PplWare Mobile

Quake II portado para HTML5, adeus flash


Autor: Pedro Pinto


  1. fran says:

    a força da apple é tremenda…

    • Michael Jorge says:

      apple?!?

      O que este projecto tem a ver com a apple que eu saiba o html5 foi criado pela W3C, e este projecto em especifico por funcionários da google.

      • João Durães says:

        Porque a Apple não disponibiliza Flash nos seus produtos, logo anda tudo a tentar arranjar formas de dar a volta. 😉 O HTML5 é uma dessas formas.

        • pedro says:

          nada a ver uma coisa com outra, o html5 é para os browsers não foi feito por causa da Apple

        • Michael Jorge says:

          O html5 não foi concebido a pensar nas na apple, mas sim numa necessidade de dinamismo que as actuais ferramentas as não oferecem, ou são muito pesadas para serem eficientes “leia-se flash”;
          E o html5 não e o única ferramenta que esta a tentar revolucionar a programação web, o css3 também promete trazer grandes novidades em termos de visualização e dinâmica nas paginas web.

          • Lourenço says:

            o que é certo é que a Apple negou o flash apostando como alternativa na recente html5..
            e o que é certo e isso n podem negar, é que houve Muita gente contra, e a referir que o facto da Apple n ter posto falsh no ipad foi um aspecto negativo..

            portanto.., sim htlm5 neste momento é 1 assunto que diz respeito a apple, e por interessa aos seus utilizadores,

    • pph says:

      Sou um dos felizes proprietários de um excelente macbook, mas graças a deus que sou imune a estes “fanboyismos”.

  2. Noémio Dória says:

    Bestial! Mas será mesmo o fim do Flash e do Silverlight?

  3. Nishooba says:

    Brutalissimo! =)

    Espero que isto seja um bom empurrão na migração para HTML5!

  4. Pedro says:

    A web está finalmente “à solta”!!! (tewmos que reconhecer o mérito dos funcionários da google e força da apple) Abaixo o flash, quero é o HTML5!!! 😉

  5. Miguel Costa says:

    Penso que existe alguma confusão no meio disto tudo.

    Estamos a falar de um jogo em java.. como aqueles que jogamos no telemóvel..
    a única diferença é que em vez de abrir uma janela para jogarmos, podemos jogar num browser…
    mas recorremos à mesma plataforma que nos permite jogar os jogos de telemóvel…

    Não vejo o que existe de outro mundo no meio disto. Nem tão pouco posso entender porque motivo será o fim do flash.

    Desculpem a comparação, mas é como dizer que um piloto de aviões vai substituir um piloto de formula 1…
    são pilotos na mesma mas fazem coisas muito diferentes!

  6. betinhodecascaiscommtaguita says:

    Depois da Apple, com o seu produto iPad e a falta de compatibilidade com o formato flash (ver aqui), ( FAIL )

    mas depois pegam numa treta de uma noticia para tentar disfarcar o fail, e ainda por cima tentarem dar a entender que o fail é normal que a apple ja sabia que o futuro era html5 e nao java,.

    MWahahahahahaha

    • Pedro Pinto says:

      bem, de betinho nada tens….

      Caro, o artigo apenas referencia um outro artigo sobre a Apple no entanto o conteúdo é relativo ao Quake 2 portado para HTML5…

    • RicardoResende says:

      o iPad é tão fail que anda a vender em EUA as centenas.
      Flash?
      Tantos sites a mudarem para html5…

      Resumo
      Betinhoburro és um idiota.

    • Melo says:

      Esta gente é demais .
      Felizmente são um dos proprietários do magnifico MacBook Pro, mas não sou o gajo que defende que a APPLE é a melhor . Não há melhores, tudo depende do consumidor. O melhor é o que consegue satisfazer as nossas necessidades .
      Agora o que também não gosto é da gente invejosa e estúpida, que manda estas boquinhas . O por amor de Deus . Conhecem aquela frase que é +/- assim “Por vezes mais vale ficarmos calados, e deixar os outros na duvida da nossa ignorância, do que falar e tirar qualquer dúvida” , ta tudo dito .

