PplWare Mobile

A história do Windows em recursos de sistema!


Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. Focus says:

    Boa analise!
    Alguns destes passaram-me ao lado (ainda bem.. ou não!!)

  2. jmcs says:

    e nao ficamos por aqui! por mais que se destrate este sistema operativo temos de reconhecer que ele foi a base de formaçao de 90% dos TI, logo deve-se algum respeito, a pesar de muitos nao concordarem eu acho que ele esta ai para durar nestas versoes e em futuras
    jorge silva

    • Diego Castro says:

      Bem como os “rufias” das escolas foram base para o fortalecimento e treino em artes marciais de 90% dos homens, devemos algum respeito a eles

      🙂

      Eu sei.. eu sei…. a M$ não é assim tão má.
      Mas por ela ter sida a unica durante tanto tempo n evoluimos por isto… toma como exemplo o IE e o seu tempo de reinado (depois de derubarem a NETSCAPE)… ele ficou pausado na evolução até a entrada de novos concorrentes….

  3. a friend says:

    Rever estes “logons” do Windows faz-me sentir um misto de saudade devido ao percurso que tive ao longo da minha experiencia informática, com excepção do 2003 que foi o que pouco ou nada usei… relembrar os primeiros betas que experimentei do Windows (Millenium, XP, VISTA e 7) e a outra fase desse misto de saudade, a dor de cabeça que grande parte me deu….em especial destaque para o 95, 98, Me, fase Inicial do XP (que depois tornou-se um sistema espetacular, tirando as falhas de segurança), Vista como uma má transição, e finalmente o 7 que até agora não tem dado problemas de maior, e embora ache que precisa de limar algumas arestas, é FINALMENTE um sistema completo e equilibrado (Quer a nivel estético, de segurança e estabilidade).

  4. Maximusss2008 says:

    Caro Vitor: adoro este site, mas está cada vez mais dificil de consultar este site,como ja falei a dias atras… ao abrir as noticias demora muito e na maioria da vezes bloqueia o internet explored. Que se passa com isto?? Qual é o problema?? Cumps.

    • a friend says:

      Solução: Firefox, Chrome, Safari ou Opera 😉

      Demorar + Encravar + Bloquear = Internet Explorer

      Cumps 😉

    • Vítor M. says:

      Sim está detectado o problema. A barra do Sapo por algum motivo que ainda desconhecemos, demora no IE alguns segundos que irritam.

      Tirando isso e tendo em conta as alterações feitas na última sexta feira, o site está mais rápido e fluído.

      Não vejo motivo para “bloquear” o Browser… isso é que me admira.

      Mais alguém com o IE pode confirmar esta situação de bloquear (não estou a falar naquele freeze inicial) o browser totalmente?

      Maximusss2008 obrigado pelo teu feed back e peço sff que nos vás informando se houver alterações.

  5. maurycio says:

    Curioso como todo este tempo passou 😀
    Bom artigo!

  6. TiagoKito says:

    Bom post Vitor… Relembrar os SOs que já nos passaram pelas mãos…

    Cumprimentos

  7. Pedro Pinto says:

    No contexto de este “recordar” de SOs, lembram-se do Prince of Persia? 😀

    • a friend says:

      Foi dos jogos que mais joguei para PC nessa epoca… aqueles saltos para os picos são inesqueciveis…

      Para não falar do “congelar do estomago” ao passar aquele chão falso que me fazia carregar com bastante força na tecla para ele correr mais depressa! 😀

      Foi sem duvida um jogo marcante e mais tarde revi isso no primeiro Tomb Raider.

    • Diego Castro says:

      e aquela pausa que ele fazia antes de fazer o salto (demorei tanto para conseguir prever onde ele aterrava…)
      aquilo é que eram jogos 🙂

  8. GMateus says:

    Eu começei com o Windows 3.1 (ou 3.11 versão portuguesa), com o meu 386 a 16MHz e com 1MB de memória base (ganda máquina).
    Passei temporariamente pelo Windows 95 e logo para o Windows 98 no meu Pentium a 100MHz.
    O Windows XP só instalei quando adquiri um Pentium III a 1 GHz. Apesar de já ter um portátil com um Centrino a 1.8 MHz ainda continuo com o XP que para mim foi o windows mais estável e ao mesmo tempo mais completo (o Windows 3.1 era mais estável), o Windows 2000, o Me e o Vista não me atrairam.
    Mas pelos vistos vou ser obrigado a mudar para o Windows 7, mas para isso tenho de actualizar primeiro a máquina.
    Os outros Windows nunca tive conhecimento deles.

