Quantcast
PplWare Mobile

Drone da Força Aérea Portuguesa cai em Alcácer do Sal

PUB

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Miguel says:

    Um drone caiu da força aérea hehe melhor dizendo um brinquedo caiu.

  2. fim do mundo says:

    Gaita!!!?? Era um drone?? Eeu a pensar que tinha disparado uma fisgada num melro, tenho de ir ao oculista, já não vejo bem…

  3. Informático Amador says:

    O pessoa brinca, mas está ali muito dinheirinho dos nossos impostos. E provavelmente, muitas negociatas e uma boa dose de incompetência. Fui um dos que defendeu a passagem do combate aos fogos para a Força Aérea – que até se deu ao “luxo” de deixar estragar 5 kits de combate aos fogos que equipavam os Hercules C-130 – em vez de darem verdadeiras fortunas a privados. Agora a F.A. anda a meter a pata na poça?

    • Joao Ptt says:

      Aparentemente a Força Aérea não conseguia acertar com eficiência prática nos incêndios com os C-130 com os tais kits e então acabaram desistindo da ideia… já li algures que os novos aviões (Embraer KC-390) iam ter também kit para combate a incêndios… espero que sejam melhor que os do C-130 ou que os pilotos sejam mais competentes… se alguma vez os chegarem a utilizar… porque raio não compra a Força Aérea aviões especializados para tal tarefa? Em vez de fingirem(?) que os aviões vão ser também utilizados para o combate a incêndios.

      • Jlucas says:

        Se calhar devia-se começar por dar sentenças a serio aos criminosos que vão incendiar as matas de a sentença mínima fosse de 10 anos ate 28 anos.
        Mudava muita coisa.
        Como prendem, depois liberta,deita fogo,prendem ………

  4. Yuri says:

    Já foi muito bom ter conseguido levantar vôo 😀

  5. Kindle says:

    Isto e a noticia oficial mas pode ter sido um ataque russo para testar as nossas defesas e abateram uma nave portuguesa. Precisamos de investimento militar nem que o iva suba para 40%. Temos de competir com os americanos pelo dominio do oceano.

    • Joao Ptt says:

      Bastava aumentarem o IVA todo para 10%.

      • Anónimo says:

        Bastava o governo cumprir com as normas da NATO e destinar a percentagem correta do orçamento de estado às forças armadas. As pessoas não têm a noção do quanto precisamos de força aérea atualmente

        • Rui says:

          Infelizmente temos muitos ignorantes que não sabem que um país precisa de ser defendido e precisa de Forças Armadas.

          Para os restantes que não o anónimo, quem foi ao lar do Alentejo quando os médicos deram de frosques? E quem é que vos vai salvar se for necessário socorro no alto mar?

          • poiou says:

            Eu acho muito bem acabarem com as FA.
            Depois estão de férias no cruzeiro e precisam de ser evacuados para um hospital. E rezam à nossa Senhora.
            Estão de férias nas.ilhas e precisam de evacuação médica, que venha a nossa senhora.
            Numa catástrofe é preciso cozinhas e.hospitais de campanha, liguem à nossa senhora.
            Estão de férias nas ilhas, vao levantar dinheiro e a caixa não ten notas, a nossa senhora que traga as notas.
            Um avião de passageiros é sequestrado, a nossa senhora que.o escolte.
            É preciso limpar matas/construir estradas a um.preço baixo, a nossa senhora que faça.
            Por isso sim, acabem com as FA e ponham lá a nossa senhora.

  6. o Canalizador says:

    “Segundo fonte do CDOS, estão a ser efetuadas operações para localizar o drone e que evolvem meios e elementos dos bombeiros, da GNR e da FAP.”
    Mas aquela porra não tem GPS? Tanto dinheiro e não colocaram o GPS no bicho.

  7. Alguém da FA says:

    O erro está na génese da promessa de colocarmos a FA a combater incêndios. A FA não tem aeronaves nem pilotos com formação para isso. Nem sequer faz parte das funções das forças armadas o combate a incêndios. Se querem mudar o paradigma, têm de adquirir aeronaves especificas e pagar formação de combate a incêndios, e não prometer que a FA agora vai tirar nabos da púcara

    • Paulo Marques says:

      É da competência das forças armadas, dos 3 ramos que as compõem, a defesa da integridade do território nacional. Por isso, dizer que não é da competência da FAP o combate a incêndios florestais é no mínimo pouco honesto. Muito menos sentido faz serem bombeiros voluntários a combater esses incêndios, pois a missão primordial destes é o apoio e socorro às populações, não a defesa do território.

  8. A.F. says:

    Eu como praticante de aeromodelismo à 34 anos, afirmo que o erro por ter caído não está na aeronave mas sim quem a manuseia e faz manutenção. Quando sai dos nossos bolsos equipamentos que custam de 500€ a muitos euros, temos todos cuidados antes de levantarem voo. Quando temos mentalidades em que isto não é meu e não fui eu que paguei e se partir sei que não vou responsabilizado, dá neste resultados.
    Sei bem o que digo, porque quando estourei 1750€ em 5 minutos por excesso de confiança e não rever o bicho antes de levantar voo, andei uma semana para me recompor.

    Mas que são bastante úteis este tipo de equipamento, não a duvidas, mas é preciso ter unhas e espírito de responsabilidade e de tratar o bicho como se fosse um familiar nosso.

  9. Samuel MG says:

    Sem forças armadas as nossas fronteiras passavam a ser vigiadas por FA de outros países e seriam mais caro para não falar dos outros riscos associados. O governo devia voltar a pôr o serviço obrigatório. Se não for este o nome por favor indiquem o nome.

  10. SANDOKAN 1513 says:

    As nossas Forças Armadas/Forças de Segurança passam cada vexame.São umas atrás de outras.Aqui há tempos(não me lembro bem quando),vi um militar/polícia a atirar um drone(penso eu que era um drone),perto da beira de um rio e ele caiu na hora lá.Caiu imediatamente no rio.Ele lançou-o e o drone caiu logo no rio.É cada uma. 😐

  11. art says:

    A queda do drone (sistema de aeronave não tripulada) ocorreu às 11:58, junto à barragem de Trigo Morais, na freguesia do Torrão…deviam estar a observar umas banhistas boas e perderam o controle da …..aeronave….

  12. recondicionado says:

    não caíu, aterrou de emergência. excelente tecnologia. o estado luso está mesmo na vanguarda de … alguma coisa.

  13. recondicionado says:

    coisa alguma ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.