PplWare Mobile

Problemas com Note7 podem custar $1000 milhões à Samsung


Gestora de conteúdo e de redes sociais do Pplware. Mestre em Economia, foi o fascínio pelo universo da tecnologia e da comunicação que falou mais alto.

Destaques PPLWARE

  1. Ricardo says:

    Volto a comentar, o note7 nao é o smartphone a comparar ao iPhone 7. O modelo comparativo é o Galaxy s7.
    E sim, claro que iria haver perdas, se houvesse lucros, todas as empresas lançavam smartphones com baterias explosivas!
    Apesar das perdas de lucro, a samsung reagiu muito bem ao retirar imediatamente do mercado, apesar de terem sido conhecidos 40 casos em centena de milhares de smartphones vendidos.
    Já outras empresas, onde mais casos de outros problemas aconteceram ainda nem reconheceram o defeito.

    • Mário says:

      100% de acordo

    • Rui Jorge says:

      o note 7 compete com o iphone 7 plus.
      o galaxy s7 com o iphone “normal”.

      • Ricardo says:

        O iphone 7 plus vai trazer “caneta” incorporada? E todo o conjunto de aplicações que isso permite?

        • Trend says:

          Estás a dizer que a única coisa que interessa no Note é ter caneta?

          • Ricardo says:

            Não, mas se ele diz que o iPhone 7 plus é comparável ao note, como podemos fazer isso, se nem fazem as mesmas coisas?
            É como comparares dois carros, um tem nitro outro não, e mesmo assim queres comparar.
            Nunca disse que a única coisa que interessava era a caneta. Há muitas outras coisas. Tu fizeste essa presunção.

          • Trend says:

            Ele não disse que é comparável ao Note, ele disse que compete com o Note, e para competir não é preciso ter tudo igual ao outro.

          • Filipe Teixeira says:

            Que conclusão mais ridícula. O note 7 é um conceito diferente do plus, não competem um com o outro, aliás não há nada no mercado que se compare ao conceito do note.

          • Trend says:

            Filipe Teixeira, Não compete? És tu que sabes o que é que toda gente pensa quando compra um Note para saberes que não compete? Toda a gente compra o Note por causa da caneta?

          • Filipe Teixeira says:

            Trend, nem toda a gente o compra por causa da caneta, mas o que o diferencia dos outros é a caneta e todas as funções que isso traz.
            Mais uma vez, pra mim é um conceito totalmente diferente de tudo o que há no mercado.

          • Trend says:

            Se nem toda a gente compra pela caneta então há concorrência no mercado entre os aparelhos, simples. Quanto a ser um conceito totalmente diferente, os dois não são ambos smartphones?

          • Aguamenti says:

            Por ter cane… perdão, lápis, a Apple já andou a dar a ideia que o seu iPad Pro 3 é um computador, e muitos iFans referiram ser um conceito totalmente diferente. Então não é tudo tablet? Bora comparar um iPad Pro a um tablet Android sem caneta nem nada que se pareça.

          • Trend says:

            Aguamenti, essa de vires com conversa de que supostos iFans dizem coisas não aquece nem arrefece, pura falácia de argumentos. Não é por ter determinadas vantagens que o iPad Pro deixa de ser um tablet, transforma-se em algo completamente diferente e deixa de competir no mercado com outros tablets.

        • Daniel says:

          O iphone 7 vai trazer 3D touch. E ao contrário do note 7, o 3D touch funciona fora das aplicações de fábrica

    • João Reis says:

      Eles não retiraram, alias disseram que essa informação do total recall nunca foi oficial 🙂

  2. MiguelDias says:

    Ao menos tem consideração pelos clientes, vieram pedir desculpas e retomaram logo os equipamentos para substituir por novos sem este problema.

    Já a apple tem o Iphone 6 e 6Plus cheio de problemas e não assumem a falha, o ppl que fique com 800€ a servir de pisa-papeis…

    • Trend says:

      Há uma grande diferença entre baterias potencialmente explosivas em aparelhos novos e problemas de causa indefinida que possam ir surgindo com a idade nalguns aparelhos

    • int64 says:

      Estás a comparar uma situação que ocorreu com o passar do tempo e que não pega fogo. Eu (e muitos outros pelo mundo fora) tenho uma situação com a TV da Samsung. Desliga e liga sozinha. Só apetece jogar à parede. Ainda estou à espera que a Samsung peça desculpas e recolha todas as TV´s que vendeu que acabam desligar e ligar sozinhas e que tanta gente afectou pelo mundo inteiro. Mesmo que avariem durante a garantia, eles resolvem o problema e o mesmo volta a aparecer passados poucos meses até ficar fora da garantia e nós sem solução. Uma outra TV que aqui tenho em casa de 50″ apresentou os mesmos sintomas ha cerca de 1 mes atras, felizmente durou um dia e depois de umas porradas começou a funcionar bem. Mas já sei que esta também me vai dar problema não tarda nada e vou ficar com 2 TV´s para aguardar em que um dia a Samsung se responsabilize. Dúvido que tenha essa sorte, mas enfim….
      Grupo de queixas de lingua Portuguesa no Facebook: https://www.facebook.com/groups/SamsungTVdesligaLigaSozinha/
      com 4716 membros.