  9. Pedro A. says:

    Porque é que passaste por cima do Windows 3.1 e 3.11?
    Acho que a MS sempre se desleixou um bocado para os requisitos minimos e recomendados. A titulo de exemplo:
    Windows95
    # Processador: 386DX ou superior (486 era o recomendado)
    # Memória: 4MB (era recomendado 8MB)
    O meu 486DX2 com 4MB de RAM era uma arrastadeira…

    Ou mais recentemente o Windwows Vista:
    # Processador: 800 MHz, recomendado 1GHz 32-bit (x86) ou 64-bit (x64)
    # Memoria: 1GB
    O meu P4 a 3.6GHz com 1GB de RAM é também uma verdadeira arrastadeira com o Vista.

  10. Ricardo says:

    @offtopic

    Boa tarde. Alguém me pode aconselhar um programa que bloqueie e filtre conteúdos impróprios para crianças na Internet? Um programa que seja simples de trabalhar. Obrigado!

  11. JPedrosa says:

    Falha grave, falta o windows 3.11

    Que, embora pela númeração não pareça uma major release, foi, porque introduziu a rede.

    http://en.wikipedia.org/wiki/Windows_3.1x

  12. inluxc says:

    Sinto-me tão velhinho…..

  13. leitorassiduo says:

    Muito bom este post… que saudades dos tempos em que tinha aulas na secundaria num 386 com windows 3.0 😀

    Ou então dos tempos em que o meu Windows 95 a correr no meu 486 dx4 com um botaozinho “turbo” para o processador “supostamente” correr a mais 33 Mhz ecravava e lá punha eu a diskette de arranque para resolver a coisa.. eheheh

  14. Ramon says:

    Eu prefiro mais esta versão que compara o Windows com carros.
    http://www.blogpaedia.com.br/2009/10/e-se-os-7-windows-fossem-carros.html

    Abraço a todos que fazem deste blog uma fonte de conhecimento e diversão.

  15. Nuno says:

    Ola

    Ja andei a procura e nao consigo encontrar uma skin estilo windows 3.0 para aplicar a uma maquina actual. isso e que era uma partida bem pregada a quem deixasse o PC destrancado 🙂

    Ja repararam que antes cabia todo o tipo de aplicacoes num ecran VGA 640×480 e SVGA 800x600e hoje quando um netbook aparece com uma resolucao inesperada 1024×600 ha aplicacoes e janelas que ficam dificeis de usar?

    A proposito dos requisitos de sistema, algum tempo depois de fazer upgrade para Windows XP experimentei correr o Windows 3.1 a partir de uma RAM drive. Grande performance 😀

  16. Danilo Belo says:

    Lembro-me quando usava o famigerado Windows 3.11 em 1994 quando chegaram os primeiros microcomputadores do laboratório de informática da minha escola! Tinha 11 anos e foi meu primeiro contato com um IBM PC.. saudosos tempos! Brincava com o joguinho da tartaruga que se mexia por comandos… usava o paint e o Word 6.0 para fazer os trabalhos que imprimíamos lá mesmo em uma grande impressora matricial ligada em rede!

    • Diego Castro says:

      aiiii a TURTLE…. granda introdução a programação….

      fikei colado com este programa e o facto de poder dizer ao computador o que fazer e ate hj n larguei a programação

  17. gota says:

    Fonix o Windows millenuim foi a maior mer** que podia ter inventado… Ainda tenho pesadelos com isso!!!! LOOL

    • JPedrosa says:

      cuidado que o 98 antes de sair o Win98 SE … era lindinho era …

      Ou o SP5 do NT, que se não estou em erro, até o tiraram logo do site da M$

      Na altura geria um laboratório de informática e lembro-me bem que após instalar esse SP, metade das máquinas deixou de fazer login no domínio…

      JP

  18. kekes says:

