PplWare Mobile

Cyberbullying – O que é? Como Combater?

Marisa Pinto

Editora no Pplware e psicóloga de profissão. Desde cedo que a tecnologia é uma paixão, interessando-se em particular com o impacto que esta tem na nossa vida e nos comportamentos que as pessoas adotam nas redes sociais.

Destaques PPLWARE

Deixe um comentário

63 Comentários em "Cyberbullying – O que é? Como Combater?"

avatar
  Subscreva  
Notify of
Soane
Visitante
Soane

Olá Marisa adorei tudo o que vc escreveu o cyberbullying é com isso meu tema do TCc é sobre isso estou amando conhece esse tema inovador que muitos não conheciam… O bullying aim ja o cyberbullying é diferente.obrigada

Crlh
Visitante

ASd

LUH*
Visitante
Maaaaaaaaaaaarisa, me ajude por favor, uma pessoa me ofendeu na rua, das quais algumas pessoas viram, no meu facebook, falei umas verdades a ele, e usei o NOME DELE, não o chinguei, mas falei verdades, usei o NOME DELE MAS NÃO O MARQUEI(TIPO SAIU COMO SE FOSSE QUALQUER FULANO COM AQUELE NOME) Me ajuude, posso ser presa por conta disso?? Obs:: Eu coloquei em um dia e 2 dias depoois, eu retirei do face, até pq meu objetivo, era só de minha mensagem chegar até a ele, já que ele não teve a ombridade de escutar, quando me jogou a… Read more »
Ana Narciso
Editor

Mais um artigo excelente, Marisa. Sou uma grande fã destes teus artigos que abordam mais a psicologia do mundo tecnológico. 🙂

Diogo
Visitante
Diogo
Sinceramente o aparecimento destes “problemas” deve-se somente à necessidade que alguns psicólogos têm para arranjar mais uma área de estudo, leia-se emprego, porque este tipo de situações sempre existiu, e o facto de tratarmos as crianças como reis e senhores gera os casos vistos na comunicação social do mau comportamento dos infantes. Não se pode bater porque os meninos ficam traumatizados. Realmente é preferível serem os meninos a bater nos pais. Isto passa tudo por uma educação de respeito em casa. Assim automaticamente as crianças aprenderão a viver melhor em sociedade. O facto de serem elas quem manda em casa… Read more »
Diogo
Visitante
Diogo

É claro que isso passará bastante por uma alteração dos hábitos de trabalho e da tensão com que se vive no dia-a-dia. Há noite os pais já não têm pachorra para educar os filhos e é tão mais fácil fazer-se-lhes as vontades.

a Friend®
Visitante
a Friend®
Muitos dos maus habitos que as crianças adquirem, é quase sempre por culpa dos pais, com a educação péssima que dão… Habituam desde cedo os filhos a serem chantagistas, ou seja, “se te portas bem, levas um brinquedo” … ou seja, eles portam-se bem apenas para ganhar o prémio. Penso que não é só nas crianças que deve ser dada uma chamada de atenção mas sim também aos país. Hoje em dia quando são chamadas às escolas porque se portaram mal, os pais ainda se atiram para cima dos professores, em vez de ouvirem e aplicarem educação aos filhos, e… Read more »
Diogo
Visitante
Diogo

Nem mais. O mau comportamento das crianças advém do mau comportamento que os pais demonstram em relação à educação que dão aos filhos.

Iv@n
Visitante

Aí está Diogo! Já falei noutro post e volto a repetir que vai muito de como a educação e o caráter dessa criança(e até adultos) foram moldados até então. Existem pragas, mas experimente cuidar bem de uma muda e pessimamente de outra, verá a qualidade do cultivo final.
Muito raro não, mas serão sempre “Tais pais, tais filhos” senão piores.

natacha
Visitante
natacha

bem é algo preocupante crianças que sofrem de bullying hoje em dia mas torna-se pior porque com as tecnologias o bullying torna-se uma atitude continuada,mas o bullying apenas é um resultado de as crianças maldades destas, contudo é preciso notar que não são só crianças que sofrem deste tipo de problemas mas também adolescentes. boas ferias marrise

dvb
Visitante

QUE RAIO SE FALA AQUI? E POIS E TAL…TAMBEM QUERO.

