Quantcast
PplWare Mobile

Ano Novo, novos preços de electricidade

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Maria Inês Coelho


  1. Homem do Leme says:

    Obrigado. Altamente claro e esclarecedor. Autêntico serviço público.

    • Joji says:

      só faltava por o comparativo para tarifas bi-horarias que é o que tenho em casa..

      • Telmo Sousa says:

        Concordo com o Joji 😀 há cerca de 2 meses o meu pai foi à EDP saber o que deveria ser feito para migrar para os novos serviços, resposta da mulherzinha que lá estava: “ah e tal não vale a pena mudar, você tem bi-horário por isso não compensa, deixe-se estar como está!”

        Uma comparação em bi-horário ajudava imenso a esclarecer este asssunto.

        Mas está um tópico muito bom para ajudar as pessoas, os meus parabéns.

        • Pedro says:

          E disse muito bem. A tarifa Bi-Horária se reparares no site da ERSE (recomendo a consulta – http://www.erse.pt) irás verificar que atualmente a tarifa que a EDP e a GALP propõe são ligeiramente superiores (os espanhóis ainda não oferecem isto).
          Eu tenho Bi-horário e vou manter até haver reais descontos.

          Como o Hugo Costa disse e bem existem simuladores, e estão á distancia de um click e aí com a tua conta de eletricidade não te enganas.

          • Telmo Sousa says:

            Pedro por acaso fui lá antes de ver o teu comentário e simulei e realmente ainda fica mais caro se trocar.

        • JG says:

          Se fizerem as contas para bi-horário, se calhar vão descobrir que compensa.
          Eu tinha simples e fiz as contas e compensa-me mudar para bi-horário mesmo estando na tarifa regulada. Com as novas tarifas compensa-me a EDP (infelizmente).

          NÃO esquecer que a Iberdrola e Endesa não tem planos bi-horários e os planos de gás da Endesa é para empresas.

          Façam bem as contas e não se deixem enganar por propaganda do eu quero é sair da EDP. Quem me dera a mim sair da EDP, no entanto não é vantajoso como está.

          Para finalizar. Como podem assumir que é um mercado livre quando impingem planos de “limpeza de estores” nos contratos?

          Pouca vergonha.

  2. Fakir says:

    Bom trabalho. Mas acima de tudo, o importante era haver uma entidade que regulasse e sancionasse os abusos cometidos pela EDP, que se auto financiou, burlando os clientes do sistema bio-horário, ao não proceder correctamente no acerto do relógio. Portanto, ainda bem que vou poder mudar.

  3. João Caldeira says:

    Bom dia! Realmente é uma boa notícia, porém, gostaria de saber se estas opções estão disponíveis para as ilhas, nomeadamente a Madeira. Ou é só a nível continental?

    • Maria Inês Coelho says:

      É só para Portugal Continental. No site da ERSE pode ler-se com mais detalhe essa informação. Julgo que o mercado nas ilhas é ligeiramente diferente, mas segundo o que li as tarifas vão continuar a ser fixadas e aplicadas pelos comercializadores de último recurso.

  4. Pedro Pinheiro says:

    Eu já estou no mercado liberalizado há cerca de meio ano. Contratei com a GalpON o fornecimento de electricidade.

  5. André Pereira says:

    Muito bom, apesar de já ter mudado para a iberdrola estes resultados vêm confirmar aquilo que já estava a espera, uma boa poupança, por pouco que seja por mês, é muito ao final do ano…

  6. JJ says:

    Eu por acaso já estou no mercado liberalizado, assim que a GalpOn começou a operar para os particulares.

    Na altura, nas simulações que realizei na ERSE, foi a empresa que apresentava os melhores preços.

    Até agora, estou satisfeito.

  7. euqrop says:

    Como em todos os outros modelos de liberalização de mercado, que visam a melhoria da concorrência e o melhor serviço para o cliente vamos ver, como vimos nos combustíveis, que empresas concorrentes vai ficar todas amigas e subir preços em consonância e as autoridades reguladoras que “protegem” os direitos dos consumidores … adormecem, vejam o caso da telecomunicações.

    Tinha um poster no meu quarto que dizia : Pagas e não bufas !!
    cá estamos nós ….

  8. Trabalho em Gestão de Condomínios e este é um tema quente relacionado. Encontramos aqui o essencial da questão.
    GRANDE ESCLARECIMENTO. PARABÉNS.

  9. Publiquei antes de acabar:
    Sugiro que passem pelo site da Deco e prestem atenção ás dicas referentes ás clausulas penalizadores acrescentadas aos novos contratos: em suma saiba bem o que assina a troco dos descontos referidos.
    Boa Sexta-Feira.

