Quantcast
PplWare Mobile

Aeroporto de Lisboa: Sistema de controlo de passageiros apenas lê a mão

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Gabriel says:

    É preciso mais? Mais quê? Mais Big Brother?

  2. Jorge Ribeiro says:

    Acho que é mas é preciso é mais reparações das infiltrações que o aeroporto inteiro possui….
    Videowalls, self check ins etc etc a levar com agua da chuva porque os senhores engenheiros não querem gastar uns tostões a reparar os buracos da infraestrutura inicial…
    Mas pronto.
    Bora dar banho a monitores e máquinas de milhares de euros

  3. PedroL says:

    Bela maneira de “inocentemente” recolher dados biométricos dos passageiros. E quem garante que os dados estão seguros ou são sequer apagados?!
    Mais vale terem a funcionar todos os gates automáticos, o que é raro já agora.

  4. A. says:

    Sobre este aspecto a questão da tecnologia que permite o passaporte electronic e os seus dados biométricos deviam ser reavaliados finalmente lá se arranjou forma de partido ao chip presente no passaporte !

  5. Rodrigo says:

    Somos obrigados a seguir este processo ou podemos fazer a validação de forma manual como habitualmente?

  6. MaisUm says:

    este sistema “inovador” esta atrás do que a mesma empresa (portuguesa que deviam adicionar ao artigo já agora) já fez e instalou noutros países, uso exclusivo da cara (após enrolment inicial com o passaporte) para acesso aos lounge, gates, etc.

  7. João Carvalho says:

    Em resposta as perguntas do é preciso mais big brother e se é preciso mais recolha de informação biométrica das pessoas. Não há dados recolhidos por estes equipamentos. Estes dados já foram recolhidos na altura de fazer o cartão de cidadão e do passaportes. Nessa mesma altura deram os dados biométricos necessários para se realizar este tipo de transações. E esses dados não são guardados. Até porque não é necessário porque esses dados já estão dentro dos CC e passaportes e só são usados como método de autenticação durante o processo. Mas infelizmente com tanto problema a nível mundial de “Big Brother” do qual tb não sou fã, é totalmente compreensível o receio.

    • MaisUm says:

      “Estes dados já foram recolhidos na altura de fazer o cartão de cidadão e do passaportes.”

      Nim, o sistema compara os dados que já estao no rfid e dados visuais do passaporte, no caso do CC é outra conversa.
      A DB do sistema é diminuta e e as entradas com tempo limitado, deve ser sempre feito o enrolment inicial, juntamente com a cara/dedo mediante o sistema, esses dados ficam depois em BD para serem comparados ao longo do dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.