    Para dizer a verdade lembro-me desses SO’s todos, mas só os usei intensivamente apartir de 2000, em que tinha o Me dentro da maquina, e institivamente, arranjei uma copia do XP quando ele saiu telefonei para um tio meu e ele ensinou-me como formatar o PC por telefone, posso dizer que foi a minha primeira grande aventura no mundo da informatica 😀

    Boa época que conseguia instalar o Windows, as drives, e software necessario em 45 minutos ao todo 😀

    Gostaria era de saber os teoricos requesitos para o Windows LongHorn com as suas capacidades todas, lol, aquilo deveria ser impossivel correr numa maquina com tudo ligado não 😀

    • a friend says:

      Os requisitos do Longhorn não devem fugir muito além do Windows Vista e 7 .. e em termos de efeitos não estão muito diferentes mesmo.

      Se fores ver tudo ao pormenor, vais ver que o WinVista e Win7 fazem muito parecido aqueles efeitos todos. Só alguns efeitos 3D é que no longhorn estava melhor, como aquele thumbnail a rodopiar, etc… mas em termos de requisitos são coisas minimas.

      Tens uma forte comparação disso se usares o Ubuntu ou outra distro que te permita ligar o Compiz 😉

      Alias, o resultado final até ficou melhor, já que fizeram bem em retirar aquele azul e adoptar o AeroGlass.

      • EacHTimE says:

        Epah estive a ver aquilo do longhorn e não conhecia.

        Aquilo tinha efeitos de manipulação de imagens e tal muito bons!! Superiores ao dos Vista ou 7.

        Aquilo foi muito trabalho desperdiçado para o lixo.. Agora entendo porque é que o Vista demorou tanto tempo a sair e saiu a bosta que saiu.. Foi pelo tempo perdido com o Longhorn.

        Se tivessem continuado o Longhorn o resultado acho que não teria sido tão mau como foi o Vista

        • a friend says:

          Pois, mas os efeitos nem a interface não fazem um sistema… 😉

          O Longhorm em termos de design parece um hibrido de XP com Compiz 😀 … mantendo o tradicional tom azul..etc…

      • kekes says:

        Mas estou a falar do LongHorn em si mas sim da versão conceito, que tem muitos mais efeitos que não estão presentes no Vista nem no 7, não passavam de conceito, mas se fossem realidade gostava de saber os requisitos 😀 pois aquilo tudo fluido, é muita fruta 😀

        PS: aqui vai o video, isso na realidade com uma coisa ou outra melhorada era uma bomba, no PC 😛

          • a friend says:

            lol.. yah mas tava-me a basear nesse video mesmo. Ele só tem alguns extras a nivel de transição de imagens, em comparação ao Vista e 7 … de resto assemelha-se muito a estes dois, mas com um ligeiro toque de XP (a nivel de cores) … de resto vês aquela barra latal dos widgets, etc.. tem um comportamento muito semelhante. Redução e aumento de imagens, igualmente…search bar..etc.. No video parece tudo muito fluido porque também é um conceito e não indica necessáriamente que tenha sido gravado directamente durante o uso, aqueles efeitos podem ser feitos com programas estilo “after effects” para mostrar o projecto longhorn, daí aquela fluidez toda. Mas quando fiz a comparação com o compiz foi mesmo para mostarar que se ele consegue em computadores fracos fazer bons efeitos, o Longhorn iria igualmente conseguir. 😉

            Longhorn é aquilo que se chama mesmo, um conceito, que é através deles que se fazem os produtos finais. Ve-se o mesmo nos carros.. todos XPTO parecem naves e quando são lançados já nem tanto 🙂

            ex. AUDI do filme iROBOT
            http://i9.photobucket.com/albums/a62/likeapig/an01-audi_irobot1.jpg

            é o concept car que deu origem ao AUDI R8 e novo TT

            http://images.myride.com/images/vehicle/2008/audi/r8/oem/R8060005_large%5B1%5D_%28400×300%29.jpg

          • kekes says:

            hehehe tens razão, mas um conceito com mais tempo de trabalho que o proprio sistema principal LOLOL, o Vista com SP1 está bom, mas quando saiu…

            Anyway boas maquinas 😀 quando tiver muito dinheiro compro uma e ofereço-te outra, mas só quando tiver muito dinheiro LLOLL

  19. AnLister says:

    Que grande diferenca do windows xp para o vista!

