PplWare Mobile

Google lançou desbloqueio por detecção corporal no Lollipop


Autor: Pedro Simões


  1. João says:

    Android e IOS é só inovação atrás de inovação. Windows 10 é para meninos…

  2. Mota says:

    Dá sempre jeito, quando se tem o smartphone no bolso.

  3. Gerardo says:

    Agora um bocado off-topic, onde anda o reconhecimento de voz na palete de dados biométricos? Temos visto impressão digital, retina e até pulsação cardíaca como forma de identificação. Mas no sci-fi também se vê as máquinas a reconhecer se a voz é ou não da pessoa. Será que no mundo real não é aplicável?

    • Ricardo Raimundo says:

      Isso é que era! Concordo completamente. Falar com o dispositivo para desbloquear seria muito cool..

    • PSL says:

      Não.

      Não faz sentido nenhum.

    • Gabriel Nunes says:

      Não, não é tão seguro. Eu tenho o Moto X 2013 (aquele que reconhece a voz sem tocar nele, etc.) e as vezes ele ativa mesmo quando alguém fala algo completamente diferente (por exemplo, um apresentador na TV já o ativou), além de que você tem que falar bem alto e claro para reconhecer completamente, em alguns casos seria meio incômodo.
      O Moto X 2014 tem um melhor reconhecimento por ter 4 microfones, não o testei ainda mas parece que reconhece melhor. Porém, nenhum celular tem 4 microfones, e não acho que as fabricantes vão fazer, daqui pra frente, celulares com 4 microfones para este tipo de reconhecimento.

  4. André says:

    Tenho dois dispositivos em casa, um com 5.0 outro com 5.0.1 e essa funcionalidade só está presente no 0.1. Funciona bem, quando o tenho na mão não bloqueia nem no bolso. Depois de pousar o equipamento demora cerca de 15 segundos a volta a bloquear. Parece me uma funcionalidade útil.

  5. Benchmark do iPhone 6 says:

    É para rir às gargalhadas. Isto é só mesmo para aumentar a lista das novas funcionalidades.

    Como utiliza o groscópio para detetar a alteração do movimento e bloquear:

    – Se estiverem a andar com o smartphone desbloqueado num saco a tiracolo – se pararem bloqueia
    – Se estiverem com ele na mão – se o pousarem bloqueia

    Se encontrarem uma utilidade para isto digam.

    http://www.androidauthority.com/on-body-detection-lollipop-smart-unlock-595999/

    • André says:

      Tens toda a razão é mesmo assim que está funcionalidade funciona. Podes não arranjar utilidade mas para mim só o facto de não bloquear quanto o tenho no suporte do carro já é uma utilidade (entre outras). E só funciona porque o movimento do carro provoca forças no giroscópio e simula que está nas mãos de alguém.

    • Cláudio Esperança says:

      Terias de ser utilizador do smartlock para reconheceres as vantagens disto. Pessoalmente acho que me vai dar jeito.

      Eu tenho o equipamento cifrado e protegido com PIN. A ideia não é tanto a preocupação de acesso aos dados por parte das pessoas que conheço mas sim garantir alguma proteção caso perca o equipamento ou este seja furtado.

      Neste momento o equipamento não bloqueia no carro, em casa ou quando vou correr, e como desbloqueio através do rosto não funciona muito bem com pouca luz, acho que isto pode ser útil quando tenho simplesmente o telemóvel no bolso.

      • Nunes says:

        o problema é que estes métodos assumem certas condições como seguras quando facilmente podem não ser. Por exemplo muitos dos roubos de telemóveis acontecem quando as pessoas estão a usar o aparelho, ou até quando têm nos bolsos – 2 condições que este método assume como seguras e em que mantém o aparelho desbloqueado.

    • Pedro says:

      Ou seja, não tens e estas com inveja. Certo 🙂

      Eu tenho e adoro 😉
      P.S: A juntar a todas as outras features do smartlock como:
      Desbloqueio por localização (Ex: qnd estou em casa n pede codigo no trabalho pede)
      Desbloqueio pela face,
      Desbloqueio por WIFI X ou Y..

      Coisas que vais conhecer em 2030 🙂

    • Carlos says:

      Pronto lá anda este, ainda não tratas te dos cotovelos?

