendido do mundo? Há aí algum estudo para comprovar a veracidade de tal afirmação?

      Agora dizer que poucos compram os androids de topo é completamente errado, nem é preciso muitos estudos para perceber isso, mas isso nem é o pior, o pior é mesmo dizer que o HTC Sensation e o SGS2 são os únicos que competem com o iphone, desculpa lá, mas grande barbaridade que disseste.

      Se calhar no final recai sempre sobre a opinião de cada um e portanto nem há muito a desenvolver neste tema, mas ainda bem que não gostamos todos de amarelo.

      • Luís Santos says:

        Aqui mesmo no pplware há um artigo em que se refere precisamente que os smartphones com Android detêm a maioria do mercado de consumo. Simples.

      • Rui says:

        é simples de verificar que é verdade que o iphone é o smartphone mais vendido do mundo…
        se o iphone tem cerca de 18/19% da quota de mercado de smartphones, qual é o modelo com android que tem 20% do mercado de smartphones? isto considerando que o sistema android tem 50% do mercado de smartphones 🙂
        se existe algum smartphone com 20% do mercado, significa que todos os outros aparelhos que por aí andam tem apenas 30%. Não acredito que assim seja, logo, o smartphone mais vendido sem dúvida é o iphone.

      • RaCcOn says:

        Deixa de comparar um sistema operativo com um terminal…

        Na tua comparação absurda, sim o iPhone é o smartphone mais vendido de todos…
        É mais vendido que qualquer smartphone que inclua Android, agora se juntares todos os smartphones Android contra um equipamento como queres fazer…

        • Rui says:

          nada, não reparas-te que a minha resposta era em função de.
          “O iphone é o smartphone mais vendido do mundo? Há aí algum estudo para comprovar a veracidade de tal afirmação?”
          a minha comparação não é absurda, a tua resposta é que é porque não leste bem o que escrevi 🙂

        • Luís Santos says:

          Se calhar o que ele queria dizer é que os telemóveis Android são mais vendidos que os telemóveis com iOS 😛

        • Rui says:

          Se calhar escreveu mal. Eu acho que li bem 🙂
          “O iphone é o smartphone mais vendido do mundo?”

          • Vítor M. says:

            Isto tem várias respostas: se falarmos em iOS, então os equipamentos com iOS são os que mais vendem no mundo, se falarmos no iPhone 4 versus outro qualquer, sim não há nenhum outro modelo que venda tanta como o iPhone 4… se falarmos em todos os modelos…. e se formos buscar todos os modelos de iPhone…. desde que este saiu….

            Lá está, tudo é medido mas tem de haver critérios.

            Os dados que dei é como empresa qual a que está à frente.

            São muitos os pontos de vista.

          • Tiago Dias says:

            Sim Marco, mas o Android tem tudo para crescer ainda mais e ser de longe o mais vendido.

            Uma analogia que se pode fazer é com o Windows vs. Mac OS. A diferença é abismal. No entanto, não quer dizer que um seja muito melhor que o outro.. o diferença vem do facto de o Windows estar presente em tudo o que é sítio, em tudo o que é computador. Mac OS só em computadores da Apple.

            O mesmo se passa/passará com o Android. É muito versátil, é capaz de equipar tudo o que é equipamento.. se continuar assim, cada vez mais maduro, atingirá números ainda mais impressionantes.

            Mas a google terá que ter inteligência na gestão do android neste crescimento, não pode ser a “bandalhada” que foi até agora…

        • Marco Magalhães says:

          Sim, eu escrevi bem, aliás, eu perguntei tal coisa não foi com ironia, perguntei em termos de duvida mesmo.

          Mas vamos por partes então: há o iPhone 3G, o 3GS e o 4G. Ora, se 20% da quota de vendas pertence à apple, há-que dividir essa percentagem pelos iPhones existentes, certo? Assim como não juntamos o Galaxy S com o Galaxy S2 no mesmo número de vendas, embora seja um “upgrade”, é já um aparelho diferente.

          Seguindo esta pequena lógica, não sei se o iPhone continua a ser o mais vendido, mas se calhar até é.

          Mas é como em tudo… Se ao invés de tantos smartphone de topo houvesse apenas o iPhone e o Galaxy S2 (vamos usar este como exemplo) acho que seria lógico qual seria o mais vendido, nem que o iphone subisse para os 30% (grande subida, estou a ser amigo) e o SGS2 teria a grande maioria de vendas. Mas, antes que me saltem em cima, eu de longe percebo de markting, apenas é uma lógica de alguém mais leigo no assunto. 😛

          • Vítor M. says:

            Não está bem apresentado, são pontos de vista válidos sim… eu entendi de forma mais abrangente a tua questão, mas é um bom ponto de vista.

          • Marco Magalhães says:

            Pronto, mas se calhar ainda assim o iPhone seria o mais vendido, já se sabe que tem a sua particularidade única.

            Há de tudo para todos os gostos, devemos é respeitar quem não gosta do nosso Ferrari pois haverá sempre alguém que não vá gostar, mas se lhes oferecessem um já não sei se torciam o nariz. 😛

          • Tiago Dias says:

            Não sei não…

            Se considerarmos apenas o iPhone e todos os Androids de preço superior a 500 ou 500 e picos euros, não sei qual terá maiores vendas.

            Digo isto porque existem muitos, mas mesmo muitos modelos de baixa-média gama, e desses equipamentos é que vêm os números altos das vendas de Android!

          • Marco Magalhães says:

            Pois Tiago, acho que tens razão, como há muitos a preços acessíveis, se calhar é uma forte razão para haver mais androids, assim como se o iphone tivesse uma versão low-cost, se calhar já iria igualar mais ao número de vendas do android. Contudo, se comparássemos apenas o iphone 4 a um modelo android (o que venda mais, não sei qual é) se calhar já ficaria mais ela por ela, digo eu.

            Outro ponto a ter em conta é que só no último par de anos foi quando o android mais cresceu, se continuar assim… Bem, vamos a ver o que acontece. 🙂

          • Tiago Dias says:

            Sim Marco, mas o Android tem tudo para crescer ainda mais e ser de longe o mais vendido.
            Uma analogia que se pode fazer é com o Windows vs. Mac OS. A diferença é abismal. No entanto, não quer dizer que um seja muito melhor que o outro.. o diferença vem do facto de o Windows estar presente em tudo o que é sítio, em tudo o que é computador. Mac OS só em computadores da Apple.
            O mesmo se passa/passará com o Android. É muito versátil, é capaz de equipar tudo o que é equipamento.. se continuar assim, cada vez mais maduro, atingirá números ainda mais impressionantes.
            Mas a google terá que ter inteligência na gestão do android neste crescimento, não pode ser a “bandalhada” que foi até agora…

      • says:

        http://www.digitaltrends.com/mobile/npd-iphone-4-remains-top-selling-smartphone-android-sales-down-in-q1/

        Como podes verificar.

        Estou a dizer que o iphone é o TELEFONE mais vendido, não o OS. Vende mais do que os Samsung S2, ou do que o HTC desire por exemplo.

    • lumitoro says:

      Injusto?! Claro…tal como é injusto comparar a estabilidade do Android, que é feito para funcionar em tudo quanto é máquina, com a estabilidade do IPhone que…funciona em apenas uma MAQUINA, que nem sequer é a melhor máquina no mercado. Os utilizadores de produtos Apple gabam-se da estabilidade dos produtos que compram, e têm razão para se gabar, já que o produto é realmente bom mas não venham com comparações da treta. Apesar de todos os bugs, o Android é superior ao IOS.

      • eu mesmo says:

        bem dito e ai é que está o cerne da questão… o iOS foi desenhado para 1 aparelho (sem contar com os tablets), é óbvio que vai ter certas vantagens comparado com um SO que é desenhado para dezenas ou centenas de dispositivos… que vantagens são essas? estabilidade, mais smooth ao toque, mais estabilidade, enfim uma maior experiência para o utilizador que talvez não seja muito geek ou exigente ao nível de certas features… mas o android também tem as suas vantagens, mais “configurabilidade” (e aqui inclui-se muita coisa, desde redesenhar completamente o UI a thetering nativo, etc) e mais liberdade de podermos fazer o que queremos com o aparelho que comprámos.

        O iPhone quando é lançado é um topo de gama a nível de hardware e o iOS como é desenhado para este aparelho proporciona uma experiência muito especial

        Marcas como a Samsung, HTC, etc, também conseguem igualar o hardware de topo do iPhone, tanto que a Samsung até fazia parte dos componentes. E quanto a mim o Android como SO é superior ao iOS, agora a experiência android num smartphone já varia muito, num de 100€ e noutro de 700€.

        Eu tenho android e é o SO para mim e para as minhas necessidades, o meu próximo SO será android, mas para a minha irmã por exemplo um iphone já era o ideal…

      • Vítor M. says:

        Está mal… o iOS foi desehado para o iPhone 3G, 3GS, 4, iPad 1, iPad 2, iPod Touch…. logo, além de ser o mais usado dos SO’s Mobile é o mais seguro, o mais estável e o melhor desenhado… ao ponto de dar compatibilidade a máquinas com mais de 2 anos 😉

        O Android não é de todo o melhor SO, bem pelo contrario, é inseguro, provoca separatismo no leque de utilizadores, provoca fragmentação e com isso traz problemas aos utilizadores, problemas graves e é um sistema que enfrentará em breve a concorrência forte do Windows Phone 7.

        Grande parte, a maioria substancial de utilizadores android apenas o fazem porque é barato e com a mesma oferta de preço a Microsoft e a Nokia tomarão conta de uma boa faixa de mercado da Google… logo é um sistema operativo com o futuro ameaçado.

        É bom? Muito bom, mas não é de todo o melhor e tem graves problemas, como a própria Google refere e tenta com a versão 4 colmatar.

