PplWare Mobile

Casa Eficiente 2020: Há 200 milhões para a sua habitação


Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

52 Respostas

  1. Joao says:

    Se somente o plano é para prédios residenciais ou suas frações, bem como os respetivos condomínios, qual o motivo de estar uma fotografia de uma residência que não se enquadra com a notícia?

    • Nonnus says:

      Significado de prédio:

      1. porção delimitada de solo com as construções que nele existirem
      2. propriedade rústica ou urbana; imóvel
      3. herdade; fazenda; campo
      4. edifício destinado a habitação; casa
      5. edifício de vários andares

  2. Hugo Gomes says:

    Parlapie muito bonito, quando se passar a pratica logo se vê

  3. PedroC says:

    Portanto o estado empresta dinheiro agora, e recebe mais tarde tudo o que emprestou e ainda mais uns trocos em forma de IMI. Sim, porque a casa valoriza. Excelente negócio para o Estado. Só cai quem quer 🙂

    • celso says:

      Isto é para quem precisa de melhorar a casa, por exemplo, meter um ar condicionado, painéis fotovoltaicos ou aquecimento, para diminuir os custos mensais e para quem não tem de imediato o dinheiro disponível para tal. Se tiveres janelas em madeira e quiseres meter aluminio ou capoto na casa ou outra coisa enquadrada no financiamento. É evidente que a casa vai valorizar mas também é vantajoso para ti, pois se quiseres vender, também podes ganhar mais com ela. Óbviamente que quem empresta o dinheiro, também tem que ver algum no fim. Ou achas que alguém dá alguma coisa a alguém?

      • Hugo Gomes says:

        Tirar janelas de madeira e meter em alumínio sai pior a emenda que o soneto, se ainda for em pvc tudo bem

        • Celso says:

          O quê??? XD

          • Celso says:

            Calma hugo! Nem precisavas de escrever isso tudo! A partir do momento em que escreveste “Tirar janelas de madeira e meter em alumínio sai pior a emenda que o soneto”, deu logo para ver tudo!

        • cK says:

          Não sabes mesmo do que falas!

          • Hugo Gomes says:

            Nao nada mesmo eu na minha casa tive de madeira passei para as de alumínio no início da década de 90 agora tenho em pvc nao percebo mesmo nada disto. E passar de estores exteriores de plástico para em alumínio isolados bem isso então e que não percebo nada.

          • Hugo Gomes says:

            Ate a minha porta que era de madeira passou para alumínio e agora é um portao em pvc.

          • Hugo Gomes says:

            E o interior da casa onde antes tinha caixa de ar e mandei encher elas com espuma como faziam em França. O capoto esta muita malta a fazer isso agora é certo e a telha térmica que mandei meter na altura que meti o meu painel solar que veio da Suécia. Mas pronto não percebo nada disto, ja so falta os paineis solares de Espanha, mas já falta pouco para juntar os 30 mil€

        • luis says:

          lol a partir do momento que comparas madeiras com aluminio
          ainda pra mais aluminio colocado em 1990 (ha quase 30 anos atrás) é caso para dizer LOL

          O aluminio é como a madeira, se metes aluminio fraco e com mau acabamento o vento passa de um lado ao outro… entao ha 30 anos atras nem se fala. As coisas evoluiram
          a Madeira… se metes madeira agora, daqui a 1 ano (na minha zona é assim) tens de dar bondex devido ao sol… e o incha/desincha de inverno no espaço de 5 anos tens de rever tudo porque tens portas a pegar, descair. Devido ao excesso de exposicao solar e ao inverno rigoroso e com muita chuva.
          O aluminio nao acontece isso, mesmo numa gama mais baixa. Apeans uma manutenção de borrachas

          E o pvc tem demasiadas desvantagens principalmente o risco de incendio por exemplo numa cozinha, pode acontecer em estabelecimentos comerciais. Basta arder um pouco e ficas com a casa inabitavel e toda preta devido aos quimicos libertados ….mas claro, tem as suas vantagens de isolamento e é mais barato que o aluminio

          • Celso says:

            Eh pa, a partir do momento em que ele escreveu aquilo, eu não me dei mais ao trabalho de responder. Se ele acha que sabe, então está bom para ele. É continuar assim.

        • GM says:

          Tipicamente, a caixilharia de madeira possui vidro simples, e sem vedantes no contorno dos elementos móveis. Se substituires por caixilharia de alumínio, já poderemos estar a falar com ou sem corte térmico, e na esmagadora maioria das renovações, com vidro duplo, que, quer numa situção quer noutra, com melhor desempenho térmico que a tradicional caixilharia de madeira.
          Claro, também podes substituir a caixilhara de madeira com vidro simples por alternativa em madeira com visro duplo e vedantes no contorno dos elementos móveis, vulgo folhas. Mas nesta situação deverás estar financeiramente preparado para custear esta opção, sem dúvida que de melhor comportamento térmico, mais ecológica, mas também com mais exigências de manutenção, a menos que optes por uma solução alumínio/madeira, que mais não é que teres uma caixilharia de madeira com uma capa de alumínio na face exterior, que te elimina a necessidade de manutenção, envernizamento portanto, a prazo.