      Em relação ao Quake, já joguei, é bom para passar umas horinhas com os amigos, não sou grande apreciador de jogos, mas fico contente pela evolução .
      E acho que o flash, tem mais “contras” do que “prós”, por isso é bom que o HTML5 se espalhe depressa .

  7. Rui says:

    Alguém viu o quake a correr no safari?

    Espetacular o video…gostei muito de ver.
    Parabéns pelo artigo, Pedro!!!

  8. João Campos says:

    Alto acho que percebi agora, eles converteram com o GWT isto de jogo java para um Javascript, e depois sim, para HTML5… Ainda assim, este artigo nada tem a ver com o Flash.

    • Pedro Pinto says:

      @João Campos,

      Como referi acima, o problema é que até relativamente pouco tempo o flash dominava o mercado. A inclusão do assunto “flash” neste artigo acontece porque não foi necessário qualquer plugin extra ou recurso ao flash para portar uma aplicação para a web.
      Por outro lado, é para dar seguimento ao assunto vindo do artigo https://pplware.sapo.pt/informacao/ipad-o-principio-do-fim-do-flash/

      No entanto o flash continua a ser fantástico: http://www.progressivered.com/cu3er/

      • João Campos says:

        Mas este jogo, antes de ser em Html5+Javascript, era em Java. Este artigo dá a ideia de (mais uma vez) o Html5 a subtituir o Flash, agora em jogos. Mas nem isto é um jogo Flash, nem a intenção é substituir coisa nenhuma. É um port.

        • João Campos says:

          Besides, a nivel de jogos, o Flash não consegue fazer grande coisa, só aqueles mini-jogos.

          • a Friend® says:

            @bigkax

            Até no desktop se arrasta… potencial o Flash tem, problema é por-lhe com qualidade e performance…e é precisamente nesse factor a razão de lhe quererem cortar as perninhas…. :S

          • bigkax says:

            a Friend®
            É preciso ter em conta que aquilo foi a 6 meses, usaram o ie e não se tem conhecimento das condições da rede(o processamento é feito no servidor) nem da capacidade de processamento disponível do servidor.

          • kekes says:

            @a Friend ainda não temos uma versão final; o Flash está a absorver o Shockwave, e o Shockwave permite excelente performace, podes ver o que Adobe pode vir oferecer.
            WebGL anda a ser desenvolvido desde 2006 (o core disto é graças ao WebGL não ao HTML5).
            Iremos ter varias interpretações por browsers diferentes em outras coisas extra WebGL, em flash isso não se passa.

            O mundo já anda para acabar tambem desde a sua criação e ainda estamos aqui…

  9. Joãozinho says:

    Esta do “adeus” não me convence.

  10. Bruno Santos says:

    Isso tudo será por causa do CS5 a chegar a daqui 10 dias? Maybe…

  11. patCRUZ says:

    Tenho que confessar que estes anúncios andam-me a fazer confusão. Não percebo esta conversa. Porquê que a cada noticia do HTML5 tem que vir o flash à baila?

    O HTML5 vai ser o novo padrão, não tem que provar nada, nem ameaçar nada… Isto é um dado assente. É óbvio que fico contente por ver bons exemplos do que o HTML5 é capaz, mas não percebo a “politica” que se está a criar…

    • Olly says:

      São apenas alguns fanboys a tentar criar celeuma, nada mais.
      Tenho é pena que o pplware esteja a perder qualidade a olhos vistos.

      • Pedro Pinto says:

        Perder qualidade? OMG
        É apenas um debate de ideias de um artigo que foi escrito por alguém que usa Windows e Linux 🙂
        Gostamos de saber a opinião dos nossos leitores e é claro que este é um assunto “polémico”. De um lado o “flash” do outro o “HTML5”. De qual é fanboy @Olly?

