Quantcast
PplWare Mobile

Criada lista com os telemóveis que emitem mais radiações

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Vítor M.


  1. DFC says:

    Ufa nenhum nokia 😀 so tenho nokias em casa XD

  2. Raicuparta says:

    A nokia parece ter feito um bom trabalho nesta parte. Ou é só acaso.
    Agora a Samsung é que parece estar um pouco mal :/

  3. vitor says:

    que provocam estas radiaçoes? cancro por exemplo?

    • Raicuparta says:

      Se bem me lembro havia um estudo qualquer que dizia que pelo menos naquele momento as radiações emitidas pelos telemóveis podiam não ser prejudiciais afinal. PODIAM.

    • Nuno says:

      Causam a multiplicacao de estudos sobre radiacao. Por cada estudo que levantar suspeitas acerca dos efeitos da radiacao na saude humana, vao aparecer 2 a dizer que nao se pode provar nada.

    • R says:

      Eu penso que as radiações de telemóvel são como o tabaco. Vai-se andar 30 ou 40 anos a fazer estudos para se chegar à conclusão de que provoca danos irreparáveis.
      Quando ligo o Bluetooth do meu telemóvel sinto logo uma dor de cabeça (ligeira). O mesmo acontece se estiver a falar muito tempo ao telemóvel. Sendo assim, penso que não é preciso tirar um curso para chegar a uma conclusão que, para mim, é bastante óbvia: As radiações são nocivas. Em que escala? Não sei. Mas isso é uma das coisas que se vai descobrir nos estudos.
      Não digo que devamos “deixar o telemóvel”, mas penso que o devemos usar (sempre que possível) com alguma moderação. Por exemplo, eu evito dormir com o telemóvel ligado ao meu lado (ou desligo, ou vai para bem longe). Também não recomendaria aos “pombinhos” ficarem horas a namorar ao telefone. Apenas para citar dois exemplos de “excesso desnecessário de telemóvel”.
      Entretanto, já vamos todos sendo “telelédendentes”. Daqui a uns anos poderemos ter leis a restringirem o uso de telemóveis por metro quadrado e coisas do género… (isto parece-nos absurdo agora, mas quem sabe se não será tão absurdo daqui a 20 ou 30 anos)

      Nota: Eu concordo com as leis anti-tabaco (sem querer estar a criar polémicas)

      • viperbruno says:

        Concordo contigo nisso do bluetooth.

      • A friend says:

        As pessoas não têm é noção e se calhar nunca pensaram nisto…

        Mas imaginem uma sala de cinema cheia, ou uma discoteca.. em que toda a gente tem telemoveis…a quantidade de radiação existente naqueles metros…

        • dajosova says:

          Infelizmente tenho diariamente ao pé de mim perto de 2 centenas de telemóveis, 2 dezenas de GPS, Wi-fi, alarmes super agudos a tocar de 15 em 15 minutos, música aos altos berros c/ subwoofers, centenas de lâmpadas e LCD’s ligados!!!

          🙁

        • E. says:

          Meu caro, em todos os instantes da tua vida estás exposto a enormes quantidades de radiação, assim dizendo. Mas tal não significa que essas radiações possam ser prejudiciais. Há uma certa concepção errada de que “radiação” é sinónimo de radiação ionizante, que são as verdadeiras radiações electromagnéticas prejudiciais à saúde humana e não só.
          Todos os corpos que estejam a uma determinada temperatura emitem radiação(IV). O que tu próprio consideras “cor”, ou “luz” não passa de radiação sobre a forma de luz visível reflectida pelos objectos que é detectada pelo teu olho. Pelo que se pode dizer que muito antes da tal discoteca, da sala de cinema e dos telemóveis, já estávamos todos expostos a radiação. Telemóveis emitem radiação de microondas de baixa intensidade(o que refuta o famoso mito de que se pode fazer pipocas com telemóveis em chamadas: o electrodoméstico microondas faz uso de radiações microondas de grande intensidade), que são radiações não ionizantes, com baixa frequência, pelo que não possuem energia suficiente para quebrar as ligações químicas no ADN, como acontece com as radiações ionizantes (raios X e radiações gama) que, essas sim, provocam cancros.
          Não é por acaso que depois de tantos estudos, nunca se conseguiu provar os malefícios das radiações emitidas por telemóveis.