  10. Senh0r says:

    Sim senhor, bom artigo e muito interessante. Numa altura que temos que fazer contas à vida, mais do que nunca.
    Os meus parabéns à autora e à equipa do pplware.

  11. Navyseal says:

    Atenção à letras pequenas, no caso da Iberdrola: Oferta Válida até 31 de Dezembro de 2012.

    Curioso é que se fiz simulação na ERSE e a Iberdrola não aparece na lista, fiz na Deco e é logo a 1ª aconselhada.

  12. Rocha says:

    Bom trabalho muito esclarecedor só falta mesmo um simulador onde se possa aplicar o nosso caso e ver qual o mais vantajoso.

    Bem haja.

    • Paulo Teixeira says:

      Se bem percebi tens no site da DECO e da ERSE.
      Na noticia diz mesmo isso.
      “Outros sites, como o da ERSE ou da DECO também permitem efectuar simulações, com os dados da sua factura ou de exemplos representativos…”

  13. Hugo Silva says:

    Bom dia,

    Gostava apenas de saber se a poupança feita com Iberdrola já inclui os 10% de desconto. É que esses 10% são apenas para potências superiores a 3.45 kVA, logo não seria possível poupar nada com uma potência contratada de 3.45 kVA. Pelo menos foi o que percebi ao ler o texto.

  14. Rui Lapa says:

    Para além do problema relatado neste link

    http://www.ionline.pt/dinheiro/vai-mudar-fornecedor-luz-gas-prepare-se-os-dramas

    Tenho um colega, que mudou para a Galp On, que tem problemas na programação do Bi-Horário. A Galp-On diz que a responsabilidade é da EDP, a EDP diz que ele não é cliente.

    E Viva a liberalização! Parece o mercado dos combustíveis.
    Quando se aplicam as multas?

  15. Valente says:

    Quem dá mais rebuçados?

    Isto está bem mas não foca o que para mim é o mais importante. Fisicamente quem é que fornece a electricidade, quem é o dono das linhas, dos postos de transformação, etc,?
    Se houver uma avaria quem dá a assistência, quem é o responsável por esta situação? Quem responde com mais prontidão a estas situações? Ou aí vamos assistir a um jogo do “isso não é conosco” contacte “X”, e nós á espera.

    Isto é um aspecto que também deve ser esclarecido. Não se pense só nos preços dum ou doutro. A assistência é importante.

  16. Paulo Ferreira says:

    Sugiro que façam igualmente os vossos testes no simulador da DECO PROTESTE. Atenção que há uma opção de “Editar perfil” que vos permite colacar os vossos consumos de uma forma mais afinada. http://www.deco.proteste.pt/casa/eletricidade-gas/simule-e-poupe/eletricidade-gas-melhor-tarifa

  17. Picasso says:

    Essas empresas estão previstas fornecer para às Regiões Autónomas?

    • João Caldeira says:

      Pois, aparentemente ninguém sabe disso… pelo menos, pelo que pesquisei, e foi pouco, não encontrei nada sobre as regiões autónomas..

    • Maria Inês Coelho says:

      Julgo que para já não, não conheço o mercado nas Regiões Autónomas, mas segundo a ERSE mantêm-se as tarifas reguladas. http://goo.gl/gP1bx podem ver aí mais informação.

      • Picasso says:

        Obrigado pelo links. Já conhecia.

        O que reina mais neste país é a falta de informação e a incerteza.

        Já agora alguém me sabe dizer qual a melhor forma de calcular a potência ideal. Tenho neste momento 6,9 kwh e penso ser demais.

  18. Laggunna says:

    Parabéns, o artigo está muito esclarecedor. Porém, em Portugal, um país em que os governantes têm reminiscências da ditadura. São na sua maioria incompetentes, têm atitudes de prepotência para o seu povo e de servilismo para com a Europa, o que iremos encontrar daqui por uns tempos é o mesmo que, como já alguém aqui referiu, se passa com as comunicações. Mas não só! Durão Barroso, voltou costas ao país! Antes de sair, liberalizou os combustíveis. Todos sabem o que aconteceu! Como país rico que somos, temos os combustíveis mais caros da Europa! Antes disso já os telemóveis rondavam por cá. O que temos? Serviços quase iguais com as mesmas tarifas. Mudam apenas os nomes! A concertação é palavra de ordem nestas empresas! Depois vieram novas medidas da União Financeira. Imponha-se o TDT sim senhor que Portugal absorveu sem mais, como bom aluno que é! Quem continua a “sofrer” com tal medida, o povo! Gente pobre e abandonada nos confins do mundo rural, sem nada mais para se distrair que a televisão, em muitos casos o único elo que mantém com a civilização, foi-lhes retirado sem mais. Agora vêm as energias. A quem interessam tais mudanças? Ao povo? A Erse vai continuar a regular? Como quem? Como a Anacom? Daqui por uns tempos, aumentará significativamente. Dêem tempo ao tempo! Infelizmente, é a minha opinião, vivemos num estado de má fé, patrocinado por uma União que se rege por interesses financeiros e nada de bom advirá destas medidas. Seja como for, creio bem que entretanto havemos de regressar à lenha, porque poucos serão os que terão capacidade para pagar bens de primeira necessidade ao preço do ouro. Disse!