        • bigkax says:

          Fanboys da apple estão contra o flash e silverlight, o que resta o HTML5 como melhor opção.

          • Lourenço says:

            errado…, mas n vou perder tempo a explicar!…

          • jmtdstoc says:

            Não estás a ver o problema como ele é.
            O problema com os utilizadores da Apple têm tido que suportar o Flash que além de não estar optimizado para o Mac OS X ainda por cima é instável. Tudo isso porque a Adobe não se tem preocupado em optimizar o seu produto. Quem usa Linux padece do mesmo mal.
            Só em Windows é que o Flash funciona devidamente.

        • Olly says:

          De nenhum, mas tem de concordar comigo quando digo que, ultimamente, os artigos do pplware têm perdido muita da qualidade que era de seu apanágio. Uma prova disso é o número cada vez maior de comentários a dizer o mesmo que eu.

          • a Friend® says:

            Diga-se de passagem que muitos comentários, tanto a defender como contra. Este artigo é uma analise, e uma perspectiva bastante viável.

            Será mesmo assim tão irrealista? Se pensarem um pouco a fundo e analisarem bem vão ver que não. Podem ter uma opinião contrária, mas o interessante é mesmo isso, debater as opiniões, uma vez que Flash tem umas vantagens e HTML5 outras. Como standard de conteúdos, eu defendo 100% o HTML5, o Flash defendo apenas em sites 100% flash. Apenas mantenco a opinião que a Adobe precisa trabalhar melhor na tecnologia para nesses sites 100% flash nos ofereça conteudos ricos, de qualidade como tem, mas com melhor performance e que o leque seja alargado para todas as plataformas. O Flash, num smartphone, que é um aparelho cada vez mais usado, é simplesmente uma treta. Agora vejam, estarmos dependentes do flash para ver videos na Web, porque este é standard, só nos está a prejudicar como consumidores.

      • Marco says:

        Sou forçado a concordar contigo…de um momento para o outro o pplware tornou-se num centro de apple fanboys e flash haters…

      • patCRUZ says:

        Não ponho a qualidade do pplware em causa. Não tem nada a ver… É um artigo com uma opinião e existe todo o direito em a partilhar. Só não a entendo… ou melhor…
        Há uma ideia que tem vindo a crescer e a querem generalizar!

        Como disse o HTML5 vai ser a norma. Traz muitas novidades e vai permitir muita coisa que ate então só era possível no flash. Acho excelente que dêem a conhecer as novas potencialidades da tecnologia. Mas porque que o Flash tem que vir sempre no titulo e com o mesmo chavão?

        No meu entender, o flash é uma excelente tecnologia, que já fez e ainda fará muita pela web/rias. Podem viver ambos no mesmo mundo. Tendo o flash outros universos em paralelo também por explorar…

        • a Friend® says:

          Vamos aqui por partes, o Flash é usado, em cerca de 90% para conteudo web, se este, como dizes irá ser substituido pelo HTML5, o Flash irá perder essa quota. Logo é plausível dizer-se que o Flash está a morrer…

          O termo informático “morrer” ou “killer” não é para ser levado à letra, estilo “evaporou, já não existe mais”…

          Apenas é preciso entender que quando se diz isto, é que ele como padrão de conteúdos, já está a ser morto. Claro que continuará noutras areas, como sites 100% flash e tudo o mais, mas mesmo assim tem que trabalhar e bem, porque o HTML5, em conjunto com outras linguagens, poderá fazer com que o Flash perca muito mesmo…

          Isto já está mais que previsto até por analistas na area. Não é baseado em crenças nem fanatismos. Há que entender que isto é apenas o próximo passo.

          • patCRUZ says:

            Exacto… mas nem ponho isso em causa. Como referi é a futura norma. E se a norma passa a permitir coisas que até então apenas eram possíveis em plugins proprietários, excelente!
            Mas para “leigos informáticos”, estas afirmações de: “o flash vai morrer” … “o flash já era” levam a ideias erradas e parece que tem apenas como objectivo criar estigmas. E essa politica é que não me parece muito correcta.

