Quantcast
PplWare Mobile

Nokia N9 finalmente confirmado…

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Tiago Dias


  1. Parece ser bastante interessante o SO. Tenha é a falta de aplicações e o possível abandono por parte da Nokia como é habitual.

    • lmx says:

      Este SO é um luxo, core moblin e interfaces Maemo,o melhor dois dois mundos…
      tenho pena que o ecran não saia exactamente de 4″ como o X7, embora saia mais potente que o X7…vamos ver se é desta que começo a bombar na shel do n9 ;).

      cmps

  2. Hi World! says:

    Era bom, se a Nokia viesse a investir fortemente no MeeGo.. Coisa que não irá acontecer… :X

    A ver vamos se haverá alguma outra marca que invista neste SO (algo que a Intel tenta fazer)…

    • lmx says:

      existem imensas marcas que estão prontas para lançar dispositivos com meego.
      esta jogada infeliz de passar a ter tm com windows foi uma facada directa no coração…mas ainda estou em duvida se a nokia a ira perpectuar mesmo…não estou a ver um gigante como a nokia gastar recursos num so para agora as outras marcas virem lhe tirar o lugar…ela tem que acordar…pode ser que este tm seja o primeiro.

      no entanto acho que podia ter mais autonomia, e ecran um bocadinho maior.

      cmps

      • lmx says:

        podia ter 2/3 GB de ram e não apenas 1 GB, mas pronto…grande canhão.

        cmps

        • RCS says:

          E que tal um dual core? No meu galaxy S assim que faço OC noto logo a diferença, o que me leva a pensar que o primeiro bottleneck possa estar no cpu.

          • lmx says:

            sim, o teu raciocínio esta correcto, mas MEEGO é muito a frente, não te esqueças que isto corre linux/c++, e não linux/java.
            Por outras palavras o MEEGO é um animal feroz, onde o android, é uma presa fácil(MEEGO mais leve).
            Obviamente é muito mais fácil produzir aplicações para o android do que para MEEGO(embora considere que é fácil criar aplicações em QT…),não existem tantas, alias poucas, mas vão surgir, e com elas compiladores, etc, para um gajo poder ter um verdadeiro computador no bolso.
            Vai ser bom para todos 😉

            cmps

          • TelmoB says:

            Se for como o Maemo dá para programar em C, C++, python..
            Gosto mais, do que o java usado pelo Android.
            A plantaforma QT não sei muito bem em que base trabalha e como disseste ainda existem poucas ferramentas actualmente..

          • lmx says:

            Boas..
            a Troltech criou uma ferramenta idêntica ao Visual Basic, esta ferramente permite de forma “simples” trabalhar em C++, usando interfaces gráficas tal como no Visual Basic.
            Mas comparar QT ao VB é muito redotor, QT é muitissimo mais que isso, tens interfaces riquissimas, e uma velocidade brutal do c++.
            O java também já é muito rápido, mas as interfaces graficas são muito pesadas…Android.
            Qt é brutal, a Nokia comprou esta empresa aqui a uns anos, saca o Qt Creator e vai brincando… 😉

            cmps

          • lmx says:

            O MEEGO é core moblin(extremamente enxuto), e interface gráfica MAEMO.
            Para teres ideia o moblin chega a fazer boot em 3 segundos 🙂

            cmps

  3. Lokier says:

    Realmente parece muito bom, mas sou um pouco céptico em relação a estas manobras depois de ter anunciado uma parceria com a microsoft, é estranho estes investimentos.

    • Tiago Dias says:

      Não acho estranho. A Nokia não quer, nem deve, ficar exclusivamente dependente do SO da Microsoft.. é normal que mantenha o investimento e desenvolvimento nos seus próprios sistemas 😉

      • TelmoB says:

        Sim é verdade, mas é preciso ver que a aposta da Nokia no MeeGo decresceu depois do acordo com a Microsoft.. tendo até outras empresas entrado no “barco” com a Intel, que se mantei firme na aposta..

        • Não é absolutamente verdade que tenha decrescido. A nokia continua a contratar para as instalações em Ulm (alemanha) que trabalha nesta área, e ao que sei não eliminou postos de trabalho na area que desenvolve este UI.
          O que decresceu muito foi o outsourcing, e o symbian, dito tradicional…
          O Meego vai relativamente bem com grandes apostas em segmentos menos explorados, como o infotainemt, ipTV, etc etc.. A LG juntou-se a equipa de desenvolvimento.

          O Qt, coração de toda a plataforma tem visto o seu desenvolvimento acelerar nos últimos tempos, com a abertura do seu desenvolvimento a todos incluindo gigantes como a intel.

    • Vítor M. says:

      A Nokia pretende ser acima de tudo um “fornecedor” de hardware nesta altura. Não me admira que em breve apareçam equipamentos com Android.

      Symbian, Meego, Windows Phone são já exemplos do que pode ter sucesso com dispositivos Nokia. Falta acertar no SO.

      • Tambem não é verdade, grande parte do atrazo da saída deste device deve-se ao facto da nokia pretender desenvolver todo o UI dentro de portas…E ao que sei este ter passado por varias versões e varias implementações ate estabilizar neste UI/Qt quick combo.