  19. Zé de Gaia says:

    Isto é como a liberalização dos combustiveis, é quase igual em os postos.
    Ter em atenção que nas promoções tem tempo de fidelização.

  20. Info says:

    Todos falam nesta potencia: Escalão de Potência Contratada: 3,45 kVA mas na realidade só com a de 6kva se consegue funcionar bem com vários aparelhos em simultâneo ou estou enganado?

  21. Ary says:

    Grande post.
    O mercado liberalizado normalmente é para melhor…mas pelo que constato em Portugal, existe sempre interesses, o que acaba por não ter a finalidade prevista (normalmente existe uma subida dos preços).
    No caso das redes móveis existe diversas operadoras, embora os preços sejam quase idênticos (diferenciando-se a UZO e outros). Mas no caso do serviço de Triple-play, existe ainda muito a fazer. A MEO e ZON tem o grande mercado, talvez porque a suposta entidade ANACOM não regula como deve ser. O caso da TDT, supostamente era para existir mais canais, mas não é para já, talvez um dia.
    Em relação ao serviço de Triple-play, eu acho que deveria existir uma entidade (ou várias) que coloca-se toda a infra-estrutura e depois empresas como MEO, ZON, Vodafone e etc. pagavam uma taxa (espécie de renda) à empresa que é detentora da infra-estrutura. Assim, penso, que existiria muito mais concorrência, porque os utilizadores poderiam escolher qual o seu fornecedor de serviço e a cobertura poderia ser muito superior. Pois não existiriam “zonas sapo” por exemplo, nem dependência de um único fornecedor de serviço.
    Este é um exemplo que poderá ser transposto para o caso da eletricidade, entre outros serviços.

  22. ZiLOG says:

    No ano passado passei da EDP para a EDP5d e fiquei muito deliludido, pois pagava cerca de 50€ mensais e fiquei a pagar entre 90€ a 120€, pois eu tinha a tarifa bi-horária e na altura ainda não havia essa tarifa nos operadores liberalizados.
    Agora, antes de mudar tenho que fazer bem as contas.

  23. LJMXQ says:

    Boas!
    Excelente artigo…
    Ainda não mudei para nenhum fornecedor, logo estou abrangido pelas tarifas transitórias…
    Gostaria que me dessem a vossa opinião sobre o que fazer, ficar ou arriscar escolher um fornecedor?
    Obrigado…

  24. Rui says:

    Caro @Hugo Cura,
    é por estas e por outras que o PPLWARE é o melhor Site/Blog/Forum,etc…
    Aqui temos tecnologia a actualidade, autentico serviço publico, no entanto sobre este tópico gostaria de colocar a colherada!!!!

    O pessoal que tenha atenção ao facto do tarifário BI-HORARIO poder compensar face ao tarifário SIMPLES.

    Obrigado pelo excelente artigo!!!

    • ZiLOG says:

      Compensa e muito.

    • Hugo Cura says:

      O mérito é todo da Maria Inês Coelho, o artigo é muito bom.
      Sim, uma tarifa bi-horária poderá compensar dependendo da utilização e da capacidade de cada equipamento para que, de forma cómoda, inicie o trabalho no período económico. Existem também pequenos (e baratos) dispositivos programáveis que ligam/desligam a corrente eléctrica no horário desejado. O investimento nesses produtos também poderá compensar. É uma questão de fazer as contas.
      E claro, tudo também pode ser feito manualmente.

  25. Paulo santos says:

    ATENÇÂO.. ao ler na diagonal estão a dar uma informação errada

    A Iberdrola só aceita clientes da EDP-SU. Desde que começou a oferecer este tarifário para o mercado liberalizado que impõe essa condição, APESAR DE não o dizer na sua página, só o confirmando quase que obrigados em contacto posterior verbal quando é para enviar o contrato. E a ERSE, apesar de já ter recebido informação sobre a “ilegalidade” desta violação do princípio da não discriminação e transparência, ainda nada fez sobre o assunto.

