PplWare Mobile

YouTube começa a esconder os comentários na app para Android


Fonte: XDA Developers

Desenvolveu desde cedo o gosto pela escrita e comunicação. Em leis formado, tem como hobbies a aquariofilia e a música. Mas é na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e no Pplware a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.

Destaques PPLWARE

  1. BlackFerdyPT says:

    Tretas!

    A verdadeira razão pela qual o YouTube quer agora esconder comentários, é a mesma razão pela qual muita de imprensa anglo-saxónica, em linha, já eliminou as suas secções de comentários (ex: vejam o sítio do jornal “The Guardian”).

    Com o cada vez maior acesso à Internet que existe, as pessoas estão cada vez melhor informadas*. E, como tal, são cada vez mais capazes de topar as muitas mentiras que são emitidas pelos órgãos de comunicação (ou de propaganda) do poder económico-político estabelecido.

    Como tal, tem-se assistido (essencialmente, nos países de maior cultura) a um cada vez maior número de desmentidos, aos vários tipos de colocações que são feitas na Internet, nas secções de comentários das mesmas. (Eu próprio já o fiz, há uns anos, no sítio do jornal “The Guardian”, ao denunciar uma ligação desconhecida de tal publicação à mesma organização que supostamente estava a investigar.)

    Ora, isto obviamente que não agrada a esse mesmo poder estabelecido. E, por isso, toca a pagar a “trolls” para encher estas secções de comentários de lixo, para depois usar a desculpa dos trolls para encerrar esses mesmos comentários.


    * (ainda que possa uma pequena percentagem engolir algumas tangas, como a Terra Plana ou afins – mas, se não fosse por este meio, seria através doutro – e pessoas desprovidas de inteligência haverá sempre, infelizmente)

    • BlackFerdyPT says:

      Também, quem está atento aos comentários feitos a vídeos sobre assuntos mais “sensíveis”, no YouTube, sabe que muitas vezes os melhores comentários a tais vídeos misteriosamente desaparecem.

      Como, por exemplo, quando um muito conhecido radialista estadunidense foi convidado para uma entrevista explosiva na CNN, feita por um conhecido jornalista britânico,

      Quando a CNN publicou o vídeo de tal entrevista no YouTube, várias pessoas chamavam a atenção para o facto da entrevista ter sido cortada, tendo sido eliminada a parte em que o entrevistado denunciava o facto do entrevistador ter saído do Reino Unido, para não enfrentar graves acusações, relativas ao escândalo de espionagem feita pelo jornal “News of the World”.

      E, o que acontecia a tais comentários?… Desapareciam, misteriosamente, ao fim de pouco tempo. (Possivelmente, apagados até pela própria CNN – pois, é permitido aos utilizadores do YouTube eliminar comentários feitos aos seus vídeos.)

    • JonyBgood says:

      Mai nada.

    • Lucas says:

      Através do browser Dissenter podes comentar em qualquer sítio, quer queiram, quer não.

  2. Carlos Marques says:

    Os ditadores também não gostam de sofrer “bullying”, por isso também costumam tomar medidas para evitar a liberdade de expressão dos outros.

    Quem só quer ver vídeos e não quer ler, não leia.
    Quem quer ser “youtuber” sem ser criticado, não leia.

    Agora isto não tem justificação. É censura, é anti-democrático. E vem na infeliz linha da “moderação” feita por Facebook, e imposta pela própria UE que agora exige identificação antes de se poder fazer comentários políticos.

    Mais uma razão para usar um browser com a opção “desktop” ligada (ou usar mesmo um PC a sério), em vez da estultícia das apps disto e daquilo num “smart”phone. Não é “internet 2.0”, é censura mesmo! Começou na criação de bolhas de opinião devido aos algoritmos, e agora estamos nisto: “ai ai uma crítica e uma opinião diferente da minha… socorro que sou vítima de bullying”. Já não há pachorra!

    Qualquer dia já não é preciso emigrar para a China para saber o que é um regime autoritário…

  3. Alpha says:

    Censura, pura e simplesmente!

    Infelizmente não é só no YouTube, infelizmente anda tudo atrás dos ditos “discursos de ódio” ou fake news como se as pessoas fossem umas pobres coitadas que não se sabem defender ou não podem ficar ofendidas.

    Estamos num bom caminho

  4. FAR says:

    Na app (oficial) que uso também só consigo ver os comentários se for até à parte inferior , passando por TODOS os videos sugeridos, e clicar no botão de comentários para os conseguir ver. Não entendo onde está a novidade…

  5. goolo says:

    isto é algo que me passa completamente ao lado, raramente comento seja o que for, seja no youtube ou redes sociais, logo não me afecta nada, e o pouco comento geralmente é para felicitar o bom trabalho apresentado , de resto nem perco tempo a ver comentários, pois há sempre os destabilizadores para dar cabo do bom ambiente, por isso nem me dou ou trabalho de ver a caixa de comentários

  6. Powerverde says:

    Os comentários do youtube são como os do pplware – só lê quem quer.
    E só responde quem concorda muito ou quem é totalmente contra o que foi dito.
    Deixem-se de ser flores de estufa e preocupem-se com outras coisas…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.