Quantcast
PplWare Mobile

Nova forma de cegos interagirem com tablets…

PUB

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Marisa Pinto


  1. a Friend® says:

    Para os invisuais ou pessoas com deficiências fisicas o caminho a seguir é tecnologias ao estilo SIRI, em que o controle e interacção com os aparelhos será total através de voz.

    Mais pratico, mais simples, mais intuitivo.

    • Marisa Pinto says:

      Sim, mas a piada dos tablets é o touch.. e o SIRI não promove isso como primeiro aspecto. O improtante destas tecnologias é dar a oportunidade de todas as pessoas usufruirem de todos os serviços, sistemas e tecnologias inerentes aos tablets, independentepente da sua condição física, neste caso visual. 🙂

      • a Friend® says:

        “Sim, mas a piada dos tablets é o touch”

        Concordo, mas isso na perspectiva de um visual. “pega na foto” “pinch to zoom” “mudar de página como se fosse um livro…” etc.. 🙂

        Um invisual, touch ou não touch, para ele é igual… tem é que perder sempre tempo a aprender a mexer nas máquinas, e num touch-screen aposto que encontra mais dificuldades, pois a superfice é toda plana e os botões sendo “virtuais” estão constantemente a mudar de lugar…não deve ser nada fácil e acredito que para eles perca a piada toda só por isso.. isto claro, do meu ponto de vista 😉

        • Marisa Pinto says:

          “Um invisual, touch ou não touch, para ele é igual” -> não é bem assim. Para os cegos o toque é quase a base de tudo, e se bem que eles não conseguem sentir relevo nos tablets, se eles tiverem feedback ao tocarem, como é o caso desta tecnologia que fala quando toca, é muito bom para eles, que torca o braille em audio basicamente, e isto é um passo muito improtante para eles. Eu tenho muitos amigos invisuais e eles necessitam estar em contacto com os objectos, e o facto de ser plano, nao signofica que eles nao tenham a curiosidade ou a capacidade de aprender e os possam explorar. 😀

    • Guilherme de Sousa says:

      E privacidade? O SIRI a meu ver é giro e pode dar muito que falar ainda, mas não me parece que quem esteja num local publico, goste de estar a dizer em publico o que está a fazer.

      Pessoalmente não ia estar a enviar um sms, ditando-o pois não quero que as pessoas oiçam. Quando navegas no tablet idem aspas. Provavelmente para ires no carro, num sistemas de mãos livres a conversa é outra, mas a verdade é que abolir ou apenas reduzir em escala significativa o uso de teclado (ainda que virtual) em detrimento de voz, não me parece provável, apenas em situações particulares.

      Isto dá a possibilidade de um utilizador invisual, ter uma experiência mais próxima de um utilizador sem essa incapacidade.

      cumps

      • a Friend® says:

        O factor privaciadade é algo a ter em conta sem duvida, mas com tecnologias estilo SIRI não é dificil.

        Ao usar fones, só ele está a ouvir o que o SIRI está a dizer (seja a ditar um texto, ouvir um SMS, etc..) e ao dar comandos, basta o dar normalmente, como se tivesse a falar ao telefone, que é o que os cegos fazem mais do que propriamente enviar sms, por ex.

        Quer ler uma revista no tablet? Basta dar o comando “ler”, por ex.

        Ps. O factor privacidade para um cego é sempre algo muito subjectivo, como no exemplo que deste. Alguém pode estar a ver o que ele faz, sem ele se aperceber…tudo depende e muito a forma como a tecnologia é integrada ao sistema. Mas sem dúvida um factor a ter sempre em conta.

        • Guilherme de Sousa says:

          Pode ver o que esta a fazer mas é mais dificil. Para alem disso, desculpa lá mas quem é que consegue perceber o que um invisual está a fazer com este tipo de teclado? Ninguém, logo assim tem 100% de privacidade praticamente.

          Lá por nos dias de hoje o factor privacidade ‘ser algo muito subjectivo’ (acho que queres dizer reduzido com isto), não é caso para nos conformarmos com isso! Por esse andar também não inventavam o braile ou qualquer outro sistema que ajude estas pessoas. Se até agora não podem ter certa privacidade a efectuar determinadas tarefas, então ainda mais positiva é esta invenção por trazer algo que é ainda mais inovador por permitir tal a tal privacidade extra.