  26. Mark Silva says:

    Artigo muito bom!!!!
    Obrigado pela info e partilha!!!!

  27. Filipe Teixeira says:

    Faltam ainda informações para quem tem contratos de venda de energia com a EDP-Serviço Universal. Os produtores particulares de energia ficam assim obrigados a pagar a tarifa transitória agravada, por tempo indeterminado, visto que já passaram vários meses e ainda não há respostas.

    Se aqui alguém tiver mais informações sobre o assunto agradeço que partilhem.

  28. says:

    Obrigado!
    Muito bom.

  29. Marco says:

    Pelos simuladores, para o meu caso a melhor será a EDP – EDP Casa (bi horária) + Protocolo DECO/Goldenergy, mas como não sou assinante da DECO não devo poder usar, por isso deverei ir para a seguinte que é igual sem o protocolo com a DECO fica 5 euros mais caro (anualmente falando)

    Obrigado por toda informação, fiquei esclarecido.

  30. sideshow says:

    Estranho pois o meu exemplo é parecido com o apresentado e a Iberdrola nem aparece nas opções apresentadas, nem tampouco a Endesa como boa opção. Os primeiros 5 tarifários aconselhados são da EDP.

    O MEU CASO:
    BTN, Potência Contratada até 20,7 kVA
    Bi-horária 3,45 kVA

    Consumo (2 meses): 363 kWh
    (Horas fora vazio): 228 kWh
    (Horas de vazio): 135 kWh

    A mais barata é: edp casa (bi-horária) €453,94/ano

  31. Gostei do que li, bom trabalho!
    Os consumidores têm de tentar encontrar alternativas para “organizar” o mercado liberalizado e “influenciar” os comercializadores para obter melhores propostas de energia.

    Juntos, podemos ter energia mais barata!
    Partilhe esta ideia com a família, amigos e conhecidos!
    Junte-se a nós!
    Inscreva-se!

    http://www.soliemoe.pt/inscreva-se-xinscritos

  32. Jonas says:

    Por aquilo que li sobre os tarifários ,eu tenho um bi horário e acho mesmo que não vale a pena mudar diferenças de 10 a 20€ por ano..vou mesmo continar a doar alguns dos meus trocos aos chineses.Custuma-se dizer na minha terra que quando se muda de moleiro muda-se de ladrão..

  33. Nuno says:

    Booas!
    Gostava de saber qual o preço do kw/h, no mercado regulado, edp serviço universal, tarifario simples, para potência 3,45 kva?
    Já procurei no site da edp, mas o site no mercado regulado, esta um bocadinho confuso para mim.
    Também gostava de saber se o ( Imposto especial Consumo eletrecidade – 0,001 * (consumo efectuado no ano) ) e a (Taxa Exploração DGEG, 0,07 cent/mes )estes + iva a 23% e a contribuição audiovisual 2,25€ + iva 6% se mantem os mesmo valores do ano passado ( ano 2012 ) ?
    Tenho conta certa e a fatura só vem no final do ano, fazem uma estimativa para o ano seguinte e indicam o valor pago de fevereiro a dezembro, a valor de janeiro vem com os acertos do ano anterior indicado na fatura de dezembro.
    Talvez se me registar no site da edp, eles talves enviem a fatura eletronica para a area de cliente e indiquem os valores faturados na conta certa.
    Obrigado.

  34. Jorge Fernandes says:

    Eu mudei para o mercado liberalizado há pouco, escolhi a empresa ‘LuzBoa’ e estou muito satisfeito, tanto com o preço como o atendimento e apoio ao cliente. Se quiserem ver os preços deixo aqui o site deles: http://www.luzboa.pt
    Façam as contas, porque vale a pena, ao fim de um ano a poupança é significativa!

  35. Nuno Brito says:

    Eu já estou no mercado Liberalizado, tinha EDP, passei para a Endesa, mas logo me arrependi, e agora tenho IBerdrola, passado 2 anos, desde que a Iberdrola foi considerada a melhor empresa no que toca a poupar, pude agora, em Agosto de 2015 usufruir dos preços mais baixos e de 11% no consumo da fatura.
    http//www.iberdrola.pt

    ja fiz as contas, e verifiquei que para potencias 3,45 a 6,90 kVA o preço da energia ativa é de 0,1428 e 10,35kVA a 20,70kVA o valor da energia ativa é 0,1480

    vale apenas experimentar durante 1 ano, para ver a poupança !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.