        Até mesmo no caso do WP7 a nokia reservou o direito de alterar todo o UI.

        A nokia esta a apostar em trazer o Qt Qml até aos telemóveis ditos “dumb”.

        Portanto não é verdade que a nokia pretenda ser só um produtor de hardware.

        Complicado de explicar é de facto a situação com o WP7/8 cujas vendas continuam muito baixas e o requisitos de hardware muito altos. Relembro que a Nokia ao contrario de outras marcas faz toda a gama de terminais desde o mais barato até ao mais caro…. O wp7 não escala de todo pelo menos para já… a ver vamos….

  4. racpxt says:

    Nokia, nunca é tarde, não existem becos sem saída de sentido único, ainda podem inverter a marcha. No fundo do beco onde se meteram existe um muro de betão, ainda querem continuar prego a fundo?

  5. Anónimo says:

    A nível de design é dos mais interessantes que já vi, gostaria de ver este equipamento com a opção ANDROID, se o preço for competitivo não há qualquer duvida que a nokia vai apresentar um excelente terminal.

  6. JC says:

    É o primeiro telemóvel da Nokia que eu gostaria de ter desde há muito tempo, e é precisamente o que tem o SO que eles vão deixar de utilizar.
    Brilhante…

  7. TelmoB says:

    Além do N9, a Nokia vai lançar o N950 para os developers.
    Não percebo muito bem a ideia, mas só vejo uma tentativa de os levar a desenvolver a plantaforma MeeGo, para melhorar o SO de forma a que seja bem visto no mercado, porque os developers têm sempre em conta esses aspectos.

    O N9 está muito bom, a nível de design então gosto bastante, vamos lá ver se alguém vai “sair” do Android e trocar por um destes. Acho que vai ter mais vendas que o N8.

    A Nokia vai continuar a apostar no Symbian por mais um tempo, a par com o MeeGo e com o WindowsPhone. Na minha opinião quando o MeeGo estiver mais “maduro”, vai deixar o Symbian e passar a ter MeeGo no geral e entretenimento e WP para uma utilização mais empresarial.
    Seria porreiro a Microsoft deixar activar os serviços XboxKinect com o MeeGo.

    • Francisco Ferreira says:

      A Nokia não vai lançar o N950, não vai estar à venda. É um modelo ligeiramente diferente do N9, se quiseres, chama-lhe um N9 versão developer. E a Nokia vai oferecê-lo a alguns developers para, naturalmente, incentivar o desenvolvimento de aplicações para este telemóvel.

      • TelmoB says:

        Eu disse.. “vai lançar o N950 para os developers”..
        Não disse que ia estar à venda para toda a gente comprar 🙂
        É diferente porque têm ecrã de 4” e não de 3.9” e além disso possui teclado fisico.

        É um mini computador para ajudar a desenvolver a plantaforma e acho que é uma boa ideia.

      • lmx says:

        também quero um vou pedir um a nokia, a ver se me arranjo, epa nem que tenha que fazer umas aplicações em QT, este tm com teclado…é um canhão!!!!

        cmps

  8. MOr says:

    Para mim é excelente mas como a grande aposta da Nokia é o WP7 poucos vão investir neste aparelho com receio do abandono da Nokia.
    O único receio que tenho é a falta de aplicações que existem na concorrência como já acontece com o Symbian mas se der para meter Android ou WP em dual boot será um bom investimento.

  9. BlinZK says:

    Design extremamente elegante!
    Vejamos os testes e a aceitação num mercado onde já existem 2 Reis!

  10. sammboga says:

    Pois este sera o primeiro e ultimo Nokia com o Meego. Tenho pena pois este seria uma boa forma de combater os outros SO’s que por ai andam e que sao bons tambem.
    Mas e o que da em ir buscar CEO’s que apesar de perceberem das coisas nao entendem o que fazer com um gigante. A MS pode ser grande mas nos telefones nao tem sido grande coisa. A Nokia vinha a liderar… e agora este gajo veio afundar.

  11. The STK says:

    Meego não tem hipóteses… é uma pena, um terminal tão porreiro com Android era uma bomba. A Nokia continua a cavar a própria sepultura.

    • “Meego não tem hipóteses” e porquê? é um Linux como o andrid. Tambem pode correr java como o android, esta completamente livre para fazeres o que entendas com o SO ao contrario de todos os outros…
      A portar um jogo android sobre openGls para esta plataforma é relativamente trivial.

    • Ghost_Rider says:

      Se MeeGo não tem hipóteses, então o Android não existe.

      • lmx says:

        Completamente de Acordo…o MEEGO é a mais pura nata a nível de SO portátil.
        Já trabalharam nele a intel com a Canonical(ubuntu), depois intel e Red Hat, depois quando passou a integrar a interface grafica do maemo e se passou a chamar MEEGO, intel e Nokia e muitos outros.
        Este SO tem o melhor que se fez até agora, é uma maquina! é leve, tem uma interface gráfica muito poderosa.
        Em suma é um canhão!!!
        A concorrência que não se cuide….

        cmps

        • TelmoB says:

          O MeeGo só falha no facto de não ter saido já no N8 ou até mesmo já terem lançado uma actualização para o Maemo do N900..
          Pode ser bom, mas está atrasado no mercado e isso deixa-o em desvantagem em relação à concorrência.