  20. Wesley says:

    Bom, estava lendo “Os mistérios do Windows… Longhorn”, mas vim deixar meu comentário…sei que estou atrasado, mas acho que vale a pena.

    Vejo quanta besteira pessoas escrevem antes de pensar, ou então, acabam por pensar errado.
    Pessoas dizendo: “Windows 7 será a mesma coisa do Vista”. Bom, hoje já vemos que não se pode tomar conclusões precipitadas assim meus caros.
    Não gosto dos comentários do tipo: “lição de moral”, mas gosto de quando as pessoas começam a pensar por todos os lados possíveis.
    Também não gosto dos linuxers que em TODOS os posts referentes à MS, acabam por falar: “OH, AINDA USAS WINDOWS? INSTALE LINUX E SEJA FELIZ”. Sim, isto é quase a mesma coisa do que falar: “O Windows vista é um lixooo (meus amigos que disseram).
    Acho que todo S.O. tem seu valor e somente o usuário pode escolher o que é melhor para ele. ADORO Ubuntu, tentei migrar o pessoal lá de casa para ele, mas sinceramente, minha mãe me xingou no primeiro dia. Voltei a instalar o XP. Comprei máquina nova e instalei o Seven, e olha só, nada de reclamações. Realmente, minha mãe não entende nada de computador, mas sendo que ela reclamou do Ubuntu e não mencionou nada do Seven, algo de facilidade a MS traz aos users finais.

    Gostaria de postar uma dúvida também:
    Os atuais SOs estão sendo baseados no Longhorn? Se prestarem bem atenção nos nomes reais deles, verão no Windows 2008 Sever (Windows 2008 server codename Loghorn ou algo do tipo). Se não me engano, aconteceu com o Win7 também.
    Alguém tem alguma opnião?

    Até mais

    • kekes says:

      O LongHorn tem muito mistério a volta, fala-se um pouco de tudo, mas agora diz-me achas que a Microsoft teve 5 anos a fazer o Vista? Eu creio que não,o Longhorn a meu ver foi uma serie de testes que fizeram, fizeram um conceito fenomenal que não conseguiram realizar, talvez pela exigência técnica do próprio SO, coisa que quem sabe num futuro próximo possa vir a ser totalmente realizado.

      Alem de tudo muitos preferiram a versão beta do LongHorn ao Vista, por isso podes ver o teórico potencial do SO. Agora, é claro que nem tudo foi para o caixote do lixo, muitas ideias estão a ser recicladas nos novos SO’s, alias o 7 tem umas características que foram vistas no conceito do LongHorn 😉

      PS: a meu ver o LongHorn Beta lançado nao tinha sequer todas as capacidades que a MS queria adicionar, talvez um projecto muito ambicioso para os inicos do milenio 😀

  21. Nuno Amaral says:

    Grande post. A história do Windows.

  22. tha_beeth says:

    Entrei no mundo da Informatica no Windows 98. No que dependesse de mim, todo mundo usaria alguma plataforma do Linux… Mas nem eu uso. Trabalho, Faculdade e casa, tudo é Windows. Não da pra cuspir no prato que se come… O Linux é foda mas o Windows é popular. Creio que em breve, pela redução de custo, todas as empresas migração pra Linux (Espero).
    Parabéns pela matéria.

    • kekes says:

      Linux num meio empresarial OK, mas no uso de utilizadores comuns, tem muitas arestas a limar, não tem qualquer tipo de hipótese com um Windows ou um Mac. Falo muito da performace, e da fluidez, é claro com um Mac não tem comparação, tudo afinadinho e optimizado, no entanto mesmo contra um Windows acho pouco fluido, principalmente num PC com recursos muito limitados, mas dizem-me usa uma versão leve de Linux, e eu OK, mas ponham-se a usar Flash, filmes em alta definição e digam-me alguma coisa, incluso o Windows 7 Ultimate, faz tudo muito mais fluido, filmes em 720p no meu eeepc, so em Windows os consigo reproduzir com fluidez, é não é uma versão levezinha 😀

      Mas vai num bom caminho, a uns anos atras haviam muitos mais problemas.