        Acredito que a versão 4 seja muito importante, mas outros graves problemas vão saltar, tendo em conta que a Google e o seu Android está nas mãos dos operadores…. sim aqueles que metem toneladas de lixo nos smartphones.

        Já no caso do iOS, repara que é feito à medida, é muito seguro, é super optimizado, não é perfeito mas é muito controlado o que aumenta a qualidade do material que corre em cima, tem um futuro assegurado, tendo em conta que a Apple é a empresa que mais cresce em termos de mercado, como podem ver nos vários artigos que temos lançado e nalguns que saíram ontem na comunicação social internacional, é a empresa com maior credibilidade actualmente, tendo mesmo a marca mais forte no mundo da tecnologia e ataca de forma clara os seus concorrente.

        Claro que a Google é muito poderosa e o que espero é uma resposta à altura e aí sim teremos daqui a um ou dois anos, um Android com mais qualidade mas com dificuldades no segmento tablet.

        Por falar em segmento tablet, reparem que mais de dois anos depois… ainda não há concorrência para o iPad, como refere vários artigos de mercado também saídos recentemente.

        Tudo isso e muito mais, como por exemplo e a titulo de curiosidade, a Apple recebe uma grande fatia de lucro na venda não dos seus iDevices mas dos acessórios para os mesmo, depois é a empresa mais estável tendo mesmo mais dinheiro que o próprio país onde está sediada 😀 isto em grosso modo claro, mas também há artigos que suportam esta realidade.

        Repara, a Apple não é um serviço e não é um fabricante… a Apple tem muitos equipamentos todos eles a florescer no seu segmento. Desde os iPods Nano, aus iPods Touch, o iPhone, o iPad, a Apple TV, Os MacBooks, iMacs, Ecrãs, etc.. depois tem software, como o próprio sistema operativo, o Lion, que logo no primeiro dia foi descarregado mais de um milhão de vezes (é fazer contas), mais uma mão cheia de ferramentas profissionais. Tem serviços como a Apple Care que é outra fonte de rendimento… tem o iCloud que será um serviço que também trará receita num segmento a crescer fortemente… tem muitas outras coisas que ajudam a empresa a ter a estabilidade que se conhece.

        Isso traz dinheiro para investir e não depende da publicidade online, que está a cair, depende sim de muita qualidade, de muito marketing também e de muita inovação.

        Não são os únicos, a Microsoft, a Google, a HP, a Samsung, a Sony… e muitos outros não estão atentos, mas partem no momento actual, atrás da Apple.

        Esta é a realidade, quer gostem quer não, tenho pena é a Apple não ter uma fábrica em Portugal… isso sim seria uma fonte de emprego com futuro.

        Esta é a realidade e não há que rodar em volta da mesa. 😉

        • Luís Santos says:

          Vítor, os tablets não foram aqui contemplados mas, mesmo que o sejam, as provas são de que, em termos estritamente de SO, o Android vai à frente. É essa especificidade que dá razão ao tal estudo de que o iPhone é o smartphone mais vendido, porque estamos a falar do hardware. O iPhone é o aparelho mais vendido, mas se compararmos os iPhones em todas as suas versões contra todos os smartphones com Android, a situação inverte-se por completo.

          E também não posso concordar contigo quando dizes que o iOS oferece compatibilidade a máquina com mais de 2 anos. Especialmente, como já referi antes, para quem tem o 3G pois, a partir do advento do iOS 3.x deixou de se dar bem com ele. E estamos a falar de updates oficiais quando sabes que, no Android, mesmo os não oficiais oferecem muita estabilidade. Desde que, claro, se saiba o que se anda a fazer.

          E, voltando ao tema dos tablets, no qual tens apostado fortemente ;), não percebo como podes dizer que não há concorrência para o iPad. Andamos sempre em torno dos conceitos de “melhor” e “pior”, mas isso por si só não vale nada: o melhor para mim não é necessariamente o melhor para ti, e vice-versa. Se assim fosse, toda a gente tinha iPhones e iPads e não se vendia mais nada, não é? 😛

          Eu sei que a empresa de Cupertino desperta muita emoção e move multidões de fãs, mas é preciso termos a humildade de aceitar os pontos de vista dos outros. Ou de, pelo menos, aceitarmos que eles existem, e que não há verdades absolutas. Não nestes temas, pelo menos 🙂

          • RaCcOn says:

            Curti a parte do 3G apartir da versão 3.0 se ter dado mal…
            Vai lá dar uma vista de olhos no percurso do telefone e updates feitos…

            Mas uma coisa é certa, não ficamos com buracos conhecidos no firmware para toda a eternidade apenas porque a marca não faz o trabalho dela…

          • Luís Santos says:

            RaCcOn deve ser por isso que o multitasking trabalha às mil maravilhas no 3G (que, eu sei, não foi feito para isso). Mas lá está… fica lá o “buraco”. E quanto mais se actualiza o iOS, mais buracos ficam, naturalmente, nos aparelhos mais antigos. Mas isso é transversal e comum a tudo. Não é defeito só do iPhone nem dos Androids e companhia.

          • RaCcOn says:

            Luis Santos,

            Precisamente o equipamento não foi desenhado para isso…no entanto actualizaram o sistema e taparam todas as falhas que haviam da versão anterior…
            No caso do Android…
            Existem falhas também, se a marca se lembrar, ficas com elas para sempre…Oficialmente.

          • Luís Santos says:

            RaCcOn sim, as falhas que existiam foram resolvidas, tudo bem. Mas se uma pessoa tem a triste ideia de activar (ou de não desactivar) o multitasking quando faz o upgrade do iOS fica com telemóvel instável, para dizer o mínimo.

            E sim, se as marcas não fornecem upgrades, acontece o mesmo aos Androids. E o “workaround” não é legal, claro.

          • RaCcOn says:

            Para alguém que tinha um iPhone e que o trocou por um X5 e que derrepente já diz que utiliza o iPhone e um X5 estás mesmo muito mal informado…

            Oficialmente o iPhone 3G NUNCA teve multitasking…para teres multitasking no 3G tinhas de fazer Jailbreak…estamos a falar de coisas oficiais ou não?
            As falhas foram corrigidas ao contrário do que acontece com os Android em que pagas a marca e esta não te dá suporte nem actualizações…só as dá quando lhes apetece…
            Ao menos no iPhone tens actualizações e suporte por muito tempo mesmo…

            Como já referi várias vezes, o problema não é o Android mas sim as marcas que não dão suporte aos telefones…
            Tenho um Android que foi comprado especificamente para testar aplicações feitas por mim, acabei por o utilizar durante algum tempo para ver exactamente como funcionava e encostei…

            Android é um excelente sistema operativo, vive um pouco a sombra do iOS mas com o tempo até é capaz de inovar qualquer coisa, como o tem feito…mas as marcas não deixam, porque não dão suporte, preferem que seja a comunidade a fazer esse trabalho por eles.

          • Luís Santos says:

            Eu não disse de repente que uso os dois, disse que tenho os dois. Só uso o X5, mas sempre que troco de telemóvel guardo o anterior. Pode dar jeito, nunca se sabe. Continuas a ler na diagonal o que escrevo.

            Eu nunca disse que o 3G tem multitasking. Apesar de ter. O que eu disse foi que, quando lhe metes uma versão mais recente do iOS das que já tem suporte para multitasking, o aparelho vai tentar usar essa nova função, e com resultados desagradáveis (como, por exemplo, se usares o botão Home para alternar entre apps abertas). Podes sempre manter o multitasking desde que troque à moda antiga: long press no home para voltar ao ecrã inicial e abrir outra app. Mesmo assim, sem uma app como o SB Settings é mais trabalhoso de gerir.

            Mas não concordo contigo quando dizes que o Android vive à sombra do iPhone. Aliás, são mundos diferentes, e o Android tem primado pela inovação.

            Voltando ao tema de todo este post, claro que há pessoas que têm Android e querem iPhone. E pessoas que têm iPhone e querem Android (quando digo Android refiro-me a telemóveis com Android). E há pessoas que têm Android ou iPhone e que estão fartas de ambos e querem um simples telemóvel. Iso não significa nada, todos nós sabemos o quanto as pessoas sempre gostaram de mudar de telemóvel.

            Não se pode é vir para aqui dizer, à laia de alimentar guerrinhas destas, que as pessoas que têm Android estão descontentes e querem iPhone porque esse é o melhor do Mundo. Até porque o conceito de “melhor” é relativo, como já demonstrámos aqui.

            O que é certo é que a Apple criou um produto que veio suprir certas necessidades das pessoas e criar novas necessidades, por ocnta de bom marketing. E o que também é certo é que outros fabricantes têm usado o Android para suprir essas mesmas necessidades, criar novas e, ao mesmo tempo, juntando aí a hipótese de o fazer por um preço mais competitivo.

            Por isso é que digo que tinha um iPhone 3G e que o troquei por um telemóvel com Android de 160 euros que me dá tudo o que iPhone me dava, e mais. Da mesma forma há outros terminais com Android, a outros preços, que conseguem suprir as mesmas necessidades a várias pessoas que um iPhone 4.

            Aliás, o que andamos aqui a discutir é o sexo dos anjos. Estes pseudo-sondagens e guerras de algibeira não mudam as opiniões de ninguém, e as pessoas têm o telemóvel que querem e vão ter, no futuro, outros telemóveis que queiram.

          • RaCcOn says:

            E lá voltas tu a falar de coisas não oficiais…
            Se formos pelo não oficial o iPhone faz bem mais que um Android com root…e isso basta irmos pelo número de aplicações que existem para cada um deles…
            iPhone 3G oficialmente NUNCA teve multitasking, tu é que instalas-te o firmware e fizeste jailbreak para conseguires activar o multitasking tal como também acontece o mesmo com o fundo do spingboard…

            Oficialmente não há porque a Apple acha que o equipamento não tem capacidades para o fazer, e daí para manter a qualidade de utilização desactivou essas funcionalidades, no entanto não optou por não actualizar o equipamento corrigindo falhas e bugs conhecidos na versão anterior.