          Tudo isto fez com que a Nokia fosse fazer a parceria com a Microsoft, visto que o seu Symbian já não chega para o mercado actual e o MeeGo estava atrasado.

          • lmx says:

            Boas..
            concordo que já deveria ter saído a mais tempo, mas discordo como abandono do symbian o 3 esta bastante bom, é so preciso limar umas arestas, pois de vez em quando a coisa empanca, mas deveria ser resolvido em breve…

            cmps

  12. RF says:

    Gostei do Design do tlm.. é bonito e deve ter sucesso, isto se o SO for simples como o dizem! Não gosto do “menu” com todas e mais algumas aplicações, como vemos na 1ª das imagens em cima.. mas gostos são gostos! Já tive muitos Nokias.. e 80% desiludiram-me em termos de qualidade/preço! Portanto quando leio: ” Nokia (..), continua a apostar em dispositivos topo de gama e de excelente qualidade.” Todo de gama.. dá para ver no preço absurdamente alto, mas qualidade, até mesmo nas reparações é coisa que ainda têm que aperfeiçoar muito! Isto para dizer que assim como eu, muitos antigos clientes Nokia mudaram para outras marcas.. Samsung principalmente! E muito sinceramente, não troco o meu tlm (com 1 ano), por este N9 pois não traria nenhuma mais valia! Outra questão é saber se será apenas mais um SO lançado e que acabará por morrer como a Nokia já nos habituou, pois são dispositivos caros, e onde a maioria dos programadores não investe o seu tempo pois sabe que não irá ter retorno! Daqui a 6 meses veremos como o mercado recebeu este N9..

    • Tiago Dias says:

      Quando falo em qualidade, refiro-me à qualidade do hardware, à qualidade de construção.

      Temos exemplos recentes, o Nokia N8 e o Nokia E7, que provam isso mesmo. A Nokia continua no topo no que respeita à qualidade dos aparelhos.

      O problema até agora é que vêm com um sistema operativo que “castra” os equipamentos.

      Agora em qualidade dos telemóveis (a construção, os materiais, e até o design), a nokia continua um dos melhores! Falta-lhe o software à altura do hardware, esperemos que seja o MeeGo e o WP7 que venham dar esse equilíbrio.

      • RF says:

        Desculpa discordar.. mas opiniões são mesmo isso, cada um tem a sua, e ainda bem que assim o é! Já tive mais de 12 Nokias, e a qualidade dos materiais deixava muito a desejar se comparada com a Samsung, HTC, Iphone’s dos mesmos preços/mercados alvo. Tive Nokias que com o uso pura e simplesmente a cor prateada desaparecia, outros o ecrã riscava-se logo, até cheguei a dois casos em que o tlm foi 3 vezes para arranjar e cada vez estava pior porque a assistência que é dada em Palmela é de fazer “chorar” para não dizer dizer outra coisa! Chegaram inclusivamente a dizer que não arranjavam o tlm porque estava com “humidade” isto depois de andar cá e lá.. e com teclas coladas, sim coladas (super-cola) pela Nokia! Outro em que o ecrã touch das duas vezes que foi a arranjar, nunca veio bom, e felizmente devolveram-me o dinheiro (Fnac). Ou tive muito azar, o que acho estranho visto amigos e conhecidos contarem-me experiências semelhantes, (e também eles terem mudado), ou então não sei.. Mas a minha ultima experiência com Nokia foi à 1 Ano.. Pode ser que já tenham elevado os seus padrões de qualidade de construção, mas nem tão cedo irei comprar desta marca pelas razões que já apresentei.. No entanto espero que a Nokia consiga levantar-se e fazer real concorrência a outras marcas com outros SO.

  13. Pedro says:

    É um Nokia must have sem dúvida! (ao contrário dos outros mais recentes)
    Estes últimos lançamentos da Nokia têm sido um pouco decepcionantes: a plataforma symbian da qual já nem a Nokia acredita torna estes telemoveis praticamente obsuletos, e o acordo com a Microsoft surge quase como um adeus ao Symbian.
    As pessoas querem um smartphone e, acima disso, uma plataforma que seja future proof! E é aí (e na falta de apps para Maemo) que este aparelho falha.
    A Nokia tem de defenir um rumo estável e coeso para que os clientes se sintam confiantes no momento da compra dos seus aparelhos.

    • Por curiosidade fui ver quantas aplicações tinha disponíveis no meu n900, antecessor deste n9…. e rapidamente percebi que não valia a pena continuar a contar, são milhares. e isto para um telemóvel que era só para geeks.

      • MV says:

        O artigo mostra um pensamento linear e lógico, mas mesmo assim ainda não me convence. O MeeGo, pelo que se vai lendo e testando (dentro do possível) já promete, e cumpre, muito, e apesar de tudo que foi dito – da Nokia o abandonar, apostar no WP7, e todas essas tretas, ainda nada está escrito em pedra. Ainda tenho esperança que a maré pode mudar, que Elop/Nokia/alguém repare no potencial que o MeeGo pode ter como um SO para smartphone e invista, faça sair mais aparelhos. É como disse num outro meu comentário, o MeeGo está pronto para mais plataformas que o WP7, e pronto JÁ, não daqui a x meses, como o WP7. Claro que tem de evoluir, deve evoluir, mas claro que têm de o deixar.
        Só o futuro dirá o que poderá acontecer. Dependente do que o N9 venda, das ondas que faça na comunidade, e as cabeças que vire. Muita coisa poderá ainda acontecer.