aver
Visitante
Por acaso aqui em casa está toda a gente jovem proibida de criar blogues ou participar em redes sociais em que divulguem o nome, fotos próprias ou a morada. Como é que sei que a proibição é cumprida ? Porque me zango poucas vezes, mas quando isso acontece é a sério. Não é tanto uma questão de medo do que lhes possa acontecer alguma coisa. É mais uma questão de privacidade e a noção de que se escreverem qualquer disparate com o nome próprio, dificilmente o conseguem apagar. No resto, se escreverem alguma coisa, como um comentário num blogue, que… Read more »
Pedro
Visitante
Pedro

não sei oque é “gente jovem” para ti mas cuidado com extremos!
já agora, a gente jovem aí de casa não sofre de bullying pelos amigos por não terem Hi5?

aver
Visitante
Por acaso já tiveram Hi5, mas desistiram. Penso que na escola ninguém os perseguiu por causa disso. Quanto ao ciberbullying, tanto quanto eu perceba, implica que se conheça a pessoa que se quer massacrar/ “chagar até mais não”/ intimidar, ou que se explore os seus gostos/pontos fracos que tenha exposto no seu blogue, no Facebook, etc. Depois é massacrá-la com emails, comentários no blogue, SMSs, etc. Penso que também não aconteceu nada disso. Agora, se um miúdo se identifica, no seu blogue, no Facebook, Hi5, etc. e expõe excessivamente a sua vida pessoal, fica mais sujeito a isso. Tem havido… Read more »
a Friend®
Visitante
a Friend®

Exactamente, é que o Bullying não é só praticado por crianças.

Existem adultos a provocar isso em algumas crianças, como é esse exemplo.

Nos EUA já é considerado crime e cá em Portugal para lá caminha. Nas escolas se o caso for devidamente identificado pode dar direito a suspensão e deve-se ser igualmente ser apresentada queixa na PSP/GNR.
Mas ainda existe um longo percurso a correr cá em Portugal no que toca a tecnologias/leis. Porque muitas leis não se aplicam na Internet, devido a lacunas que existem…há muita coisa a ser revista e actualizada na nossa lei.

Pedro F.
Visitante
Pedro F.

Acredita que cá ainda tem que caminhar muito, tenho um colega de 17 anos que durante o caminho (escola-casa) para casa – junto à escola – foi agredido por outros estudantes(se lhes pode chamar isso). Como se encontra no perimetro de responsabilidade da escola foi feita queixa na escola e na PSP. A escola não pode fazer nada: eles estão dentro da escolaridade obrigatoria (são mais velhos mas reprovaram consecutivamente) mas quase nunca entram na escola.
A PSP não sei bem porque não pode fazer nada pelo que estes anormais continuam a mal tratar outras pessoas.

a Friend®
Visitante
a Friend®
@Pedro F. Um conselho que dou nesses casos é se a escola não tomar as devias medidas, era uma carta muito bem feita pelos pais, ao Ministério da Educação a expor todo o problema, e até mesmo “inventar” que o rendimento escolar dele está a ser prejudicado, etc..e que a escola onde ele anda já foi avisada e nada fez, nem chamou os encarregados à responsabilidade, nem os suspendeu… para tornar a coisa ainda mais feia… Porque cá em Portugal, se não se faz um pouco de “barulho” ninguém nos ouve…isso é certinho direitinho… e varia muito de zona para… Read more »
cdq74cn
Visitante
cdq74cn

É por estas e por outros que acho que devia haver uma entidade/algo que nos identificasse na Internet, quem não deve não teme. Farto da cobardia de quem se aproveita do anonimato.

José Fonseca
Visitante
José Fonseca

Este é um assunto muito sério e que deve ser levado a sério, tantos pelos Pais de agora como para os futuros Pais!

João Moreira
Visitante
João Moreira

Quando era puto, estas mariquices eram resolvidas à lapada. Se havia uns gajos a chatear, juntava-se uma “seita” (grupo de amigos) e o assunto era logo resolvido. Agora educam as crianças para o não uso da violência, e o resultado vê-se…
Até lhe mudam o nome. Bullying…
Quem não andou em escolas, com gajos de 14 anos na 4ª classe, perfeitos marginais? Se não era a murro, era à pedrada, com um pau, até com a lousa de escrever (muitos não saberão o que isto é), levavam na cornadura. Era desenrascar, meninos. Desenrascar!