    • AmdM says:

      Muita troça têm alguns amigos feito de mim por eu ser algo paranoico em relação a este assunto.
      Do meu ponto de vista, enquanto não houver estudos conclusivos eu acho que mais vale uma pessoa guiar-se pelo velho ditado… “Vale mais prevenir que remediar”,
      por isso nunca ando com o telemovel no bolso das calças junto às partes baixas nem no bolso da camisa/casaco junto ao coração

      😉

      p.s. Esperemos que realmente não haja motivo para preocupações, porque se houver daqui a 30 anos não vai haver i.p.o. que chegue por esse mundo fora!

  4. Iv@n says:

    Radiações emitem por toda a parte, até a lâmpada à sua cabeça. O que não informam de maneira alguma é o quanto fazem mal à saúde. Nunca vi tabelado que “tanto” lhe faz mal e o nosso aparelho emite só “tanto”.
    E acho que não seria tão difícil especificar essa quantia. Ou não se sabe mesmo ou não interessa informar.

  5. aver says:

    O Top 10 dos melhores (com menos radiação) ?! Assim não vendem. O pessoal está interessado é no Top dos 10 piores 😀
    Mas, obviamente, os telemóveis da lista não são comparáveis. Depende se têm 3G ou não, etc. Por exemplo no iPhone 3GS é muito variável a radiação, entre o Wi-Fi e o 3G (UMTS).
    http://www.ewg.org/cellphoneradiation/Get-a-Safer-Phone/Apple/iPhone+3G+S/

  6. null4dev says:

    Ora aí está uma boa ideia… eu por acaso verifico sempre nos manuais online o valor do SAR antes de me decidir por um modelo.

  7. Fernando says:

    porra que potÊncia 1/3 de um watt é no mínimo o que um telemóvel transmite? Não dorme mais na minha mesinha de cabeceira. 🙂

  8. DFC says:

    Oh enganei me :S mas pensem como a luciana abreu que queria adoptar uma criança com cancro :S isto era bom para ela

  9. vitor neves says:

    O que mais há é radiação…
    O sol emite radiação (luz,UV,IV, RX, Gamma, etc)
    Os telefones, a televisão, os satélites, a rádio
    A pior radiação e a que mais nos afecta é a
    que anda do UHF para cima (altas frequências)
    Nestas estão incluídas as dos telemóveis, satélites
    radares e comunicações com feixes de micro-ondas.

    • Riz says:

      Muito bem lembrado, Vitor!!!

      Aliás, aqui no Brasil (pelo menos), a bons anos atrás, haviam pesquisas sobre os efeitos da radiação de CRTs (Cathode Ray Tube) nos usuários dos velhos terminais de fósforo usados pelos mainframes e pelos caquéticos PCs-XT. 😉 Pelos mesmos tempos, também fizeram algum levantamento sobre os efeitos das antenas transmissoras de TV em gestantes que trabalhavam na Avenida Paulista, na cidade São Paulo (região com grande concentração desses equipamentos). Nunca soube se tais investigações foram levadas a cabo, mas o caso é que a radiação vem preocupando desde sempre, talvez porque “se tocaram” da origem dos fornos de microondas (leia-se, os RADARs)!!! 🙂

      É, também, interessante notar que na cidade que morava nos EUA, lá nos idos do final do século passado, a população fez um “levante” para que as operadoras de telefonia móvel utilizassem uma única antena para cada célula, exigindo que a mesma ficasse o mais distante possível de escolas, hospitais, áreas de maior densidade demográfica, etc.