            O mundo flash não é perfeito, mas também não é um caos! Longe disso… A Adobe andou a tirar muitas sonecas, e sim, vai ter que dar mais uns pozinhos. O futuro 10.1 já promete muito, mas fico ainda à espera de mais…

  12. João says:

    Aposto que a adobe vai arranjar uma solução..

  13. a Friend® says:

    Bem, grande noticia! Este tópico veio mesmo a calhar! 😀 eheh

    Já agora, para quem não sabe, deixo esta curiosidade que até no Wikipédia (Inglês) encontram, facilmente.

    The HTML5 editors are Ian Hickson of Google, Inc. and David Hyatt of Apple, Inc.

    Por trás do HTML5, não está apenas a Google mas sim a Apple também, por isso é que o Safari e Google Chrome partilham o mesmo Webkit.

  14. Marco says:

    Mais um título deste género e quem diz “Adeus” ao pplware sou eu…

    O HTML5 não vai subtituir o flash, pois são coisas diferentes e o jogo não foi programado em HTML5, mas sim em HTML5+javascript.

    • João Campos says:

      O Flash tem sim tendência a ser substituído (já está a começar). O Java já é mais difícil…

    • patCRUZ says:

      Epa… isso é desinformação.
      Pensam que o HTML5 são apenas tags??

      Obviamente que tem que ter linguagens de programação por de traz.

    • a Friend® says:

      Há que se ter uma mente mais aberta.

      Mesmo que fosse HTML5+Javascript, a porta de acesso que o HTML5 faz, é tremenda. Esta noticia só vem comprovar que até em jogos, o flash não é assim tão precioso como o pintam.

      HTML5 é uma linguagem que colabora com todas as restantes, e essa mais valia é que o faz ser mais rico que o Flash. Ele em conteúdo web já provou que é melhor padrão que o Flash, agora é uma questão de tempo.

      Flash nunca morrerá, mas vai ter que pôr uns “pósinhos mágicos” para acompanhar a evolução que o HTML5 já mostrou que irá acontecer.

      E não fiques com ideia que sou anti-flash, até porque 90% do meu trabalho a nível de design é com flash. Nunca iria apostar noutra linguagem, se não soubesse bem dos seus benefícios.

      • Pedro Pinto says:

        Também não sou fanboy do flash ou HTML5. No entanto, apesar de não ser a minha área de eleição, conheço as limitações do flash, as falhas de segurança e depois os problemas com algumas plataformas.
        Ainda noutro dia para actualizar a versão do flash num Xubuntu foram umas boas horas.

        De resto, flash ou HTML 5 por perto, tudo certo 🙂

        • a Friend® says:

          Então não é! 😀

          Estamos uma Era de Web 2.0 onde é que o Flash tem “estaleca” para isso! …

          Há que ser realistas… O flash como standard não é o ideal. Conteudo Web (publicidade e afins) só nos arrastam as páginas, videos é o que se vê, galerias, usado desnecessáriamente….

          Depois só falta dizer que um video FLV tem mais qualidade que um H.264 e que é mais leve…

          O lugar do Flash na Web é mesmo muito especifico. Como standard, não.

          E quanto mais conheço o HTML5, associado a outras linguagens, e ao ver esta noticia, fico mesmo a pensar até que ponto o flash se pode tramar naquela parcela que teria lugar… isto é que para mim é uma incógnita.

          • patCRUZ says:

            “Há que ser realistas… O flash como standard não é o ideal. Conteudo Web (publicidade e afins) só nos arrastam as páginas, videos é o que se vê, galerias, usado desnecessáriamente…”

            Compreendo o que queres dizer, mas dessa justificação diria:
            não culpes a tecnologia, culpa quem a usa indevidamente.

