PplWare Mobile

YouTube Rewind 2018 mostra os vídeos mais populares em Portugal e no mundo


Vítor M.

Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

15 Respostas

  1. Sxac says:

    Lol. Do top tuga, nem um conheço… 😉

  2. Falcão Azul says:

    Eu devo ser de outro mundo !! Só conheço a “Mafiosa”,e as outras NUNCA as ouvi sequer !! Eh,eh,eh. 😀

  3. Pedro says:

    Esssa disgreta de FUNK favelal ninguem merece, como sertanojo!

  4. Asdrubal says:

    Dessa tralha toda apenas conhecia as músicas do festival da canção, que até nem são grande coisa, melhor mesmo era a da Catarina Miranda. Resumindo, da lista de top vídeos, é lixo.

  5. Bruh says:

    Num só vídeo conseguiram juntar todo o cringe do youtube e fazer com que eu fique com vontade de me atirar a um poço no fim do vídeo… Ganda youtube.

  6. Filipe says:

    A única coisa que reparei neste vídeo foi fortnite atrás de fortnite em vez de conteúdo como deveria ser.

  7. Josué says:

    O Toy merecia estar na lista. Ele teve o “comeback” do ano.

  8. Respeito says:

    Estes tops anuais das “tendencias” têm tanta qualidade que me deixa um pouco preocupado com o que podemos esperar nos próximos anos. Começando nas temáticas dos videos destes youtubers, ao conteúdo musical. basta juntar umas miúdas, dizer umas coisas coloca-se o ritmo sul americano e puff.

  9. Tiago Ferreira says:

    Isto é medonho! Disto tudo conheço o dudeperfect e vi o jogo de portugal vs espanha… ( e não foi pelo youtube) MEDOOO!!!

  10. Max luan Cruz says:

    Sou Brasileiro, Moro no Estado de Minas Gerais aqui no Brasil, mas tenho um grande carinho por Portugal.

  11. vitor says:

    a quantidade de m**** que tem sucesso no youtube…

  12. Pedro Silva says:

    que lixo é este? tirando o jogo e a musica da selecção (que para mim são lixo) o resto nunca ouvi falar, ainda carreguei em um ou outro video, e então percebi que não pertenço a este mundo. Atenção, por sinal até uso bastante o youtube para ver certos concertos icónicos de bandas, e até certos videos sobre tecnologia. Mas admito que estou ao lado desta nova nerdband wave das novas tendências, que por aquilo que clickei, abomino completamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.