      Apesar de ainda não ter visitado o site indicado pelo seu post, achei um tanto quanto sinistro que publica-se uma lista que classifica os aparelhos, mas não tem nada semelhante no que diz respeito à proximidade do indivíduo à uma estação transmissora… diga-se de passagem, aqui nesse país (Brasil) é muito comum abrirmos a janela e nos depararmos com uma dessas antenas!!! 🙁 A propósito, até tenho reparado a presença das mesmas nas estações do Metrô e nos grandes e congestionados túneis das avenidas e estradas desses cantos do mundo… e me pergunto: “em qual potência estamos sendo preparados para sermos servidos na cripta?” :-0

  10. newman says:

    A nokia não está assim tão mal.
    Por exemplo o meu telefone, um n95 8gb rm-320 tem os valores 0,41 e 0,69 W/kg, para uso no ouvido e transporte no corpo, respectivamente.
    Já o 5800, 1,20 e 0,81 W/kg…
    Dei estes exemplos por serem telefones bastante populares aqui por portugal.

  11. A friend says:

    Pensava que já existiam listas destas.. já tinha lido algures a uns anos atrás…

    Mas fico feliz por ter um Samsung neste momento! 😀

    Sei que antigamente a Motorola era a que apresentava os niveis de SAR mais elevados…que até tinha aquelas antenas que esticavam…

    Mas resumindo, é mesmo importante que caiam sobre eles e informem isto com mais frequência.

    Já agora há boas sugestões para reduzir as radiações de alguns telemoveis, como por ex, GPRS ligado só quando necessário, em vez do habitual “modo de espera” … quem não usa 3G, desligar e deixar apenas o modo GSM em vez do modo duplo UMTS e GSM, que tá sempre constantemente a procurar redes UMTS e quando esta é fraca altera automaticamente pra o GSM… outra grande vantagem é que poupam BASTANTE a bateria 😉

  12. Alk says:

    O meu 2600 liberta 1 W / Kg. É muito?

    Quais os possiveis efeitos e que niveis sao razoavelmente aceites?

    • A friend says:

      Na europa o SAR máximo permitido é 2W/kg…

      1W já é qualquer coisa, embora seja a média de quase todos os aparelhos especialmente quando efectuam ou recebem uma chamada nos primeiros segundos, para estabelecer.

      Até agora os estudos não revelam nada prejudicial, mas nunca se sabe.. pelo sim pelo não eles optaram por definir aquele limite. 😉

  13. Paulo Pereira says:

    Acho que o artigo está um pouco fraco… Quando se fala de telefones deviam fazer também listas dos smartphones, etc.
    Por exemplo o Samsung Impression aqui em 1º vem atrás de outros 3!!

    E o original tem isso tudo!

    Vejam como os mesmos dados foram tratados aqui:
    http://blogs.techrepublic.com.com/hiner/?p=2888

    Já agora: lowest radiation … quanto mais baixo é melhor!!

    The 10 smartphones with lowest radiation

    1. Nokia 9300i (0.21 W/kg)
    2. Nokia 7710 (0.22 W/kg)
    3. T-Mobile MDA Wiza200 (0.28 W/kg)
    4. Samsung Impression SGH-a877 (0.35 W/kg)
    5. Nokia 9300 (0.44 W/kg)
    6. Samsung Propel Pro SGH-i627 (0.47 W/kg)
    7. Samsung Gravity SGH-t459 (0.49 W/kg)
    8. BlackBerry Storm 9530 (0.57 W/kg)
    9. Nokia E90 (0.59 W/kg)
    10. Nokia N96 (0.68 W/kg)

    Já agora podem dar destaq

    • Paulo Pereira says:

      Desculpem pelo envio antecipado!!!

      É que a lista está feita para um mercado (com T-Mobile) e saber se o telefone está ou não no mercado é importante e daria uma lista diferente no nosso mercado.