  23. tha_beeth says:

    Detalhe: o Windows XP não roda numa maquina com 64MB. Com 512MB o pc ainda sofre com esse SO. ¬¬’

    • viperbruno says:

      Então porque que arranco aquilo com 256MB? O que te referes não eh falta de memoria mas sim problemas em gerir memoria coisa que foi resolvida quase em definitivo no Windows 7.

      • a friend says:

        256 ou 512 arrancas o XP na boa… embora no SP3 já se note dificuldades.

        Mas só tem memoria suficiente paras as funções basicas do Windows XP. Abres uma pagina da internet, juntar as aplicações necessárias que o Windows funcione seguramente e puff… é uma eternidade para que ele cumpra com as funções desejadas, porque tem pouca margem de memoria para gerir o bom funcionamento do sistema.

    • Vítor M. says:

      Atenção que o XP sem SP era muito leve. Computadores com 64MB corriam aquilo na boa.

    • Shadow says:

      Pois depende do Service Pack, mas o 2000 em Pentiums de 166Mhz mesmo com 64Mb é para esquecer nem mexe, só a chegar ao sistema são 3-4min.

  24. Eu já venho do tempo do DOS, LOL

    Mexi em todos os windows desde o 3.1. Só ainda não mexi no seven por falta de tempo.

  25. Tito says:

    Não percebi a parte “Conectividade: Capacidade de acesso à Internet” no vista e no Seven! :p

    Antes destes não havia Internet?

    • ZeX says:

      Haver até havia mas era preciso ir à procura dela. 😉

      O TCP/IP era um addon no windows 3.1 e 3.11 e que só começou a vir integrado (maio ou menos!) com o windows for workgrups.

      E conseguir por aquilo a falar decentemente com os modems de 9200/14400 e depois os de 28.800 (os maquinões da altura ;)), cada um com o seu driver especifico no caso dos externos e com hardware dedicado ou a anarquia absoluta se fossem “winmodems” que funcionavam pendurados e absolutamente dependentes do windows, era coisa para levar uma pessoa à loucura. 😉

  26. Wesley says:

    @viperbruno@
    Siinto-lhe dizer, mas isso depende se suas aplicações.
    Não faz muita coisa além de ter o SO disponível para acesso à internet.
    Como o tha_beeth falou, “Com 512MB o pc ainda sofre com esse SO”.
    Realmente, com 1 GB lá em casa, só tive paz com um anti-vírus bom e leve (Avira), além de desabilitar serviços e realizar otimizações no Windows. Nada de aparências e coisas de usuários inexperientes que querem “beleza” no XP.
    Portanto, Windows XP com 256 de Memória, só se tiver com SP1 e não precisar fazer muita coisa no PC.

  27. McCap says:

    Win 3.1 ou Windows for workgroups

    Falha grave, a meu ver. Como utilizador terá sido a versão que mais tempo usei.

  28. Windows 95, belos tempos… Foi assim que comecei. 🙂

  29. CarlosMC says:

    O bsod só não era conhecido antes do 98 por quem não usava o windows (e mesmo assim,…).
    O Millenium foi o que me deu menos problemas (quase boas memórias, aliás) até ao vista(?); o 98 (primeira edição), foi o pior – de longe.
    Não era raro algum windows começar a dar problemas ainda durante a instalação…

  30. Hugo Cura says:

    Simplesmente genial.
    Dos enumerados só não passei pelo 3.0 (usei 3.11) e pelo NT.
    E aquelas manipulações estratégicas no MS-DOS?! alterar o config.sys para haver mais memória disponível ao sistema para alguns jogos correrem? eheh

    É gratificante ter passado por todas essas transições. Hoje em dia e há uma meia dúzia de gerações atrás, dos que começaram a usar um PC windows, “ninguém” faz ideia do que está por baixo do bonitinho aspecto do windows.

    Como disse o Vítor, os complementos são mesmo interessantes. E para quem não conhece o que falei no parágrafo acima, pode ser que vá ter aqui uma oportunidade 🙂

  31. lflcorreia says:

    Uma correcção:

    O Windows 3.0 corria num CPU 8086/8088 (no então chamado “modo real”). Nessa altura eu tinha um PC c/ o 8088 e com esta versão do Windows a trabalhar perfeitamente, embora com as suas limitações. Só a partir do 3.1 é que já era necessário pelo menos um 286.
    Esta informação está na Wikipedia: http://en.wikipedia.org/wiki/Windows_3.0#System_requirements

    Diga-se de passagem que este foi o primeiro Windows “a sério”. As versões anteriores eram apenas umas “novidades curiosas” mas com pouca utilidade (poucas aplicações disponíveis). Ainda me lembro de ter experimentado o Windows 1.0.