            No que diz respeito a alimentar guerrinhas, tu é que vieste para cá dizer que os outros não percebiam absolutamente nada e que tu é que percebias, isto para além de que o teu X5 é o supra-sumo dos smartphones…só faltou mesmo chamares otário a quem compra algo diferente.
            A titulo de curiosidade e dando-te o beneficio da dúvida acabei por abrir um X5 para testar e as primeiras impressões foram que é lento e que no que diz respeito a qualidade deixa um pouco a desejar…no entanto se falar-mos comparativamente a outros telefones na mesma gama de preços é mais ou menos equivalente.

            Quanto ao Android viver a sombra do iOS, basta olhar-mos para a história do mesmo…
            Antes do iOS, o Android era semelhante ao bbOS, depois de aparecer o iOS é que ficou com este aspecto que tem hoje em dia…
            Isto já para não falar do market que veio do iOS e da esmagadora maioria das aplicações que foram feitas muitas vezes por terceiros para o iOS e que depois foram compiladas novamente para Android ou copiadas por outro alguém para essa plataforma…

            Facto, é que se não fosse o iPhone, não tinhas 1/3 dos equipamentos que tens hoje no mercado e que não eram tão evoluídos como o são hoje em dia.

            Outro facto que é inegável, o Android é mais uma excelente forma de a Google ter ainda mais controlo e informações acerca de cada um dos utilizadores…o que muito sinceramente não me agrada muito, isto apesar de não ter nada a dever a ninguém e não me importar muito…

            Como já referi e volto a referir, Android é um excelente sistema, tem vindo a crescer as custas de uma comunidade que faz o trabalho das operadoras e das marcas…caso contrário provavelmente já teria morrido…

          • Luís Santos says:

            “E lá voltas tu a falar de coisas não oficiais…”

            -Onde? Se bem me recordo foste tu quem, lendo os meus posts a correr, ficou com essa ideia e a trouxe à baila.

            “Se formos pelo não oficial o iPhone faz bem mais que um Android com root…”

            -Como? Até sem root um telemóvel com Android te permite um nível de personalização muito maior. Mais ainda se lhe meteres um launcher jeitoso.

            “iPhone 3G oficialmente NUNCA teve multitasking”

            -Claro que não, é o que venho dizendo há “n” posts.

            “No que diz respeito a alimentar guerrinhas, tu é que vieste para cá dizer que os outros não percebiam absolutamente nada e que tu é que percebias, isto para além de que o teu X5 é o supra-sumo dos smartphones…só faltou mesmo chamares otário a quem compra algo diferente.”

            -Novamente, quem começou com a conversa de “o iPhone é a melhor invenção desde a roda só porque sim e eu é que sei” foste tu. Aliás, tudo o que tenho vindo a escrever tem sido precisamente para argumentar o contrário. E o contrário não é que o iPhone seja o pior do mundo, simplesmente não é tão claramente o melhor (sê-lo-á para algumas pessoas, para outras não).
            E onde é que eu disse que o X5 é o supra-sumo do que quer que seja? Andas a fazer confusão com os posts que lês, de certeza.

            “A titulo de curiosidade e dando-te o beneficio da dúvida acabei por abrir um X5 para testar e as primeiras impressões foram que é lento e que no que diz respeito a qualidade deixa um pouco a desejar…no entanto se falar-mos comparativamente a outros telefones na mesma gama de preços é mais ou menos equivalente.”

            -Boa, agora que tens um X5 à mão, compara-o lá a um 3G e diz-me se não tenho razão.

            “Quanto ao Android viver a sombra do iOS (…)
            Facto, é que se não fosse o iPhone, não tinhas 1/3 dos equipamentos que tens hoje no mercado e que não eram tão evoluídos como o são hoje em dia.”

            -Verdade, na medida em que o iPhone despertou, naturalmente, muita concorrência. E essa concorrência é boa para nós, consumidores, porque começam a aparecer produtos diferentes, melhores, mais baratos, etc… Isto em termos de mercado de consumo é do mais básico que existe e aplica-se a tudo.

            “Outro facto que é inegável, o Android é mais uma excelente forma de a Google ter ainda mais controlo e informações acerca de cada um dos utilizadores…o que muito sinceramente não me agrada muito, isto apesar de não ter nada a dever a ninguém e não me importar muito…”

            -Isto é igualmente verdade para a Apple. Por isso, idem aspas.

            “Como já referi e volto a referir, Android é um excelente sistema, tem vindo a crescer as custas de uma comunidade que faz o trabalho das operadoras e das marcas…caso contrário provavelmente já teria morrido…”

            -Talvez porque, ainda que de forma algo deturpada, seja essa mesma a ideia do Android. Não tão levada a um extremo pela comunidade e não tão desrespeitada pelas operadoras/fabricantes.

          • RaCcOn says:

            Em relação ao 3G ter multitasking, tu estavas a afirmar que tinha e que se as pessoas não desactivavam o telefone ficava instável…deste a ideia de que era uma funcionalidade que tinha e que se podia desactivar ou activar…
            Pode ser fácilmente visto nos teus posts acima…onde até dizias que tinha problemas conhecidos com ele…como?se oficialmente não tinha…

            Em relação ao X5, tem fraca qualidade de construção, o ecrã é de fraca qualidade e o telefone não é muito confortável de ser utilizado…
            A camera apesar e boa tem muito ruido, até a do 3G era melhor…menos Megapixel mas melhor no que diz respeito a qualidade e ruido…

            Quanto ao Android fazer mais, tu vens sempre com a perssoanlização e sei lá mais o quê…não quero algo no meu telefone que faça com que perca estabilidade e não funcione convenientemente…
            Engraçado que o Android tem o mesmo problema do Windows…”A aplicação deixou de responder”…
            O que me importa são as tarefas que posso realizar com ele, não me importa se posso meter os icon na posição X ou Y…

            Como já foi dito por mim e por muita gente, se não fosse o iphone, o android era hoje em dia um BlackberryOS disfarçado como é hoje um iOS disfarçado…

          • Luís Santos says:

            “Em relação ao 3G ter multitasking, tu estavas a afirmar que tinha e que se as pessoas não desactivavam o telefone ficava instável…deste a ideia de que era uma funcionalidade que tinha e que se podia desactivar ou activar…
            Pode ser fácilmente visto nos teus posts acima…onde até dizias que tinha problemas conhecidos com ele…como?se oficialmente não tinha…”

            -Eu disse que NÃO tinha, e até disse que não era suposto ter e que, por isso, o suporte fazer parte do mesmo update não fazia sentido. E sim, é bem conhecido o que acontece se tentares sequer usar multitasking no 3G. Aliás, mesmo que não o uses, a partir da versão do iOS que deu suporte ao mutlitasking o 3G tem vindo a perder performance e autonomia de bateria (sendo que a parte da autonomia foi resolvida posteriormente mas a da performance não).

            “Em relação ao X5, tem fraca qualidade de construção, o ecrã é de fraca qualidade e o telefone não é muito confortável de ser utilizado…”

            -Claro que não é (nem podia, pelo preço) ser do melhor que aí anda, mas de fraca não tem nada. Não há folgas, não há peças que rangem nem que fiquem soltas, as tolerâncias estão reduzidas ao mínimo e os materiais são bons. Aliás, a primeira coisa que me impressionou no telemóvel foi a qualidade dos materiais e dos botões. Vamos a ver se daqui a um aninho também tem rachadelas como tinham os iPhones. E mesmo em termos de ergonomia é bastante bom, é fácil operar os botões de volume com 1 mão e, graças à forma arredondada das extremidades, é igualmente fácil manipular o botão do topo. O ecrã, como já disse, perde para o 3G. Mas mesmo assim está longe de ter fraca qualidade: em termos de definição (é melhor que o 3G) e brilho é bastante bom, e só em termos de resposta é que às vezes hesita, especialmente quando acaba de sair do deep sleep ou quando está em muita carga, apesar de isso ser mais raro.
            Mas na volta saiu-te um “ovelha negra”. Podes pesquisar por aí que há muita informação sobre isso. São algumas unidades que têm lag na resposta do ecrã e picos de CPU sem razão aparente.

            “A camera apesar e boa tem muito ruido, até a do 3G era melhor…menos Megapixel mas melhor no que diz respeito a qualidade e ruido…”

            -A câmara do 3G era melhor? Se dás mais tiros no pé ainda ficas sem dedos. Eu tenho bastantes fotos tiradas com o 3G e algumas com o X5 e não há comparação, realmente. Mas ao contrário. E só estou a falar da qualidade da imagem, porque depois ainda tens zoom, ajuste de brancos, flash e mais uma porrada de coisas que, apesar de serem standard hoje em dia, o 3G não tem. A comparação nem tem lugar.

            “Quanto ao Android fazer mais, tu vens sempre com a perssoanlização e sei lá mais o quê…não quero algo no meu telefone que faça com que perca estabilidade e não funcione convenientemente…
            Engraçado que o Android tem o mesmo problema do Windows…”A aplicação deixou de responder”…
            O que me importa são as tarefas que posso realizar com ele, não me importa se posso meter os icon na posição X ou Y…”

            -Lá tás tu. Ainda não percebeste que “tu” e “o resto do mundo” são duas coisas diferentes? Além do mais, personalização é só um dos aspectos que podes ter em conta. O facto de poderes usar widgets para teres calendário, agenda, meteorologia, feeds e pardais ao ninho no ecrã não é uma mais-valia? Deixa-me adivinhar: para ti não. Mas é para muita gente.
            E como é que mudar ícones, meter widgets ou até mudar o launcher te deixa o telemóvel instável? Deves ser o gajo mais azarado em termos de telemóveis “não iOS” que anda aí. Um telemóvel ficar instável por mudar ícones… é boa disposição logo pela manhã lol

          • RaCcOn says:

            Epah qual é que foi a parte que não percebeste do:

            Multitasking no iPhone 3G só com Jailbreak?Oficialmente não há!!!
            A Apple, lançou o update para corrigir os bugs e falhas conhecidas que tinha na versão de firmware anterior.