lourenço
Visitante
lourenço
meninos… no meu tempo era comer e calar, e o que é que isso fez de nós hoje?…. a mim parece-me que quanto mais andarmos a defender os garotos menos preparados para a vida eles vão estar!… n digo que os deixemos ser massacrados pela vida…, mas considerar tudo o que lhes é 1 ameaça reprovável é demasiado… torna-se moda e pior, torna-se a desculpa aceitável do dia a dia… chamara-me porco, é bulling.. na net disseram-me que sou gordo, é cyberbulling n quero nem me apetece fazer 1 esforço a ler na escola, é dislexia… a professora gritou comigo,… Read more »
a Friend®
Visitante
a Friend®
É tudo uma questão de extremos… Ser “super protector” também é igualmente um erro que os pais podem fazer. Mas há outras coisas que convém se ter em conta… antigamente se andasse uma carrinha branca, com um homem a oferecer rebuçados às crianças, os pais eram alertados e tomavam as devidas precauções… ou então se os filhos ficassem em casa dizia-se “Não abras a porta a ninguém..” ou… “não fales com estranhos” … Hoje em dia com a Internet, deve-se ter igualmente todo o cuidado e fazer os pais acompanhar esta evolução. Mas como disse, há meio termo para as… Read more »
lourenço
Visitante
lourenço

exacto..
eu concordo que haja uma vigilancia e um controlo, mas algo que n os vá deixar inaptos a viverem autónomos..

Pois
Visitante
pois…o roubo de fotos e identidades não acontece apenas com crianças nem apenas tendo por motivo o Cyberbullying muito pelo contrário…um amigo meu avisou uma amiga comum que as suas fotos estavam num perfil de uma espanhola num site de encontros entre adultos sediado em Vancouver Canadá, a minha amiga queixou-se “report abuse” , que as fotos eram suas e tinham sido “roubadas” no seu Hi5, tendo obtido como resposta que tinha de ter o copyright das mesmas…não sei se as leis do Canadá ou dos USA são assim, apenas quero alertar que perante o uso de identidades “fakes” por… Read more »
ZiLOG
Visitante
ZiLOG
Por acaso já tive uma situação destas. Uma afilhada minha ficou sem acesso ao MSN dela e outra pessoa fêz-se passar por ela tratando mal os amigos e com conversas porcas para eles. Eu não consegui resolver o problema, mas depois a tal pessoa que lhe tomou o MSN voltou a devolver-lhe o controlo. Pensamos que sabemos quem foi, pois essa pessoa enviou-lhe uma musica MP3 e quando a minha afilhada foi abrir o ficheiro deu um erro depois a dita “amiga” voltou a enviar-lhe de novo, pois podia ter sido um erro no envio. Mas o ficheiro que ela… Read more »
Lucas
Visitante

putos a brincar com o ardamax, é o que é =/

Kekes
Visitante
Kekes
“Decréscimo no rendimento académico ou profissional ou aumento das horas de estudo [atenção virada para uma tarefa];” Espetacular 😀 não me querem fazer bullying para ver se eu começo a estudar mais? LOLOL Afinal nem tudo é mau 😀 “há males que vêm por bem…” Pá a 5 anos atrás ninguem sabia o que era o bullying, agora fala-se mais disso que sei lá o quê agora o Cyberbullying? OMG sempre a inventarem problemas para a sociedade novos. As vezes para não sermos vitimas de bullying temos de ter um bocadinho de tino na cabeça e fazer as coisas com… Read more »
Kekes
Visitante
Kekes

PS. com isto não quero dizer que não acredito no bulling, mas que se exagera muito sim exagera-se, mas há casos e casos…

a Friend®
Visitante
a Friend®

Atenção, o facto de se terem adoptados esses nomes recentemente, não significa que sejam problemas actuais…

Não deves mesmo ter noção de como as coisas andam e como podem ficar se não se tomam medidas preventivas 😉

Já agora, Hiperatividade… desculpa a correcção mas já pareces o ultimo “sketch” do bondage! 😀

http://www.youtube.com/watch?v=JW4CVdkRpS4

Pedro
Visitante
Pedro

Exacto! Bullying existe desde sempre. Mas como o mundo se adaptou ao mundo cybernautico…

Pedro
Visitante
Pedro

Hiperactividade é uma maneira catita de se chamar a miudos irrequietos e mal educados! Autoridade e uns bons tabefes deixam a activdade passar de Jumbo para Mercearia da D. Maria. (e falo com conhecimento de causa!)