          • a Friend® says:

            @patCruz

            Sim, há muita gente a usar mal o Flash, isso é verdade. Mas com o Flash posso culpar duas coisas, maus webdesigners e má programação do plugin, que ainda continua pesado e limitado, ou seja, Mac é o que é.. Linux pior ainda.. smartphones, não se aguentam… Windows é o que melhor corre, mas nem com 10.1 está a fazer milagres.

            No HTML5, passo apenas a culpar o mau uso apenas a um, já que estamos isentos de plugins…

            E, ver videos ou galerias na web, ser preciso um plugin?.. é desnecessário, completamente desnecessário… seria o mesmo que para ver um JPEG, ter que ter um plugin, ou usarem o Flash para abrir uma imagem.

  15. S-K says:

    Amanhã teremos mais “novidades” sobre o Funeral do Flash. 😛

    Que o HTML5 é o futuro… isso todo mundo já sabe. Até o Prof. Karamba sabe isso. 😛
    O todo poderoso “tio Steve” decretou a morte do Flash. Não interessa se o mercado vai continuar desenvolvendo em flash, ou se a Adobe vai dar uma resposta à altura. O idolatrado “tio steve” diz que o Flash morreu.
    Comprem um iPad, que o homem “sabe” o que diz 😛

    Proximo passo do Steve para dominar o Mundo! Processar Hollywood…
    Apple Vs Predator
    https://www.youtube.com/watch?v=HWeZOS8ta04
    LOL

  16. Pois... says:

    …pois “adeus” ???, enfim mais um titulo ao melhor estilo da Manuela Moura Guedes…

  17. http://www.asylum626.com/
    Este é o verdadeiro jogo e é em Flash 😛

  18. Leonardo says:

    Acho que quando lançarem outro sistema operativo da Apple Vão dizer adeus Windows… Acho que não é assim pois já existem por exemplo navegadores muito mais recentes e avançados mais ainda há quem use o IE 6. O problema disso tudo é que existem grandes empresas por trás desse novo standard e tentam de qualquer maneira influenciar as pessoas como se elas fossem marionetas e que só usam aquilo que eles querem… O titulo do artigo é no mínimo ridículo! pois parece que quem o escreveu, pensa que a Internet foi feita apenas para desenvolvedores… Acho que ainda é cedo para decretar o fim do flash e do silverlight, pois acho que que estes ainda tem muito a dizer…
    Um abraço!

  19. Nasp says:

    Ainda vou ver uma tecnologia como o HTML5 que é melhor que o Flash ficar esquecida tudo porque olash já cá anda a muitos anos…..

  20. Bónus says:

    Afinal o título do último post do a Friend® – “O principio do fim do Flash” – não era assim tão descabido como muitos afirmaram.
    E esta notícia, no dia anterior ao lançamento do iPad, e a poucos dias do lançamento do HTML5, não pensem que é por acaso.

  21. aver says:

    Como já disse noutro post, não acredito que o fim do flash esteja próximo, até porque a Adobe está a fazer um esforço para se adaptar aos novos standards.

    Então é só mesmo a título de curiosidade … A Apple publicou a lista dos sites “iPad-ready”, leia-se, livres de flash. Já tem alguns nomes de peso. Vai ser curioso comparar com a a lista daqui por um ano.
    http://www.apple.com/ipad/ready-for-ipad/

    • aver says:

      … a lista dos sites “iPad-ready”, para comparar uma daqui a um ano:
      * CNN
      * Reuters
      * The NY Times
      * MLB.com
      * Vimeo
      * Time
      * The White House
      * Virgin America
      * SI.com
      * Flickr
      * TED
      * People

  22. a Friend® says:

    Pronto, experimentem lá um site em HTML5 com os efeitos giros do Flash! 😉

    http://9elements.com/io/projects/html5/canvas/

    • Bónus says:

      O meu site já está “iPad ready”.
      Animação flash free:
      http://www.aposta-na-net.com/ganhar-dinheiro/como-funciona/

    • patCRUZ says:

      lolei-me todo com essa!! xD

      “Flash versus HTML5. Got to love a good format war, but history shows us that whichever format porn chooses, will win.”