            Quanto ao X5, deves de ser tu que apanhas-te uma unidade espectacular e que tinha melhor tudo que todas as outras unidades…

            No que diz respeito ao resto…
            Mais uma vez és um gajo sortudo onde tudo o que instalas no teu fantástico X5 não afecta a performance nem a autonomia…

          • Luís Santos says:

            RaCcOn não vale a pena repetir-me porque já está tudo escrito para trás, é só veres. Se quiseres.

            Quanto ao meu X5, vê o Zwame ou o AndroidPT para ficares com uma ideia do grau de contentamento das pessoas. Para quem se diz tão por dentro da temática andam a faltar-te ou recursos, ou iniciativa para te informares.

        • Luís Santos says:

          Só a título de piada, diz-me: os Ferraris são uma m*rda de carros? É que vendem-se tão pouco…. 😉

        • Eu mesmo says:

          não concordo com a grande maioria das coisas que acabaste de dizer, reconheço várias falhas no Android, mas não revejo o iOS nessa descrição, a descrição que destes corresponde a um pedaço de céu, mas são pontos de vista não vale a pena bater na mesma tecla… apenas acho que essa retrocompatibilidade pode ser também um aspecto limitante, já que o iOS podia puxar mais pelo phone 5, mas não o faz para que as versões antigas do iphone não fiquem “abandonadas” por assim dizer… é um ponto de vista diferente.

      • Sérgio says:

        Eu só compro um smartphone de cada vez. Quero que o SO que lá corra seja o mais estável possivel. Quero lá saber que é menos instável só porque corre em dezenas de equipamentos. Quero é saber do meu e no meu quero o mais estável possivel.
        Quero lá saber se posso personaliza-lo da maneira xpto se o que tenho já será o “melhor”. Por exemplo, instalei o Cyanogenmod 7. Fugi daquilo para bem longe. Porque o que é adianta ser super-personalisável (porque o é) se como telefone em si é uma autentica bosta. Voltei logo a uma ROM com o Sense.
        Não interessa nada o SO consegue fazer se depois não o usamos. A esmagadora maioria das vantagens que atribuiem ao Android entra nesta categoria. Claro que também existem outras vantagens e desvantagens.
        A desvantagem que mais irrita é quando vejo um aplicação gira no market e depois diz que o meu telemóvel não é compativel, ou se o é funciona apenas a meio gás, tornando-se pouco atractiva

        • a Friend® says:

          “A desvantagem que mais irrita é quando vejo um aplicação gira no market e depois diz que o meu telemóvel não é compativel, ou se o é funciona apenas a meio gás, tornando-se pouco atractiva”

          Bom testemunho. Dos pontos mais importantes que falei mais abaixo. O MarketShare do Android não atinge o publico alvo de forma igual.

        • Eu mesmo says:

          essa “aplicação gira” que viste no market, foi através do telemovel? ou via browser no PC? porque o market no telemóvel só mostra as versões compatíveis com o teu telemóvel.

    • Tiago Dias says:

      A questão que levantas poderá ser pertinente.

      Embora estes resultados apresentados tenham já muito valor, e muito se possa tirar deles, há sempre a possibilidade de retirar mais conclusões ainda (mas em qualquer situação, pode-se sempre ir mais além).

      Uma das possibilidades seria colocar uma pergunta diferente, do género “Entre um Android e um iPhone, ambos ao mesmo preço, por exemplo 200 €, qual escolheria?”.

      A esta pergunta poderiam surgir diversas respostas.

      Num local como o PPLWARE, acredito que os resultados poderiam tender para o Android, visto ser um público alvo muito ligado à tecnologia, com conhecimentos e vontade de explorar e ir mais além.. (embora acredite que a percentagem a mudar para iPhone seria maior).

      Já noutra situação, e noutro local, como por exemplo fazer a pergunta na rua, aleatoriamente, numa faculdade pouco ligada a tecnologia, etc, as respostas seriam completamente diferentes.

      São sempre interessantes estes resultados a estudos feitos por aqui, muito mesmo! Grande trabalho Pedro 😀

  4. Dj_suca says:

    Isso sim sao resultados a ser apresentados..

  5. goho says:

    tenho iphone mas prefiro android porque faco muito mais do que ios. mas sao gostos

    • RaCcOn says:

      Sabes utilizar o teu iPhone?

      • Luís Santos says:

        A tua pergunta devia ser reformulada. Em vez de “sabes usar o teu iPhone” devias perguntar “o que é que precisas ou queres que um telemóvel faça nas tuas mãos”. Digo eu.

        • RaCcOn says:

          A unica coisa que oficialmente não fazes no iphone em relação ao Android é o UI…de resto fazes tudo o que fazes no iPhone no Android.

          • Luís Santos says:

            Exacto. E o UI envolve vários aspectos como, por exemplo, o teclado: no iPhone podes mudar alguns layouts (QWERTY, QWERTZ, AZERTY e os arábicos, chineses, etc.) mas só isso. No Android as possibilidades são bastante mais vastas.

          • RaCcOn says:

            Sim isso é verdade, mas parece que não há muita gente importada com isso…
            Mesmo que haja, Jailbreak para cima…

          • Luís Santos says:

            Yah, tens a mesma solução nos terminais com Android e, como sabes, a esmagadora maioria das pessoas opta pela via “não oficial”. Mesmo qualquer “noob” que acaba de comprar o telemóvel.

  6. Luís Santos says:

    Nessa tabela resumo não é lícito afirmar que quem tem Android quer iPhone ou vice-versa porque, simplesmente, não se pode fazer a atribuição pessoa a pessoa das duas respostas. Ou seja, das pessoas que pensam adquirir um Android não se sabe quais é que têm iPhone ou Android ou outro qualquer.

    A minha resposta, por exemplo, vai ao contrário: eu tenho iPhone há mais de 2 anos e mudei para Android. E tenho visto tanta gente a fazê-lo que já há, inclusivamente, vários guias na Net para quem quer mudar do iOS para o Android sem perder os contactos/mensagens/etc…

    Tudo isto só vem reforçar aquela ideia subjacente de que os inquéritos e as estatísticas valem o que valem, e tudo depende do contexto e do olho crítico com que se olha para eles.

    • Francisco says:

      Como guias na net fossem indicadores de alguma coisa! Amigo na net há guias para tudo até para fazer armas nucleares,etc! Será que por isso agora “todos” querem fazer armas nucleares??? :):) Olha eu tenho Android e um dia destes mudo para iphone e vejo tanta gente a faze-lo/querer fazer…e mais trabalho num parque tecnológicos iphones são aos magotes, androides contam-se pelas dedos das mãos !

      • Luís Santos says:

        Olha, e na minha empresa vão mudar todos os telemóveis “de trabalho” para iPhones. Será que vai afectar o estudo? 😛

        A explicação é simples: no Android tens uma comunidade muito mais envolvida e partilhada do que tens no iOS. A visibilidade e as alternativas possíveis, bem como as formas e as ajudas para as seguir, são necessariamente proporcionais.

  7. Jonas says:

    Este estudo é engraçado… comparar um telefone com um sistema operativo… “Prefere o software da centralina de um porsche ou um Mercedes?”…

    Ponham em definitivo uma coisa na cabeça… Não é justo andar a comparar taco a taco telefones android com telefones IOS… O Android está instalado em telefones de 90 euros cujo o hardware só por si não tira o proveito total do equipamento… “Tenho um Optimus San Francisco, gostaria de ter um iPhone?”…… A resposta é óbvia. A grande maioria dos possuidores de telefones android têm equipamentos na ordem máxima de 200 euros, enquanto que no caso do iphone já todos sabemos quanto se paga pelos bichos….

    • Luís Santos says:

      Nem é preciso tanto, o Huawei X5 custa 160 euros e a única coisa em que perde – marginalmente – para o iPhone é no ecrã. E repito: marginalmente.

      • Rui says:

        lolol
        Sabes, existe por aí um SUV, um tal de Audi Q5… e não entendo porque é que há pessoal que gasta 60 mil euros por ele quando existe alí ao lado o Dacia Duster que a unica coisa que perde para o Q5 é apenas no motor… e retipo, marginalmente 🙂

        • Luís Santos says:

          Se calhar se alguém realmente preferir o Dacia e achar que o seu dinheiro é melhor empregue aí, tu também não percebes. E é normal que não percebas, porque a tua opinião é diferente.

          Mas eu não te estava a falar de opiniões 😉 E muito menos de “motores”.

          Repara: o X5 (e aqui se calhar o SO também conta, mas pronto, está incluído no pacote para ambos os aparelhos nesta comparação) é mais rápido. A qualidade de construção é excelente (não anda aí a abrir rachas à toa como o iPhone). Tem um bluetooth que funciona em pleno, ao contrário do que vem no iPhone. Tem GPS como “manda a lei” (e.g., não é A-GPS). Sem ter que o “hackar” podes mudar o teclado se não gostares dele (e, agora sim, falando por mim, o teclado do iPhone para os meus dedos é como um cavalo de corridas para um gajo de 300Kg). A câmara é consideravelmente melhor. Vamos continuar? O RaCcOn acha que devíamos lol

          • a Friend® says:

            Essa do AGPS continua a ser o argumento que me faz rir constantemente.

            AGPS é superior ao GPS.

            Na realidade, um AGPS é um GPS normal e funciona como tal. Apenas recorre ao “A” de “ASSISTED” para que quando temos pacote de dados, ele através da triangulação de antenas e informação das mesmas, atraves de base de dados, dá-nos o acesso ao GPS de forma mais rápida em momentos de ligamento a quente!