      • Ricardo says:

        Colunas e televisão um ano sem problemas. U65 j9500 , jw8500.
        Zero problemas, foram mais de 5 mil euros para alguma coisa.
        E já tive outras televisões e zero problemas. Não deve afectar todos.

      • DeuX says:

        A mim tambem aconteceu isso com uma TV da Samsung e cheguei a conclusao que era devido aos botões capacitivos da TV. Como já estava fora da garantia e não estava para me chatear o que fiz foi ir ao menu secreto e activar o modo hotel. A partir dai controlo a TV so com o comando remoto e ela nunca mais se desliga.

      • MLopes says:

        desculpa mas só ainda tens o problema nas mão porque não estás a agir corretamente, talvez por desconhecimento.
        um problema com um aparelho que não é resolvido após diversas intervenções em garantia é considerado como um defeito de origem. ora os produtos defeituosos só podem ser vendidos se o defeito estiver claramente assinalado e for dado a conhecer ao cliente.
        ora um produto com defeito (um que tem um problema que não é resolvido) vendido sem que o defeito tenha sido assinalado e do conhecimento do cliente pode ser por este devolvido com a devolução integral do valor pago.
        sobre esta matéria podes consultar a diversa legislação portuguesa sobre garantias e produtos defeituosos

  3. Barão Vermelho says:

    Não sei se é possível ou viável fazer seguros de produção, não poderá a Samsung e as outras empresas terem algum tipo de seguro para este tipo de problemas?

  4. Asdrubal says:

    $1.000.000.000 para a Samsung são trocos.

    • Nitoglycérine says:

      Efetivamente, eles podem pagar!
      Agora a sério: isto parece-me que não é de todo isento de retorno, pois cai certamente bem àqueles que já tinham feito a compra do equipamento. Não têm qualquer motivo para se sentirem abandonados. Nem tão pouco para terem receio de aproximarem o equipamento do ouvido. E é assim que as coisas devem ser resolvidas! Não fazendo finca pé (ai, e tal… utilizaram material que não era de origem, e deu nisso!…) e assobiando para o lado, como quem tenta adiar o inevitável. Terão certamente retorno por parte de muitos clientes, é o que eu acho. E não tenho nenhum Samsung! Enfim, até tenho uma série de impressoras, um leitor de cds e etc. E dois iphones.

  5. Carlos says:

    Tão, podem sempre vendê-los como granadas de mão!
    Afinal de contas a Samsung já tem uma divisão que fabrica armas, é só aproveitar!

  6. Alpha says:

    A Samsung decidiu ser solidária com a Apple e os 13 mil milhões que deve em impostos.

  7. Luis Alves says:

    Eles agora podiam lancar uma nova campanha e darem os oculos e o carregador wireless como compensacao 😀

  8. Miguel Amaral says:

    Mas que raio de conclusão de que comprar um iPhone 7 é sempre melhor que comprar um telefone potencialmente explosivo!! Então a Samsung não está a resolver o problema….(ao contrário de outras companhias que fingem que os seus problemas não existem). Nunca mais me esqueci do problema de tapar a antena com a mão afinal era um problema do utilizador que não sabia agarrar o telefone corretamente.

  9. Manuel says:

    Uso tudo Apple por isso posso dizer algum disparate. Parece-me que uma empresa séria e que faça os devidos testes antes de lançar um produto novo para o mercado, deveria antecipar este tipo de problemas, mas como falamos de uma companhia que lança telemóveis novos todos os dias tal não é possível. Estão a assumir, também era o que mais faltava ignorarem semelhante situação.

  10. TA says:

    Nestes casos quem costuma pagar o recall é o fornecedor do componente avariado. Ou seja o fabricante da bateria. Que deve ser um de vários. E para azar de todos não deve fornecer apenas a Samsung.
    A notícia é fonte de um grupo financeiro, porque raio dizem que o prejuízo vai ser todo da Samsung.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.