  32. cdq74cn says:

    Vivemos em tempos exponenciais ! A minha experiência windows também ela é exponencial, 3.1 (meio dia)o atalho era rei ehehe “alguém tinha o botão TURBO ? LOL”, 95 (dias), 98 (semanas) “ainda se lembram do pessoal aconselhar o 98 para jogos ? lol”,2000 (anos)o meu windows de eleição adorei mesmo super estável e consumo de recursos sempre baixo, ainda o uso na minha maquina velha uma pérola, Me (horas :S )qual vista qual quê ?, o verdadeiro fracasso da M$, XP (anos) só porque era bonito continuava a preferir 2000 :P, Vista (ano) adorei no inicio odiei por fim, 7 (…) a cereja no bolo, a ver vamos como dizia o meu amigo cego.
    Quantos aos SO’s concorrentes ao windows, infelizmente não tive oportunidade de experimentar à seria, isto é, a seco aka sem ter windows perto, porque à muita boa gente que gosta de dizer que linux ou maça é que é, mas em horas de aperto lá está windows ao pé a desenrascar. Isto não é nenhuma critica a quem use sistema diferente windows mas como já disse anteriormente parece que este mundo sem windows estaria desorientado, por já estar demasiado entranhado na nossa sociedade
    PS: isto é uma simples opinião, respeito quem pense diferentemente

    • a friend says:

      Que lembrança! o famoso botão “Turbo” !!! lol

      Aquilo nunca me fez nada de nada.. lol.. eu bem carregava mas nada… chamava-lhe o botão placebo! 😀 eheh

      Quote:
      “… em horas de aperto lá está windows ao pé a desenrascar”

      Eu diria é que anterior ao Vista, posso é dar graças a Deus ter tido o Linux por perto para salvar certos documentos quando o Windows tinha daquelas falhas criticas que não me dava pra entrar no sistema nem por nada, e antes da formatação.. “Linux LIVE CD” e puff… toca a salvar os dados para outra partição ou disco…

      Antes do Ubuntu, usei bons distros feitos por Brasileiros, como o Kurumin… Kalango…etc.. esses sim foram os verdadeiros LIVE CD’s que me ajudaram no momento mais critico do Windows 😀

  33. 3biz says:

    lindo era um grafico com as evolucoes dos requisitos 😉

    • JPedrosa says:

      hehe, tens razão.
      Mas atenção que uma coisa são os requisitos mínimos e outra são os requisitos necessários para correr de forma decente … 😉
      Por exemplo, correr o Vista com 1GB 😉 é nice, desde que não se abra mais programa nenhum, ou se tenha muita calma

  34. a friend says:

    Um bocado offtopic, já que se trata de uma evolução Microsoft…

    O unico produto que me deixou 100% satisfeito, feito pela Microsoft foi este teclado que por acaso ainda o tenho guardado.

    Foi complicado adaptar-me ao inicio, mas foi sem duvida o mais confortavel que tive até hoje porque ajustava-se perfeitamente e o esfoço de longas horas de trabalho a escrever era minimo…sei que fizeram outros para o substituir, mas já não eram a mesma coisa…

    • Hugo Cura says:

      eheh, já escrevi neles mas pessoalmente não me adaptei.
      De vez em quando lá vai um dedito da mão direita puxar a letra b ou g… e então aí perdia umas milésimas de segundo 😛

      Sim, também se faziam competições para ver quem escrevia mais rápido ou sem olhar para o teclado 😀

      • a friend says:

        LOL… podes crer…!! lololol

        Hoje em dia escrever é uma coisa tão banal, mas “antigamente” era mesmo.. até a olhar para tras e continuar a escrever.. para ver quem o fazia melhor, mais rápido e sem erros! 😀 ehehe

        E depois aparecia sempre alguém a dizer.. “olha lá, falta o acento.. perdeste!” lol…

  35. d05 says:

    Foi o mais longo desenvolvimento de um Windows, anunciado desde Julho de 2001. grande vista lol

    • Fã Incondicional do pplware says:

      Agradeço ao Ex. Vítor M. pelo excelente trabalho aqui exposto!