            Ou seja, em vez que termos que esperar 5.. 10 minutos até captar o sinal, é só ligar e em segundos está pronto a usar.

            Portanto, ter A-GPS é uma virtude e não defeito! Tomara todos terem A-GPS!

          • Luís Santos says:

            @ a Friend® pois, o problema do A-GPS é que, nos casos em que não pdoes usar standalone GPS, sempre que o usas estás a gastar dados. O X5 permite ambos os modos, tal como a maioria dos smartphones.

          • Tiago Dias says:

            Luís Santos,

            Nem 8 nem 80. O X5 pode ser um bom smartphone, mas estou a ver por aí alguns exageros.. Tanto nos elogios ao X5 como nas críticas ao iPhone 😉

            Disseste já uma coisa acertada, isto será sempre uma discussão como a de BMW vs. Mercedes, ou Benfica vs. Porto.

            O que se conclui sempre é que cada um deve escolher o que mais gosta, e o que melhor lhe serve. Mas no meio da discussão, perde-se credibilidade ao andar a atirar defeitos a torto e a direito.. como disse, nem 8 nem 80.

          • Maraduxo says:

            Conversa acesa e para verem as diferenças fica aí o link do iPhone vs Huawei X5
            http://www.gsmarena.com/compare.php3?idPhone1=3275&idPhone2=3596

          • a Friend® says:

            Luis Santos

            Não é verdade. Eu num dos meus iPhones não tenho sequer pacotes de dados (e está mesmo desligado) e uso o GPS normal dele.

            Demora um pouco mais tempo a captar, como é obvio, mas é perfeitamente funcional em modo “standalone” em o “assisted”.

            Há muita gente que acha que ele não funciona por demorar a captar mais do que o habitual e desistem a meio. Mas façam bem o teste, pois ele funciona.

            E já testei isto em iPhone’s 3G, 3Gs e até mesmo no iPad 3G, sem qualquer cartão inserido.

        • Rui says:

          @Luís Santos
          eu entendo a opção entre um dacia e um q5, mas há por aí muita gente que não entende a opção de alguem comprar um iphone. 🙂
          se o x5 é mais rápido, mostra aí o site com os testes de comparação para o pessoal ficar mais informado. eu pessoalmente gosto muito de ler… partilha isso aí.
          rachas no iphone? o meu não tem nenhuma. se calhar tive sorte. e o pessoal que eu conheço tb teve sorte… iphones resistentes 😉
          no bluetooth podia funcionar melhor, tens razão. fica lá com a taça, e junta a cena dos widgets que dá jeito, e a falta de um botão para tirar fotos, e ficava aqui a dizer alguns defeitos que não gosto no iphone. mas enfim, não há nada perfeito, nem mesmo nos androids como alguns querem fazer passar.
          em relação ao gps, não estás um bocadinho que seja enganado? é que o GPS do meu iphone funciona como manda a lei e até tem a ajuda do A-GPS quando é necessário. Se estou certo, varios Androids funcam da mesma maneira 🙂
          Em relação ao teclado… lá está, cada um tens as suas preferencias. eu gosto do teclado do iphone. se não gostasse andava com um android ou então mudava no iphone.
          e em relação á camara ser melhor, prova isso, arranja dados concretos para a tua afirmação. posta aí o site onde leste isso. e mesmo que seja melhor, mal seria se não houvesse evolução… há quanto tempo existe o iphone 4 e o X5? de certesa que o iphone 5 já terá uma camara melhor que a do x5, não?
          continua-te a rir que eu tb
          saudações:)

          • Luís Santos says:

            Rui não quero taças, que não estou a jogar em nenhuma equipa nem ganho comissão de ninguém 😉

            Como já disse antes, tenho iPhone e tenho um X5. Antes de qualquer comparação, pega em ambos absolutamente “stock” e vai à net. Abre uns sites, navega um bocado e, se quiseres, repete tudo em 2G e 3G.
            Depois mete várias apps no iPhone e no X5 e usa-os ao longo de alguns meses, acumulando dados, caches e afins. Depois diz-me em qual é que se nota a lentidão a aparecer.
            Em relação ao GPS, como disse, o iPhone também usa o A-GPS, mas não disse que sem ele não funciona. Torna-se é virtualmente impraticável quando precisas dele ter que esperar todo aquele tempo. Claro que não há telemóveis perfeitos e até no “baratuxo” X5, que é muito mais rápido a captar sinal, há alturas em que é demasiado tempo.

            Não sou fundamentalista nem extremista, muito pelo contrário: acho bem que todos desenvolvam e inovem e a concorrência é a melhor coisinha que nós, consumidores, temos nestes tempos de consumismo (do qual sou fã).

            Mas o certo é que todos eles têm dois tipos de defeitos/qualidades: as absolutas e as subjectivas. Uma coisa é num teste prático, e em termos de performance, um aparelho ser mais rápido ou mais eficaz que outro de forma quantificável. Outra coisa é uma característica que para uns pode ser um defeito e para outros uma qualidade. E é esse tipo de distinções que são atropeladas quando se entram nestas discussões “clubísticas”. Por isso é que tento sempre, por um lado, dar a minha opinião (e digo que é só isso) e, por outro, focar informações concretas.

      • RaCcOn says:

        Lololol

        Continua continua!! :))))

        • Rui says:

          eu tenho iphone e android, por isso, não sou aquilo que apelidam de fanboy 🙂
          e gostava de experimentar o WPhone 😛
          deve ficar muito interessante na ultima versão

          • Luís Santos says:

            Lá está. Eu tive o iPhone durante vários anos e nunca tinha mexido num Android. E, mesmo assim, nunca morri de amores pelo iPhone. Mas relativizar não é convosco 😉

    • Miguel says:

      Népia,

      O android é uma moca !
      Além de livre e muito mais aberto à comunidade tem umas librarias e comunidade de desenvolvimento brutais !!!

      Eu não quero outra coisa… O IPhone é como o MAC (OS) é muito limitado! Ok … super user-friendly e faz as coisas que a maioria dos utilizadores precisa…

      Mas eu quero mais ! Quero um sistema super flexivel e que possa modificar à minha vontade, mudar de rom se me apetecer, etc,.etc,etc,,, Eu se puder escolher quero android!

      • RaCcOn says:

        Como développer digo-te que prefiro sem margem para dúvidas programar para IOS…mas cada um é como cada qual…

        O Android ser aberto já é uma coisa que tem muito para se dizer…

          • eu mesmo says:

            seria interessante comparar a openesess comparando também com outros SO moveis. nessa comparação fala-se de tudo…

            talvez a “crítica” seja a não participação da comunidade no desenvolvimento do android, visto que eles libertam o código no final e não durante o processo…

            isso a mim é uma cena que a mim não me afecta 😀

          • Miguel says:

            eles nesse link estão a falar de outra coisa !….

            aí o que é falado é que quem decide o roadmap é exclusivamente a google e os desenvolvimentos que estão a decorrer actualmente para o android não são totalmente relevados ao público !

            Isso eu compreendo… eu que eu estou a falar é da disponibilização de librarias e ferramentas para desenvolveres tu uma aplicação para o android.
            e isso existe de forma mto boa e transparente: http://developer.android.com

          • RaCcOn says:

            Continuo a não ver onde é que o Android é totalmente opensource…

        • Miguel says:

          Já agora fiquei curioso,

          podes fazer aí umas comparações ? tipo pontos vantagens/desvantagens ?

          Obg.

          • Miguel says:

            desculpa…

            expressei-me mal,,,

            o android corre cada aplicação com um user único, ou seja cada aplicação tem o seu user no sistema e espaço de memória contido, o que é óptimo para prevenir malwares e aplicações a dar cabo do sistema ou a intoxicar outras apps… não sei se o ios tem isso…

          • a Friend® says:

            @Miguel

            As Apps do iOS são como que pequenas “sandboxs” e elas não têm permissão para “intoxicar” ou modificar outras apps.

            E quanto a prevenção de malwares… bom… penso que o Android já provou e bem que não é o melhor a as prevenir.

            Já houve no ano passado até um worm que após entrar no sistema conseguia infectar apps perfeitamente normais. Portanto nota-se claramente que ainda há um caminho a percorrer para evitar esse tipo de bichos.

          • Miguel says:

            friend,

            não quero ser chato, mas escreveste 5 parágrafos que ocupam mais do que um ecrã aqui e objectividade nada… fiquei a saber o mesmo…

            o que interessava saber já que tens experiência era librarias vs librarias, IDE’s vs IDE’s, consumos de memória, openGl vs … qq coisa assim.

            Agora defender o ios assim subjectivamente não trouxe valor acrescentado! Nota que eu não estou a defender nenhum dos sistemas operativos.

          • a Friend® says:

            Miguel como se pode explicar a alguém as diferenças não estando com ambos nas mãos e mostrar? Talvez precisaria de fazer um mega artigo sobre isso e focar os pontos todos com experiências semelhantes, com screenshoots e tudo mais..

            E eu não estou a desvalorizar o que o Android é capaz em termos de librarias, e tudo mais.

            Simplesmente estou a dizer (desde inicio) que a forma e ferramentas que a Apple disponibiliza no SDK são de longe mais maduras, mas estáveis, tem um debugger de longe mais maduro e mais intuitivo, são vários factores que juntos fazem e muito a diferença e nesse caso o que posso dizer é que, para analises profundas, testem por vocês mesmo.

            Explicar será sempre subjectivo, ainda por mais se não tiveres como “confirmar” ou testar o que digo poderá ter interpretações erradas.

            Aqui não está no ponto do “um fez e o outro não” .. aqui o cerne da questão é a forma como cada um produz cada conteudo e a forma como ele distribui depois ao publico nos diferentes dispositivos.

            Aparte disso, não é à toa que muitas apps são feitas nativamente no iOS e depois portadas para o Android e não o inverso.