3biz
Visitante

Olha, este artigo fala do Afriend, applelover e do Bonus.
Coitadinhos deles, descriminados pelos mundos de fantasia em que vivem 🙁

a Friend®
Visitante
a Friend®
Coitadinho de ti miúdo… deves pensar que tenho a tua idade. @Marisa Pinto Parabéns pelo artigo mais uma vez, está excelente e foca um dos assuntos que ando a trabalhar em conjunto com algumas psicologas num possível projecto que visa em informar nas escolas este assunto que é pouco abordado e que por vezes é de total desconhecimento dos pais que pensam que os filhos estão em casa, estão protegidos, quando de facto podem não estar. E quando se fala de bullying, fala-se igualmente de outro tipo de ameaças como pedofilia, e tudo mais, onde na Internet as crianças põem… Read more »
a Friend®
Visitante
a Friend®

Já agora devo acrescentar que cá não sei, mas lá fora ja existem estudos (EUA e UK) onde relatam suicidios por parte de crianças entre os 12 e 15 anos por causa do Bullying via Internet, onde sofriam constantemente ameaças, e outro tipo de humilhações como fotografias expostas, a chamar-lhes de homosexuais, etc.. que por vergonha e depressão, levou alguns ao suicidio.

Exemplo:
http://www.thisislondon.co.uk/news/article-23392384-teen-bullied-on-internet-chat-site-commits-suicide.do

Pedro Pinto
Admin

Muito bem. Troca uns e-mails com a Marisa sobre essa temática.

a Friend®
Visitante
a Friend®
@Pedro Pinto Por acaso já tinha falado com a Marisa no IRC assim por alto sobre este assunto, mas quando vir que o projecto tem pernas para andar concerteza que irei dar mais pormenores e tocar essa info com a Marisa para divulgação no pplware, se for possível… 😉 Acho que estas divulgações e sensibilizações são mesmo muito importantes porque muita gente não tem noção do quão perigoso é… e não é só para as crianças, cá em Portugal já houve casos de violações a adolescentes por excesso de informações dadas no Facebook que facilitaram ao agressor, saber o momento… Read more »
Vítor M.
Admin

3biz, pois acho que tem muito de ti nesses estigmatizados com armadura tecnológica. Atacam os outros online mas na vida real… vivem escondidos e acobardam-se ao ponto de nem conseguirem olhar nos olhos das pessoas… por falar nisso… olha que este artigo é a tua cara.

Deves ser uma vitima bullying, nunca havia pensado nisso, mas agora que referiste e tentaste esconder esse cenário… ficou muito mais claro.

Tens de lutar contra quem te oprime…

a Friend®
Visitante
a Friend®

Por incrivel que pareça hoje tive precisamente essa mesma ideia em relação a ele, e veio mesmo a calhar neste tópico…

Nem vou acrescentar muito porque tiraste-me as palavras da boca.

Luis Leite
Visitante
Luis Leite

Ora mais uma vez um excelente artigo Marisa, parabéns!

Relativamente a estes pontos:
“Coloque o Computador num local comum”
Hoje em dia toda a gente tem um portátil e tem uma mesa no seu próprio quarto onde pode estar a vontade a falar com os seus amigos e não amigos no messenger.

“Não partilhar dados pessoais”
Acabamos sempre por partilhar dados com alguém, até mesmo com aquela pessoa que apenas conhecemos da Internet mas que nós parece de confiança.

Infelizmente não levar este tipo de bullying a serio para certas pessoas é muito difícil, acaba por afectar de alguma forma a pessoa que o sofre.

Cumprimentos

Dismembered
Visitante
Dismembered

tão sekhmet andas a ser vitima de cyberbullying?
ahhahahahaha

joao
Visitante

Normalmente que é “Bravo” atrás das tecnologias é um cobarde na vida Real…. levar uns tabefes de seguida deixa logo de ser “valente”

Filipe YaBa Polido
Visitante

ORAAAA… agora é que disseste tudo 😀

Bruno Silva
Visitante

O Cenourinha por exemplo!

Pedro Pinto
Admin

Excelente artigo Marisa. Depois de nestas semanas terem sido divulgados alguns estudos sobre este assunto e outros relacionados, eis que temos aqui artigo com um tema bastante interessante para discussão.
Vamos ver a opinião dos nossos leitores.

diogo
Visitante
diogo

bocas da net nao chegam aos meus ouvidos.
axo que há um provérbio assim

J P
Visitante

yep.
Já a minha avó dizia isso no tempo dela.

A sabedoria popular lá tem a sua razão 🙂

William
Visitante
William

Meu jovem não entendi direito o seu comentário, mas vou da a resposta do jeito que entendi… Filho devemos respeitar o espaço dos outros se n a coisa desanda como aconteceu alguns casos que n só envolveu a vida da pessoa que tomo as agressões( bullying ) como a vida daquele individuo que não tinha nada a ver com a historia… Não sou a favor disso ate repugnei quando ouvi o noticiário, mas alguém (o agressor) formou aquela ideia na cabeça do individuo.

josé augusto
Visitante

as bocas de bullying não e premetido

macho latino
Visitante
macho latino

axas mal