        • Faro says:

          Não sabe o que diz…

  4. PedroC says:

    Portanto o estado empresta dinheiro agora, e recebe mais tarde tudo o que emprestou e ainda mais uns trocos em forma de IMI. Sim, porque a casa valoriza. Excelente negócio para o Estado. Só cai quem quer 🙂

    • Nuno says:

      Existe alguém em Portugal que pague IMI sobre o valor real da habitação? Se assim fosse todos os grandes centros urbanos ficavam um deserto

      • GM says:

        Desculpa, não ficavam não, pelo menos em termos de pagamento do IMI. Poderias deixar de habitar, mas continuarias a ter de pagar anualmente o respectivo IMI. A menos que vendas o/os imóveis. Ainda assim, deixas de ser tu a pagar, mas alguém terá de o fazer, o novo proprietário, porque o imóvel simplesmente existe, e como tal, é tributado em sede de IMI!
        O valor real do imóvel. Talvez não tenhas conhecimento, mas a actual fórmula de determinação do IMI tende a aproximar-se do valor de mercado, mais ou menos. Durante a crise, houve situações em que o valor de mercado, isto é, o valor a que as pessoas estavam disposta a pagar pelo imóvel, era inferior ao VPT – valor patrimonial tributário. Certamente que tens conhecimento que no início do ano passado, 2017, houve actualização nas tabelas de cálculo do VPT, concretamente nos coeficientes de localização, ou seja, para se aproximar mais do valor de mercado. Isto significa que imóveis localizados em zonas ditas mais nobres, têm valor VPT mais elevado. Em contraponto, a AT “esquece-se” de actualizar o Cv – coeficiente de vetustez. Em muitas situações não detectadas pelo proprietário, imóveis com 10/15 anos são avaliados hoje como se fossem novos. O coeficiente simplesmente passa de 1,00 (novo até 2 anos) para 0,85 (entre 9 e 15 anos). Determinado o VPT, que podem consultar no portal das finanças na vossa página pessoal, no separador “Património Predial”, na caderneta predial do mesmo, onde consta a fórmula e parâmetros considerados para a determinação do VPT, vejam quanto não perdem. A este VPT é depois aplicada a taxa municipal para determinação do IMI, variável de município para município, dentro dos limites legais.

    • censo says:

      Mas só cai quem quer porquê ? Pedes o dinheiro emprestado, melhoras a tua casa, reembolsas o empréstimo e disfrutas do teu conforto.

  5. Rui says:

    Uso lampadas led smart conectadas ao meu iphone x de 256gb, toda a gente adora quando ve ca a casa!

    • Miguel says:

      … Perdes o telemóvel e ficas às escuras…

      Também há disso para iPhone 4S de 8 GB?

    • TugAzeiteiro says:

      Mas só funciona com o iPhone X de 256gb? o de 64gb já não dá? E a internet também tem que ser de alguma operadora em especial? Mínimo de velocidade? Só vivenda ou pode ser também prédio? (Ironia off)

  6. Joel Reis says:

    É só empréstimo, certo?

    • celso says:

      Certo. A única vantagem sobre outros empréstimos é que os juros pagos sobre estes empréstimos, segundo afirmam, são substancialmente mais baixos

      • Joel Reis says:

        Quem vai beneficiar mais ainda serão os bancos (outra vez)…

        • Celso says:

          Não precebeste. Claro que os bancos beneficiam mas para quem quer fazer obras e não tem montante disponível na hora, é mais vantajoso assim. Quem não quer pagar juros, então que pague a pronto. Qual é a cena?

        • GM says:

          Aí é que está o busílis da questão! É um programa governamental de promoção da eficiência energética, mas para a gestão dos bancos. Lembram-se de um programa fomentado pelo governo Sócrates à cerca de 9/10 anos, nessa altura exclusiva para a instalação de sistemas solar térmicos para água quente sanitária? Pois, à data a pessoa dirigia-se ao fornecedor, escolhia o equipamento, dirigia-se depois ao banco para contratar o crédito. Lá voltamos nós enquanto país, aos créditos!

      • censo says:

        Não são substancialmente mais baixos, mas são bonificados, pois este dinheiro vem de Bruxelas, sendo por isso dinheiro mais barato.

  7. Redhawk says:

    Perguntei a 2 dos Bancos referidos no site e nenhum tem qualquer informação sobre o financiamento (Mbcp e NB)…

  8. Jorge Cunha says:

    Neste apoio há algum dinheiro que seja a fundo perdido, ou é só no acesso em condições favoráveis ao financiamento?

  9. Ricardo Gomes says:

    Muito bem, apenas não existe a informação de quando acabam as candidaturas 😉 deve ser infinito.

  10. Tiago says:

    Se o juro bonificado for base euribor 6M é do melhor !!! :)))))))))))

  11. RPLeiria says:

    Bom dia.
    Alguém tem já uma ideia do valor do juro a aplicar?
    Obrigado.

  12. Tobas says:

    Ninguém tem ideia nenhuma.
    Temos de esperar novo anúncio daqui a mais uns meses.

  13. RPLeiria says:

    Obrigado.

  14. Rui Paulino Figueiredo Gaspar says:

    Boa Tarde,
    Vou construir um moradia, posso me candidatar a este programa?

    • GM says:

      Em princípio, não. Destina-se a reabilitação urbana, no sentido da eficiência energética. Uma construção nova, como depreendo seja a sua situação, será desenvolvida de acordo com as regras do REH (DL 118/2013 de 20 de Agosto, actualizado pelo DL 28/2016 de 23 de Junho) no que respeita à eficiência térmica e energética.
      No que respeita a financiamento, consulte os bancos e respectivas condições. Certamente sem juro bonificado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.