        Como disse, ainda tenho esperança porque existe muito espaço para manobra. É um bom SO com uma base muito forte. Para além do utilizador ocasional de smartphones, ou aquele que compra a pensar que tem um cpu power ninja, que tem apps que arrotam e o raio, mas realmente não distinguem o traseiro da garganta, o MeeGo tem muito potencial, tal como o Maemo tem/tinha, seja em development, UX ou UI. MAS, e um grande MAS, a Nokia abandonou o Maemo, por isso tolos existem.

  14. gustajes says:

    Há muito tempo que não via um Nokia tão apelativo, em hardware, software e design, e como já foi dito um que me levava a comprar Nokia.

  15. eu mesmo says:

    o MeeGoo parece ter mais potencialidade q o Windows

  16. Marcos Santos says:

    Vai ser o proximo, o meu Xperia X10 foi-se a vida 😐

  17. Mendeslb says:

    A Nokia para mim morreu, até podem ser os melhores do mundo mas já ñ vou comprar nem mais um, agora só com o Android, o resto é conversa…

    • speed says:

      então gostas da insegurança que o android te da. virus nas app, fragmentação, crashes passar o tempo a modar de rooms e meter rootssss. loool

      • RCS says:

        Há casos em que a fragmentação pode ser uma coisa positiva. Depende sempre do terminal em questão.
        Posso dar um exemplo: Um telefone de topo agora, irá ser equivalente a um telefone de média gama daqui a 2 / 3 anos, e nessa altura, vai dar muito jeito não teres de ter um topo de gama para jogar por exemplo.
        Dá mais trabalho aos developers, mas pode ser útil.

        Se comprares um de média gama agora é obvio que daqui a uns anos vai ser mais um pisa papeis do que outra coisa. Tem tudo a ver com a escolha que se faz e esta escolha é possível em android.

        Não percebes nada do assunto, corres o risco de comprar um charuto, mas se perceberes podes tirar muito rendimento do dinheiro que gastas.

  18. Emannxx says:

    O telemóvel é lindo, e no video é dito uma grande verdade… de nada vale ter 10 milhões de megapixeis numa câmara, se a tecnologia/qualidade da mesma for uma porcaria… é o que eu vejo nos androids… muitos deles têm câmaras com 12 megapixeis, mas a qualidade é uma autêntica porcaria (comprovei eu mesmo)… o meu Nokia 5800 com uma lente Zeiss tira melhores fotos que muitos desses androids com lentes de marca branca…

    • RCS says:

      O que estás a dizer é equivalente a dizer: Eu vejo por ai pcs com windows que são uma bela trampa. O meu pc que tem linux é muito mais rápido que muitos que andam ai com windows.
      Tem alguma lógica esta comparação de windows com linux?

      • Ghost Rider says:

        Ele não disse isso.

      • Emannxx says:

        Não! LOL!

        Para adaptar o que eu disse à comparação que fizeste, poderia ficar assim:

        Ter um processador de “marca branca” dual core de 3,5 GHZ nada tem de melhor que um Intel i7 de 2, se a tecnologia/qualidade/construção neles empregue for uma porcaria, pois a intel emprega tecnologias de ponta nos seus processadores, o que os torna mais potentes, não necessitando de muitos apetrechos.

        Era basicamente isto que queria dizer.

        De nada adianta teres 12 megapixeis (que basicamente são o tamanho máximo da imagem, nada mais) numa câmara, se a qualidade/tecnologia da lente for uma treta básica, pois, com uma lente melhor, com tecnologia avançada etc. consegues resultados muito superiores, e não necessitas de ter 12 megapixeis, pois, como disse, os megapixeis estão relacionados com o tamanho (resolução) da imagem – não a qualidade desta.

        • Ivan Silva says:

          Nao me parece que saibas bem do que estas a falar… E, ja agora, eu tambem tenho o Nokia 5800 e nao acho que a camara seja grande coisa… Entao se tiver pouca iluminaçao e mesmo para esquecer! Isto para nao falar na qualidade do vídeo…

          • Ghost Rider says:

            Mas mesmo assim, existem câmaras supostamente melhores em outros telemóveis que não o são. Basicamente, ele disse isso.
            A qualidade do vídeo acredito que tenha mais a haver com a capacidade de processamento do telemóvel.

          • lmx says:

            a qualidade tem muito a ver com a velocidade de captação de imagem que nos telemoveis é muito lenta devido aos sensores/processamento…
            desixa a imagem “borratada”..

            cmps

  19. ST says:

    parece-me que andam por aqui pessoas da concorrência Nokia, com muita preocupação :p
    Grande telemóvel e pelo que já vi no youtube, este SO promete…
    Boa jogada Nokia!