      • a Friend® says:

        LOL.. apareceu-te essa frase?!… 😆

        Aquilo está ligado ao Twitter… eheeh…
        Realmente a pornografia ditou o VHS e os DVD’s… acho que até no BluRay…mas no “web content” até usam pouco o flash! Ou seja, é mais um argumento a favor do HTML5! 😀

      • S-K says:

        @patCRUZ essa foi muito boa hehehehe…
        HTML5 FTW? Com a influencia de quem?
        Apple? Google? Microsoft? Nada disso… A industria porn é que vai decidir LOL

        Alguém já fez o download do código do jogo e testou???
        Aqui num Ubuntu 9.10 64b não consegui rodar o servidor… deu um erro, e não estou com paciência para solucionar isto… LOL

        Mas já testei o WebGL no Firefox 3.7 (Nightly Builds) a versão 3.7 terá suporte a WebGl.

        Primeiro teste:
        http://people.mozilla.com/~vladimir/webgl/spore/sporeview.html

        Neste fiquei surpreendido pela positiva. Não sobrecarregou o CPU e teve um desempenho muito bom. Mas era apenas uma “figura” 3D muito básica.

        Segundo teste:
        http://www.glge.org/demo/

        Uma porcaria… cerca de 35 FPS e “disparou” o CPU…

        Aqui no Chrome Linux, não funciona. (–enable-webgl –no-sandbox)

        @aFriend já reparou como essa “demo” do HTML5 “consome” o CPU?
        Não é esse o principal problema do flash??? 😛

        • a Friend® says:

          Consome o normal, dentro do tipo de animação que é. A vantagem
          é que para alem de estável, tem desempenho. O mesmo tipo de animação em flash para além de levar o CPU quase aos 100%, tem mais “engasgos” na performance 😉

          Mas isto será mais à frente, a primeira fase de substituição do flash é mesmo no padrão de videos, galerias… que é um dos principais objectivos. Acabar com o Flash como standard em multimédia. Tal como abrimos um site e vemos o JPG em plugins, o mesmo deve acontecer com os videos. Abrir, sem plugins, e tirar partido de uma melhor qualidade de video/performance. Exemplo que podem ver é no site do Vimeo.

      • Shadow says:

        Atenção que nem sempre é assim, afinal parte da indústria porn esteve do lado da Toshiba com o HD-DVD e no entanto o Blu-ray “ganhou”.

  23. Fábio Rocha says:

    Andam a fazer navios de guerra com madeira e dizem que os navios de madeira vão vencer os de metal…
    Nota-se logo a qualidade pelos breaks do jogo…

    Acho também fantástico demonstrarem sites de HTML4, CSS e JS e dizerem “eis um grande exemplo de HTML5″…

    Façam um destes com o tal HTML5: http://ificandream.com/
    E nem é dos melhores exemplos.

  24. Julian says:

    Para quem jogar o quake e não conseguiu instalar a versão HTML5,
    aqui fica a versão flash

    http://www.joguinhosdemenino.com/sites/default/files/jogosonline/jogos/quake-flash-jogos-do-quake.swf

  25. mmick says:

    opa realmente este tipo de assuntos já começa a ser desesperante vir ler, não pelo excelente post mas pelos comentários!
    Ou vem os meninos da Apple dizer que o mundo (pelos vistos até a google) faz as coisas por causa do iPad/iPhone ou vem pessoal fazer comparaçoes desmesuradas.
    A questao é: o HTML5 ja eh suportado por todos os telemoveis e portateis e possibilita a completa transiçao do flash? Nao. É de momento uma alternativa a 100% para o flash? Nao. Pode-se comparar a velocidade pq num site uma versao eh mais rapida q outra? (e se calhar uma versao html5 escrita recentemente está mais optimizada).
    Eu quero é suporte universal tanto em PCs como telemoveis e nao meias soluçoes! Substituir o flash pelo html5 e depois ha limitaçoes porque nao da para fazer X ou Y nao tem interesse.

