Quantcast
PplWare Mobile

RoBoHon, a evolução do smartphone

                                    
                                

Autor: Maria Inês Coelho


  1. Wistfultale says:

    Não, lol.

  2. Luis Costa says:

    Só achei engraçado a parte do projector, de resto parece um robo para crianças. Estes japoneses parecem tão solitarios ao inventarem tantos robos para fazer lhes companhia

  3. Zukunft says:

    Isto tem mais impacto na cultura deles.

  4. B@rão Vermelho says:

    Isto bem trabalhado até pode ser útil, pelo menos foge às ultimas tendências

  5. Osvander says:

    Achei muito legal, principalmente para as criançadas que vão adorar. Para os adultos sei não, pois é muito infantil.

  6. marco chapita says:

    isto é tudo muito engraçado o unico problema é que em portugal nao iria ter sucesso por uma simples razao,ele utiliza um genero de assistente pessoal e como todos sabemos nem a apple nem a samsung poem em Portugues de Portugal os assistentes nem mesmo a google ,por isso falar com o boneco/robot nao iria ter a mesma funcao porque temos que falar sempre em ingles com ele ou portugues do brasil.

  7. panhonhas says:

    Deviam fazer um em versão feminino, para tarados como eu.

  8. Marcio says:

    E por aquilo nos bolsos vai para lá vai, lá vão contratar costureiros para alargar os bolsos junto da loja de venda

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.