      Já agora podem dar destaque ao poster que o site criou para regras de segurança para diminuir a exposição a radiações:
      Eight safety tips – http://www.ewg.org/cellphoneradiation/8-Safety-Tips
      1. Buy a low-radiation phone
      2. Use a headset or speaker
      3. Listen more, talk less
      4. Hold phone away from your body
      5. Choose texting over talking
      6. Poor signal? Stay off the phone
      7. Limit children’s phone use
      8. Skip the “radiation shield”

    • ALeirota says:

      Olha a Nokia com 5 dos que emitem com menor radiação!! 🙂

  14. Penteado23 says:

    O meu velho samsung SGH-C300 tem um SAR de 0,476 W/Kg, parece-me muito aceitável.

  15. Alain says:

    a radiação só emitida ao comunicar-mos? Ou apenas ao ligar o celular já corremos o risco de exposição?

  16. Nuno says:

    Resta destacar que o iPhone nao produz radiacao nociva: Gera um halo de sofisticacao que aquece o coracao dos seus portadores. Steve seja louvado.

    😀

  17. Rompt says:

    Uma opniao pessoal acerca deste assunto e nao estar aqui defendendo marcas, sou um utilizador dedicado Nokia e reparei de um tempo para cá desde que adquiri um Nokia E65 e agora um Nokia E51 que aquando chamadas ou sms deixei de ouvir a minha televisão do quarto a dar o caracteristico barulho de comunicação. Por isso concluo que de uma certa forma as marcas estão a tentar melhorar este problema, ou digamos que para muitos é tabú.

  18. AntenasAquiNao says:

    Para efeitos de segurança é importante ter um telemóvel com baixos índices de radiação, contudo esta é uma das várias regras que devem ser seguidas para minimizar o risco de exposição aos campos electromagnéticos provenientes dos telemóveis.
    No blog AntenaAquiNao.blogspot.com estão descritas algumas medidas de protecção que devem ser seguidas para minimizar os riscos de exposição, especialmente pelas crianças, e estão acessíveis estudos sobre o impacto dos telemóveis e das suas antenas na nossa saúde.
    A teoria de que os telemóveis são seguros para a saúde está cada vez mais longe da realidade.
    Estas são algumas das recomendações que deve seguir e divulgar:
    > Usar um telemóvel que ofereça menores índices de radiação (retratado nesta noticia)
    > Falar ao telemóvel o mínimo tempo possível
    > Não transportar o telemóvel junto ao corpo
    > Não usar o telemóvel dentro do carro ou dentro de edifícios porque o sinal da rede é mais fraco e o telemóvel vai aumentar a sua potência de transmissão para compensar
    > Sempre que possível use o sistema de alta voz e mantenha o telemóvel afastado do corpo
    > Apesar de existirem opiniões diversas relativamente aos auriculares, sempre é preferível do que encostar o telemóvel ao ouvido
    > Eduque os jovens com menos de 16 anos a evitarem o uso dos telemóveis, tarefa dantesca mas os estudos sobre o impacto para a saúde não são nada favoráveis para estas idades
    > Não use o telemóvel para jogos nem para ouvir música, a antena mantém-se activa
    > À noite e no trabalho mantenha o telemóvel afastado do seu corpo, sempre que possível desligue-o
    > Se tiver mesmo de usar o telemóvel encostado à orelha, vá trocando de uma orelha para a outra
    > Não fale ao telemóvel perto de outras pessoas, elas vão ser afectadas pela radiação do seu telemóvel
    > Mantenha o telemóvel afastado do corpo no momento em que está a iniciar uma chamada telefónica
    > Em vez de chamadas, use o SMS, mas não abuse
    > Em casa ou no trabalho use sempre um telefone da rede fixa com fio (também existem telefones sem fio que acabam por emitir radiação)

    Este são alguns dos conselhos que deveriam ser ensinadas aos milhões de pessoas que usam diariamente um telemóvel.

  19. carlos says:

    um convite para o mdown por favor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.