            Deixo-te este link da opinião de outro programador que embora eu não subescreva totalmente, tem pontos importantes sobre ambos. E como é obvio, outros tantos por falar.

            http://nfarina.com/post/8239634061/ios-to-android

        • a Friend® says:

          Para qualquer programador basta pegar no SDK de do iPhone e no do Android.

          É uma diferença tão abismal que as pessoas que dizem que o Android é um SO superior a um que é simplesmente o “filho” do MacOSX, com todas as APIS e Frameworks bem estruturadas e maduras… me fazem rir.

          O Android é simplesmente uma plasticina, usado e abusado pelas marcas e operadoras e muito vendido porque para se vender hardware tem que se ter um SO e o Android ainda é o único que tem essa adaptação. É o negocio da china das marcas. Mas poderá ser efemure, porque a estrutura com que tem se definido foi igual à do Symbian e Windows Mobile. Reinaram durante uns tempos e depois tiveram uma queda estrondosa por não terem sabido agarrar através de consistência, padrões e menos fragmentações acima de tudo. Para não falar do fraco suporte dado aos programadores, que é simplesmente uma dor de cabeça fazer apps para o Android que possam ser corridos em todos os dispositivos Android, ou seja, falar-se de marketshare do Android é ALTAMENTE subjectivo do ponto de vista de um programador. Há mais, é um facto.. mas desses “mais” …não temos a garantia que o suporte para todos os dispositivos seja adequado, por falta de padrões. Essa história do Open só é boa para as marcas e operadoras, porque do ponto de vista de um programador profissional não é o dado mais importante, pelo contrário. Um programador profissional quer é algo consistente, que tenha ferramentas boas e que atinja todo o publico alvo daquela amostra! E em dispositivos móveis o unico capaz disso é o iOS.

          • Miguel says:

            Então mas pera lá, não me respondeste à pergunta…

            “podes fazer aí umas comparações ? tipo pontos vantagens/desvantagens ?”

            o interesse é ser objectivo, por items de preferência.

            Em relação ao que descreveste, por acaso tenho a discordar no sentido que o android corre todas as aplicações com uma única sessão de S.O. (cd aplicação é um user) e usa uma máquina virtual mto boa para correr cada aplicação. Portanto dentro da máquina virtual as aplicações têm o acesso abstracto a tudo o que qq telefone tem e por isso é que o android e as apps funcionam em tantos aparelhos diferentes..

          • eu mesmo says:

            acho q acaba um pouco por ser como nos PC’s, o problema são as specs da máquina e não tanto o SO, mas acho que isso é inevitável

          • a Friend® says:

            Como disse é pegarem e verem, ou achas que vou definir aqui todas?

            Já pegaste no Xcode e usaste lado a lado com o SDK do Android? Já viste bem o calibre de um e de outro? Já viste bem todas as librarias, etc? É que basta pegares nisso e fazeres as comparações, ou achas que em poucas linhas te conseguiria definir todas as diferenças?

            E não sou só eu que digo, é a vasta maioria de programadores que trabalham com ambas, no entanto basta veres o resultado da qualidade das apps de um e de outro. A Apple não anda neste ramo à “2 dias” … eles têm ferramentas com vastos anos de experiência adquirida. Não é a Google que estreia o seu “quase primeiro” SO e reina isto… o iOS embora seja novo tem uma vasta experiência vinda do MacOSX, nem ha comparação.

            Depois dizeres que o emulador do Android é bom.. bem… então temos definições de bom completamente diferente pois o emulador deles é lento como tudo! Eu só consigo testar eficazmente uma App directamente nos aparelhos ao passo que no xCODE corre com a máxima fluidez como se tivesse mesmo a mexer no iPhone ou iPad.

            Acho que deverias experimentar ambas, durante uma semana ou mais e perceber onde quero chegar.

  8. Tiago Cunha says:

    engralado. Deia-se colocar um subestudo de: “quem respondeu a esta questao e tem um android?” – iria ser engraçado ver os “androidnerds” que humilhados responderam a esta questão.

  9. Miguel says:

    Mandem esses resultados para a empresa que lançou o estudo 😛 !!!!

    e já agora apontem que foi feito num dia…
    boa pplware !!!

  10. Vitor Ferreira says:

    +1

  11. The STK says:

    Esta poll só vem reforçar a minha ideia sobre o futuro dos smartphones, Android will rule 🙂

  12. Pena o PPLWARE não ter metido Windows Phone 7. Era engraçado saber o número de dispositivos que andam por aqui.

    Até para o próprio pplware conhecer o seu publico. Noticias de WP7 são raras por aqui, e se calhar até existem vários proprietariados de WP7 a visitar o blog.

  13. wazp says:

    Penso que os resultados se assemelham à realidade. Mas quero deixar aqui um ponto importante. Eu não tenho smartphone mas tenciono comprar um smarthphone Android, porque são mais baratos (ZTE Blade por exemplo). Mas se o preço dos iPhones fossem semelhantes aos dos Androids comprava iPhone sem pensar duas vezes. Não vou dar muito dinheiro por um telemovel quando o posso perder ou partir.

  14. Serva says:

    Bom dia

    @Pedro , excelente iniciativa a tua a par de outras que já nos habituastes , é engraçado ver aqui alguns comentários que já agora gostaria que nos esclarecesses sff , num post foi levantada a possibilidade de se votar mais que uma vez ? … só por curiosidade gostaria que esta questão ficasse clara .

    Aceita os meus sinceros cumprimentos

    Serva

    • Ecchin says:

      Verdade, acho que era possível votar quantas vezes quisesses. Sejas android, iOS ou outro qualquer. E em mais de 1800 votos, duvido que muitos o tenham feito.

      O Pplware devia fazer um pedido a outros blogs com temáticas diversas (talvez através do portal do sapo?) para fortalecer a base deste estudo.

  15. Cesar Couto says:

    Novamente… Isto deveria chamar-se sondagem e não estudo…

    • racpxt says:

      Mesmo para ser chamado de sondagem necessitaria de uma selecção de uma amostra criteriosa e de tamanho significativo.

      Isto deveria chamar-se apenas de votação dos leitores.

      • Pedro Pinto says:

        Mas será que haverá alguma coisa com que vocês não implicam???
        Sondagem está bem
        Votação idem
        Estudo também não me parece desapropriado. Pode ser que alguém ainda pegue nestes dados para fazer um ESTUDO em Portugal.

        • Miguel says:

          Não te maces…qualquer que fosse o resultado as criticas seriam exactamente as mesmas mas com intervenientes inversos LOL ha simplesmente pessoas para quem é inconcebível uma “discussão” saudável…eu vejo pela minha área…é a mesma coisa que discutir entre fotógrafos qual a melhor marca entre por exemplo Nikon ou Canon, ou ainda pior…discutir edição fotográfica à “antiga” ou edição digital LOLOL

        • Vítor M. says:

          Pinto… esquece isso, é retórica… avança que há tanto para fazer.

          Olha, era importante termos alguém como o Miguel sim… temos tantas solicitações das empresas de equipamentos fotográficos… 😀

        • Da próxima escreves no titulo:

          Estudo/Votação/Sondagem/Outra Palavra Qualquer que Queiram Chamar

          E ainda vai haver criticas 😛

      • Ecchin says:

        Esta é uma sondagem perfeitamente válida (nao tendo em conta as limitacoes do google docs para formulários) para categorizar os hábitos dos leitores do pplware.

  16. aver says:

    Acho que as respostas são as esperadas. Não vejo como é que alguém que há pouco tempo comprou um Android, e as respectivas aplicações, queria agora comprar um iPhone.

    Os factores que o levaram a comprar um Android não se alteraram. Idem para o iPhone.

    Continuo e a achar que o título do post é do tipo “Gostava de ter um Mercedes ou um BMW”, que teria um grande número de respostas sim, e o inquérito é “Comprou ou vai comprar um Mercedes ou um BMW” e as respostas são maioritariamente não.

    Mas é provável que com a adição criada pelos smartphones cada um esteja apaixonado pelo seu – e toda a gente pense que tem um smartphone que, de forma figurada, é um Mercedes ou BMW melhor que o do vizinho. Se a pergunta fosse “Trocava mais facilmente de namorada ou do Android para o iPhone”, se as respostas fossem maioritariamente “Trocava mais facilmente de namorada”, não me surpreendia.

    • eu mesmo says:

      não te esqueças que havia a opção de “não tenho smartphone” e “não tenho intenção de comprar” corrijam-se me se tiver enganado

      e atenção que nem todos têm android à pouco tempo, pelo que o que os levou a comprar android pode-se ter “desvanecido”…

    • a Friend® says:

      Isto é uma sondagem aos leitores do pplware, pessoas ligadas ao ramo tecnologico e onde utilizadores Android se evidência e mais. E naturalmente, eles aceitam mais as politicas actuais do Android que já foram mais que debatidas ao contrario do consumidor comum (ou seja, cerca de 90% dos que compram smartphones).

      Aparte disso, a votação pode ser adulterada o que o mesmo utilizador poderia fazer facilmente várias votações, o que pode fazer os resultados não serem fiéis como o estudo realizado no artigo anterior.

      Se forem a fazer as mesmas perguntas totalmente fora daqui, ao consumidor geral, com votação única, a diferentes faxas etárias, tendo em conta os que já experimentaram ambos e nesse caso qual escolheriam, os numeros teriam resultados completamente diferentes.

  17. Marco Faria says:

    Boas,

    Como é que num post informativo há tanta gente a defender um ou outro?! É um pouco discutir o sexo dos anjos.

    Concordo com a afirmação de que este é um blogue mais tecnológico e por isso “mais Android” mas ambos equipamentos e plataformas são competitivos e bons.
    Neste momento tenho um iPhone 4 e satisfaz tudo o que eu necessito num smartphone e tem o factor estético que eu valorizo no entanto não posso dizer que é o melhor smartphone do mercado.
    É sim, para mim.