  20. Preto says:

    Viva,
    Sou um Nokia fan e este está mesmo lá…tenho pena é de eles com a qualidade de hardware que teêm vindo a disponiblizar, o SO seja retrogado!! Mas este meego é excelente!!
    Imagino muitas vezes o meu N8 com o Meego ou até o android!!

    O que falta à Nokia é o Pinto da Costa:-)

  21. eduardo says:

    Meegooooo Meegooo finalmente, mal posso esperar para instalar no meu n900. Muita gente ai a falar nos benefícios do Android, sem conhecimento algum de causa… A unica razão para instalar o Android em vez do Meego é só mesmo a quantidade de apps e o facto de estar na moda. O Meego (o Maemo pelo menos porque ainda não experimentei este SO)é tão mais versátil que nem dá para tecer uma comparação.

    Pode ser que a Nokia ganhe juízo, que isso de andar a fazer tlm com Windows é um tiro no pé de todo o tamanho.

    • Ricardo Borges says:

      Peço desculpa mas só conheço o Android daí não perceber quando falas em versatilidade. Podes elaborar um pouco mais Eduardo ?

      • eduardo says:

        O Android é um OS porreiro com montes de aplicações,embora a maioria não passe de lixo. Não tens acesso nativo a root do telefone, por isso olá jailbreak e adeus garantia. Quanto a mim é aí que o Maemo/Meego se destaca, enquanto que o Android proclama ser livre, mas corta-te as voltas em todas as curvas com O Maemo tens um OS verdadeiramente livre, com todo um mundo de maravilhosas possibilidades. Uma vez que é baseado em debian linux é bastante fácil programar e fazer porting de software, de facto eu no meu n900 já corri em dual-boot o android e o Maemo, e também já instalei o windows (muito lento).

        Afastando-me um pouco do aspecto mais geek da coisa o maemo/meego permite multitasking, ou seja podes estar a jogar, escrever uma mensagem, ir a internet e ver um filme ao mesmo tempo se te der na gana.

        Resumindo o Android tem a seu favor a quantidade de apps, estar na moda, ter o gigante google atrás e uma quantidade de telefones brutal a correr o OS (não sei se considero este ultimo ponto uma vantagem mas ok). Por sua vez o Meego será um sistema que embora não seja tão eyecandy terá um potencial de customização bastante superior, e para quem quer apps, sempre pode instalar no Meego os apps do Android – Acho que isto diz tudo

  22. Bruno B. says:

    Este telemóvel irá ter adobe flash reader?

    • Elements says:

      Se estás a falar do Adobe Reader (o leitor de pdfs) então não te preocupes, pois caso não tenha no lançamento depressa aparecerá.
      Agora se estás a falar do Adobe flash player então não sei, até agora não houve nenhuma referência à presença ou não do flash player, apenas a HTML5.

  23. lmx says:

    tiago…
    onde esta o fabuloso teclado querty que aparece nos videos do youtube, e que daria um jeitasso daqueles, para curtir na shell???

    cmps

    • Elements says:

      O teclado qwerty está presente no N950, que é dirigido a developers, receio que não vá sequer aparecer nas lojas.

      • lmx says:

        Não acredito 🙁 !!!
        aquilo é quase um pc portatil…..
        não acredito que não vá sair uma versão com eclado!!
        A treta do touch não chega, este so da para brincar, mas se quiseres trabalhar tens que ter um teclado…
        estes gajos são capazes do pior e do melhor ao mesmo tempo…
        dá-lhe falâncio nokia que vais no bom caminho…

        cmps

        • MV says:

          Sim, um teclado faz falta, mas se pretendes fazer algum “trabalho” a sério, podes sempre ir por SSH. É o que faço no meu N900, apesar de ter teclado físico. Mas entendo a frustração.

  24. Ricardo says:

    Parece um ipod! A Nokia ganhava muito mais se opta-se pelo o Android, mas nada é perfeito.

    • TelmoB says:

      Onde é que parece um ipod ?
      Será possivel que agora todos os equipamentos de outras marcas têm que ser parecidos ou iguais aos da Apple.

      Para mim é um N8 sem o home botton e com algumas alterações.
      Ou vais-me dizer que o N8 também foi cópia de algum dos produtos do Jobs ?

      Sinceramente não percebo! Sempre a comparar os produtos da Apple com o resto do mercado. Podem até ser bem feitos e uma referência, porque “jogam” bem com o mercado, mas daí todos os outros fabricantes fazerem igual vai uma grande diferença.
      Também me vais dizer que o Samsung Galaxy SII é igual ao iPhone? E mais ?!
      Só que desta vez, apesar de não ser fã da Samsung apostou bem no mercado e fez com que a Apple tivesse de acelerar o processo de lançamento do novo iphone 5.
      Além disso, a nível de design e material de construção a Nokia está sempre à frente, pena não saber gerir muito bem o tempo de vida do SO que usa, porque o MeeGo já devia ter saido à mais tempo.

      • Ricardo says:

        lol… sim as linhas são muito parecidas ao ipod nano.

        Para mim é indiferente se fazem copias ou não dos produtos da Apple, não sou fanboy.