      • Nunes says:

        hás de explicar como é que ele poderá ter dor de cotovelo tendo o TouchID!?
        A única coisa interessante que eu vislumbraria com uma ideia deste tipo seria em prolongar ligeiramente o intervalo de tempo para o bloqueio e desligar do ecrã, isto é, em vez de ter 15seg para interagir com o ecrã, passaria por exemplo a ser 30 ou 45seg, mas não fazer o que esta medida preconiza [e que abre um buraco na segurança]!

    • gdfgd says:

      se fosse da tua marca predileta ja era uma inovação 1000 anos a frente da concorrencia 🙂
      como nao é , ja é inutil…

      a infantilidade de so olhar para o proprio umbigo “amuses me…”

  6. Andre Guedes says:

    Esta funcionalidade é bastante útil para os ladrões, ou é só impressão minha?

    Uma vez que no bolso, ou na mão, o telemóvel não bloqueia, e ao passar de mão em mão também não, isso quer dizer que se um ladrão te pedir o telemóvel, vai ficar com ele desbloqueado e pronto a usar! #wellDoneGoogle

    • tiago says:

      Ia dizer o mesmo… quantos de nós não andamos com o telemovel no bolso?

      Então vai andar sempre desbloqueado…? deve ser engraçado… é fazer chamadas á toa… lol

      Fazem uma coisa boa que é dar o privilegio de tirar os programas de origem que o pessoal não quer e depois fazem isto…

      Além de que se tivermos a mexer no telemovel, ele nunca bloqueia… posso estar a ver mal mas…

    • Pedro says:

      Ou seja, se um ladrão te pedir o telemovel a ti e te quiser roubar também o tem desbloqueado a não ser que sejas diferente dos outros e lhe digas, “deixa-me só bloquear o meu telemovel que já te dou”.

      Se o tiveres na mão e estiveres a mexer nele esta desbloqueado, seja ele qual for.
      A diferença é que com Android podes pedir uma fotografia a quem mais tarde tentar desbloquear se por acaso o bloquear e ainda podes ter a opção de ele não conseguir desligar o telemovel se estiver bloqueado ;)… São coisas.

      • Nunes says:

        “Se o tiveres na mão e estiveres a mexer nele esta desbloqueado, seja ele qual for.”
        a diferença é que ele só se mantém desbloqueado se o ecrã for usado dentro dum limite de tempo, tempo esse que facilmente expira como qualquer um pode constatar e daí o propósito deste novo método em que basta o telemóvel continuar em movimento para se manter desbloqueado – coisa que acontece num roubo!

      • PSL says:

        Essa opção funciona se eu tirar a bateria?

        Que giro!

    • SSaraiva says:

      quando o tlm pousar, ele vai pedir novamente o pin

      • Nunes says:

        a questão é que isto aumenta consideravelmente o tempo em que fica desbloqueado após um roubo, dando a oportunidade ao ladrão para ter melhor acesso ao sistema e a dados que possam comprometer o resto da segurança!

  7. Daniel de Melo says:

    Eu já tenho disponível no Nexus 4 com CM 12 (Android 5.0.2).

    Não vou utilizar.

  8. djx says:

    Eu só tenho o smartlock ativo com o moto 360, de resto está tudo desativado.

    • André says:

      Também tenho esta funcionalidade, mas está desactivada. Acho que não é segura (ex. carteiristas, etc..)

      Utilizo o mesmo sistema que o djx, mas no meu caso com um gear 2 neo. Quando sai do alcance Bluetooth pede a impressão digital.

  9. David says:

    Por acaso deixei de usar qualquer método de desbloqueio senão o de deslizar por isto mesmo, estava sempre a ter que por o código e havia alturas que não tinha paciência ou simplesmente não dava jeito e a detecção de cara funciona dependendo sempre da luz.
    Vou tentar andar com código e com esta funcionalidade activa a ver se consigo voltar a usar algum dos métodos de desbloqueio.

  10. Acácio Bernardo says:

    Ok, quando roubarem o telefone do bolso de alguém, já vem desbloqueado! LOL

  11. Samuel says:

    Tenho em uso com o Gear 2, quando ligado nao pede PIN

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.