    Parem com isto a sério, fica muito mal. Valorizam-se mais comentários do género “Para mim, x ou y é o melhor!” agora dizer “o X é que é e quem diz que não, não merece viver” é errado…

    Acho que transmiti a minha ideia, não tomem isto como um inicio de discussão, porque até acho que as discussões podem ser construtivas mas não desta forma….

  18. Serva says:

    Bom dia ,

    É bem provável que a percentagem seja maior que os 10% que têm actualmente Android e que gostariam de ter Iphone eu também acho isso verossímil , agora penso que existem muitos portadores de Iphone que também querem migrar para outra plataforma incluindo WM , por isso chegamos a conclusão que este mercado está muito dinâmico , aliás é neste momento o mais dinamito dentro da área tecnológica e que muita coisa se pode passar , se a Google nos próximos meses resolver alguns dos problemas que têm afectado alguns dos dispositivos com Android então o domínio vai ser avassalador , por outro lado já se houve que da parte da Apple irõ descontinuar o Ipod e fazer um Iphone low cost , poderia ser uma resposta a Google , porque já vimos que com guerrinhas de tribunais e de patentes a Apple não vai lá .

    Vamos também ver o que se vai passar com a Nokia e Microsoft , esta parceria também pode desequilibrar tudo de novo , querem mais dinâmica .

    Cumprimentos

    Serva

  19. MrT says:

    Acho este estudo do pplware bastante mais interessante o anterior.
    Pergunto-me será que o outro estudo não teve um patrocínio Apple?! (não digo isto com muita seriedade, mas dá para pensar…)

  20. Serva says:

    @Marco Faria

    Bom dia , concordo inteiramente contigo , sabes eu as vezes também caio numa discussão que no fundo não leva a nada , mas sabes que é difícil leres e não responderes muitas vezes a letra , é que existem pessoas muito convencidas que acham que ter Apple é sinonimo de Status etc … e isso irrita-me solenemente , não é nada agradavel leres declarações dessas e depois de facto entra-se num ”Limbo” , que acaba por ter contornos pouco racionais , esta questão já não é do post que deu origem a esta votação ela já se arrasta e é comum a todos os posts em que a Apple esteja presente , lembro-me por exemplo do titulo do post quando saiu o ”LION” , em que se dizia que era o SO mais avançado do Mundo , é claro que isto origina muitas discussões e por vezes bem fortes das partes que entram no debate .

    Chamem-lhe o que quiserem mas que existe um fanatismo da parte de alguns users Mac é um facto insofismável que pelos vistos só os próprios é que não vêm , nos outro posts sobre Android ou sobre Linux ou sobre Windows existem sempre criticas da parte dos proprietários dos mesmos , quando se trata de Mac entramos no mundo perfeito e é quase tabu apontar uma fraqueza ”tudo é pensado ao pormenor etc etc etc ) , eu diria que assim não dá e por isso por vezes também me entusiasmo um pouco e entro numa discussão como dizes que não leva a nada , agradeço-te por teres chamado a atenção deste factor no teu post .

    Cumprimentos

    Serva

    • Tiago Dias says:

      Serva,

      Concordo com grande parte do que dizes, como quase sempre em comentários teus. Mas atenção, que há também o outro lado da moeda!

      Gosto de quase todas as plataformas, como deverás saber se já leste artigos meus. Em smartphones, gosto de Android, gosto de iOS, tenho curiosidade em usar WP7 no dia a dia, tal como bada, que ainda não tive oportunidade de experimentar. Adoro o blackberry desde que experimentei, embora esteja perfeitamente ciente que é outro tipo de mercado, e o único que actualmente torço o nariz é o symbian, mas também já está com os pés para a cova.

      Bem, mas passando à frente, que já me estou a alongar, no meio disto tudo, e simplesmente por gosto pessoal, o que mais me agrada actualmente é o iPhone com o iOS. Não é por achar que os outros não prestam, não é por achar que o Android é muito inferior, é porque gosto do iOS, do seu equilíbrio, de como as coisas são geralmente bem feitas..

      A outra face da moeda de que falo, é do facto de uma grande percentagem de não utilizadores de produtos Apple, catalogarem os utilizadores da Apple, ou quem gosta dos seus produtos, de “burros com palas nos olhos” que só compram por ter o raio da maçã. Isto é completamente ridículo, e é aí que entro na “guerra”.

      Posso até contar-te uma história. Estava há uns tempos numa apresentação de um smartphone, a representar o PPLWARE. Tratava-se de uma apresentação de um terminal com Android, uma apresentação reservada, só com meia dúzia de pessoas.

      Entre os presentes, estava um representante de uma conhecida (e boa) comunidade Android. Ele falou bastante, elogiou o android até mais não, referiu diversos projectos, programadores portugueses, pediu para darem atenção à comunidade portuguesa, etc.. Eu até estava a gostar da conversa, acho que faz muito bem em tentar divulgar trabalho português nesta área.

      O problema foi quando chegou ao fim a apresentação, em que começou uma conversa mais informal, e assunto puxa assunto, estávamos a falar do iPhone. E qual foi o argumento dele contra o iPhone? Disparou logo que quem tem o iPhone é só para mostrar a maçã que tem atrás, e barbaridades desse género. A partir desse momento, deixei de ouvir o que ele tinha para dizer, e para mim perdeu toda a credibilidade, porque alguém no mundo da tecnologia dizer uma coisa dessas, da forma que disse, não merece qualquer credibilidade.

      Isto tudo apenas para lembrar que, embora concorde que há utilizadores Apple que exageram, também há críticos, e muitos, que não falam do que sabem, e então o argumento que mais se vê é o da maçã, e que é só por ter a maçã, e daí não passa.. Há exageros de ambas as partes, há fanatismos dos dois lados 😉

      Abraço 😉

      • a Friend® says:

        Subscrevo o que disseste e digo mais. A cultura Apple em portugal é tão fraca mas tão fraca que facilmente encontras isso em convenções e conversas.

        Criticam o desconhecido, o que para mim só releva uma coisa: Ignorância. Pois assumem uma guerra sem conhecimento adquirido.

        E quando digo que a cultura Apple em Portugal é fraca não quero dizer com isso que lá fora seja diferente, porque “fanboys” e ignorantes há em todo o lado, mas dado que lá fora universidades, eventos, e até mesmo o mercado Apple é mais forte existe um maior conhecimento..

        A Apple em Portugal é só novidade desde 2000. Antes disso era um publico muito restrito que conhecia o sistema, a sua história, etc. Depois para essas pessoas que desconhecem totalmente o sistema e a acompanharam, assumem isso como que a Apple foi uma marca que nasceu em 2000 e virou moda porque “é bonita”.

        Desconhecem completamente os valores e os pilares que a marca tem desde os primórdios da mesma. E até mesmo os altos e baixos da empresa, que para muitos é uma critica mas eu digo sempre, graças a isso é que o S.Jobs comprou a nexT e trouxe para a Apple na sua volta uma base sólida, segura e madura (e na altura o NextStep era mesmo o melhor sistema existente, pois até foi nele que nasceu a WEB) para o MacOSX.

        O iOS e iPhone, são frutos dessa experiência. A Apple é mais que o iPhone e é isso que os “haters” negam, muitos por desconhecerem totalmente e outros pela raiva gerada de esta parecer um “club” restrito a ricos. É a ideia que têm em mente e vivem com essa formatação preconceituosa quase aspirante a “xenofobia”. 😉

        • Miguel says:

          linux, windows, mac, freebsd, solaris… são todos bons sistemas… com vantagens e desvantagens…

          se não admites isso és só mais um fanboy mac.

  21. Telmo says:

    Boas

    Eu possuo um Optimos SanFransisco(Android) e também revelo que gostava de voltar a ter um iphone.
    A causa principal é do aparelho, não tem nada a ver com um hardware de um Android, e então a autonomia é fator chave.

    Continuação de um bom trabalho people do pplware 😀

  22. Tiago says:

    lol sinceramente, parece que alguém por aqui receberá dinheiro por defender quer o ios, quer o android… é que o defendem tão fervorosamente… xD

    já agora, tenho neste momento um android, mas não sei sinceramente se o próximo será ios,wp ou mesmo android!

    Será com certeza um que me agrade no visual, nas specs e na carteira 🙂

    E se disser que nem ache o iphone muito bonito? E se disser que prefiro o tlm xpto só porque engracei com ele mesmo sabendo que não será tão bom como o último modelo android? (vão ver que muita gente assim pensa, principalmente quem não percebe tanto de tecnlogia, e faz sentido, afinal se não usam 15% das funcionalidades por exemplo…) 🙂

    A fim ao cabo, continuo a usar windows excessivamente mesmo tendo de fazer muitos reboots para entrar no linux que me permite ir aonde seria mais difícil de chegar com o windows, mas se gosto mais de estar aqui mesmo não sabendo explicar por quê, porquê ir contra isso? 😀

    Enfim, usem o que mais necessitarem e vos agradar, e estatísticas para os users como nós servem apenas para… nada! por isso não vale a pena guerra, se bem que em parte é o que torna o blog vivo 😀

    • Luís Santos says:

      Tiago, podes dizer o que quiseres, para certas pessoas só vale iPhone e tudo o resto nem deveria ser fabricado, quanto mais posto à venda 😛

      E também só deviam haver Mercedes. E só devia haver Benfica, que era giro para ficarem ali a jogar sozinhos com um estádio cheio de pessoal a ver 11 gajos a dar toques na bola. Enfim… 🙂

  23. João Ramiro says:

    Resultados mais que esperados 🙂

  24. Manuel says:

    O que é um Iphone????

    Ass:
    Androiduser

  25. Rui Marques says:

    “O que é um Iphone????