      Lanço então o desafio de saber quais as versões futuras que a Microsoft prepara do Windows!!
      Já li rumores acerca do Win 8 construido a 128 bits! Será verdade? Já há planos para o Win 9! O que será que a Micro tem guardado para o futuro?

      Muito obrigado a todos que fazem parte da equipa do Pplware!!!!

      • a friend says:

        Muitos rumores falam nisso, dos 128-bit… mas grande parte dos rumores são feitos com ironia, já que eles ainda nem os 64-bit conseguiram implantar um suporte a 100%…. dar um passo desses é quase impensavel.

        Implicaria uma mudança total de CPUs, e só agora é que os 64-bit estão banais, e muita gente ainda nem os tem.. imaginem o que seria a transição para os 128-bit. Se acontecer, deverá ser apenas muito, mas muito limitado e apenas para servidores, mas mesmo assim não se justifica, já que os 64-bit têm um enorme potêncial e o limite para aderessar memória é ainda longe de ser atingido.

        • Fã Incondicional do pplware says:

          Dou – lhe razão no que diz! Mas como deve reparar o software “empurra” o hardware. Segue o exemplo: Programas da edição de imagem/vídeo – fizeram evoluir os Cores dos CPUs, os jogos – fizeram evoluir as gráficas, e se saísse um OS a 128 bits teriam que evoluir os CPUs novamente! Mas teriam mais utilidade na área de servidores que requerem mais capacidade de processamento, do que o comum utilizador! A necessidade aguça o engenho!

  36. Roscas says:

    Boas

    O Artigo tá com algum interesse … passei por eles todos 🙂 tou a ficar velhote, no entanto havia computação antes do windows 3.0 🙂
    O K me leva a escrever é para os mais novos que nao conheceram a evolução da computação quero vos dizer que o Windows só é windows pela politica de pirataria na minha opinião … o k quer dizer … como o windows era facil de copiar expandiu se de tal forma que se tornou apenas o SO mais utilizado. (Inteligente o Bill) Mas não o melhor …
    Na Curiosidade diz “Na altura foi um passo importante para a Microsoft face à concorrência do Apple Macintosh e do Commodore Amiga” esta deu vontade de rir … Estamos a falar numa altura em k o Windows trabalhava na melhor das hipóteses em VGA (256 cores) o Amiga na altura trabalhava com 4096 Cores para já não falar em PC MUDOS … sim mudos pk nao havia som … e o Commodore Amiga tinha um som fantástico :-)para já nao falar do SO do Amiga k era o WorkBenk que era em modo grafico …
    Para terminar mesmo no proprio PC havia por exemplo um SO excelente da IBM muitos anos luz a frente do Windows o OS/2 … mas k não era tão facil de “copiar” e morreu … podia dar mais exemplos … Mas por esta razão vos digo o Windows deve muito a Pirataria k a microsoft agora tanto combate …
    Para os mais velhotes como eu … lembram se das fugas da microsoft dos sistemas antes mesmo de eles serem lançados???? 😉 Pois é 🙂

  37. PJviana says:

    Para mim a grande revolução em sistemas operativos mais recentes foi o Windows 95 que revolucionou em todos os modos o modo de trabalhar de um S.O. de linhas de código para um sistema totalmente gráfico embora ainda muito dependente do DOS!

  38. J. M. says:

    Além do Windows 3.11 como já disseram, também falta o Windows NT 3.51
    http://en.wikipedia.org/wiki/Windows_NT_3.51

  39. Hawk says:

    Comecei no Win3.1, logo passei para o 3.11, alguns meses depois fui para o 95, depois mudei para o 98 – ficando alguns anos usando ele – depois testei o ME, usei alguns anos o NT. Hoje uso o Win2k no trabalho e o Win7 em casa, mas em casa usei durante muitos anos o WinXP.

  40. Mike says:

    Já que falou no 2003, falta o 2008 🙂
    Que diferença de requisitos do xp/2003 para vista.
    Va lá que o 7 manteu, pudera.

    O que aprendo deste historial, + vale apostar em estabilidade e limites que aspecto e variedade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.