          Nem nestas coisas dás o braço a torcer. É impressionante. Que veneres a apple ok, agora acho que estamos a falar de assuntos um bocadinho mais sérios do que apenas favoritismos e etc; essas guerras devem ser deixadas a parte. Como disse antes, o SIRI a meu ver dá um bom kit de mãos livres, e não é menos importante por isso; quantos acidentes acontecem por o pessoal andar a enviar sms, ou a fazer outro tipo de operações com o telemovel enquanto conduz? Assim facilita e previne essas situações. Dai a dizer que serve para tudo a história é outra.

          cumps

          • a Friend® says:

            Em vez de te comportares como criança lê melhor o que as pessoas escrevem. Eu disse tecnologias estilo “SIRI” não disse: USEM APPLE!

            E ponto dois, estamos a falar de aparelhos “PARA TODOS”, preparados para invisuais.. não estamos a falar de aparelhos feitos especialmente para invisuais.

            Basta veres mais abaixo os testemunhos deixados que perceberias um pouco onde quis chegar…

            Enfim… essa mania da perseguição pelos vistos ainda perdura aqui.

    • Paulo says:

      +1
      mas porreiro porreiro era estas pessoas poderem ver mesmo.
      vamos la aguardar mais um bocadinho pelos avanços da nanotecnologia a ver se é por aí que chegam lá…

    • Miguel says:

      tablet….por 100€ arranjas um, iphone o mais barato com siri deve ser deixa ver 5 ou 6 vezes mais…pensa nisso, pq o tablet que ele tinha deveria estar a usar android assim só naquela, mas sim realmente tecnologias tipo siri ajudariam melhor tmb entendi a ideia 🙂

  2. Tiago Realinho says:

    Sou cego, desde que nasci, ou quase, e a verdade é que muito embora não seja importante para mim que tenha ou não teclas, ainda as prefiro. Mas, e uma vez que este é o mundo do futuro, se for possível adequar a tecnologia que existe para quem vê, aos demais contextos, isso será sempre e sempre de louvar. Oh, como eu gosto quando me dizem: ah, Tiago, tu não consegues, não tem botões! E eu provo, com sintetizadores de voz que consigo, e faço o mesmo que qualquer outro… um exemplo, consigo mexer mais ou menos normalmente num telefone nokia 5230… que como muitos saberão, é táctil! Melhor que provar a eles que eu consigo, é eu perceber por mim próprio que com tecnologias adaptadas, eu próprio estou no mundo daqueles que julgavam isso impossível!

  3. Tiago S. says:

    Olá Marisa.
    Antes de mais obrigado a ti e ao pplware por mostrarem interesse pelas tecnologias de acessibilidade para pessoas com deficiência.
    Quanto a utilização de ecras tateis por parte de pessoas cegas, actualmente na minha opinião só a Apple oferece uma boa experiência de utilização tanto no Iphone como no Ipad.
    Podes ver neste vídeo como é feita a sua utilização.
    https://www.youtube.com/watch?v=dAw0SIkXm1o
    Já tive a oportunidade de utilizar um Iphone 4, e fiquei muito agradado com a sua utilização.

  4. At says:

    Não estava em fase de desenvolvimento uma “capa” para o ecra do iPad que reagia á luz e transformava todo o conteudo em braile? Isso sim era de valor! permitia ter o “factor teclas” ainda que num dispositivo deste genero e premitindo a leitura muito melhor a interaçao! E ha uma coisa que pode passar desprecebida a muitos! aqueles aparelhos que aparecem no video, sao exurbutantemente caros ! bem mais que o iPad! e como de prever com uma minima capacidade de armazenamento e lentos mas lentos! esse tal braile resistivo a luz seria muito bom se o fabricarem mesmo!

  5. Pensamento Positivo says:

    Já quase tudo foi dito aqui principalmente pelo meu “colega” Tiago Realinho!… Parabéns!…

    Já agora: E porque estamos a falar de ajudas técnicas informáticas para pessoas com deficiências visuais, é sempre bom dizer que elas existem desde há muito. Eu próprio como quase invisual que sou as uso no dia-a-dia e consigo ter, digamos, uma vida pessoal e profissional praticamente igual à de tantos outros!…

    Deixo-vos aqui um link do programa que estou a usar neste momento, embora numa versão anterior à última… http://www.yourdolphin.com/productdetail.asp?id=1&z=0, representado em Portugal pela Electrosertec: http://electrosertec.pt/esert/index.php

    Muitos parabéns também para a Marisa Pinto pelo interesse em publicar textos sobre tecnologia adaptada para estes utilizadores, afinal tão normais como quaisquer outros! Bem-haja!!!…

    Boa noite!…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.