    Ass:
    Androiduser”

    ok…

    “Enfim, usem o que mais necessitarem e vos agradar, e estatísticas para os users como nós servem apenas para… nada! por isso não vale a pena guerra, se bem que em parte é o que torna o blog vivo”

    Boas,

    Estou a seguir este artigo desde o inicio e posso dizer que a frase melhor que encontrei foi mesmo esta 😛

    Cumprimentos a todos e continuem com o ótimo trabalho Pplware 😉

  26. says:

    para quem muito defende o “open” do android, fiquem a saber que é a plataforma open source menos open que existe, e muitos estudos dizem mesmo que a nível de API’S e SDK, o iphone permite mais do que o android.

    http://www.buzzbox.com/news/2011-08-04/android:visionmobile/?clusterId=4642538

    a diferença é que a apple controla o que lá entra, e no android entra toda a bosta (costumizações fatelas de operadoras que o torna lento, viroses, malware a dar com um pau, etc)

  27. Pintamanta says:

    Estou tão ansioso por trocar o meu LG Maximo 2X por um iPhone que nem durmo de noite…

    • Pintamanta says:

      É só porque o Vitor acha que somos todos ceguinhos e que quem tem um Smartphone Android com alguma potência(para ser equivalente em termos de preço) sonha em ter um iPhone. A isso só tenho uma coisa a fazer: LOL XD ahahahahahahhahaah Pelo amor de… Tinha de estar muito bêbado para preferir um iPhone 4 ao meu LG Maximo X2. Mas mais ainda, nem consigo compreender que com smartphones como o LG, o Samsung Galaxy S II, o HTC Sensation e outros alguém possa preferir um iPhone 4. Até percebo, a Apple conseguiu uma coisa incrível: Ter um iPhone 4 dá status! period. E vendo o mundo com ele está hoje percebe-se o porquê do sucesso.

  28. Gerardo says:

    Eu gosto tanto do argumento que não podemos comparar as vendas do iPhone que é só um, e com Android são muitos. Que culpa tem o Android disso? Só existiria uma comparação justa se só existisse um topo de gama Android. Eu tenho um Desire, ele tem um Galaxy S II, o outro um LG X2. Ora se de facto compramos estes telemóveis porque queríamos Android, então se só existisse 1 naturalmente compraríamos esse (chamemos-lho XPTO). Os fabricantes de acessórios só produziriam para o XPTO. O markting do XPTO seria imenso (equivalente ao que todas as marcas juntas fazem a cada um dos seus topos de gama). Se só o Galaxy S II aponta para 10 milhões de unidades vendidas. O Xpto venderiam 50 milhões ? 100 Milhões? Só neste cenário poderíamos fazer uma comparação justa iOS/Android. Vocês fazem do iPhone um coitadinho por combater 1 contra muitos. Mas na verdade o facto de o iPhone não ter concorrência é muito bom para o iPhone, porque quem quer iOS não tem alternativa. O que aconteceria se o iOS fosse aberto? Seria o modelo da Apple o mais vendido? Certamente que não, provavelmente um HTC com iOS. Se o Mac OS X fosse aberto será que se davam balúrdios por um Mac ou comprovavam portáteis de outras marcas com OSx ?

    OS construtores de telemóveis Androis têm de competir para oferecer as melhores máquinas ao melhor preço. Isso é mais uma vantagem do Android, fazer evoluir o hardware, quem sonhava aqui à 2 anos poder ligar um telemóvel a uma TV e ver um filme em 1080p com legendas ????????? Quem compra iPhone ou papa aquilo ou paciência. Ai querias HDMI? Paciência! Ai queria um ecrã mais pequeno? Paciência! Ai queria um ecrã maior? Paciencia. Ai querias por um cartão? Paciência!

    • aver says:

      “Ai querias HDMI? Paciência! Ai queria um ecrã mais pequeno? Paciência! Ai queria um ecrã maior? Paciencia.”
      Ai querias a última versão do Android no smartphone que compraste há poucos meses? Paciência.
      A fragmentação do Android também tem os seus inconvenintes.

      Mas, graças ao Android, acho que vai haver modelos de iPhone mais baratos. Pode ser o 3GS, ou o 4, ou os dois, quando sair o 5.

      De qualquer das maneiras, nesta coisa dos smartphones é melhor não dar nada como certo. Veja-se o caso do Symbian.

      • Gerardo says:

        Mas por acaso o Android deixa de ser actualizado?? Se uma marca ou outra não actualiza é problema da marca. O primeiro iPhone também já não tem updates.

        Até temos essa liberdade, escolher a marca que dá mais suporte. Inclusivamente podemos escolher um telemóvel google e ter os updates assim que saem. Nenhum smartphone vai ser actualizado para sempre, nem o iPhone nem nenhum. Agora se o iOS fosse livre como é o android, de certeza que alguém da comunidade ia por o iOS 5 a correr no 1º iPhone, já que a Apple não tem interesse nisso, porque ao contrário do que dizem a Apple é como a HTC e a Samsung e as outras todas, só ganha dinheiro quando vende telemóveis, por isso a vontade da Apple actualizar é igual aos outros. Se devido ao modelo de negócio podem actualizar modelos velhinos, isso parece-me mais um Handicap do que outra coisa. Quanto tempo de actualizações teve o 1º iPhone depois de DEIXAR DE SER PRODUZIDO??? Se calhar menos do que um HTC

        • aver says:

          Pode-se argumentar muitas coisas, a favor de um ou de outro. Mas o mais importante é começar a olhar para as actualizações, não só como meio de introduzir/aperfeiçoar funcionalidades nos equipamentos, mas também corrigir (“patchar”) vulnerabilidades de segurança.

          No caso do iPhone estima-se que cerca de 50% dos utilizadores não se ligava ao iTunes para fazer actualizações. Espera-se que com as actualizações por “air” a coisa melhore.

          “No Android estima-se em meio milhão de pessoas estejam afectadas por malware para Android na primeira metade de 2011; as app Android infectadas com malware passaram de 80 em Janeiro para 400 em Junho”.

          O futuro dos sistemas operativos para smartphone vai passar mais pelas questões de segurança do que pela qualidade dos equipamentos. Por isso ainda não está nada decidido.

          Deixo um link do trabalho de uma empresa que vende produtos de segurança e, por isso pode ter tendência para exagerar, mas que me parece muito bem feito
          https://www.mylookout.com/mobile-threat-report

        • RaCcOn says:

          Gerardo,

          Já tinha colocado essa informação algures aqui no blog, mas tu como a única coisa que te importa é meter abaixo e não aprender não viste…
          Espero que desta vez tenhas um olho menos selectivo e que consigas ler isto…

          iPhone(Edge) – 29 Junho 2007 até 2 Fevereiro 2010 (Ultima versão iOS 3.1.3)
          iPhone 3G – 11 Julho 2008 até 22 Novembro 2010(Ultima versão iOS 4.2.1)
          iPhone 3GS – 19 Junho 2009 (ainda com suporte)
          iPhone 4 – 24 Junho 2010 (Ainda com suporte)

          Qual é o HTC ou o Samsung que tem mais do que 1 ano de suporte?

          • Gerardo says:

            Eu falei no suporte após ser descontinuado. Se eles continuam a vender o produto é natural que dêem suporte. Ou alguém ia comprar um iPhone sabendo que a Apple já o tinha abandonado???? Se os iPhones duram mais tempo nas prateleiras é culpa dos utilizadores que não se importam de comprar telemóveis velhos e ultrapassados…

          • RaCcOn says:

            Tens Android a serem vendidos que nuca terão qualquer tipo de actualização…
            Tens o exemplo do Galaxy Tab que nunca mais teve qualquer actualização…

            Tens ainda telefones a ser vendidos e que já são descontinuados..exemplo..
            Samsung Galaxy S…

            Telefones velhos e ultrapassados?
            Meu caro, isso acontece porque a marca se preocupa em dar um longo suporte aos seus equipamentos…e a sua desvalorização é muito mas muito mais pequena…

            Gerardo, vai-te encher de moscas pah…
            Tu não sabes mesmo do que falas.

          • Luís Santos says:

            Desculpa lá novamente, mas o 3G com iOS 4.2.1 não é totalmente compatível. Funciona, mas não aproveita parte das actualizações e fica algo instável. Relembro o caso do multitasking.

          • RaCcOn says:

            Desculpa lá, mas andoi um com o esse sistema na minha mão e nunca tive qualquer problema…

            Alias, continuas a insistir no multitasking, devido a Apple achar que era demasiado para o hardware é que desactivou essa funcionalidade no sistema, no entanto não deixou de o actualizar…para corrigir as falhas da versão anterior…

  29. BrunoG. says:

    Interessantes resultados, e impressionante a quantidade de participações e discussão que gerou.

    Que tal fazer uma sondagem por semana, tipo “e porque hoje é Quarta-Feira”?

  30. Marcos Santos says:

    Tenho Android e vou continuar com ele.

  31. Amadorjp says:

    Sou mais um recente utilizador Android. Antes tinha um Symbian 6 e gostava do mesmo, mas faltavam as aplicações. Quanto ao Iphone, andei com um durante uns dias e sinceramente não gostei. Todos falam do design e das apps, mas esquecem-se que continua limitativo, pois temos de ter o sincronismo que eles querem, as apps que eles querem e como já se disse… tem o iphone ou nada mais, pois só há um modelo. Eu tenho um smartphone barato, com tudo o que preciso, com flash, com um market abrangente e tal como queria, com um design bem mais bonito que o iphone, bem mais slim e altamente personalizavel.

  32. lolada says:

    presunto e agua pé cada um toma a que quiser …

  33. Confesso que não troco o meu Samsung Galaxy II, pelo Iphone.

    Em 2010 usava o Samsung H1 que já fazia fotografia e filme HD como faz o Iphone 4.

    Por este andar, o Iphone 5 deve vir fazer o que já faz o Samsung Galaxy II.

    Para não falar com a integração fantástica que tem com os conteúdos.

    Conteúdos na nuvem/ferramentas de alta produção, são Google.

    http://cronicasdoeu.blogspot.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.