Quantcast
PplWare Mobile

GNR pode usar drones em eventos desportivos de risco elevado

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. sert says:

    vão fazer muito os drones vão… mais dinheiro mal gasto que tempos que oagar por exemplo com os preços ridiculos da gasolina.
    Se estes eventos são de risco elevado que os anulem ou limitem os adeptos. Que é isto de eu ter que pagar dos meus impostos estas coisas por causa de vandalos? Que paguem os clubes. Quando ah jogos não são os clubes que pagam a policia? Isto esta todo maluco! ninguem se da conta que andam a gastar nosso dinheiro sem qualquer controlo.

    • jorge says:

      São os “políticos da propaganda” que temos ..
      Assim dá a imagem de GNR avançada tecnologicamente …

      Claro que se visitar qualquer quartel de GNRs, encontra-os às centenas entretidos a preencher formulários de papel para PCs antigos, em vez de fazerem o que lhes compete, andar na rua e proteger quem lhes paga os ordenados.

      Chegamos ao cúmulo de para encontrar GNRs na rua, ser preciso procurar uma obra onde estejam a passar cabos, aí sim, encontra 2 que não podem sair de lá apesar de passarem o dia a brincar com o telemóvel.

      • onurb82 says:

        Depois de saírem os resultados da última eleição legislativa, não sabia que o comum cidadão estava desagradado com a prestação das funções do estado…

        – Continua a ser o país do papel, jorge, apesar do governo (não confundir com estado) apregoar a sete ventos que papel nunca mais!

        – Concordo que deveriam ser os sedentários dos serviços do estado a fazer todo o serviço administrativo (mas pasme-se o jorge, os outros colegas de estado podem recusar trabalhar, nestes serviços administrativos, o que acontece) e assim os guardas, os polícias fazerem o seu enorme serviço que é proteger-lhe o coiro, apesar de mal agradecido.

        – Sabe qual é o cúmulo? É ver qualquer cidadão trabalhador, honesto, hoje em dia ganhar muito mais que “qualquer” guarda, sem correr qualquer risco. Porque pasme-se o jorge, o governo grita a sete ventos que eles ganham rios de dinheiro e depois quando vem a folha salarial a machadada é incrível!!! Sabia o jorge que eles também descontam para o seu próprio caixão!? É verdade!!!

        – Isto para dizer que se o dinheiro é pouco para o que eles querem fazer na sua vida particular: – casa – carro – alimentação – família – luxos… o estado português permite- lhes fazer extras. Passo a explicar… as entidades, sejam públicas ou privadas em que o serviço de vigilante não é suficiente, podem requisitar SERVIÇOS REMUNERADOS para estes guardas, nas suas HORAS DE FOLGA, realizarem este serviço. por exemplo, hospitais, supermercados, ourivesarias, ministérios, eventos que comportem a vinda de público. E para isso tudo é pago, guardas na sua hora de folga, cães, veículos motorizados e agora estes dispositivos.

        – Esta semana festejava-se o tempo em democracia, mas reparei através do seu comentário que o guarda não pode estar a brincar ao telemóvel, mesmo não sendo essa brincadeira paga por si, tomar café, ir à casa de banho…

        Em relação ao artigo acho que podemos e devemos usar toda a tecnologia para facilitar a nossa segurança!

    • FreakOnALeash says:

      +1
      Eu deixava os vândalos tratarem-se barbaramente até ao fim.

  2. Grunho says:

    E para quando drones armados para vigiar florestas e neutralizar incendiários?

  3. TugAzeiteiro says:

    Espero que tenham formação adequada…. e claro que quando um cair (porque vai cair), não cause nenhum ferido grave!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.