  25. MV says:

    Já agora, depois de tanta celeuma com um artigo anterior, deixo a minha opinião:

    Já há bastantes meses que a comunidade anda ansiosa pelo aparecimento de um aparelho com o meego, mas na minha opinião este ainda deixa um pouco a desejar…e nem por isso. Vou deixar por pontos para que possam contradizer/responder à vontade:

    – o N9 não tem Meego puro, tem Meego Harmattan, uma mistura de dois mundos;

    – Não tem transmissor FM, ou pelo menos até agora ainda não foi provado que tem, embora um dos chips que contém é passivel de ter integrado o FM que, tal como no N900, apenas necessita de software para o utilizar – a ver vamos; Para quem não sabe, o N900 tem um transmissor FM, em que escolhemos a frequência e podemos enviar qualquer sinal sonoro para a mesma, podendo simplesmente sintonizar qualquer receptor FM, como o rádio do carro, para a freq escolhida e ouvir as músicas, chamadas, etc, do telefone. No carro é fantástico. 🙂

    – HW keyboard – a mim faz falta, mas para o povo não deverá ser grande incómodo e, em termos de design, touch keyboard tem outro apelo e mantém o aparelho mais fino, etc;

    – CPU OMAP 3630 45nm, 1ghz, algum receio aqui mas convém esclarecer: tenho o meu N900 a correr a 950mhz, outros a 1.1mhz e já ouvi bocas de androids a dizer que correm a mais que 1ghz e este 1ghz é treta. Asneira. Ter um OMAP 3430 65nm a correr a mais de 1ghz em OC é muito diferente de ter um destes (OMAP 3630 a 1ghz);

    – CPU 2 – 1ghz, “é pouco, o meu blah blah tem mais, tem dual core e bolinhas cor-de-rosa”, é tudo treta. Apesar de o hardware fazer diferença, a sua utilização e optimização a nível de drivers e hardware faz muito mais – como alguém já disse, a optimização do SO faz toda a diferença na optimização do aparelho – ter um android UI a utilizar o cpu intensamente para tarefas desnecessárias (UI e java hogs) enquanto um meego (ou outro, para não parecer fanboy) optimiza essa utilização com software mais leve num cpu com menor potência fará toda a diferença. Software optimizado, palavras de ordem.

    – GPU – na minha opinião, nos tempos que correm, podia ser melhor – tem o SGX530 quando o SGX540 seria bem melhor, mas a sua implementação não seria possível nesta plataforma (de hardware), já que o 540 necessita de um dual core, tornando o aparelho mais caro, menos público, etc. opções;

    – RAM – 1gb que, pelo que li, é mais rápida que a que existe no N900 (que é 256mb, embora com swap fique com 1gb)

    – SO – menos open source que o maemo (esta versão, não o meego puro), o que me entristece um pouco, mas de certa forma entendo a jogada; criar um aparelho para as massas, excelente, mas ainda em alguns aspectos médio, mas que traga utilizadores, developers e grande público de novo ao comboio da nokia. O que é perfeitamente possivel, a não ser os otá…os utilizadores ferrenhos de iphones e afins.

    – SO 2 – Pelo que vou lendo e descobrindo, o SO utilizado neste N9 é perfeitamente passível de ser alterado dada a plataforma de HW, ou seja, possível eventualmente instalar o Meego puro e usufruir de tudo o resto, em detrimento de algumas coisas nativas ao presente sabor de SO (meego/harm)

    – SO 3 – à grande maioria dos utilizadores, o open source do SO é negligenciável, mas para alguns (como eu próprio e uns tantos outros) é fantástico ter algo que podemos realmente alterar ao nosso gosto, desenvolver livremente, descobrir como funciona, partilhar conhecimentos de funcionamento interno.

    – Pessoalmente tenho receio do abandono do Meego a nível de smartphones da nokia. Não como SO para netbooks e outros aparelhos, mas dada a produção deste N9, as specsheets de UI, e se o público(vendas) aceitarem bem este N9, talvez qa Nokia dê outro fôlego ao fenómeno Meego. Espero sinceramente que tal aconteça. O mercado precisa de uma alternativa válida a ios e androids, e o WP7 (ainda, e duvido que seja em breve) não o é.

    – UX/UI – sim, parece-me muito bom, mas até ter oportunidade de testar em pessoa, não posso comentar muito mais do que as aparências. Aliás, se quiserem que faça review a um quando o tiverem nas mãos, estou disponível. 😉

    – Reparei que não tem desktops, pelo menos nesta iteração de SO. Uma lista enorme de icons/apps não é muito agradável de navegar. No N900 temos possibilidade de configurar tudo em até 9 desktops, sejam widgets, comandos de terminal, online info, é só imaginar. Neste N9, estou para ver.

    – Adaptação para hardware – ao criar um SO, um dos grandes factores de produção é a adaptação ao hardware. Desenvolver 30 smartphones com o mesmo SO na mesma plataforma é simples, mas desenvolver em X anos Y smartphones com o mesmo SO em plataformas diferentes, aí complica. O Meego está preparado para muitas mais plataformas de HW do que o WP7 – o WP7 apenas suporta UMA plataforma de HW, o snapdragon, e nem todos os chips. Neste momento, o MeeGo é uma muito melhor aposta que o WP7 em montes de razões, o que poderá estragar tudo são os acordos desconhecidos entre Elop (bleeeurgh) e a microsoft, que poderá dar prioridade (e asneira) ao WP7 em detrimento do MeeGo.

