Quantcast
PplWare Mobile

COVID-19: ECDC considera que nova variante pode ser incontrolável

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Estado de emergência says:

    Além da alteração de comportamentos de risco, a solução em todos os Países com laboratórios capazes disso, começarem a produzir maciçamente as vacinas, nem que para isso seja necessário quebrar as patentes. Vendo bem, a Pfizer e a Moderna foram generosamente subsidiadas com fundos públicos que totalizaram milhares de milhões, para investigar e elaborar vacinas. dificilmente podem argumentar que a patente é “só” deles.

    • Antonio says:

      Podes esperar sentado à espera que disponibilizam as patentes. E depois o money?

    • José Fonseca Amadeu says:

      Adoro o pessoal que tem solução para tudo.
      Então diz-me entregam as patentes para outros laboratorios fazerem a produção e garante que a formulação galénica é cumprida, quem garante que existe QC, EST, que os laboratorios estão capacitados para produção vacinas mRNA e seu armazenamento. Mesmo garantindo tudo isso, esses laboratorios que existem e que já produzem outra vacinas e injecções iriam deixar de as produzir, ou seja iriamos ter o Covid resolvido para depois termos o ressurgimento de 100 outras doenças e virus erradicados até agora? E para finalizar, como se iria inocular as pessoas mais depressa, cada um iria dar a vacina em si proprio?
      Fiquem felizes por já existir vacina e deixem-se de teorias de café.

    • O que sera, sera says:

      Que eu saiba as vac inas actualmente nao previnem o COVID, apenas reduzem o risco de obter o virus.

      Da maneira que tudo anda, as vacinas so nos vao fazer ir dos numero que estamos agora para as do inicio do ano…(isto porque os numeros drasticamente aumentaram ao contrario de quando o mundo era ‘aberto’ em que os numeros eram mais baixos)

      Se a vacina for para lutar mesmo contra o virus ai as coisas sao diferentes, mas no hospital em que trabalho dizem que reduz apenas contrair o virus

      • José Carlos da Silva says:

        Mas o objectivo é precisamente esse. Tal como com a vacina da gripe, também não se fica imune, sendo possível contrair a doença na mesma. A diferença é a forma como o corpo lida com o vírus, os sintomas que são muito mais atenuados e a propagação reduzida.

      • José Carlos da Silva says:

        Mas o objectivo é precisamente esse. Tal como com a vacina da gripe, também não se fica imune, sendo possível contrair a doença na mesma. A diferença é a forma como o corpo lida com o vírus, os sintomas que são muito mais atenuados e a propagação reduzida.

      • Toni da Adega says:

        Cintos de seguranca e aibags também só servem para prevenir, ou seja reduz o risco…

      • PTO says:

        Nenhuma vacina impede que se apanhe a doença para a qual foi feita, o que as vacinas fazem é que, quando se é infetado pela doença, os sintomas sejam ligeiros ou moderados em vez de graves.

        Os orgãos de comunicação usam o termo “imunidade” indevidamente porque quem for vacinado contra o Covid-19 pode ser na mesma infetado por outra pessoa doente e espalhar a doença durante alguns dias.

        • ... says:

          Nenhuma vacina?A vacina do sarampo dá imunidade permanente,por exemplo.

          Imunidade é de facto um termo incorreto para as vacinas COVID,talvez o sucesso das vacinas passadas (que obtiveram imunidade)esteja a afetar o discernimento para o que passamos actualmente.

          • PTO says:

            Lamento mas isso não é verdade.

            Até a vacina do sarampo vai perdendo eficácia com o tempo e existem inúmeros casos de pessoas vacinadas que foram novamente infetadas com sarampo, embora os sintomas fossem mínimos devido à vacinaçao. Aliás esta mesma informação está publicamente disponível no site da DGS,

            O que as vacinas dão é proteção, (e nunca a 100%), no sentido de se ter sintomas ligeiros ou até nenhuns se tivermos novamente contacto com o agente infeccioso para o qual fomos vacinados.

            Imunidade nenhuma vacina dá, pelo menos até criarem uma que o consiga fazer.

    • Marco says:

      Nenhuma farmacêutica/Laboratório ganhará nada com patente de vacina pois esse facto já foi acautelado pela OMS ao declarar a vacina um bem essencial da humanidade. Resumindo os ganhos dizem respeito apenas à comercialização de doses, não a patentes!

    • Marco says:

      Nenhuma farmacêutica/Laboratório ganhará nada com patente de vacina pois esse facto já foi acautelado pela OMS ao declarar a vacina um bem essencial da humanidade. Resumindo os ganhos dizem respeito apenas à comercialização de doses, não a patentes!

    • Marco says:

      Nenhuma farmacêutica/Laboratório ganhará nada com patente de vacina pois esse facto já foi acautelado pela OMS ao declarar a vacina um bem essencial da humanidade. Resumindo os ganhos dizem respeito apenas à comercialização de doses, não a patentes!

    • Marco says:

      Nenhuma farmacêutica/Laboratório ganhará nada com patente de vacina pois esse facto já foi acautelado pela OMS ao declarar a vacina um bem essencial da humanidade. Resumindo os ganhos dizem respeito apenas à comercialização de doses, não a patentes!

  2. Há cada gajo says:

    Por ser mais contagiosa, não quer dizer que seja mais perigosa.

    • PTO says:

      Pelo contrário, é mais perigosa precisamente por ser mais contagiosa. É mais perigosa no sentido em que vai causar mais mortes, as quais estão muito relacionadas com o número de infetados.

      É também mais perigosa porque com um aumento desproporcional de casos os hospitais vão entrar em completa rutura e vão morrer milhares de pessoas por impossibilidade de tratamento.

  3. falcaobranco says:

    Cada vez mais existem séries e filmes que fazem sentido… e não estou a falar do estilo WWZ ou Walking Dead…

  4. falcaobranco says:

    Cada vez mais existem séries e filmes que fazem sentido… e não estou a falar do estilo WWZ ou Walking Dead…

  5. ZeDasCabras says:

    ”O mundo continua numa luta desigual ”
    basta ver a taxa de mortalidade para chegar á conclusão que não é verdade.

  6. ernez says:

    30% mais contagiosa, foi comunicado hoje pelo infarmed, na reunião esta manhã com o governo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.