    • a Friend® says:

      Tal como quando abres um site, e esse site contenha uma imagem JPG, não precisas de plugin para isso.

      O HTML5 é igual, com os videos e conteudo. Ninguém precisa de instalar plugins para visualizar os mesmos.

      1) Traduz-se num melhor desempenho
      2) É mais seguro
      3) Sem plugins, É universal. O Flash para Mac precisa de um Plugin, para Linux outro, e PC outro, para Smartphones outro.

      Ou seja ele é a perfeita substituição do flash, para conteúdo web, que é a primeira fase e a principal razão.
      Flash é bom para um uso muito especifico, agora para padrão de conteúdos, não.

      • João Campos says:

        Agora disseste tudo, para calar quem acha que sabe do que está a falar, como alguns comentários pró-Flash que se lêem em cima.

  26. Sergio says:

    Vamos tornar as coisas simples

    O Flash é algo que corre por cima do html para suporte aquilo que o html não convirsegue.
    O HTML5 virá a colmatar essa falha. Num futuro proximo (não importa qaundo) as paginas serão em HTML5. Logo não será necessário FLASH, e coisas do genero.
    O que tem sido mostrado são os pronúncios de como será o futuro. Os fans da APPLE, da Anit-Apple (não sei quais dos dois os mais fanáticos), os Microsoft, os anti-microsoft, e por adiante tem de perceber o alcance destes artigos

  27. UAP says:

    WOW brutal WebGL e HTML5 FTW!

  28. Victor Leal says:

    Isto é um ataque absurdo ao Flash. A Adobe é detentora do monopólio de software de produção para a web e nunca vai pôr de lado a sua tecnologia. Ah…Há uns tempos, na altura do lançamento do Crysis, o minisite de apresentação era feito em flash e basicamente era uma demonstração da jogabilidade do jogo…o Crysis não é o Quake II!

  29. Victor Leal says:

    Este artigo é uma prova da teoria do Maria vai com todos…a estupidez da apple lançar um segundo produto sem suporte para flash faz com que toda a gente vá na conversa e discuta o assunto. Pensem no que seria a web sem o flash…o HTML5 tem que superar o flash, não basta dar um exemplo de potencial equiparado ao flash. Há muitas coisas em jogo…

    • aver says:

      Acho que, nós todos, temos que ler mais umas coisas sobre HTML5, flash e codecs de vídeo. Um bom site é o da Open Video Alliance. http://www.html5video.org/

      Indo a “More news” e começando pelo artigo de 16 de Fevereiro “O futuro do web vídeo”:

      “Deixem-me começar do início. Até há um ano atrás, a maior parte da reprodução de vídeo num browser fazia-se através dum plug-in, habitualmente o Adobe Flash, mas também Windows Media, Apple QuickTime, e Microsoft Silverlight. O que é novo no HTML5 é que implementa as tags de vídeo directamente no código HTML da página web e, desse modo, não é necessário nenhum plug-in externo para reproduzir o vídeo. Contudo, em vez de se abrigar atrás de um plug-in para descodificar o video, o browser terá que carregar o codec para descodificar o vídeo”.

      Isto não é uma questão de “Maria vai com as outras” criada pela Apple. Aliás, quando a Microsoft disse, há pouco tempo, que o IE 9 ia ter suporte para o HTML5, o caminho ficou definido para um lado. Não é a morte do flash, mas é bom que a Adobe, se quer manter um plug-in para os browsers, que ele também tenha suporte para HTML5.

  30. Hermann says:

    Esse quake 2 .. a iniciativa é boa, mas o resultado é tenebroso. Roda muito, muito pior que na minha anciã VooDoo2 8MB com windows 98, 32 de RAM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.