    Perdoem o rant demasiado longo, mas queria deixar algumas informações para responder a algumas questões levantadas nos comentários. Espero que ajude, e sem flames. Sou utilizador de N900, estava muito ansioso pelo N9/N950 como substituição mas ainda vou esperar pela maturidade deste N9 ou de algum outro que possa sair.

    É natural que me tenha esquecido de algumas coisas, mas estou disponivel para perguntas, discussões construtivas (evitem os comentários iphone/android fanboys idiotas) e gomas.

    • TelmoB says:

      Também estive a aguardar as evoluções quando tinha o meu N900, mas como não saiu nada em concreto acabei por o vender e comprar um HTC HD2 e pelo menos posso usar Android ou Windows Phone 7.
      O MeeGo demorou muito a estar minimamente operacional e pelo que dizes ainda não é uma versão pura, o que mais me leva a acreditar que fiz bem ter vendido o meu N900.

      • MV says:

        Não entendo o teu argumento. O Harmattan é o nome de código para esta versão do MeeGo, e associado ao UI (Harmattan UI).

        O meu texto foi um pouco ambíguo, desculpem. MeeGo puro é o projecto inicial. Da fusão entre Maemo e MeeGo, versão aplicada a este smartphone ficou MeeGo Harmattan. Confuso, eu sei.

        O Nome Harmattan era anteriormente atribuido ao futuro Maemo6, que deixou de existir quando aconteceu a fusão e a discussão toda entre Intel e Nokia, ficando o MeeGo, versão Harmattan presente neste N9.

        No meu comentário anterior não referi o display, que embora interessante, é capacitivo o que limita a utilização de algumas aplicações (easy debian, mypaint…). A resolução podia ser um pouco melhor também. Na altura do teaser, existiam muitas teorias sobre se o N9/950 iria utilizar o novo display da LG com uma resolução de 12xx por 8xx, afinal nem por isso.

        Outra situação é a de desenvolvimento com Qt, abre imensas portas. Mas chega de escrever. Já escrevi mais em comentários do que tem o artigo. 😛

        • MOr says:

          Quanto maior for a resolução maior é o esforço do chip gráfico. O iPhone era/é ultrapassado nos benchmarks pelos android por causa da enorme resolução.

        • lmx says:

          não existe projecto meego e maemo…
          o meego é feito de moblin como core e de maemo para QT.

          cmps

          • MV says:

            Correcto. Meu erro. MeeGo = Moblin + Maemo. São muitos M’s 🙂

          • TelmoB says:

            Isso tudo bem, mas não deixa de poder ser uma versão não acabado do MeeGo. Digo isto porque não me parece que esteja todo o potencial desenvolvido.
            No entanto esta primeira etapa já devia ter ficado concluida à muito tempo, a meu ver..

          • lmx says:

            pois…eu também concordo com isso, acho que a nokia ja se devia ter chegado a frente, mas eles também devem ter vacilado, pois já viram o que é estarem a desenvolver o trabalho quase todo, e depois mais tarde todos os outros do consórcio vão lucrar…a não ser que tenham que pagar alguma coisa para usar o que a nokia criou…não sei como se processará.
            Por seu lado a intel tem pressionado a nokia e muito para não alargar este SO a muito suporte ARM, pois eles querem é um SO para os processadores deles e não para o ARM.
            No entanto acho que a nokia ja devia ter acelerado o passo.

            cmps

  26. MV says:

    Este formato de blog não é muito agradável para respostas em árvore, por isso fica aqui a resposta ao TelmoB:

    – Qt (do site) : Qt framework – intuitive APIs for C++ and CSS/JavaScript-like programming with Qt Quick for rapid UI creation

    Procura também QML (com o Qt Quick).

    Podes ver tudo aqui:

    http://qt.nokia.com/products

    Qt Quick
    http://qt.nokia.com/qtquick/

    • TelmoB says:

      Obrigado pela resposta 😀

      Eu quando tinha o N900 ainda pensei em programar umas coisitas para ele, mas depois e como o tempo nem sempre é muito acabei por não o fazer.
      No entanto apesar de não ser muito a minha área, porque estou em Eng. Electrotécnica, gosto de fazer umas brincadeiras e hoje em dia tudo passa pela programação, dai o meu interesse.

      Acho que vou pesquisar mais sobre o assunto e esta nova plataforma, porque percebo mais de c ou python do que java, além de não gostar muito e o Android torna-se mais dificil.
      O objectivo não é tanto fazer programas mas fazer um port do MeeGo para o meu HTC HD2, vamos lá ver se vou conseguir, ahahah

  27. MV says:

    Para variar, deixo aqui o comentário a um outro comentário:

    lmx: Velocidade de captação da imagem. Referes-te a exposição? Alta exposição necessita estabilidade, e isso num telefone é quase impossível. Quase impossível a estabilidade, mas possível a alteração da exposição. Mas imagino que não seja isso a que te referes especificamente. De qualquer forma, a câmara do N9 tem algumas vantagens. Vejam este artigo:

    http://conversations.nokia.com/2011/06/22/nokia-n9-photo-taking-and-sharing/

    E atentem ao gráfico. A velocidade de focagem é superior a qualquer outro smartphone.

    O problema da velocidade, e qualidade de fotos em smartphones, também ocorre por falta de botão físico para focagem, como as câmaras convencionais, ou alguns smartphones (como o n900), em que o botão tem 2 tipos de pressão – carrega-se um pouco para focar, e um pouco mais para tirar a foto. Nos telefones sem botão físico, apenas temos uma posição de botão – click, foto tirada. Por outras palavras, liga-se a app da câmara, aponta-se ao objecto da foto, e carregas no botão de tirar foto que está no ecrã (como o iphone). O aparelho tem de focar de imediato para que a foto saia o melhor possível. Ou estar constantemente a focar a imagem.

    Estou a simplificar imenso, o processo de tirar uma foto num telefone pode variar consoante hardware e software – carregar na imagem para focar no objecto, etc.-, como é óbvio, mas fica a ideia de como as coisas se processam.

    Suporte a ARM e pressão da Intel para que tal não aconteça – nunca li ou ouvi falar de tal situação, tanto que o suporte para ARM já existe, aliás, este artigo ilustra um aparelho que o utiliza, o resto é cenário. Canso-me de referir as mesmas coisas, o MeeGo tem suporte para muitas plataformas HW já existentes.

    • lmx says:

      Boas..
      obrigado pelo lo«ink 😉 , era mais ou menos isso, no entanto tinha-me esquecido da focagem lol…
      Em relação a pressão, sim existiu e continua a existir, e ja foi publico da parte da intel o seu desagrado pela nokia estar a dotar o meego de Hardware ARM.
      Segundo eles a plataforma não avança mais, em parte por isso mesmo, porque “perdem” tempo com a plataforma ARM…lol
      O que a intel quer é colocar o meego(que ja existe nos primeiros telemoveis com prossessadores intel) nos seus processadores, como é obvio, eles não andam a investir num SO a toa…
      e só se juntaram a nokia, porque o moblin que estava muito bom não foi aceite em massa pelos grandes productores de equipamentos moveis, caso contrario nem se tinham junto a Nokia…
      Mas acho que a nokia esta a fazer a sua parte, ARM como prioridade, moblin+maemo, a intel que instale o meego onde quiser 🙂

      cmps

  28. MV says:

    Flash – Nativamente o browser do N9 não tem suporte para flash (o browser é diferente do microb do N900, e no N900 o suporte é para flash v9 ou v10 se não utilizar funcionalidades nativas da 10). O browser do N9 é webkit2.

    Esta falta de flash é um grande falha se se mantiver, na minha opinião – e não venham com flames da treta do html5 e afins-, mas neste momento do tempo ainda é demasiado cedo para queixas. O browser do N9 suporta html5 e, ao que me recordo, no android, o flash 10.1 era por download extra, como uma app (corrijam-me se estiver errado, recordo-me que era num android e versão de flash específico, mas não tenho pormenores). Poderá acontecer o mesmo. Espero que sim, embora duvide.

  29. Cognitivo says:

    Nokia sem Symbian, só alegria.

  30. EacHTimE says:

    A Nokia devia apostar forte no MeeGo em x do Windows pq aqui se vê que se pode diferenciar das marcas em x de ir atrás da manada.

    Com Windows não só vai atrás da manada como tem restrições de não poder usar dual-core e afins..

    Fiquei bem impressionado com este MeeGo

    • TelmoB says:

      Acho que ganhava mais em melhorar o Symbian e continuar a investir no MeeGo, mas eles lá sabem o que querem fazer com o Windows Phone..

      • Paulo says:

        Eu acho que terem o Windows Phone os limita, mas ao mesmo tempo, ficam com “mais tempo livre” para poderem trabalhar no MeeGo ou em outros modelos, enquanto que para o WP7 lhes basta fazer um aparelho genérico para continuarem a marcar a presença no mercado. Só acho que isto de fazer um OS novo e depois só ter um modelo de telemóvel capaz de o correr (como foi com o Maemo no N900) é um bocado desperdício e quem não gostar do telemóvel em si, acaba por nunca ter esse sistema, não tendo assim grande razão para o continuar…
        espero que isto não aconteça.

        • TelmoB says:

          Eu percebo a tua ideia..
          Se bem que a Nokia vai lançar este modelo com MeeGo para ver o que dá, se o pessoal gostar, ai sim, eles vão apostar mais nele, caso contrário nada feito. Tudo uma questão de saida no mercado.

          O Windows Phone tens as suas vantagens em termos dos serviços que dispõem.. entre eles os conteudos xbox e por ai fora..
          Acho que a Nokia nessa perspectiva até fica bem na fotografia em telos como aleados, sendo que o MeeGo surge como uma opção em relação ao Android e aparentemente tem tudo para se tornar num software poderoso, a começar por ser mais “leve”.

  31. Nuno says:

    A Nokia só tem vindo a descer nas vendas, por causa symbia. pode ser que agora volte a subir. Eu nunca eide de comprar um nokia, pois porque acho que oferecem muito menos que um android ou iPhone.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.